Cancer de Colon e Estresse Oxidativo - Apostilas - Medicina, Notas de estudo de Medicina. Centro Universitário do Pará (CESUPA)
Neymar
Neymar28 de Fevereiro de 2013

Cancer de Colon e Estresse Oxidativo - Apostilas - Medicina, Notas de estudo de Medicina. Centro Universitário do Pará (CESUPA)

PDF (87.1 KB)
2 páginas
966Número de visitas
Descrição
Apostilas sobre o cancer de colon e estresse oxidativo, definição de cancer de colon, tipos, definição de estresse oxidativo.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento

Cancer de Colon e Estresse Oxidativo

O Cancer de Colon eh uma doença multifatorial, sendo que fatores ambientais, especialmente o nível de atividade física e o tipo de dieta, estão envolvidos no risco de desenvolvimento.

Assim como outras patologias que afetam o trato gastrointestinal, essa neoplasia debilita o paciente como um todo.

Todo o processo de mutações genéticas, responsável pela progressão dessa patologia, pode ser muito intensificado pelo estresse oxidativo causado pelos radicais livres, sendo este o principal responsável pelas metástases.

Cancer de Colon:

O câncer de colon eh o terceiro mais prevalente, com o surgimento de um milhão de novos casos e, aproximadamente, meio milhão de óbitos anuais. Segundo o Instituto Nacional de Cancer, apenas no ano de 2010, o nuhmero de óbitos por câncer colorretal foi de 8.109 e, neste mesmo ano, a estimativa de novos casos foi de 30.104.

Esta eh uma doença multifatorial, com complexas interconexões entre aspectos genéticos e ambientais. Cerca de 95% dos tumores são representados por adenocarcinomas; os restantes incluem linfomas, leiomiossarcoma1, histiocitoma fibroso2, hemangiossarcoma3, carciode4 e melanoma5. O adenocarcinoma de colon inclui dois tipos:

I) Hereditario, que inclui a polipose adenomatosa6 familiar, de herança autossômica dominante e o carcinoma colorretal hereditário não-polipotico;

II) Não Hereditario, que corresponde aa maioria dos casos e desenvolve-se em indivíduos sem histórico familiar. Fatores ambientais, particularmente o tipo de dieta, o nível de atividade física e etc.\

A ausência de atividade física regular parece ser responsável por 13-14% de todos os casos de câncer, sendo um fator de risco maior que o atribuído para o histórico familiar6.

A maioria dos pacientes que falecem por câncer colorretal morre em consequência das metástases. A disseminação tumoral se da tanto por extensão direta a órgãos adjacentes como

docsity.com

por metástases através de vasos linfáticos e sanguíneos. Os órgãos mais afetados são os linfonodos regionais, fígado, pulmões e ossos, alem da cavidade peritoneal e cérebro.

Todo o processo de alterações genéticas pode ser muito intensificado pelo estresse oxidativo, sendo este o principal responsável pelas metástases.

Estresse Oxidativo e o Cancer:

Especies reativas de oxigênio (ERO), que são átomos que possuem mais elétrons não pareados na ultima camada eletrônica do que a sua valehncia normal.

Estas espécies são consideradas uma significante classe de carcinogênicos, participando da iniciação, progressão e metástase das neoplasias.

As ERO geradas no ambiente intracelular podem produzir diretamente alterações em uma fita ou na dupla fita de DNA, oxidando as bases pirimidais, purinas, e desoxirriboses, levando aa mutagenese.

Grandes quantidades de peróxido de hidrogênio são produzidas e excretadas pelas células tumorais, confirmando sua importância na propagação e invasão tumorais. Agregados de DNA alterados em genes podem ativar proto-oncogenes ou desativar genes supressores de tumor.

Dentre os principais genes afetados no câncer do colon pode-se citar o APC, K-ras e SMDAS. O APC eh um gene supressor de tumor, a proteína por ele codificada promove a adesão de células por meio de sua ligação a microtubulos ou a beta-cateina7. Portanto, anormalidades de APC promovem a redução da adesão e aumento da proliferação celular. K-ras eh o oncogene mais frequentemente ativado na carcinogenese de colon. Sua ativação causa crescimento e divisão celular. SMADS são genes, cujos produtos estão envolvidos na sinalização do TGF-alfa8, sendo que a perda de sua função acelera o processo de carcinogenese. Nesse contexto, qualquer estihmulo que leve aa produção excessiva de ERRO e/ou aa depleção de antioxidantes conduz ao estresse oxidativo que, no caso do câncer do colon, predispõe ao inicio da carcinogenese e/ou ao processo metastático.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome