Comentário Livro - Apostilas - Literatura Moderna Brasileira, Notas de estudo de Literatura. Universidade de Itaúna (UIT)
Amazonas
Amazonas6 de Março de 2013

Comentário Livro - Apostilas - Literatura Moderna Brasileira, Notas de estudo de Literatura. Universidade de Itaúna (UIT)

PDF (133.5 KB)
2 páginas
611Número de visitas
Descrição
Apostilas de Literatura sobre o estudo de um comentário livro.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento

Não seria uma boa tática falar um pouco do autor? Sendo jovem, tendo tido experiência com internet etc, Galera é um personagem jornalístico que pode, por si só, provocar interesse nos jovens leitores, especialmente aqueles – diferentes de vocês, óbvio! - que porventura mantenham a falsa crença no estereótipo de que literatura é sempre coisa velha (e, portanto, desinteressante, desprezível etc etc). Bons trechos

Um garoto de dez anos que adora andar de bicicleta e se aventurar nas ruas do bairro onde mora; um adolescente de quinze anos que experimenta pela primeira vez as relações afetivas, as brigas com os colegas, as decisões entre confrontar ou se acovardar, o despertar da sexualidade e os mistérios da própria idade. E um cirurgião plásticos de sucesso entediado com o casamento e que busca aventuras e adrenalina na companhia de seu amigo Renan. (Juliana Furtado)

Agora é um médico cirurgião plástico bem-sucedido, que, ao chegar aos trinta anos, começa a pensar nas escolhas que fizera. (Elaine)

Porém, conhecer e descobrir a si mesmo é um processo constante e difícil, que só vai acabar com a própria morte. (Daniel)

Hermano faz várias reflexões, através de “flash-backs”, de diferentes épocas de sua vida, por meio das quais o protagonista tenta encontrar motivos que o levaram à angustiante situação em que se encontra e a buscar a coragem necessária para tentar mudar esse cenário e conseguir retomar uma identidade perdida. (Francisco)

Vivemos em busca de uma identidade para chamarmos de nossa. E é ao longo de uma vida que essa identidade vai sendo construída. Mas muitas vezes nos sentimos perdidos por não sabermos se ela é o reflexo do que somos realmente, daquilo que gostaríamos de ser ou até mesmo daquilo que acreditamos que as outras pessoas acham que somos. (Giulianna)

Ler Mãos de Cavalo é vivenciar a definição de uma identidade, o que leva o leitor a refletir sobre a sua vida, sua infância e até mesmo sobre o seu futuro. (Jessica)

Como qualquer menino, Hermano está formando sua identidade. Mas um acontecimento trágico o faz mudar durante a adolescência. (Júlia)

O personagem nesse momento repensa suas escolhas e tenta mudar seu final. As descobertas feitas por ele estarão à espera do leitor, que vai descobrir que o presente é uma conseqüência das decisões e atitudes passadas. (Juliana de Godoy)

No decorrer da leitura, as narrativas se encontram e, assim, dão sentido à história do personagem principal, que desde a infância está em busca de uma identidade.

Essa procura fica evidente na forma como o personagem se relaciona com os amigos do bairro durante a adolescência e, na vida adulta, na relação que tem com a esposa, a filha, e com Renan, o amigo com quem pratica alpinismo. Hermano nunca está satisfeito com os relacionamentos e amizades e, assim, passa a vida buscando nos outros e em ações dramáticas aquilo que não consegue encontrar nele mesmo. (Natália)

Na amizade com o valentão do bairro, Bonobo, e nas corridas insanas de bicicleta nas quais

o personagem cai e se arrebenta, Hermano busca a coragem e a valentia que não possui; ao decidir prestar vestibular de medicina na universidade mais concorrida do Rio Grande do Sul , o personagem quer provar para os outros e para si mesmo que é diferente, e que seu destino não será como o dos outros amigos do bairro. Mesmo quando se torna um cirurgião plástico reconhecido, casado e com uma filha, Hermano continua tendo problemas com sua identidade e com seus

docsity.com

relacionamentos: não consegue ter uma vida feliz com a esposa e, Renan, seu melhor amigo, na verdade não passa, para Hermano, de um machista que gosta de contar vantagem. (Natália)

Uma briga na infância, a morte do amigo que poderia ter sido evitada, o parto sofrido da

mulher. Esses três acontecimentos são motivo de angústia, perturbação, arrependimento e, além disso, mostram a conduta do personagem frente a situações que exigem rapidez, agilidade e atitude. Os mesmos quesitos exigidos para andar de bicicleta e escalar montanhas parecem desaparecer nessas passagens da vida de Hermano. (Ohanna)

Um dos maiores traumas de Hermano tem sua origem na sua juventude. Ele se sente

impotente e medroso ao se deparar com situações de risco, como uma briga. Quando jovem, já tinha fugido de um enfrentamento e, também, tinha visto um amigo morrer, pois não o ajudara a encarar os inimigos.(Rafaela)

A fase adulta e a adolescência caminham de forma alternada no decorrer dos capítulos,

formando, contudo, um sentido único. Logo no início, a impressão que se tem é de que vamos ler um livro de contos, mas os capítulos, porém, vão cada vez mais fazendo sentido e mostramo o peso que o passado exerce no presente e no futuro do protagonista.(Gustavo)

A vida do personagem está guardada em sua memória e ele parece voltar ao passado a fim

de encontrar a si mesmo e o seu lugar no mundo, se libertar da culpa e esquecer a perda de um amigo. (Loani)

Em sua fase adulta, o personagem se torna um médico bem-sucedido, mas que assume os

compromissos familiares muito cedo. Casa-se com Adri e tem uma filha. Juntos, formam uma família de classe média alta. Mas o peso de viver a fase adulta precocemente toma conta de Mãos de Cavalo. É nítido que a busca por identidade e os conflitos da adolescência se prolongaram até a fase adulta (Rafael)

A incapacidade de realizar uma simples ação como se despedir da mulher e da filha perturba Hermano, que, já no carro, rumo à casa do amigo Renan, faz uma retrospectiva de sua vida, retomando episódios parecidos, em que sempre dá o primeiro passo, mas nunca consegue ir além, o que o deixa extremamente frustrado. Ele se dá conta de que sua vida é permeada por episódios de ação e inação e se sente transtornado por essa dualidade em seu comportamento. (Inaê)

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome