Cardiologia - Apostilas - ECG normal, Notas de estudo de Cardiologia. Faculdade Medicina Estadual (ISEP)
Pipoqueiro
Pipoqueiro8 de Março de 2013

Cardiologia - Apostilas - ECG normal, Notas de estudo de Cardiologia. Faculdade Medicina Estadual (ISEP)

PDF (70.3 KB)
1 página
7Números de download
1000+Número de visitas
100%de 1 votosNúmero de votos
Descrição
Apostilas e exercicios de Cardiologia sobre o estudo do ECG normal, recomendações, caracteristicas.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização1 página / 1

ECG:

Um ECG normal é encontrado na maioria dos pacientes que se apresenta com dor torácica na sala de emergência. A incidência de síndrome coronariana aguda nesses pacientes é de cerca de 5%. A sensibilidade do ECG de admissão para IAM varia de 45% a 60% quando se utiliza o supradesnível do segmento ST como critério diagnóstico, indicando que perto da metade dos pacientes com IAM não são diagnosticados com um único ECG à admissão. Esta sensibilidade poderá ser aumentada para 70%-90% se utilizarmos as alterações de infradesnível de ST e/ou alterações isquêmicas de onda T, e para até 95% quando se realizam ECGs seriados com intervalos de 3-4h nas primeiras 12h pós-chegada ao hospital. Recomendações da SBC:

1) Todo paciente com dor torácica na sala de emergência deve ser submetido a um ECG; 2) Um novo ECG deve ser obtido no máximo 3h após o 1º em pacientes com suspeita clínica de síndrome coronariana aguda ou qualquer outra doença cardiovascular aguda, mesmo que o ECG inicial tenha sido normal, ou a qualquer momento em caso de recorrência da dor torácica ou surgimento de instabilidade clínica; 3) Devido à sua baixa sensibilidade para o diagnóstico de síndrome coronariana aguda, o ECG nunca deve ser o único exame complementar utilizado para confirmar ou afastar o diagnóstico, necessitando outros testes simultâneos, como marcadores de necrose miocárdica, monitor do segmento ST, ecocardiograma e testes de estresse; 4) O monitor de tendência do segmento ST deve ser utilizado, simultaneamente, ao ECG em pacientes com dor torácica e suspeita clínica de síndrome coronariana aguda sem supradesnível do segmento ST; 5)Para pacientes com IAM com supradesnível do segmento ST que tenham recebido terapia de reperfusão coronariana, o monitor do segmento ST poderá ser utilizado para detectar precocemente a recanalização ou reoclusão coronariana.

Referência: Bassan R, Pimenta L, Leães PE, Timerman A. Sociedade Brasileira de Cardiologia - I Diretriz de Dor Torácica na Sala de Emergência - Arq Bras Cardiol 2002; 79 (supl II ): 1

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome