Demonstrações contábeis - Apostilas - Ciencias Contabeis, Notas de estudo de Contabilidade. Universidade São Marco (UNIMARCO)
Maracana85
Maracana856 de Março de 2013

Demonstrações contábeis - Apostilas - Ciencias Contabeis, Notas de estudo de Contabilidade. Universidade São Marco (UNIMARCO)

PDF (256.0 KB)
8 páginas
727Número de visitas
Descrição
Apostilas de Contabilidade sobre o estudo das demonstrações contábeis, missão, problema, hipotese.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 8
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

TEMA:

A utilização das informações contábeis

DELIMITAÇÃO DO TEMA:

Demonstrações contábeis

Um estudo sobre analise da concessão de microcrédito a micro e pequenas empresas da cidade Manaus usando a informação contida nas demonstrações contábeis como indicadores de analise econômico-financeiros das empresas e necessidade de capital de giro e capacidade de pagamento.

ESTUDO DE CASO

Agência de Fomento do estado do Amazonas S.A –AFEAM

Missão

Concorrer para o desenvolvimento sócio-econômico do Estado do Amazonas, através de ações de apoio técnico e creditício que propiciem a geração de emprego, renda e a melhoria da qualidade de vida do povo amazonense.

docsity.com

Problema

Como demonstrar a importância das informações contábeis, da micro e pequena empresa da cidade Manaus, indicadores essenciais a analise da situação financeira e econômica e sua capacidade de pagamento da empresa nos processos de operação da ação de crédito?

Hipótese

A ineficiência uso inadequado das informações contábeis contidas nas demonstrações contábeis na hora da concessão de financiamento tem sido responsável pelo o alto índice de inadimplência nos últimos anos. ampliar

Justificativa

docsity.com

Análise de Crédito é o momento no qual o agente cedente irá avaliar o potencial de retorno do tomador do crédito, bem como, os riscos inerentes à concessão. Tal procedimento é realizado, também, com o objetivo de ser possível identificar os clientes que futuramente poderão não honrar com suas obrigações, acarretando uma situação de risco de caixa à organização.

Através da deste processo será possível identificar se o cliente possui idoneidade e capacidade financeira suficiente para amortizar a dívida que se pretende contrair.

Tendo como pressuposto o postulado acima este trabalho o objetiva o estudo dos procedimentos adotados pela AFEAM para medir da capacidade de pagamento de seus clientes , através da avaliação das demonstrações contábeis como indicadores econômico-financeiros da micro e pequena empresa e assim garantir o capital aplicado.

Portanto, as informações das demonstrações contábeis se constitui num forte aliado no processo de conferir a performance do cliente, permitindo que se detenha uma noção básica da evolução ou involução da sua situação econômico-financeira. Esse instrumento possibilita, também, a aferição da empresa gerar meios de pagamento para o cumprimento das obrigações que pretenda assumir. Um dos instrumentos para definição da performance da empresa está na análise e interpretação dos indicadores econômico-financeiros, que devem ser usados em conjunto para complementares outros tipos de análise financeira.

. A análise financeira refere-se à avaliação ou estudo da viabilidade, estabilidade e lucratividade de um negócio ou projeto. Engloba um conjunto de instrumentos e métodos que permitem realizar diagnósticos sobre a situação financeira de uma empresa, assim como prognósticos sobre o seu desempenho futuro.

Para que o analista possa verificar a situação económico-financeira de uma empresa, torna-se fundamental o recurso a alguns indicadores, sendo que os mais utilizados são aqueles que assumem a forma de rácios. Estes apresentam uma vantagem, não só de tornar mais precisa a informação, como também de facilitar comparações, quer para a mesma empresa, ao longo de um certo período de tempo, quer entre empresas distintas, num mesmo referencial de tempo. Contudo, convém salientar que os rácios apenas constituem um instrumento de análise, que deve, ser complementado por outros tantos. Com efeito, a análise de indicadores, fornece

docsity.com

apenas alguns indícios que o analista deverá procurar confirmar através do recurso a outras técnicas.

|[pic] |A técnica estabelecida pelos analistas financeiros consiste em estabelecer relações entre contas e agrupamentos de |[pic] |

| |contas do Balanço e de Demonstração de resultados entre outras grandezas económico– financeiras". | |

A análise financeira é assim capacidade de avaliar a rentabilidade empresarial, tendo em vista, em função das condições actuais e futuras verificar se os capitais investidos são remunerados e reembolsados de modo a que as receitas superem as despesas de investimento e de funcionamento.

De forma a alcançar a sobrevivência e desenvolvimento pretendido pela empresa, a avaliação e interpretação da situação económico-financeira de uma empresa centra-se nas seguintes questões fundamentais:

▪ equilíbrio financeiro;

▪ rentabilidade dos capitais;

▪ crescimento;

▪ risco;

▪ valor criado pela gestão.

O recurso à análise financeira é extremamente importante para as diversas partes interessadas numa boa gestão empresarial, sendo que essas partes interessadas são gestores, credores, trabalhadores e as respectivas organizações, Estado, investidores e clientes.

Cada grupo ou indivíduo tem diferentes interesses, por isso fazem a análise financeira mais adequada aos objectivos pretendidos. Apesar desses objectivos poderem ser diferentes, as

docsity.com

técnicas utilizadas baseiam-se, fundamentalmente, no mesmo conjunto de informações económico-financeiras:

▪ balanço patrimonial;

▪ demonstração de resultados líquidos;

▪ demonstração dos fluxos de caixa.

A técnica mais utilizada pela análise financeira é a que recorre aos rácios, um instrumento de apoio para sintetizar uma enorme quantidade de informação, e comparar o desempenho económico-financeiro das empresas ao longo do tempo. Constituem assim uma base da análise financeira, mas não dão respostas. Essas encontrar-se-ão nos aspectos qualitativos da gestão.

ampliar

.

Objetivos

Geral

docsity.com

Demonstrar o funcionamento da análise de credito usado afeam, para micro e pequenas empresa, usando as demonstrações contábeis, como indicadores econômico e financeiro da empresa.

Especifico

Identificar o papel da micro e pequena para o desenvolvimento socioeconômico do Estado Amazonas;

Conhecer a importância da agencia de fomento do socioeconômico do estado

• Explicar a importância do microcrédito para as micro e pequenas empresas

• Demonstrar a importância das informações contábeis para as micro e pequenas empresas da cidade de Manaus.

• Classificar as principais demonstrações contábeis.

• Estudar os método de analise contábil

• Discorrer sobre o processo de liberação de credito.

• Propor a criação de um modelo de analise da demonstração contábil para micro e pequena empresa.

Introdução

docsity.com

A AGÊNCIA DE FOMENTO DO ESTADO DO AMAZONAS S.A., doravante designada Sociedade, é uma empresa pública, autorizada pela Lei Estadual nº 2.505, de 12/11/98, classificada como instituição financeira não bancária, subordinada à fiscalização e supervisão do Banco Central do Brasil e organizada sob a forma de sociedade anônima, de capital fechado, regendo-se pela Lei Federal nº 6.404/76, pelo disposto no presente Estatuto e pelas demais disposições legais e normativas que lhe forem aplicadas.

A Sociedade tem sede e foro na cidade de Manaus, capital do Estado Amazonas, podendo instalar ou extinguir dependências nos demais municípios do Estado do Amazonas, na forma da Legislação em vigor. Com prazo de duração da Sociedade é indeterminado. Esta Sociedade tem por objeto social a concessão de financiamento de capital fixo e de giro associados a projetos no Estado do Amazonas que atendam aos diversos setores da atividade econômica, prioritariamente aos pequenos negócios.

O Microcrédito no mundo tem uma longa história, e seus primeiros registros remontam à Alemanha, no século XIX, como um fato emergencial a pequenos lavradores para financiar a produção agrícola e suprir a falta de alimentos. Desde então, o conceito de microcrédito evoluiu muito e deixou de ser uma prática ocasional para fazer parte do cotidiano de vários países.

Inicialmente, devemos destacar que a dificuldade de acesso ao crédito é a principal restrição ao desenvolvimento e à criação dos pequenos empreendimentos, visto que 95% dos potenciais microempreendedores não têm acesso ao sistema oficial de crédito. O principal entrave é a dificuldade em atender as garantias e a burocracia exigidas pelos bancos.

Nesse sentido, o microcrédito pode contribuir significativamente para a inclusão econômica e social de potenciais microempreendedores e de empreendedores e empresários de micro e pequenos negócios em dificuldades. Fundamentado em relações diferentes das práticas do sistema financeiro tradicional, leva em conta a realidade dos pequenos negócios, aposta na potencialidade econômica dos micro e pequenos empreendimentos e nas relações de confiança entre o microempreendedor e a sua comunidade.

Na verdade, ele funciona como um instrumento financeiro que se caracteriza por empréstimos de valores relativamente pequenos a empreendedores de baixa renda, que vivem, em geral, na economia informal. Entretanto, há que se considerar que o microcrédito, além disso, tem sido desenvolvido para atender as necessidades dos pequenos empreendimentos, portanto, leva em conta, além das suas condições econômicas, as relações sociais do tomador.

docsity.com

Dessa forma, entende-se que ele seja uma modalidade de financiamento que busca permitir o acesso da população de baixa renda e dos empreendedores de micro e pequenos negócios ao crédito.

A importância do Microcrédito se acentua ao considerarmos que, de acordo com dados do último estudo especial do IBGE sobre as micro e pequenas empresas, que já representam um estágio mais avançado no contexto dos microempreendimentos, 60,8% da mão de obra empregada em empresas de comércio e serviços ocupavam, no ano de 2001, as atividades das micro e pequenas empresas, que detinham uma participação de 97,6% nesse segmento.

O Microcrédito, no âmbito do crédito total do país, deve exercer a função social da propriedade dos ativos financeiros, em cumprimento ao dever constitucional expresso no art. 170 (com destaque aos incisos III, VII, VIII e IX) inserido no título que trata da Ordem Econômica e Financeira, e que assim enuncia: “A ordem econômica, fundada na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa, tem por fim assegurar a todos existência digna, conforme os ditames da justiça social, observados os seguintes princípios”: III – função social da propriedade; e nesse sentido devemos entender que o dispositivo se refere tanto à propriedade agrária e fundiária como à propriedade financeira; VII - redução das desigualdades regionais e sociais; VIII – busca do pleno emprego; e IX – tratamento favorecido para as empresas de pequeno porte constituídas sob as leis brasileiras e que tenham sua sede e administração no país; o que reforça a idéia do Microcrédito voltado à geração de emprego e renda de forma solidária e ao combate às desigualdades sociais.

Existem hoje, no Brasil e no mundo, basicamente dois modelos de microcrédito: o modelo original, idealizado por Yunnus em Bangladesh, que se define como um instrumento de política de combate à pobreza e inclusão social, priorizando o atendimento e a geração de renda para as populações pobres que sofrem uma “exclusão financeira”, mais especificamente aos trabalhadores desempregados ou atuando em ocupações precárias, e seus familiares; e o modelo empresarial, caracterizado como instrumento de financiamento e voltado para o apoio financeiro a pequenos negócios e empreendedores já estabelecidos, não funcionando assim como um meio de sobrevivência, como no anterior, mas como uma possibilidade de expansão do negócio e ascensão social.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome