Atps de Contabilidade - Apostilas - Ciências Contábeis, Notas de estudo de Contabilidade. Universidade São Marco (UNIMARCO)
Maracana85
Maracana856 de Março de 2013

Atps de Contabilidade - Apostilas - Ciências Contábeis, Notas de estudo de Contabilidade. Universidade São Marco (UNIMARCO)

PDF (321.1 KB)
11 páginas
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas de Contabilidade sobre o estudo de atps de contabilidade, origem, evolução da Contabilidade, objetivos, principais usuários e suas necessidades, características qualitativas.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 11
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

Disciplina de Ciências Contábeis

ATPS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

ATPS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Trabalho requisitado para aprovação

na disciplina de ciências contábeis, 2º Semestre,

docsity.com

ATPS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Trabalho requisitado para aprovação

na disciplina de ciências contábeis, 2º Semestre,

Data da Aprovação ___/___/2012

______________________________________

docsity.com

RESUMO

Segundo Marion (2009, p. 28) a contabilidade subsidia a tomada de decisões nos ambientes interno e externo da empresa através de registros efetuados em forma de relatórios que são entregues aos sujeitos que possuem algum interesse em conhecer o desempenho econômico e financeiro da empresa. Os relatórios elaborados com o intuito de informar os usuários interessados em conhecer o desempenho da empresa são denominados relatórios contábeis (MARION,2009). MARION (2009, p. 46) evidencia que “os relatórios são elaborados de acordo com as necessidades dos usuários”. Isso mostra que os dados contidos nos relatórios contábeis devem satisfazer às expectativas dos usuários interessados neles.

Palavras Chaves: contabilidade, usuários, princípios.

SUMMARY

According to Marion (2009, p. 28) subsidizes the accounting decisions in internal and external environments of the company through records made in the form of reports that are given to individuals who have some interest in knowing the economic and financial performance of the company. The reports in order to inform users interested in knowing the performance of the company are denominated financial reporting (MARION, 2009). MARION (2009, p. 46) shows that "reports are prepared according to the needs of users." This shows that the data contained in the accounting reports should meet the expectations of users interested in them.

Key Words: accounting, users, principles.

docsity.com

SUMÁRIO

ETAPA 1

1. Origem da Contabilidade

2. Os primeiros sinais que evidenciam a existência da Contabilidade na antiguidade.

3. A evolução da Contabilidade desde os primeiros registros até as partidas dobradas.

ETAPA 2

1. Qual o Objetivo da contabilidade?

2. Quais seus principais usuários e suas necessidades?

3. Quais as características qualitativas das demonstrações contábeis?

ETAPA 3

1. Quadro Comparativo

2. Resumo sobre os Princípios Contábeis

ETAPA 4

1. Conceito de Patrimônio Líquido

2. Conceito de Passivo

3. Conceito de Receita e Despesa

docsity.com

4. Conceito de Ganhos e Perdas

Etapa 1

Identificar informações sobre os itens a seguir:

1. Origem da Contabilidade

2. Os primeiros sinais que evidenciam a existência da Contabilidade na antiguidade.

3. A evolução da Contabilidade desde os primeiros registros até as partidas dobradas.

1. Origem da Contabilidade:

A Contabilidade tem uma história tão antiga quanto a própria civilização, e a sua origem está ligada a necessidade de registros de comércio. Existem indícios de que essas primeiras atividades comerciais eram dos fenícios. Porém a prática do comércio não era exclusiva deles, era exercida também nas principais cidades da antiguidade.

docsity.com

Quando o homem deixou a caça, voltou-se a agricultura e ao pastoreio. Começaram a surgir as divisões de terra e nasceu o senso de propriedade, e então cada um criava a sua riqueza individual.

Ao morrer, essa riqueza gerada por tal pessoa era passada como herança aos seus filhos e parentes. Essa herança denominou-se patrimônio, termo que passou a ser utilizado para quaisquer valores, herdados ou não.

Logo, a contabilidade surgiu para suprir essa nova necessidade do homem de controlar e administrar seu patrimônio. Esse controle era necessário para que a atividade comercial (troca e venda entre comerciantes) pudesse ser realizada.

2. Os primeiros sinais que evidenciam a existência da Contabilidade na antiguidade.

Os primeiros registros contábeis situam-se por volta de 8000 A.C., um Uruk, cidade da antiga Mesopotâmia. Constituíam-se em fichas de barro, guardadas em recipientes de barro que eram utilizadas para contagem do patrimônio. Por exemplo, se uma ficha de barro representa um boi para empréstimo, o registro da transação era realizado transferindo a ficha de barro de um recipiente de barro ( que representava o estoque dos donos do boi) para outro recipiente (representando o direito do dono do boi sobre o empréstimo.

Os antigos egípcios também contribuíram bastante para os avanços da contabilidade, devido a necessidade do governo de organizar a arrecadação dos impostos. Eles inovaram ao

Efetuar registros contábeis utilizando valores monetários (shat de ouro e prata).

3. A evolução da Contabilidade desde os primeiros registros até as partidas dobradas.

Há 6.000 anos atrás, o comércio já era intenso e o controle religioso sobre o Estado era grande, derivando grande quantidade de fatos a registrar. Todos os registros era feitos em peças usando peças de argila com a relação de cada fato. Foi quando surgiu a expressão “meu” e “seu”, de Débito e Crédito.

Com o advento do papiro no antigo Egito, a contabilidade só cresceu. A partir deste momento, os registros eram lançados em livros contábeis.

docsity.com

Sobre o surgimento da técnica das partidas dobradas existem várias especulações, mas seu verdadeiro autor não conhecemos.

No ano de 1914, o franciscano Luca Paccioli publicou a primeira literatura contábil relevante, e essa literatura veio consolidar o método das partidas dobradas, com o Débito e o Crédito (partida e contrapartida).

Etapa 2

1. Qual o Objetivo da contabilidade?

O objetivo da contabilidade é prover as informações necessárias à tomada de decisões através das demonstrações contábeis, nas quais fornece informações sobre posição patrimonial e financeira e de maneira geral, seu desempenho no mercado.

2. Quais seus principais usuários e suas necessidades?

Os usuários podem ser tanto internos como externos, por isso as informações contábeis devem ser amplas e fidedignas, e suficientes para avaliação da situação patrimonial da empresa.

Usuários internos são os administradores da empresa. Já os usuários externos são os acionistas, ou qualquer um que precisar das informações contábeis.

3. Quais as características qualitativas das demonstrações contábeis?

Essas características são:

Compreensibilidade: As informações devem se passadas ao usuário da forma mais simples, clara e compreensível possível.

Relevância: Diz sobre a importância da informação, e informações complexas não devem ser omitidas. È afetada pela natureza e pela materialidade do assunto.

docsity.com

Confiabilidade: Informações repassadas de forma adequada, neutra, prudente e integra.

Comparabilidade: Devem ser adotados os mesmos critérios em períodos diferentes, a fim de facilitar a comparação das informações.

Etapa 3

Quadro Comparativo

|Princípios e | | | |

|Postulados |CVM |CFC |CPC |

|Contábeis | | | |

| |Postulado da Entidade | | |

| | |Entidade |Continuidade |

| |Postulado da | | |

| |Continuidade |Continuidade |Competência |

| |Princ. Do Custo como | | |

| |Base de valor |Oportunidade |Compreensibilidade |

| |Princ. Do Denominador | | |

| |Comum Monetário |Registro pelo Valor Original | |

| | | |Relevância |

| | | | |

| |Princ. Da Realização da Receita |Competência |Confiabilidade |

| | | | |

| |Princ.do Confronto da Rec. Com |Prudência |Comparabilidade |

docsity.com

| |Desp. | | |

| | | | |

| |Convenção de Objetividade | | |

| | | | |

| |Convenção da Consistência | | |

| | | | |

| |Convenção da Materialidade | | |

| | | | |

| |Convenção do Conservadorismo | | |

Resumo sobre os Princípios Contábeis:

Princípio da Entidade: reconhece o patrimônio como objeto e fala sobre a necessidade da diferenciação do patrimônio da empresa e dos seus sócios.

Princípio da Continuidade: é o princípio que indica que a entidade vai operar por um longo período de tempo, sem prazo para extinção.

Princípio da Oportunidade: é o princípio que diz que o registro da transação deve ser realizado no momento do fato.

Princípio do Registro pelo Valor Original: determina que as transações devem ser registradas pelos seus valores originais, e expressos em moeda corrente no país.

Princípio da Competência: as transações devem ser registradas no período em que ocorrem, independentemente do seu recebimento ou pagamento.

docsity.com

Princípio da Prudência: determina que devem ser tomados os menores valores para os componentes do Ativo e os maiores valores para os componentes do Passivo.

Etapa 4

Conceito de Patrimônio Líquido: é o grupo de contas que representa o valor contábil pertencente aos acionistas. Por força da Lei 11.638/2007, para as sociedades por ações, sua divisão passou a se a seguinte:

▪ Capital Social

▪ Reservas de Capital

▪ Ajustes de Avaliação Patrimonial

▪ Reserva de Lucros

▪ Ações em tesouraria

▪ Prejuízos Acumulados

Sobre as contas de reservas, podemos enfatizar as Reservas de capital e as reservas de lucros. As reservas de capital são constituídas com valores recebidos pela empresa e que não transitam pelo resultado. De acordo com a Lei das S/A, a Reserva de Capital só pode ser utilizada em alguns casos específicos, como por exemplo, absorver prejuízos, resgate, reembolso e compra de ações, incorporação ao Capital Social, etc.

Já sobre as Reservas de Lucros, elas são constituídas por lucros obtidos, retidos com uma finalidade específica. Esses lucros são transferidos da conta de “Lucros e Pejuízos acumulados”.

Conceito de Passivo: O passivo de uma entidade representa o saldo das suas obrigações devidas. Ele fica na coluna da direita do Balanço Patrimonial. É um bem que ainda vai ser repassado ao seu verdadeiro proprietário em um momento futuro. Entre as contas pertencentes a ele, podemos destacar algumas: Fornecedores, Duplicatas a Pagar, Salários a Pagar, etc.

Conceito de Receita e Despesas: são termos de estudos contábeis, os despesas são vistas como gastos para gerarem receitas. As receitas são, principalmente, aqueles recursos provenientes da venda de mercadorias ou de uma prestação de serviços.

docsity.com

Já as despesas são todos os gastos que uma empresa precisa ter para obter seus ganhos, como por exemplo, despesas com salários.

Conceito de Perdas e Ganhos: Ganhos são os aumentos do Patrimônio Líquido de uma entidade, e são provenientes de transações e eventos econômicos. Lucro

As perdas são conceituadas como as reduções do Patrimônio da entidade, e também são provenientes das transações e eventos econômicos. Prejuízo.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Esta ATPS foi importante para o grupo, pois nela nós conseguimos adquirir amplo conhecimento sobre o tema nela proposto, através das nossas pesquisas, relatórios e debates.

Aprendemos aspectos importantes que servem de base na contabilidade, como por exemplos os seus princípios, que são os pilares da contabilidade e usaremos para o resto de nossas carreiras. Também frisamos as pesquisas da história e evolução da nossa Contabilidade.

E por último, mas não menos importante, pesquisamos, refletimos e colocamos em relatório alguns componentes do Balanço Patrimonial, como Ativo, passivo, patrimônio liquido, assim como alguns conceitos importantes sobre balanços.

Fontes Pesquisadas:

MARION, José Carlos. Teoria da Contabilidade. São Paulo: Alínea, 2010. PLT 146.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome