Caracteristicas do Naftaleno - Apostilas - Quimica, Notas de estudo de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Maraca
Maraca1 de Março de 2013

Caracteristicas do Naftaleno - Apostilas - Quimica, Notas de estudo de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

PDF (138.3 KB)
4 páginas
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas sobre as caracteristicas do naftaleno, revisão da literatura, propriedades, fórmulas estruturais, questionário.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 4
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

Introdução

Ponto de Fusão é a temperatura na qual uma substância passa do estado sólido para o estado líquido. É uma propriedade específica física da substância. A mudança de estado recebe o nome de fusão.

As substâncias puras fundem à temperatura constante; no caso das impuras (misturas), ocorre elevação da temperatura durante a fusão, ou seja, as misturas não apresentam um ponto de fusão, e sim uma faixa de fusão durante a mudança de estado.

Teoricamente, quando se determina o ponto de fusão (p.f.) de uma amostra que se julga pura, não se deve observar, durante a fusão, variações de temperatura superiores a 1ºC (máximo).

No entanto, se a amostra for impura (mistura), a amplitude de variação será muito maior e é dependente do número de componentes da amostra, das suas propriedades características e das suas proporções de combinação na mistura.

Os pontos de fusão que existem tabelados referem-se a uma pressão de operação de 1 atm; no entanto, na maioria das situações, a pressão de operação é ligeiramente diferente da pressão normal, o que não influencia significativamente a determinação da temperatura de fusão, se essa diferença for pequena.

Revisão da literatura:

Estudaremos a técnica de determinação do ponto de fusão, obtendo curvas de aquecimento e resfriamento do Naftaleno. Tanto o aquecimento como o resfriamento devem ser lentos, melhores resultados geralmente são obtidos com o resfriamento, isto porque o controle sobre o calor fornecido é geralmente mais difícil, resultando num aquecimento muito rápido. Os valores das temperaturas deverão ser obtidos em pequenos intervalos de tempo (a cada 0,5 minutos), anotados em uma tabela e colocados num gráfico: temperatura versus tempo.

A naftalina, quimicamente designada de naftaleno, é um hidrocarboneto aromático cuja molécula é constituída por dois anéis benzênicos condensados. Apresenta a fórmula molecular C10H8.

Algumas Propriedades:

docsity.com

Fórmula molecular: C10H8

Massa molar: 128,17 g/mol

Densidade: 1,14 g/cm³

Ponto de fusão: 80,2 °C

Ponto de ebulição: 218 °C

Fórmulas Estruturais:

Toxicidade

Os efeitos tóxicos do naftaleno variam de indivíduo para indivíduo e estão associados aos metabolitos reactivos deste composto; a dose letal em adultos não sensíveis poderá estar entre os 5 e os 15g; em crianças, tem sido relatada como fatal uma dose de 2g;

Toxicidade - limites e padrões

Toxicidade ao homem e animais superiores (vertebrados)

M.D.T.: CRIANÇA : LDLo = 100 mg/kg ( ORAL )

M.C.T.: DADO NÃO DISPONÍVEL

Toxicidade: Espécie: RATO

Via Oral (DL 50): 1.780 mg/kg

Toxicidade: Espécie: OUTROS

Via Oral (DL 50): MAMIFEROS : 1.000 mg/kg; CACHORRO : DLo = 400 mg/kg Via Cutânea (DL 50): COELHO : IRRITAÇÃO SUAVE A PELE = 495 mg ( AR LIVRE );IRRITAÇÃO SUAVE AOS OLHOS = 100 mg

docsity.com

Toxicidade aos organismos aquáticos: PEIXES : Espécie

GAMBUSIA AFFINIS : TLm ( 24; 96 h ) = 220; 150 mg/L - ÁGUA TURVA DE OKLAHOMA; ONCORHYNCHUS GORBUSCHA : TLm ( 96 h ) : ( 4; 8; 12 ºC ) =;1,37; 1,84; 1,24 ppm - TESTE ESTÁTICO; LEPOMIS HUMILIS : TLm ( 96 h ) = 150 mg/L - ÁGUA CONTINENTAL.

Toxicidade aos organismos aquáticos: CRUSTÁCEOS : Espécie

PAUDALUS GANIURUS ( CAMARÃO ) : TLm ( 96 h ) : (4; 8; 12 ºC ) = 2,16; 1,02; 0,971 ppm

Questionário:

1- O experimento realizado demonstra uma transformação física ou química? Justifique sua resposta.

Resp: Física, pois experimento com naftaleno resultou na transformação física da matéria em:

Fusão - quando o naftaleno foi aquecido

Solidificação – quando o naftaleno foi resfriado

2- De acordo com Handbook of chemistry and Physics, CRC, o ponto de fusão do naftaleno puro é 80,5°c. Baseado nos seus resultados, o naftaleno que vou usou para realizar o experimento é puro? Justifique a sua resposta.

Resp: Não, pois quando uma substância é pura a variação de temperatura do seu ponto de fusão não ultrapassa 1º C, e neste experimento ocorreu uma variação de 9ºC, ou seja, de 76ºC à 85ºC verificado assim a impureza do Naftaleno utilizado na experiência.

Conclusão final :

Quando se inicia a fusão aos de 76Cº, a amostra encontra-se no estado sólido. Quando se termina a fusão, aos 85Cº a amostra fica no estado líquido e de cor transparente. Depois de feita a fusão, a amostra fica em cristais transparentes esbranquiçados.

docsity.com

Com esta experiência observamos a fusão do Naftaleno e concluímos que esta substância não é pura, porque não houve um ponto de fusão e sim uma faixa progressiva de variação de temperatura, ou seja, ocorre elevação da temperatura durante a fusão, ou seja, as misturas não apresentam um ponto de fusão, e sim uma faixa de fusão durante a mudança de estado. A mesma faixa na variação de temperatura foi verificado no processo de resfriamento, ou seja, o inicio da temperatura de solidificação que foi de 77Cº até 66Cº.

Fontes: http://meuartigo.brasilescola.com/quimica/transformacao-materia.htm

www.etelg.com.br

SIMÕES T, SARAIVA E., QUEIRÓS M. SIMÕES M., 1993, Porto Editora, Porto. Portugal.

http://facens.br/site/alunos/disciplinas/quimica/lab/2006/aula5-2006.doc

I Santos, Wildson Luiz Pereira dos. II . Mol ,Gerson de Souza – Projeto de Ensino de Química e Sociedade – São Paulo: Nova Geração, 2005.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome