Atps projeto de pesquisa, Projetos de Ciência Ambiental. Fundação Universidade Federal do Rio Grande (FURG)
Jeanedevilla
Jeanedevilla13 de Setembro de 2016

Atps projeto de pesquisa, Projetos de Ciência Ambiental. Fundação Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

DOC (78.0 KB)
14 páginas
25Número de visitas
Descrição
projeto de pesquisa sobre preservação ambiental
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 14
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

PROJETO DE PESQUISA

A Questão Ambiental e o Serviço Social

Rio Grande/RS

2016

SUMÁRIO

1. Apresentação..........................................................................................................3

2. Introdução...............................................................................................................3

3. Justificativa.............................................................................................................4

4. Problema da Pesquisa...........................................................................................4

5. Hipótese..................................................................................................................5

6. Objetivos.................................................................................................................5

6.1 Objetivo Geral................................................................................................5

6.2 Objetivos Específicos.....................................................................................5

7. Fundamentação Teórica...........................................................................................5

8. Metodologia.............................................................................................................8

9. Cronograma..............................................................................................................8

10. Referências..........................................................................................................10

1. RESUMO

As questões ambientais encontram-se diretamente vinculadas à questão social,

configurando-se por meio dos fenômenos naturais, resultando em desastres no

âmbito social de grandes proporções, os quais acarretam uma série de refrações,

afetando não somente as camadas mais vulneráveis, mas a população de um modo

geral. Esses fenômenos por sua vez concatenam-se a ausência de respeito do

homem para com a natureza, em que a preservação ambiental ainda não está sendo

vista com acuidade necessária, haja vista, os desmatamentos, as queimadas, a

produção exacerbada de resíduos1, enfim a poluição e seus derivados surgem como

uma problemática agravante na contemporaneidade. A responsabilidade ambiental é

uma demanda que não exige apenas vigilância, mas o envolvimento e compromisso

de todos.

2. INTRODUÇÃO

O presente trabalho visa afiançar aspectos referentes ao campo científico

que faz uso de um leque de instrumentos de investigação e padronizações de

procedimentos, que ao longo das décadas foram refletidos e aperfeiçoados, dessa

forma a metodologia do Trabalho Científico, os procedimentos e os instrumentos,

1Resíduos é tudo aquilo não aproveitado nas atividades humanas, proveniente das indústrias, comércios e residências. Como resíduos encontramos o lixo, produzido de diversas formas, e todo aquele material que não pode ser jogado ao lixo, por ser altamente tóxico ou prejudicial ao meio ambiente. Disponível em: http:// www.dicionarioinformal.com.br/significado/res%C3%ADduos/2288/.

apontam à constituição de técnicas de pesquisa voltada ao refinamento no âmbito

acadêmico.

Neste sentido, o intuito maior é lapidar o caminho para práticas apropriadas

de pesquisa e discernir entre o conhecimento científico do conhecimento do senso

comum, sendo que condições socioambientais, socioeconômicas e socioculturais

estão inseridas neste contexto, uma vez que esse aparato é necessário para que se

possa ter respaldo teórico e metodológico na leitura interpretação da questão social

e suas expressões, ou seja, conciliar à teoria a prática cotidiana, conjeturando a

respeito do exercício profissional no campo social.

Destarte, uma das aspirações do serviço social se insere na luta pela

consciência ecológica que nasce diante da ameaça à qualidade de vida da

população mundial, pois, a expansão da tecnologia e o crescimento demográfico

têm levado a desgastes dos recursos ambientais. O desenvolvimento tecnológico e

industrial tem incitado problemas de poluição do ar, das águas e do solo,

devastação da vegetação, como se a natureza apresentasse um poder inesgotável

de recursos e, a preservação ambiental fosse somente uma questão de

sobrevivência. Entretanto, para garantir a qualidade de vida e os direitos básicos das

populações, depende diretamente da qualidade do meio ambiente em que elas estão

alocadas.

3. JUSTIFICATIVA

Por meio de leituras e apreciações de múltiplos canais, realizou-se a

elaboração de uma síntese, cujo objetivo é discutir a relevância do meio ambiente

para o campo do social, escolhendo-se o tema a questão ambiental e o serviço

social com a finalidade de elaborar um projeto de pesquisa buscando respostas para

auxiliar o profissional de serviço social no exercício de suas atribuições, expandindo

a discussão em torno de um conhecimento mais abarcante sobre os impactos

ambientais.

Por certo, o Assistente Social tem como responsabilidade dentre outras,

executar trabalhos no sentido de ampliar a responsabilidade ambiental e ecológica

da sociedade através de uma educação sustentável, ou seja, educação ambiental

junto à comunidade local. É uma profissão comprometida com a construção de uma

sociedade mais justa, democrática que luta pela garantia dos direitos humanos e

universais, fundamentada na Lei 8.662/1993, que regulamenta a profissão

(MOREIRA, 2013).

De acordo ainda com Moreira (2013) é uma das poucas profissões que

trabalha com projetos profissionais coletivos e com compromissos em várias práticas

sociais, como: Saúde, Educação, Previdência, Habitação, Lazer, Assistência Social,

Justiça que podem ser sintetizadas na palavra sustentabilidade.

Deste modo, a exercício da educação ambiental precisa orienta-se para uma

concepção inventiva e analítica2 independente de tempo e lugar, em sua forma

reguladora e simples. Perante isso, legitima-se com Rodrigues (2001) o qual afirma

que “a educação ambiental deve desenvolver e potencializar o poder das diversas

populações, estimularem oportunidades para mudanças democráticas que

estimulem os setores menos favorecidos da sociedade”.

Nesta direção, carece ser trabalhada como política social que apresente

como premissa a concepção de cidadãos conscientes e participativos, os quais

possam reivindicar seus direitos dentro de uma sociedade mais equânime. Posto

que, a degradação do meio ambiente impacta transversalmente na vida da

sociedade nos campos social, econômico, político e cultural, demandando a

necessidade de ações mais efetivas nesta área.

4. PROBLEMA DA PESQUISA

De que forma o Serviço Social vem contribuindo para mitigar as questões ambientais?

5. HIPÓTESE

Executar idéias de sustentabilidade são ações importantes e fundamentais e

quanto maior o número de envolvidos nessa causa, maior será também a

2 Analítica: expressão colocada em sentido figurado, cujo significado abrange o profundo, o extensivo, o minucioso.

probabilidade de se transformar o mundo em um ambiente saudável e

ecologicamente correto. De acordo, com análise de informações coletadas podem-se

identificar algumas das imediatas hipóteses, como seguem:

*O crescimento populacional;

*O crescimento econômico dos países ocasionando uma invasão do ambiente natural;

*A degradação em virtude do crescente consumismo para satisfação das próprias necessidades;

*O uso desenfreado dos recursos naturais pelas empresas;

* A falta de sensibilização acerca do que é o patrimônio ambiental;

*Os múltiplas refrações sociais atingindo a educação, a saúde, e o bem estar.

*O desenvolvimento descomedido comprometendo a saúde, educação, habitação,

entre outros aspectos que refletem no campo social, cultural, político e econômico,

afetando não só um município, mas também, espaços adjacentes.

6. OBJETIVOS

6.1 - Objetivos Gerais

- Caracterizar as repercussões do impacto ambiental no contexto da questão social

e os riscos de vulnerabilidade, refletindo-se alternativas para minimização desses

impactos.

6.2 - Objetivos Específicos

- Verificar os limites de conhecimento acerca dos impactos ambientais;

- Analisar os riscos de vulnerabilidade atrelados a degradação ambiental;

- Refletir sobre a falta de preservação do meio ambiente e as conseqüências desse impacto;

- Apontar formas de dirimir os impactos ambientais, utilizando os conhecimentos técnicos do serviço social.

7. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

O desenvolvimento sustentável começa pela sensibilização para a

conscientização. A tarefa mais difícil é propagar a idéia de que um mundo

sustentável se faz prioridade hoje e que a reflexão de nossas ações devem

reformular um novo estilo de vida. Através da qual, deve-se também perceber que

preservar e reutilizar os recursos naturais são movimentos que evitam a degradação

do ambiente em que se vive, desenvolvendo dessa forma uma melhor qualidade de

vida, em que o serviço social contribui de forma significativa já que atua como

mediador das contradições e dos conflitos dentro âmbito social conforme reflexão de

Silva (2007),

[...] O Assistente social atua como coadjuvante da prática dos setores populares, no sentido de sugerir alternativas concretas de enfrentamento dos conflitos, decorrentes das dinâmicas da correlação de forças, tendo em vista o encaminhamento de soluções que viabilizem o atendimento de suas demandas, bem como seu fortalecimento enquanto classes organizadas. (SILVA, 2007, p.185).

Cabe ressaltar que, conscientizar sobre a seriedade da preservação do meio

ambiente configura-se uma ação sócio-educativa e expor a importância da

preservação do meio ambiente para garantir qualidade de vida às gerações futuras

é um dos principais objetivos do serviço social na área do meio ambiente e

trabalhando com populações residentes em regiões ameaçadas pela destruição

ambiental, o serviço social pode articular na luta pela garantia do direito à moradia,

pela preservação ambiental e pelo desenvolvimento sustentado, respeitando-se as

especificidades das culturas locais, permitindo ao cidadão comum a habilidade

crítica para argüir e transformar sua própria realidade, refletindo-se aqui, o disposto

no artigo 225 da Constituição Federal que expõe:

Todos têm o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao

Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações. (BRASIL, 2002, p. 136).

Desenvolver projetos que envolvam a comunidade é importante para mostrar

que cada um está imbuído da responsabilidade pela manutenção do lugar e das

coisas que possuem, pois o cuidado com o próprio ambiente é o começo para

um mundo sustável, ou melhor, cada um faz a sua parte considerando que a

colaboração será essencial para a realização dessa idéia, isso se afirma na definição

de meio ambiente, estabelecida pela Política nacional do meio ambiente da “Lei

n.6.938/81 dispondo que, “meio ambiente é o conjunto de condições, leis, influências

e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida

em todas as suas formas". (BRASIL, 1981).

Salienta-se que, executar essas idéias de sustentabilidade são atos

importantes e fundamentais e quanto maior o número de envolvidos nessa causa,

maior será também a probabilidade de se transformar o mundo em um ambiente

saudável e ecologicamente correto.

Portanto, a importância das práticas sustentáveis deve ser entendida hoje,

desse modo a humanidade poderá buscar formas mais eficientes de ajudar o planeta

a se manter vivo, minimizando os impactos ambientais. Para que a educação

ambiental tenha significação de mantenedora do respeito para com a natureza, essa

acessibilidade educacional deve ser priorizada e estar ao alcance de todos.

Por certo, é imprescindível ter em mente que não precisa desenvolver algo

grandioso para praticar ações de preservação e recuperação da natureza, às vezes,

um simples gesto, como apagar a luz de um cômodo desocupado ajuda a minimizar

a emissão dos gases que contribuem para o aquecimento global e

conseqüentemente seus impactos no meio ambiente.

Dentro desse contexto o serviço social, vem objetivando através de ciclos de

palestras, vídeos, informativos e ações práticas a mitigação dos danos ambientais

causados pela população de um modo geral, trabalhando a conscientização e a

preservação do mesmo, de acordo com principal objetivo da Política Nacional de

Meio Ambiente que é a preservação, melhoria e recuperação da qualidade ambiental

intencionando que o ciclo vital se torne perene, tendendo a assegurar condições de

desenvolvimento sócio-econômico, aos interesses da segurança nacional e à

proteção da dignidade da vida humana, e que atende aos seguintes princípios:

I - ação governamental na manutenção do equilíbrio ecológico, considerando o meio ambiente como um patrimônio público a ser necessariamente assegurado e protegido, tendo em vista o uso coletivo;

II - racionalização do uso do solo, do subsolo, da água e do ar;

III - planejamento e fiscalização do uso dos recursos ambientais;

IV - proteção dos ecossistemas, com a preservação de áreas representativas;

V - controle e zoneamento das atividades potencial ou efetivamente poluidoras;

VI - incentivos ao estudo e à pesquisa de tecnologias orientadas para o uso racional e a proteção dos recursos ambientais;

VII - acompanhamento do estado da qualidade ambiental;

VIII - recuperação de áreas degradadas;

IX - proteção de áreas ameaçadas de degradação;

X- educação ambiental em todos os níveis do ensino, inclusive a educação da comunidade, objetivando capacitá-la para a participação ativa na defesa do meio ambiente

Segundo Moreira (2013), o assistente social tem facilidade para transitar

nesse espaço plural, transdisciplinar, complexo e contraditório, podendo dialogar

com todas as áreas que trabalham com a educação ambiental de forma crítica e

reflexiva. É um profissional que acumula experiência para trabalhar com todas as

camadas, inclusive com as menos favorecidas ou excluídas da sociedade.

Diante disso, pode-se destacar a importância do seu papel inserido nas mais

diversas áreas, executando projetos e programas sócio-ambientais, prestando

serviços sociais de forma efetiva. Por meio de sua intervenção, o profissional de

Serviço Social constrói relações entre homens no cotidiano da vida social por meio

de ações globais e de cunho sócio-educativo, dialogando com outras categorias para

construir e desenvolver conhecimento. (MOREIRA, 2013)

8. METODOLOGIA

A coeva pesquisa abalizar-se-á em exames documentais, arrolamento

bibliográfico da literatura específica relacionado à responsabilidade social e meio

ambiente e suas conseqüências para a formação da sociedade futura.

Por meio do levantamento bibliográfico será possível alargar o conhecimento

a respeito da ação do assistente social em diversos contextos sociais mais

especificamente em relação ao meio ambiente e sua preservação e a forma de

intervir na situação. Nessa fase será possível ainda conhecer e entender o

posicionamento a as questões teórico-conceituais que envolvem a dinâmica dessa

temática.

É importante elucidar que o procedimento metodológico que utilizado nesta

pesquisa será de caráter qualitativo, portanto, limitar-se-á a perquirir a partir das

informações levantadas das particularidades referentes ao seu elemento de análise.

Para elaboração dessa proposta realizaremos pesquisa e análise do material

examinado e discussões acerca do tema proposto. Serão utilizados como recursos

a internet, livros e artigos e por não versar sobre uma pesquisa de campo não é

imperativa a aplicação de questionário, uma vez que o objetivo almejado é a

preparação de um Projeto de Pesquisa.

Observa-se que a Constituição Federal de 1988 introduziu na história do

País, um capítulo específico para meio ambiente, considerando esse como um bem

comum do povo e de suma importância para melhor qualidade de vida, impondo ao

Poder Público e à coletividade o dever de preservá-lo para as gerações atuais e

futuras.

A demanda ambiental em nosso país está em ascensão, extrapolando a sua

etapa heróica e obstinada, na qual o ambientalismo e o desenvolvimentismo eram

observados como antagonistas.

9. CRONOGRAMA

ATIVIDADES/PERÍODOS AGOSTO

1ª SEMANA

AGOSTO

2ª SEMANA

AGOSTO

3ª SEMANA

AGOSTO

4ª SEMANA 1 Estudo de Literatura X 2 Montagem do Projeto X 3 Coleta de Dados Bibliográficos X X 4 Elaboração de esboço X X X 5 Reflexões e Análises X X X 6 Revisão de Textos X 7 Elaboração do projeto X X 8 Entrega do Projeto X

10. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Existem diversos programas e projetos de grande relevância na área do meio

ambiente, entretanto todos os programas, projetos e leis só serão viáveis se saírem da teoria

para se consolidarem na prática e essa meta só será alcançada através de um processo de conscientização global com participação e envolvimento de todos, em que a responsabilidade

ambiental não seja imputada somente às autoridades; às empresas públicas ou privadas; ao

governo; às instituições, enfim, que essa se torne uma missão, na qual a humanidade possa

realmente respeitar o meio ambiente com ações e condutas cotidianas ecologicamente

corretas, tanto no cumprimento das leis, como no respeito aos limites impostos pela própria

natureza.

Diante dessa acepção, é mister debater a atuação do Assistente Social frente à

política social de educação ambiental. Deve-se ter em mente que o assistente social é

igualmente um educador, que tem sua atuação profissional permeada pela ação sócio-

educativa.

Assim, compreende-se que a instrução ambiental insere-se nas demandas

emergenciais, visto que esta requer táticas inovadoras que passam a ser adolescidas pelas

classes sociais, impulsionando a ampliação do espaço ocupacional do Serviço Social.

E esse por agir diretamente com a questão social, pode atuar como um articulador de

políticas sociais e ou sócio-ambientais na perspectiva da segurança dos direitos de cidadania

para que a dignidade seja priorizada e conseqüentemente se efetive tanto a melhora na

qualidade de vida, como a garantia do usufruto coletivo dos bens naturais.

11. Referências

A Importância da Consciência Ambiental para o Brasil e para o Mundo.Disponível em: <http://www.projetoterrazul.org/conciencia %20ambiental.htm> Acesso em: 03 nov 2012.

LAKATOS, Eva Maria; Marconi, Marina de Andrade. Metodologia do Trabalho científico: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, projeto e relatório, publicações e trabalhos científicos. 7ª Ed. 7. Reimpr. São Paulo: Atlas, 2012.

BRASIL. Política Nacional de Meio Ambiente, lei Federal 6.938/81, Brasília, 1981. Disponível em: <file:///C:/Users/Jeane/Downloads/lei_6938%20(2).pdf>. Acessado em: 04 Nov 2012.

MOREIRA, Inês da Silva. Serviço social e meio ambiente: a contribuição do assistente Social em Programa de Aceleração do Crescimento - PAC / Inês da Silva Moreira. –Franca: [s.n.], 2013 165 f. BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 05 de outubro de 1988. 30. ed. São Paulo: Saraiva, 2002.

SILVA, Maria Ozanira da Silva Coor. – O serviço Social e o Popular: Resgate Teórico- metodológico do projeto profissional de ruptura. 4 Ed. São Paulo. Cortez, 2007.

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome