Densidades Volumétricas - Apostilas - Quimica, Notas de estudo de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Maraca
Maraca1 de Março de 2013

Densidades Volumétricas - Apostilas - Quimica, Notas de estudo de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

PDF (210.9 KB)
6 páginas
453Número de visitas
Descrição
Apostilas sobre as técnicas de massa, volume e temperatura e aplicar esses conhecimentos na determinação da densidade de um material em solução.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 6
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

1. OBSERVAÇÕES DE REAÇÕES QUÍMICAS E MEDIDAS DE LABORATÓRIO

2. OBJETIVO:

Aprender as técnicas de massa, volume e temperatura e aplicar esses conhecimentos na determinação da densidade de um material em solução. Verificar no laboratório alguns tipos de reações químicas via seca e úmida

3. RESUMO:

Pesam-se três placas de metal e ver em água tem maior densidade. Aquecer uma cápsula de porcelana com controle do oxigênio e percebe-se que com muito oxigênio a porcelana fica com fuligem. A fita de magnésio ao ser aquecido no bico de Bunsen torna-se o óxido de magnésio. O sulfato de cobre ao ser aquecido fica branco e ao ser esfriado a adicionado água torna-se novamente azul criando uma reação exotérmica. Um fio de Ni-Cr limpo com HCL e molhado com Nacl e colocado no bico de Bunsen a chama alaranjada,serve para obter a identificação de íon de sódio. Misturando Nitrato de prata com cloreto de sódio formando clorato de prata. Nitrato de ferro mais tiocianato de amônio formado tiocianato de ferro III.

4. INTRODUÇÃO:

O Relatório consiste em duas experiências distintas, a primeira, por sua vez, aplica-se em determinar a densidade de uma placa de zinco, de cobre, e de alumínio, observando as variações volumétricas e são analisadas somente por inserção de substâncias sem dissolução. Enquanto as reações de obtendo os resultados através dos cálculos baseados na formula: densidade = massa/volume.O segundo experimento destina-se na observação de reações químicas de vias secas e vias úmidas. Onde as reações de secas vias úmidas são verificadas em solução. Por outro lado, ambas são avaliadas em aquecimento sobre as variadas chamas do Bico de Bunsen.

PARTE A: DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE

5. MATERIAIS E MÉTODOS

(5.1) Materiais utilizados:

Balanças analíticas, proveta,

(5.2.) Reagentes utilizados:

Placa de zinco, placa de cobre, placa de alumínio, água destilada.

(5.3.) Procedimento:

Parte A

A1) Determinação da densidade:

Pese as três placas, e anote sua massa. Em seguida, meça 15 mL de água destilada em uma proveta de 25 mL. Introduza cuidadosamente a placa na proveta com água. Anote o novo volume. Com a diferença de volumes, e a massa obtida, determine a densidade.

docsity.com

PARTE B: OBSERVAÇÕES DE VIA SECA

5) MATERIAIS E MÉTODOS:

(5.1) Materiais utilizados:

Bico de Bunsen, cápsula de porcelana, pinça de madeira, espátula, tubo de ensaio.

(5.2) Reagentes utilizados:

Fita de magnésio com aproximadamente 3 cm, sulfato de cobre pentaidratado,Água destilada,solução de NaCL, HCL 50%,Fio de Ni-Cr

(5.3) Procedimento:

Parte B: Observação de reações químicas via seca:

B1)Coloque uma cápsula de porcelana, com auxílio de uma pinça metálica, sobre a chama do bico de Bunsen. Observe. Repita este procedimento, mas agora com a chama azulada do bico de Bunsen. Compare as observações.

B2)Com auxílio de uma pinça de madeira, leve à chama azulada de um bico de Bunsen, um pedaço de fita de magnésio (limpa previamente com palha de aço) de 3 cm aproximadamente. Observe.

B3)Num tubo de ensaio, coloque uma ponta de espátula de sulfato de cobre pentaidratado sólido. Leve este tubo à chama azulada do bico de Bunsen. Observe. Após o resfriamento, adicione uma gota de água destilada ao tubo. Observe.

B4)Com um fio de Ni-Cr, limpo em Hcl 50%, introduza num tubo de ensaio contendo solução de Nacl. Retire o fio do tubo, e leve à chama azulada do bico de Bunsen. Observe.

PARTE C: OBSERVAÇÕES DE VIA ÚMIDA

5. MATERIAIS E MÉTODOS:

(5.1) Materiais utilizados:

Tubo de ensaio, Espátula.

(5.2) Reagentes utilizados:

Bicarbonato de sódio solida Ácido clorídrico, Nitrato de prata, Cloreto de sódio, Nitrato de ferro (III), tiocianato de amônio.

(5.3) Procedimento:

Parte C:

C1)Com desprendimento de gás: Num tubo de ensaio, coloque uma ponta de espátula de bicarbonato de sódio sólido. Em seguida, adicione a este tubo 5 gotas de ácido clorídrico diluído.

docsity.com

C2)Com formação de precipitado: Num tubo de ensaio, coloque 3 gotas de nitrato de prata e 3 gotas de cloreto de sódio. Observe. Leve o tubo à centrífuga. Observe.

C3)Com formação de íons complexos: Num tubo de ensaio, coloque 3 gotas de nitrato de ferro (III) e 3 gotas de tiocianato de amônio. Observe

6. RESULTADOS E DISCUSSÃO:

Parte A:

Pesado três placas:

Primeiro metal: Alumínio tem massa de 20,51Gr e volume em ml de 7 ml

Segundo metal: Zinco tem massa de 6,44 e volume em ml de 0,9 ml

Terceiro metal: Cobre tem massa de 8,95 e volume em liquido de 1 ml

Tabela de densidade dos metais

Metal Densidade (g.cm-3)

Alumínio 2,70

Bário 3,59

Berílio 1,85

Bismuto 8,90

Cádmio 8,65

Cálcio 1,53

Césio 1,87

Crômio 7,19

Cobalto 8,80

Cobre 8,93

Gálio 5,91

Ouro 19,28

Ferro 7,87

Chumbo 11,34

Lítio 0,53

Magnesio 1,74

docsity.com

Manganês 7,47

Níquel 8,91

Estanho 7,29

Platina 21,45

Paládio 12,00

Mercúrio 13,55

Prata 10,50

Titânio 4,55

Tungstênio 19,30

Urânio 18,95

Zinco 7,14

Parte B:

B1) Foi utilizada a cápsula de porcelana e com a ajuda de uma pinça de madeira foi colocada sobre a superfície da chama do bico de Bunsen, Ao levar a cápsula de porcelana à base da chama, diminuímos a oferta de oxigênio, o que resulta numa chama amarela, onde há uma queima incompleta, gerando fuligem preta, que se acumula no fundo da cápsula.

Representação da reação: Gás + O2 → CO2

O ao contrario acontece quando a cápsula é levada a chama azulada, pois, quando há oxigênio em abundancia na combustão a chama não forma fuligem, sendo assim, não é observado variação na porcelana

Representação da reação: CO2 + H2O → H2CO3

B2)Com a ajuda de uma pinça de madeira utilizou-se uma fita de magnésio que foi levada ao bico de Bunsen, na presença da chama azul, observou-se que quando aquecida, a fita emite uma forte luz branca, e após o aquecimento, a fita, que tinha cor cinza-metálica, sólida e compacta, passou a apresentar uma substância em forma de pó de cor branca ao seu redor. Isso resultou ao fato de que, aquecido em presença do ar atmosférico, o magnésio entra em combustão, formando o óxido de magnésio (Mgo), de acordo com a equação:

2mg + O2 → 2mgo + luz

Durante o aquecimento, o magnésio absorve energia da chama; após o processo de óxido- redução, a energia é emitida em forma de luz, que é vista a olho nu na cor branca.

B3) Em um tubo de ensaio colocou-se uma ponta de espátula de sulfato de cobre pentaidratado, aquecida sobre a chama azul do bico de Bunsen.

docsity.com

Cuso4. 5H2O → CuSo4 + H2O

O sulfato de cobre pentaidratado azul ao se aquecer transforma-se em anidro, que é esbranquiçado, enquanto a água que estava presente no pentaidratado evapora. Tirou-se o tubo da chama, e ao esfriar foi adicionada uma gota de água destilada no reagente, o mesmo liberou calor, voltando à coloração azul. Que resulta numa reação exotérmica.

B4)Foi utilizado um fio de Ni-Cr lavado em dez gotas de HCL, em seguida em um tubo de ensaio foi adicionado Nacl, onde o fio de Ni-Cr foi mergulhado. Logo após foi colocado o fio de Ni-Cr direto na chama do bico de Bunsen e a chama torna-se laranja devido à reação dos íons sódio ocorre por causa do fornecimento de energia, gerado através do aquecimento com o bico de Bunsen, elétrons da camada de Valencia absorvem energia e excitados passam para uma camada mais elevada, e ao retornar ao estado fundamental emitem uma quantidade de energia radiante, ou seja, a chama muda de cor e passar a ser laranja por alguns instantes, essa característica são do elemento Na (sódio), portanto a experiência é para obter a identificação do íon sódio

Parte C:

C1)Colocou-se 3 gotas de solução de nitrato de prata (AgNO3) em um tubo de ensaio. Acresceu-se 3 gotas solução de cloreto de sódio (NaCl). O líquido contido no tubo de ensaio passou a ficar com coloração leitosa. Após algum tempo de observação, notou-se a precipitação de algumas partículas no fundo do tubo de ensaio. Isso ocorre devido à junção dos dois sais, os íons Ag+ e Cl- se combinam, formando uma molécula do sal cloreto de prata, que, sendo sólido, precipita-se para o fundo do tubo de ensaio, que da origem a uma reação de precipitação.

C2) Juntamos 3 gotas de solução de cloreto de ferro III (solução amarela) com 3 gotas de solução de tiocianato de amônio (solução incolor) em um tubo de ensaio e, agitamos. Observou-se uma mudança na coloração da reação, devido à formação de um complexo de

tiocianato de ferro (III) reagindo com o tiocianato de amônio, resultou-se na cor marrom avermelhado, o tiocianato ferro (III) reage facilmente com ácidos diluídos ou concentrados, e com bases formando precipitados insolúveis.

7. CONCLUSÃO:

Em virtude dos experimentos realizados, concluímos que os experimentos consistem em observações de reações químicas em laboratório, com compostos químicos e aquecimento na chama do bico de Bunsen, determinação de densidade e volume em ml. Tais como controlar a entrada de oxigênio no bico de Bunsen, através da válvula promovendo a combustão do gás. Chama azul e amarela se diferem na quantidade de oxigênio queimado. A combustão pode ser completa ou incompleta, dependendo da quantidade de oxigênio. Na combustão completa ocorre a queima total de oxigênio e na combustão incompleta, a queima parcial de oxigênio. A combustão completa produz chama Azul. E a incompleta a chama Amarela que gera fuligem. A fita de magnésio ao ser aquecido absorve a energia que e emitida em forma de luz. Observamos também reação exotérmica que ocorre com liberação de calor, mesmo sem aquecimento. O tom de chama alaranjado e característica da presença do elemento químico

docsity.com

Na (sódio). A molécula de sal cloreto de prata, sendo sólida fica no fundo do tubo de ensaio. E também as reações que resultam na formação de um composto pouco solúvel (insolúvel) são conhecidas como reações de precipitação. As reações de precipitação ocorrem quando certos pares de íons de cargas opostas se atraem tão fortemente que formam um sólido iônico insolúvel.

8. REFERENCIAS;

http://educador.brasilescola.com/estrategias-ensino/combustao-completaincompleta.htm

http://www.agracadaquimica.com.br/index.php?&ds=1&acao=quimica/ms2&i=22&id=292

http://qinorgamaia.uepb.edu.br/Aula_Pr%E1t..6.pdf

http://pt.scribd.com/doc/44666814/Tabela-de-Densidade-de-Metais

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome