Cardiologia - Apostilas - doença coronária, Notas de estudo de Cardiologia. Faculdade Medicina Estadual (ISEP)
Pipoqueiro
Pipoqueiro8 de Março de 2013

Cardiologia - Apostilas - doença coronária, Notas de estudo de Cardiologia. Faculdade Medicina Estadual (ISEP)

PDF (70.9 KB)
2 páginas
491Número de visitas
Descrição
Apostilas e exercicios de Cardiologia sobre o estudo da doença coronária.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento

DOENÇA CORONÁRIA Responda as seguintes questões: 1. Quais são os 3 constituintes da placa aterosclerótica? 1. células (macrófagos, células musculares lisas, linfócitos T e células lipídicas); 2. lipídeos (extracelulares, intracelulares – principalmente “foam cells” - e macrófagos); 3. matriz (colágeno, elastina e proteoglicanos produzidos pelas células musculares lisas); 2. Quais são os tipos de células que formam as placas ateroscleróticas? 1. macrófagos; 2. células musculares lisas; 3. linfócitos T; 4. células lipídicas; 3. Cite 5 fatores de risco mais importantes na história da doença coronariana aguda: 1. tabagismo; 2. HAS; 3. DM; 4. dislipidemia; 5. obesidade central; 4. Quais os principais ramos da artéria descendente anterior? Diagonais e septais; 5. Quais os principais ramos da artéria descendente anterior? Diagonais e septais; 6. No infarto de parede inferior a artéria mais afetada é a coronária direita; 7. No infarto de parede inferior a alteração ECG aparece em que derivações? Supradesnivelamento em dII, dIII e aVF; 8. No infarto de parede anterior extenso as alterações ECG aparecem em dI e aVL, por associação à parede lateral alta; 9. Cite 4 complicações mecânicas do IAM: 1. ruptura de septo interventricular, gerando comunicação IV aguda; 2. ruptura de músculo papilar, gerando insuficiência mitral aguda; 3. ruptura de parede livre do VE, gerando tamponamento pericárdico; 4. ruptura subaguda de parede livre; 10. Cite 4 características da dor do infarto: 1. retroesternal; 2. com irradiação; 3. com sudorese; 4. com náuseas; 11. Cite 5 diagnósticos diferenciais do IAM: 1. dissecção aórtica; 2. pericardite; 3. cardiomiopatia hipertrófica; 4. dd. pleuropulmonares; 5. síndrome de hiperventilação; 12. Na angina de Prinzmetal, o supra de ST no ECG quando? Somente durante a crise; 13. O que caracteriza a Classe II de Killip no IAM? IVE leve a moderado, com B3, estertores basais, taquicardia e congestão ao RX; 14. Qual a mortalidade aproximada do paciente que evolui para choque cardiogênico? A incidência de choque cardiogênico nos infartos agudos varia entre 5 e 15% e a mortalidade intra-hospitalar chega a atingir 90%; 15. Quais são as 3 enzimas que acompanhamos mais frequentemente num quadro de IAM? 1. CKMB; 2. mioglobina; 3. troponina I ou T; 16. Qual a enzima cardíaca de elevação mais precoce no IAM? Mioglobina; 17. Qual a enzima cardíaca de elevação mais tardia no IAM? Troponina;

docsity.com

18. Qual a enzima cardíaca mais específica do IAM? CKMB; 19. Quais os fármacos indicados no tratamento do IAM? Antiagregantes plaquetários (AAS, clopidogrel, ticagrelor e prasugrel), betabloqueadores (atenolol, metoprolol, propranolol...), nitratos (mononitrato, dinitrato de isossorbida, NTG), estatinas (sinvastatina, atorvastatina, rosuvastatina) inibidores da ECA (captopril, enalapril...); 20. Cite 3 contra-indicações ao uso do beta-bloqueador no IAM: 1. DPOC; 2. DM instável; 3. distúrbios de condução ou FC<65bpm; 21. Quando indicar estatina no IAM? Sempre, desde que não haja contra-indicação; 22. Cite 3 características do IAM para indicação do fibrinolítico: 1. dor típica em menores de 75 anos, se maior que 20 minutos e menor que 12h não responsiva a nitrato sublingual; 2. supradesnivelamento de ST maior que 1mm (dois quadradinhos e meio) em pelo menos duas derivações precordiais contíguas ou periféricas adjacentes; 3. bloqueio de ramo; 23. Cite 3 contra-indicações absolutas de fibrinolíticos no IAM: 1. sangramentos intracranicanos; 2. AVC isquêmico nos últimos 3 meses; 3. suspeita de dissecção de aorta; 24. Cite 3 contra-indicações relativas de fibrinolíticos no IAM: 1. história de AVC isquêmico > 3 meses; 2. gravidez; 3. RCP traumática ou >10 minutos; 25. Cite 3 vantagens da angioplastia primária no IAM: 1. reperfusão imediata; 2. menor taxa de reinfarto; 3. menor hemorragia intracraniana.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome