24o simulado chqao, Exercícios de História. Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ)
andre_lapa
andre_lapa23 de Fevereiro de 2016

24o simulado chqao, Exercícios de História. Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ)

PDF (286.8 KB)
10 páginas
3Números de download
576Número de visitas
1Número de comentários
Descrição
exercícios de conhecimentos gerais
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 10
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
24º_Simulado-CHQAO

Visto: __________________ Diretor do IIC

Simulado CHQAO – 2012 ao CA/CHQAO - 2013 Conhecimentos Gerais

CURSO PREPARATÓRIO CIDADE

24º SIMULADO - CHQAO 2012

SIMULADO DO PROCESSO SELETIVO / 2012 AO CURSO

DE HABILITAÇÃO AO QUADRO AUXILIAR DE OFICIAIS - 2013.

PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS

(LÍNGUA PORTUGUESA; HISTÓRIA DO BRASIL; GEOGRAFIA DO BRASIL)

Realizado em 20/10/2012

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS 1. Esta prova contém 40 itens de múltipla escolha, distribuídos em 10 páginas numeradas,

excluindo esta capa. A prova está assim dividida:

1ª Questão (Língua Portuguesa, História do Brasil e Geografia do Brasil): 40 itens numerados de 01 a 40; e

2. Havendo falta de páginas ou defeito de impressão, comunique ao aplicador. 3. IMPORTANTE: antes de iniciar a solução da prova, preencha o alvéolo correspondente

ao seu modelo de prova no cartão respostas. 4. Os simulados e seus gabaritos serão disponibilizados na plataforma e no sítio do Curso em

www.iic.pro.br para consulta. 5. Tempo total destinado à realização da prova: 02 (duas) horas. 6. Leia os itens com atenção. Você disporá dos 15 primeiros minutos, após o início da prova,

para tirar dúvidas relacionadas, apenas, à impressão e montagem desta prova. 7. A interpretação dos itens faz parte da resolução. Os aplicadores não responderão a

perguntas dessa natureza. 8. A prova é estritamente individual, sendo proibida a consulta a qualquer tipo de documento. 9. Os candidatos somente poderão sair do local de prova depois de transcorridos dois terços

do tempo total destinado à realização da prova, ou seja, uma hora e vinte minutos após seu início.

10. A partir dos últimos trinta minutos um aplicador, de 10 em 10 minutos, avisará o tempo que falta para o término da prova. O último aviso será dado faltando 01 minuto.

11. Utilize somente caneta esferográfica de tinta azul ou preta para assinalar e marcar as suas respostas no cartão de respostas.

12. A correção do cartão de respostas é feita por sistema de leitura ótica. Portanto, é de fundamental importância o correto preenchimento de todos os campos do cartão de respostas, sendo o mesmo de inteira e exclusiva responsabilidade do candidato.

13. Ao terminar a prova levante o braço e aguarde, sentado, até que o fiscal de sala venha recolher o seu cartão de resposta e a sua prova. Retire-se em silêncio, após ser atendido pelo oficial aplicador.

14. Observação: O candidato poderá ficar de posse da folha de rascunho. Boa Prova!!!

PROVA MODELO P1

Visto: __________________ Diretor do IIC

Simulado CHQAO – 2012 ao CA/CHQAO - 2013

PÁG - 2 P1 Conhecimentos Gerais

Visto: __________________ Diretor do IIC

Simulado CHQAO – 2012 ao CA/CHQAO - 2013

PÁG - 3 P1 Conhecimentos Gerais

1ª QUESTÃO

TEXTO 1 É O FIM DO MUNDO Andrea Estevam Humanos percorrem 226 quilômetros em pouco mais de oito horas, utilizando somente a força do próprio corpo para nadar, pedalar e correr ao longo dessa distância. Um cara que teve as pernas amputadas quando ainda era bebê conquista, na marra, um lugar entre os melhores velocistas do mundo. Montanhistas russos se preparam para escalar o K2, a mais mortal das montanhas de mais de 8 mil metros, em pleno inverno, sob a ameaça de temperaturas que podem chegar a 50 graus negativos. Uma menina de 18 anos é campeã mundial de surf. Bikes que podem ser recarregadas na tomada são realidade. Os velhos de pensamento e alma têm razão: é o fim do mundo mesmo – pelo menos do mundo com as fronteiras físicas e mentais que conhecemos. É o fim do ser humano como animal perfeito, obra acabada. Ainda bem! Ao contrário do que nossa presunção e nosso egoísmo possam sugerir, seguimos em evolução, para sempre rascunhos de tudo o que ainda somos capazes de realizar. Que outros sonhos o ser humano pode concretizar nos próximos 2 mil anos? (Se conseguirmos, é claro, recriar a nossa civilização a tempo de não nos extinguirmos.) O mundo acaba e recomeça a cada dia, e da morte do velho nasce a vida e a transformação. Como diz aquela música do REM, “é o fim do mundo, e eu me sinto bem”.

Go Outside – Janeiro/2012 – Ed. 80 (Texto adaptado).

01. No texto defende-se que, no mundo atual, o homem NÃO é um ser

(A) adaptável. (B) completo. (C) inatingível. (D) inigualável.

02. No texto, está explicitado, principalmente, que as transformações humanas podem ser

(A) bem-vindas. (B) contestáveis.

(C) equivocadas. (D) exageradas.

03. O texto nos lembra exemplos humanos de

(A) competição. (B) evolução. (C) exibição. (D) superação.

04. “[...] é o fim do mundo e eu me sinto bem.” (linha 15) No texto, a frase final, transcrita acima, comunica, principalmente, uma ideia de

(A) comparação. (B) compromisso. (C) hesitação. (D) otimismo.

05. “Um cara que teve as pernas amputadas quando ainda era bebê conquista, na marra, um lugar entre os melhores velocistas do mundo.” (linhas 2-3) As expressões sublinhadas nessa frase são características da linguagem

(A) acadêmica. (B) coloquial. (C) formal. (D) jurídica.

06. “Ao contrário do que nossa presunção e nosso egoísmo possam sugerir, seguimos em evolução [...]” (linha 10) A palavra sublinhada nessa frase pode, adequadamente, ser substituída por

(A) “negligência”. (B) “orgulho”. (C) “preconceito”. (D) “rigor”.

07. “Humanos percorrem 226 quilômetros em pouco mais de oito horas [...]” (linha 1) A palavra sublinhada, tal como se encontra nessa frase, exerce a função de um

(A) adjetivo. (B) advérbio. (C) pronome.

PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS

PORTUGUÊS

Visto: __________________ Diretor do IIC

Simulado CHQAO – 2012 ao CA/CHQAO - 2013

PÁG - 4 P1 Conhecimentos Gerais

(D) substantivo. 08. “Os velhos de pensamento e alma têm razão [...]” (linha 8) O acento colocado sobre a palavra sublinhada nessa frase tem, principalmente, a função de indicar

(A) um ditongo nasal. (B) uma concordância. (C) uma palavra oxítona. (D) uma sílaba tônica.

09. “Que outros sonhos o ser humano pode concretizar nos próximos 2 mil anos?” (linhas 11-12) A palavra sublinhada nessa frase pode ser corretamente classificada como

(A) adjetivo. (B) conjunção. (C) pronome. (D) substantivo.

10. “[...] da morte do velho nasce a vida e a transformação.” (linha 14) A expressão sublinhada exerce, nessa frase, a função sintática de

(A) objeto direto. (B) objeto indireto. (C) predicativo. (D) sujeito.

INSTRUÇÃO As questões de 11 a 20 relacionam-se com o texto 2 abaixo. Leia atentamente todo o texto antes de responder a elas. TEXTO 2 TODOS CONTRA A CRUELDADE Sílvia Corrêa Foi notícia em toda parte: pessoa de cinquenta e poucos anos, em férias no litoral paulista, arremessou pela janela do 10º andar seus dois cães de estimação. Eles tinham seis e 16 anos, respectivamente. Morreram na hora. É um círculo vicioso da modernidade. Inimigos conhecidos – como estresse demais, sono de menos, muita droga, muito álcool, muita cafeína – alimentam a onda dos distúrbios psiquiátricos, ao mesmo tempo em que o isolamento urbano estreita os laços entre homens e animais. Resultado: trazidos para dentro de casa e criados como filhos, cães e gatos se transformam nos principais destinatários de nossas emoções. Do amor incondicional às explosões de raiva. Da solidariedade às inconfessáveis neuroses.

No próximo domingo, dezenas de cidades serão palco da manifestação “Crueldade Nunca Mais”. Uma das principais bandeiras é exatamente a mudança na legislação, para que haja mais rigor na punição de crimes de maus-tratos. O símbolo do movimento é Titã, o cãozinho enterrado vivo pelo dono no interior de São Paulo e que foi adotado pela veterinária que o tratou.

(Folha São Paulo, segunda-feira, 16 de Janeiro de 2012)

11. É CORRETO afirmar que o texto literalmente conclama as pessoas a

(A) um alheamento. (B) um engajamento. (C) uma observação. (D) uma valorização.

12. No texto, afirma-se que homens e animais estão

(A) mais atentos. (B) mais numerosos. (C) menos diferenciados. (D) menos distantes.

13. É CORRETO afirmar que, no texto, aparecem como causas da crueldade humana problemas

(A) econômicos. (B) físicos. (C) mentais. (D) profissionais.

14. A leitura do texto permite perceber que o relacionamento entre homens e animais apresenta características

(A) contraditórias. (B) desprezíveis. (C) exorbitantes. (D) incomuns.

15. “[...] pessoa [...] arremessou pela janela [...] seus dois cães de estimação.” (linhas 1-2) A expressão sublinhada exerce, nessa frase, uma função de

(A) conexão. (B) qualificação. (C) quantificação. (D) substituição.

Visto: __________________ Diretor do IIC

Simulado CHQAO – 2012 ao CA/CHQAO - 2013

PÁG - 5 P1 Conhecimentos Gerais 16. “[...] trazidos para dentro de casa e criados como filhos [...]” (linhas 6-7) As palavras sublinhadas nesse fragmento de frase estão no masculino plural porque, no texto, concordam com

(A) “cães e gatos”. (B) “filhos”. (C) “homens e animais”. (D) “principais destinatários”.

17. “Do amor incondicional às explosões de raiva.” (linha 8) O acento colocado sobre a palavra sublinhada indica, especialmente, a existência de

(A) um ditongo aberto. (B) uma crase. (C) uma nasalização. (D) uma sílaba tônica.

18. “[...] dezenas de cidades serão palco da manifestação ‘Crueldade Nunca Mais’.” (linha 9) A forma verbal sublinhada nessa frase está conjugada no

(A) imperativo. (B) indicativo. (C) infinitivo. (D) subjuntivo.

19. “Uma das principais bandeiras é exatamente a mudança na legislação, para que haja mais rigor na punição de crimes de maus-tratos.” (linhas 10-11) A oração sublinhada nessa frase tem o sentido de

(A) causalidade. (B) conclusão. (C) explicação. (D) finalidade.

20. O símbolo do movimento é Titã, o cãozinho enterrado vivo pelo dono [...]” (linha 12) O trecho sublinhado nessa frase pode ser corretamente classificado como

(A) aposto. (B) objeto direto. (C) objeto indireto. (D) predicativo.

21. (Fuvest) Quanto à utilização da mão-de-obra durante o primeiro século da colonização, na região Nordeste do Brasil, pode-se afirmar que

(A) o escravo africano foi utilizado, preponderantemente, desde a fase do escambo do pau-brasil;

(B) as tribos tupis realizavam o comércio das madeiras com os franceses, ao passo que aimorés e os nagôs plantavam gêneros alimentícios para os jesuítas e colonos;

(C) desde o final do século XVI até o início do XVII, negros e indígenas coexistiam nas propriedades açucareiras realizando, por vezes, tarefas diferenciadas;

(D) as principais atividades econômicas nesse período tinham como base o trabalho familiar e a mão-de-obra livre;

(E) a falência do escambo do pau-brasil redundou em utilização exclusiva do indígena na cultura açucareira e na criação do gado, até o final do século XVI.

22. (G1) Apesar da derrota militar, os paulistas alcançaram seu objetivo político com a Revolução Constitucionalista de 1932 pois, em 1933, foi convocada uma Assembléia Constituinte e em 1934 foi promulgada uma Constituição com importantes conquistas, entre as quais se destacam, EXCETO:

(A) o voto secreto;

(B) a representação classista no Congresso Nacional;

(C) o direito de greve aos operários e camponeses;

(D) a instituição do voto feminino;

(E) o número de deputados no Congresso, proporcional ao número de habitantes de cada estado.

23. (Cesgranrio) Durante a República Velha (1889 -1930), desenvolveu-se a chamada "política dos governadores", cujas características eram:

(A) a articulação do coronelismo à política nacional, através da ideologia do favor, assegurando a hegemonia das oligarquias paulistas e mineiras sobre o poder central;

(B) a organização constitucional republicana em função do predomínio dos interesses agroexportadores do café, representados por São Paulo;

(C) a representação majoritária dos Estados, cujos governadores eram solidários com o poder central, tanto no Senado quanto na direção dos órgãos federais;

HISTÓRIA

Visto: __________________ Diretor do IIC

Simulado CHQAO – 2012 ao CA/CHQAO - 2013

PÁG - 6 P1 Conhecimentos Gerais

(D) a participação de todos os governadores estaduais na definição da política externa do país e a garantia da União aos empréstimos externos dos Estados;

(E) a distribuição dos recursos federais entre os municípios, segundo a influência dos coronéis, favoráveis aos respectivos governadores estaduais.

24. (Mackenzie) Durante o governo Campos Sales foi negociado o acordo financeiro "Funding Loan", visando restaurar as finanças da república e que trouxe como efeitos imediatos:

(A) o corte de despesas e abandono de obras públicas, desemprego, queda da indústria brasileira e favorecimento das importações.

(B) a implantação de uma política industrialista, abandonando-se a crença de um país exclusivamente agrícola, defendida por parte da elite da época.

(C) grandes investimentos em obras para vencer o desemprego.

(D) um período de grande estabilidade econômica e política em função das boas condições sociais.

(E) grande popularidade do governo, sobretudo nas camadas baixas da população, em virtude de sua política social.

25. (Fgv) O princípio do "Uti possidetis" esteve presente como base à solução dos conflitos de fronteira entre Portugal e Espanha no século XVIII. O resultado efetivo dessa negociação foi o Tratado de Madri (1750), que definiu, no caso brasileiro, limites territoriais muito próximo dos atuais. Foi o principal articulador desse tratado/princípio:

(A) Diego de Mendonça Corte Real;

(B) Francisco Pereira Coutinho;

(C) Luís Antônio de Sousa;

(D) Alexandre de Gusmão;

(E) João VI

26. (Fgv) Entre os momentos definidores da penetração para além do limite do Tratado de Tordesilhas e a conseqüente expansão territorial do Brasil, no século XVII, estão o/os:

(A) Tratados de Utrecht e de Madri;

(B) Tratados de Santo IIdefonso e de Utrecht;

(C) Tratado de Madri e o ciclo da caça ao índio;

(D) ciclos de caça ao índio e de sertanismo por contrato;

(E) Tratado de Madri e o ciclo de sertanismo por contrato.

27. (UEL/PR) As chamadas “Cartas Chilenas”, de Tomás Antônio Gonzaga, são importantes documentos para:

(A) explicar a revolta de Manuel Beckmann ocorrida no Maranhão; (B) Compreender a crise do sistema colonial no final do século XVIII; (C) interpretar as razões que levaram Filipe dos Santos à revolta de 1720; (D) justificar as causas determinantes da política colonial de Portugal; (E) analisar a política restritiva de Portugal após o movimento da Restauração.

28. Muitos franceses, principalmente professores, cientistas, arquitetos, escultores e pintores vieram ao Brasil no século XIX a partir da instalação da Corte portuguesa no Rio de Janeiro. Pode-se explicar a presença desses franceses no país com o argumento de que:

(A) a maioria deles chegou ao Brasil com o intuito de colonizar as regiões desabitadas do interior do país, constituindo núcleos de exploração de produtos tropicais, que seriam comercializados na Europa.

(B) eles tinham como missão convencer o rei D. João VI a romper relações diplomáticas com a Inglaterra, uma vez que este país tinha estabelecido o Bloqueio Continental, impedindo as relações comerciais entre França e Brasil.

(C) grande parte deles desembarcou no Rio de Janeiro estimulados por D. João VI, que tinha como um dos seus grandes projetos trazer uma missão artística francesa, com o objetivo de constituir no Brasil uma base de desenvolvimento cultural.

(D) todos esses franceses chegaram ao Brasil como refugiados políticos, uma vez que os mesmos discordavam da política cultural do imperador Napoleão Bonaparte, que perseguia os artistas contrários às suas determinações políticas.

(E) parte significativa da população francesa emigrou para o Brasil em razão dos intensos combates ocorridos durante a Comuna de Paris, instalando-se principalmente nos Estados do Maranhão e do Pará e trabalhando na extração da borracha.

Visto: __________________ Diretor do IIC

Simulado CHQAO – 2012 ao CA/CHQAO - 2013

PÁG - 7 P1 Conhecimentos Gerais 29. (Ufrs) Embora a independência política do Brasil tenha sido declarada somente em 1822, o início do processo de emancipação pode ser relacionado com uma conjuntura anterior, na qual um acontecimento de grande impacto desencadeou as mudanças que levaram à separação entre o Brasil e Portugal. Esse fato, que assinalou o final efetivo da situação colonial, foi

(A) a Inconfidência Mineira, ocorrida em 1789, que introduziu no Brasil as idéias iluministas e republicanas, minando a monarquia portuguesa.

(B) a Inconfidência Baiana, ocorrida em 1798, que introduziu no Brasil as idéias jacobinas e revolucionárias, levando ao fim do domínio lusitano.

(C) a transferência da Corte para o Brasil em 1808, que significou a presença do aparato estatal metropolitano na Colônia, a qual passou a ser a sede da Monarquia portuguesa.

(D) a Revolução Pernambucana de 1817, que trouxe para o cenário político brasileiro o ideário maçônico e republicano.

(E) a convocação das Cortes de Lisboa em 1820, que exigiram o retorno de Dom João para Portugal e a recolonização do Brasil.

30. (Udesc) O ano de 2008 assinala os duzentos anos da chegada da Família Real ao Brasil. Sobre isso assinale a alternativa CORRETA.

(A) A monarquia que chegava ao Brasil representava, em realidade, boa parte dos ideais da Revolução Francesa e do liberalismo europeu daquele período.

(B) As motivações da vinda da Família Real para o Brasil estão relacionadas mais à realidade européia do período do que à ideia de desenvolvimento de um Brasil monárquico e posteriormente independente de Portugal.

(C) Foi incentivada a manifestação pública de nossos problemas, seguindo as práticas liberais e laicas da monarquia portuguesa.

(D) Chegando ao Brasil, o monarca trabalhou muito para a ampliação da cidadania.

(E) A política de terras foi imediatamente implementada e, em 1810, o Brasil realizava sua primeira reforma agrária.

31. (UEL) A força das águas tem viabilizado a construção de usinas hidrelétricas de grande porte no Brasil, sendo Itaipu um exemplo. Com base nos conhecimentos sobre o desenvolvimento e a questão socioambiental, considere as afirmativas a seguir.

I. A retirada das populações das áreas atingidas por construção de hidrelétricas tem produzido impactos sociais, como o desenraizamento cultural.

II. Itaipu é um exemplo da prioridade dada à preservação dos hábitats naturais no projeto nacional-desenvolvimentista defendido pelos militares pós-64.

III. As incertezas sobre os impactos ambientais com a construção de usinas hidrelétricas trouxeram, por desdobramento, a formação de movimentos dos atingidos pelas barragens.

IV. A construção de hidrelétricas liga-se, também, à preocupação com a crise energética mundial prevista para as próximas décadas.

Assinale a alternativa correta.

(A) Somente as afirmativas I e II são corretas. (B) Somente as afirmativas II e IV são corretas. (C) Somente as afirmativas III e IV são corretas. (D) Somente as afirmativas I, II e III são corretas. (E) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas.

32. (UFPA) Situada na região norte da América do Sul, a floresta amazônica possui uma extensão de aproximadamente 7 mil quilômetros quadrados, espalhada pelos estados da região Norte do Brasil e por outros países da América do Sul. Sobre esse bioma, é correto afirmar que

(A) é uma floresta tropical fechada, formada em boa parte por árvores de grande porte, situando-se próximas uma das outras. O solo dessa floresta é muito rico, pois possui uma espessa camada de nutrientes orgânicos.

(B) a camada superficial do solo é formada pela decomposição de folhas, frutos e animais mortos. Esse rico húmus é matéria essencial para as milhares de espécies de plantas e árvores que se desenvolvem nessa região.

(C) o clima que encontramos na região desta floresta é o tropical. Nesse tipo de clima, tanto as temperaturas como o índice pluviométrico são elevados.

(D) A retirada da cobertura vegetal permitiria a perda de parte dos nutrientes do solo, que seriam levados pelas chuvas constantes. Entretanto, devido à espessura da camada de húmus, o solo amazônico ainda teria boa fertilidade para utilização na agricultura.

GEOGRAFIA

Visto: __________________ Diretor do IIC

Simulado CHQAO – 2012 ao CA/CHQAO - 2013

PÁG - 8 P1 Conhecimentos Gerais

(E) As águas amazônicas possuem características diferentes, resultantes da geologia das bacias fluviais da Amazônia. Os chamados rios de água branca ou turva, como o Solimões ou o Madeira, percorrem terras pobres em minerais e suspensões orgânicas.

33. (UFRN) Nas cidades de Maceió, Salvador e Recife, principalmente no mês de julho, é comum a

ocorrência de chuvas que provocam grandes enchentes. São as chamadas ―chuvas de inverno‖, que

atingem o litoral oriental do Nordeste. Levando-se em consideração a dinâmica das massas de ar no Brasil, pode-se afirmar que essas chuvas são provocadas pelo encontro da

(A) Polar atlântica (mPa), fria e úmida, com a massa Tropical atlântica (mTa), quente e úmida. (B) Equatorial continental (mEc), quente e seca, com a massa Tropical atlântica (mTa), e quente

úmida. (C) Equatorial continental (mEc), quente e úmida, com a massa Tropical continental (mTc), e

quente seca. (D) Polar atlântica (mPa), fria e úmida, com a massa Tropical continental (mTc), quente e úmida. (E) Equatorial continental (mEc), Polar atlântica (mPa), fria e úmida.

34. (FGV) O bioma, que ocupa 22% do território brasileiro, já perdeu quase 1 milhão de quilômetros quadrados, cerca de 48% de sua cobertura total. Somente entre 2002 e 2008, foram des- matados 85 075 quilômetros quadrados, segundo dados do Ministério do Meio Ambiente. Em todo o bioma, a expansão das lavouras de cana-de-açúcar e de soja, além da produção de carvão e das queimadas (naturais ou provocadas), são os principais fatores de desmatamento. A pecuária também tem contribuição significativa para a sua destruição, principalmente por causa do modelo de produção extensivo, que chega a destinar mais de um hectare para cada boi.

(http://noticias.ambientebrasil.com.br/clipping/2010/09/16/60444-)

O texto refere-se

(A) à caatinga. (B) (b) à mata atlântica. (C) ao cerrado. (D) ao pantanal. (E) aos campos.

35. (UEPB) Observe o mapa que representa os Domínios Morfoclimáticos Brasileiros

Analise as afirmações a seguir e identifique a alternativa correta

I. O número 1 refere-se à floresta amazônica, área de abrangência de clima equatorial, que conta com um terço do número de espécies do planeta e uma rica biodiversidade.

II. O número 2 refere-se à área de cerrado, onde predomina o clima tropical e apresenta uma vegetação formada por dois estratos: um superior formado por uma vegetação composta de arbustos e pequenas árvores retorcidas e um segundo por gramíneas.

III. O número 4 refere-se à caatinga, área de predominância de clima semiárido, com temperaturas elevadas, chuvas moderadas e uma vegetação resistente à seca do tipo xerófita.

IV. O número 6 refere-se à mata dos cocais, onde predomina o babaçu e a carnaúba, e se constitui uma mata de transição entre os biomas da caatinga e a floresta amazônica e o cerrado.

Estão corretas

(A) Apenas as proposições I e III (B) Apenas as proposições I, II e III (C) Apenas as proposições I e V (D) Apenas as proposições II e IV (E) Todas as proposições

Visto: __________________ Diretor do IIC

Simulado CHQAO – 2012 ao CA/CHQAO - 2013

PÁG - 9 P1 Conhecimentos Gerais 36. De acordo com dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o desmatamento na Amazônia tem apresentado tendência de queda desde 2004, atingindo, em 2009, o menor índice dos últimos 20 anos, como mostra o gráfico abaixo.

Vários fatores podem ajudar a explicar essa queda nesse período, EXCETO:

(A) Aumento da fiscalização e repressão a madeireiras clandestinas, grileiros e pecuaristas em situação irregular, com auxílio de Sistema Geográfico de Informações.

(B) Maior restrição ao crédito e punição a proprietários que infringiram leis ambientais, o que tem sido objeto de polêmica na reforma do Código Florestal brasileiro.

(C) Entre 2008 e 2009, a queda pode ser atribuída também à crise financeira internacional que diminuiu as encomendas de exportação de carne e soja.

(D) Supervalorização da cana-de-açúcar e dos biocombustíveis que redirecionou as forças produtivas para outras regiões.

(E) Divulgação de listas dos maiores devastadores e formas irregulares de produção, de modo a desestimular a compra de soja e carne de áreas recentemente desmatadas e irregulares.

37. Com relação às regiões metropolitanas (RM) no Brasil, leia as afirmativas abaixo:

I. de acordo com o estudo “Regiões de Influência das Cidades 2007”, publicado pelo IBGE, São Paulo é a única RM a receber a denominação de Grande Metrópole Nacional;

II. a criação de uma região metropolitana é caracterizada pela conurbação de, no mínimo, duas metrópoles entre si;

III. a região metropolitana é resultante da necessidade da elaboração de soluções integra- das para os serviços públicos que escapam à competência política das prefeituras municipais que a compõem;

IV. a Constituição de 1988 delegou aos municípios o poder de legislar sobre a criação de RM, por isso, na década de 1990, foram criadas diversas novas RM.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas:

(A) I e II (B) I, II e IV (C) I e III (D) II, III e IV (E) III e IV

38. Sobre a agricultura familiar no Brasil, pode-se afirmar que

(A) por falta de acesso ao crédito rural, não participa das cadeias agroindustriais. (B) é responsável pelo fornecimento da maior parte da alimentação básica dos brasileiros, e, por

isso,concentra a maior parte da área cultivada com lavouras e pastagens do País. (C) concentra a maioria do pessoal ocupado nos estabelecimentos rurais brasileiros. (D) por não ser competitiva frente à agricultura patronal, não participa da produção de gêneros de

exportação. (E) embora os membros da família participem da produção, a maior parte da mão de obra é

contratada e quem comanda a produção não trabalha diretamente na terra. 39. “A agricultura é hoje o maior negócio do país. (...) Apenas [em 2005], a cadeia do agronegócio gerou um Produto Interno Bruto de 534 bilhões de reais.” (Faria, 2006 in: Terra, Araújo e Guimarães, 2009). A atual expansão da agricultura e do agronegócio no Brasil deve-se, entre outros fatores ao (à)

(A) forte vinculação da agricultura à indústria, ampliando a participação de produtos com maior valor agregado no valor das exportações brasileiras, como os dos complexos de soja e do setor sucroalcooleiro.

(B) expansão da fronteira agrícola no Centro-Oeste e na Amazônia e ao emprego intensivo de mão de obra no campo, nessas áreas, determinando o aumento da produtividade agrícola.

(C) difusão de modernas tecnologias e técnicas de plantio na maioria dos estabelecimentos rurais do País, contribuindo para a expansão das exportações brasileiras.

(D) modelo agrícola brasileiro, pautado na policultura de exportação e na concentração da propriedade rural.

(E) Revolução Verde, que, disseminada em larga escala nas pequenas e médias propriedades do País, incentivou a agricultura voltada para os mercados interno e externo.

Visto: __________________ Diretor do IIC

Simulado CHQAO – 2012 ao CA/CHQAO - 2013

PÁG - 10 P1 Conhecimentos Gerais “A guerra da concorrência tem início quando os empresários industriais tomam as decisões relativas à localização das suas fábricas”.

( Magnoli & Araújo, p.142, 2005) Sobre a localização industrial, ao longo dos últimos séculos, leia as alternativas a seguir:

I. Nas últimas décadas do século XX, estabeleceu-se uma nova lógica mundial de localização industrial: a produção em larga escala, com elevada automação, é realizada nos países desenvolvidos e as indústrias de tecnologia de ponta concentram-se nos países subdesenvolvidos, onde a mão-de-obra é mais barata.

II. Com a Revolução Tecnológica ou Informacional, as grandes indústrias deixaram de ter oespaço local e regional como principal base de produção, ultrapassando as fronteiras nacionais.

III. Ao longo do século XX, acentuou-se o processo de concentração industrial, em consequência da crescente elevação dos custos de transferência de matéria-prima e de produtos industrializados.

IV. Nos países desenvolvidos, as antigas concentrações industriais vêm perdendo terreno para as novas regiões produtivas, as quais são marcadas pela presença de centros de pesquisa e de universidades.

V. As economias de aglomeração presentes nas grandes metrópoles mundiais reforçam a tendência, cada vez maior, de concentração espacial da indústria.

40. Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.

(A) I e II (B) I e V (C) II e IV (D) II, III e IV (E) III, IV e V

comentários (1)
murilo2
Universidade Estácio de Sá (Estácio)
há 3 meses
material muito bom
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome