Arquitetura Gótica - Apostilas - Arquitetura, Notas de estudo de Arquitetura. Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Mauricio_90
Mauricio_901 de Março de 2013

Arquitetura Gótica - Apostilas - Arquitetura, Notas de estudo de Arquitetura. Universidade Federal do Paraná (UFPR)

PDF (58.1 KB)
1 página
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas sobre a arquitetura gótica, história, evolução e características do estilos.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização1 página / 1

ARQUITETURA GÓTICA

No século XII, na França a arquitetura começou a sofrer uma grande transformação, dando inicio a um novo estilo arquitetônico: o gótico. O nome foi dado por alguns artistas renascentistas do século XVI e o estilo foi propagado pelos monges da ordem de cister.

O estilo se desenvolveu na França, Inglaterra e Alemanha e foi característico da baixa idade média (entre os séculos XII e XVI). No final do séc. XII e no séc. XII a arquitetura gótica superou a românica em popularidade. O aumento da riqueza, o progresso da cultura, a expansão dos interesses seculares e o orgulho das cidades que agora eram livres e prosperas determinaram a procura por um estilo arquitetônica que exprimisse os ideais de uma nova era.

As edificações do estilo gótico eram ricamente ornamentadas e iluminadas. Eram consideradas o coração da cidade. Já no estilo Românico as construções eram maciças, pesadas e de linhas simples.

As fachadas eram esculpidas e, em geral, apresentavam três portas na parte inferior, grandes janelas, uma rosácea e uma fileira de colunas unindo as torres laterais ao centro.

Quando comparamos um templo gótico a um românico percebemos que o primeiro é mais alto e gracioso, uma vez que sua nave é muito mais alta. Para suprir a necessidade de iluminação interior foram colocadas janelas nas paredes. Como consequência as paredes se tornaram mais finas e o peso das abóbodas teve que ser concentrado em vários pontos. Devido a maior altura da nave central tornou-se necessária a abertura da mesma por cima das naves laterais, de forma a iluminar naturalmente a nave central. Além disso, os templos góticos possuíam bibliotecas e centros religiosos. Não eram simplesmente centros religiosos como no estilo românico.

A catedral gótica não foi mais uma estrutura esquelética coberta por vitrais, cuja complexidade exigia um vasto conhecimento estrutural por parte do arquiteto como acontecia nas catedrais românicas.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome