C - Apostilas - Ciencias Contábeis, Notas de estudo de Contabilidade. Universidade São Marco (UNIMARCO)
Maracana85
Maracana856 de Março de 2013

C - Apostilas - Ciencias Contábeis, Notas de estudo de Contabilidade. Universidade São Marco (UNIMARCO)

PDF (217.1 KB)
7 páginas
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas de Contabilidade sobre o estudo das decisões de Investimentos e Orçamento de Capital,Índice de concentração de Mercado, descrição da história das quatro principais Empresas.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 7
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

ÍNDICE DE CONCENTRAÇÃO DE MERCADO

ÁGUA E SANEAMENTO

Relatório de Índice de Concentração de Mercado de Água e Saneamento do Curso de Ciências Contábeis.

2011

Sumário

Índice de Concentração de Mercado............................................................................ 04

Gráfico.......................................................................................................................... 04

1. Descrição da História das quatro principais Empresas............................................ 05

1.1 Sabesp............................................................................................................... 05

1.2 Copasa (COMAG).............................................................................................. 06

1.3 Cedae................................................................................................................. 07

1.4 Sanepar.............................................................................................................. 08

Índice de Concentração de Mercado

Água e Saneamento

|Empresas | Receita Líquida (R$ |Participação % no Total |Acumulado (%) |

| |milhões) | | |

|1 |Sabesp | 6.730,50 |35% |35% |

docsity.com

|2 |Copasa | 3.262,90 |17% |52% |

|3 |Cedae | 3.038,60 |16% |68% |

|4 |Sanepar | 1.389,40 |7% |75% |

|5 |Corsan | 1.168,40 |6% |81% |

|6 |Embasa | 1.137,90 |6% |87% |

|7 |Caesb | 785,40 |4% |91% |

|8 |Saneago | 754,50 |4% |95% |

|9 |Compesa | 678,30 |4% |99% |

|10 |Cagece | 201,00 |1% |100% |

|TOTAL | 19.146,90 |100% | |

[pic]

Sabesp – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo

A Sabesp é uma empresa brasileira de serviços de saneamento básico, localizada em São Paulo. Com economia mista, de capital aberto, desde 2002 tem ações negociadas nas Bolsas de Valores de São Paulo e de Nova York. Seu principal acionista é o governo do Estado de São Paulo.

Surgiu em novembro de 1973 criada pelo governador Laudo Natel por meio da Lei Estadual nº 119, de 29 de junho do mesmo ano, a Sabesp originou-se com a fusão de 6 empresas: Comasp, Sanesp, SAEC, FESB, SBS e Sanevale

A partir de sua fundação, a Sabesp passou a operar em cidade que não faziam parte das áreas de atuação das antigas empresas, hoje atua em serviços de água e esgotos beneficiando 27,1 milhões de habitantes em 364 dos 645 municípios paulistas, inclusive na Capital. A Sabesp foi considerada a sexta maior operadora de serviços de água e esgoto do mundo, também está sempre presente no ranking das revistas de economia e negócios como uma das corporações que mais se destacaram no setor nos últimos anos.

docsity.com

COPASA - Companhia Mineira de Água e Esgoto (COMAG)

Até o ano de 1963, Minas Gerais não tinha uma política de saneamento. As condições dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário estavam longe do ideal. Foi nessa época, e com a finalidade de definir e executar essa política, que o Governo do Estado criou a Companhia Mineira de Água e Esgotos – Comag.

Em 1973, mais um importante passo foi dado nessa história: o Governo Federal criou o Plano Nacional de Saneamento – Planasa, que definia metas a serem alcançadas pelo país na área de saneamento e destinava recursos financeiros para a consecução dessa política. O Departamento Municipal de Águas e Esgoto – Demae, que cuidava do saneamento em Belo Horizonte na época, aderiu à Comag, beneficiando-se dos recursos federais a serem repassados através do Planasa.

A adesão do Demae e as modificações introduzidas pelo Planasa, somadas com o incremento do suporte técnico-financeiro ao trabalho desenvolvido pelas empresas estaduais de saneamento, trouxeram um grande impulso à Comag.

A partir daí, a Comag começou a passar por uma série de modificações, dentre elas, a alteração de seu nome para Companhia de Saneamento de Minas Gerais – COPASA MG, através da Lei 6.475, de 14 de novembro de 1974.

Hoje, é um dos exemplos do esforço do Governo de Minas Gerais em melhorar a infra-estrutura e as condições de saúde no Estado, assumindo papel decisivo na retomada do desenvolvimento econômico e social dos mineiros.

Isto está sendo possível pela decisão de promover um choque de gestão, ousar com responsabilidade e buscar oportunidades, integrando-se aos esforços para a reorganização do Estado e a modernização da máquina pública, um dos grandes compromissos do Governo Estadual. Medidas de ordem institucional, administrativa e operacional exemplificam na COPASA este chamado choque de gestão que Minas está mostrando ao Brasil.

A empresa agora trabalha com planejamento estratégico, combate às perdas de água, inova tecnologicamente, prioriza a melhoria do relacionamento com seus clientes, entre várias outras mudanças em curso. Como se pode ver, a COPASA vem trabalhando para transformar-se, rapidamente, na melhor empresa de saneamento do Brasil e contribuir para que Minas Gerais seja o Estado brasileiro com melhor qualidade de vida. Prova disso são os principais prêmios do setor de saneamento (PNQS – Prêmio Nacional de Qualidade em Saneamento), que a empresa vem obtendo ao longo da sua evolução, além de outros como, 8º Prêmio Furnas Ouro Azul, XI Prêmio Minas, Prêmio Valor 1000.

docsity.com

CEDAE – Companhia Estadual de Águas e Esgotos

Após sediar o Império, o Rio de Janeiro tornou-se a capital do país, com o status de Distrito Federal, que se prolongaria até l960, quando o centro de decisões políticas do Brasil mudou-se para Brasília. A partir dessa data, o Rio passou a ser o Estado da Guanabara, ou GB. Do outro lado da baía, Niterói era a capital do Estado do Rio de Janeiro, com pouco mais de 60 municípios.

Eram duas as empresas de saneamento básico da GB: Esag, Empresa de Saneamento da Guanabara, responsável pelos esgotos, e Cedag, Companhia Estadual de Águas da Guanabara, cuidando do abastecimento de água.

Em 1975, nova mudança no mapa político tornaria Guanabara e Rio de Janeiro num só Estado, como até hoje. A fusão determinou a integração das empresas de saneamento dos dois lados, juntando Cedag, Esag e Sanerj, esta última a responsável pelos serviços de água e esgotos do território fluminense. E assim nasceu a CEDAE, naquele mesmo ano.

Constituída oficialmente em 1 de agosto de 1975, apesar do Decreto-Lei Nº 39 datar de 24 de março de 1975 a Companhia Estadual de Águas e Esgotos – CEDAE é oriunda da Empresa de Águas do Estado da Guanabara (CEDAG), da Empresa de Saneamento da Guanabara (ESAG) e da Companhia de Saneamento do Estado do Rio de Janeiro (SANERJ). A CEDAE passou a operar e manter a captação, tratamento, adução, distribuição das redes de águas e coleta, transporte, tratamento e destino final dos esgotos gerado dos municípios conveniados do Estado do Rio de Janeiro.

A estratégia aplicada em cada uma das três empresas teve que ser totalmente reformulada. Na CEDAG as obras executadas até o final de 1974, dariam ao Estado da Guanabara, hoje Município do Rio de Janeiro, tranqüilidade até o ano de 2000 na água de abastecimento de água, mas, o mesmo não ocorreria na área do antigo Estado do Rio de Janeiro. Nas áreas de esgotos a ESAG acabara de colocar em operação o Emissário de Ipanema e havia reformulado seu sistema de coleta e tratamento em sua área de operação. Na área da SANERJ, quase tudo tinha que ser refeito, principalmente nos municípios que formavam a região metropolitana do novo Estado. Na época, comentava-se que existiam quatro empresas ao invés de uma: CEDAE, CEDAG, ESAG e SANERJ.

Com o surgimento de um único Estado, o do Rio de Janeiro, a ampliação do Sistema Guandu, que resolveria a falta de água da Guanabara por um longo espaço de tempo, acabou sendo aproveitada para atender aos municípios da Baixada Fluminense, de forma emergencial.

docsity.com

A região estava em desenvolvimento, mas as suas fontes de suprimento de água eram as do sistema se Acari, que tinha compromisso com o abastecimento de Guanabara. Além disso, a região não possuía nenhum sistema de coleta, transporte ou tratamento de esgoto. Nesta época morreria uma criança a cada hora no Estado por falta de estrutura sanitária.

A CEDAE abastece atualmente uma população de mais de nove milhões de pessoas e efetua esgotamento sanitário para uma população de mais de cinco milhões de pessoas, considerando uma taxa de ocupação de 3,61 pessoas por domicilio. Tem um faturamento mensal de cerca de R$ 318.000.000,00. Atende 65 dos 92 municípios com abastecimento de água e 17, com rede de esgoto.

Sanepar – Companhia de Saneamento do Paraná

A Companhia de Saneamento do Paraná - Sanepar - foi criada no dia 23 de janeiro de 1963 para cuidar das ações de saneamento básico em todo o Estado do Paraná. Ela é uma empresa estatal, de economia mista, cujo maior acionista é o governo do Estado, com 60% das ações. A Sanepar tem como parceiro estratégico o Grupo Dominó, formado pelas empresas Andrade Gutierrez, Opportunity e Copel, que, juntas, detém 39,7% das ações. A Sanepar está presente em 344 municípios do Estado do Paraná e 1 de Santa Catarina, além de 281 distritos ou localidades de menor porte.

| | |

|Resgate da memória histórica e tecnológica do saneamento e ações de educação ambiental: uma proposta que deu certo | |

| |

| | De forma responsável, a Sanepar vem desenvolvendo nos últimos anos um ambicioso programa voltado para a preservação do seu | |

| |patrimônio histórico e tecnológico. O termo ambicioso cai muito bem quando se sabe que, em nosso país, o hábito de se preservar a | |

| |memória histórica, tecnológica e científica ainda não é difundido e muito menos cultivado da forma como deveria. A cultura do | |

| |descartável ainda prevalece e a falta de espírito público para esse tipo de assunto beira a negligência e a irresponsabilidade, | |

docsity.com

| |cuja omissão causa danos, até mesmo irreparáveis, ao patrimônio histórico. | |

| | Na Sanepar, este ambicioso programa começou de forma puramente artesanal há quase duas décadas. A proposta inicial era a de | |

| |criação do Museu da Água do Paraná e a Casa da Memória do Saneamento. Possivelmente, poucos se lembram desse fato, quem sabe | |

| |corroído pela ferrugem do tempo. Assim como a tinta ferrogálica que, aos poucos, vai corroendo documentos antigos. Se não vingou | |

| |em sua originalidade, a proposta foi a alavanca para, primeiramente, se criar uma cultura voltada para a preservação da memória | |

| |histórica, e, em seguida, um programa que norteasse um abrangente campo de ações alinhado à essa cultura, mas com características | |

| |tecnológica, didática e exploratória e, paralelamente, promovesse a educação ambiental. | |

| | A instituição do Programa de Preservação do Patrimônio Histórico e Tecnológico do Saneamento foi a vertente pela qual a | |

| |Sanepar passou a desenvolver ações de cunho cultural voltadas não apenas para a promoção da memória histórica, por meio da | |

| |pesquisa, coleta e preservação dos bens culturais. Mas que, alinhado ao desenvolvimento tecnológico do saneamento, promovesse a | |

| |educação ambiental de tal forma que ficasse cada vez mais caracterizada a identidade sanitarista da Sanepar. | |

| | O que torna expressiva toda essa gama de ações é que elas deixaram de ser embrionárias, ou um compromisso apenas formal. Ao | |

| |contrário passaram a ser efetivamente executadas. Com ânimo, é bom que se diga. | |

| | O currículo de realizações é expressivo. Já estão consolidados os primeiros ecomuseus do saneamento, um instrumento de | |

| |fundamental importância para o Programa de Educação Ambiental; o Centro de Educação Ambiental dos Mananciais da Serra; a Sala de | |

| |Exposições Engenheiro Thadeu Wantroba; as exposições temáticas itinerantes; a restauração do histórico Reservatório do Alto São | |

docsity.com

| |Francisco; as pesquisas históricas que fundamentaram a publicação de quatro livros sobre a memória do saneamento básico do Paraná;| |

| |o desenvolvimento do projeto de restauro do primeiro reservatório de água potável de Ponta Grossa; a regionalização das ações de | |

| |resgate da memória do saneamento básico; a interiorização da atividade museológica e da educação ambiental, com a criação dos | |

| |respectivos espaços regionais e, mais recentemente, a inauguração da primeira Sala do Patrimônio Histórico da Sanepar, na sede | |

| |administrativa da Empresa e que, no nosso entendimento, foi uma espécie de "avant- première" do Museu do Saneamento a ser | |

| |implantado junto à histórica Estação de Tratamento Tarumã, em Curitiba. | |

| |O relevante, ou o grande mérito desse "pot-pourri" cultural é o fato de que, a todos esses conhecimentos é proporcionado o acesso | |

| |do público, permitindo o envolvimento de quem tenha interesse, principalmente, estudantes e pesquisadores. | |

| |Pelo trato de questões tão expressivas para o resguardo do conteúdo histórico do saneamento básico paranaense, à Sanepar caberia | |

| |senão uma honraria, ao menos, um título de reconhecimento público. | |

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome