Dermatologia - Apostilas - acne_Parte2, Notas de estudo de Dermatologia. Faculdade Medicina Estadual (ISEP)
Pipoqueiro
Pipoqueiro8 de Março de 2013

Dermatologia - Apostilas - acne_Parte2, Notas de estudo de Dermatologia. Faculdade Medicina Estadual (ISEP)

PDF (480.2 KB)
24 páginas
915Número de visitas
Descrição
Apostilas de Dermatologia sobre o estudo do acne, usos da azitromicina, terapia combinada, terapia de manutenção, perspectivas futuras.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 24
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Slide 1

INFLAMAÇÃO • Papel chave no desenvolvimento da acne

independente da presença de bactérias

• Perspectivas de drogas antiinflamatórias e de drogas que ↓ lipídios pró-inflamatórios

Down regulation dos sinais pró-inflamatórios da unidade pilossebácea

Comparação entre as teorias da etiologia da ACNE

1951

- Desequilíbrio endócrino hormonal

- Dieta, especial/ chocolate - Drogas (iodetos e

brometos) - Fatores externos

(cosméticos) - Infecções - Fadiga e exaustão

2008

- Aumento produção sebo

- Função infundibular alterada

- P. acnes - Inflamação

Para o tratamento racional de qualquer doença é importante a

compreensão da sua Etiopatogenia

Etiopatogenia Multifatorial: tratamento combinado Antibiótico oral e tópico: •Elimina o microorganismo •Reduz resposta inflamatória

Isotretinoina oral:

•Reduz sebo

•Normaliza a queratinização

•Inibe P. acnes

•Reduz resposta inflamatória

Terapia hormonal (anti-andrógeno): Reduz a produção de sebo

Retinóide tópico:

•Normaliza queratinização

•Reduz reposta inflamatória

Peróxido de Benzoila: •Elimina microorganismo

Antiinflamatorio tópico •Reduz reposta inflamatória

Produção de sebo

Comedões P acnes Inflamação

Peróxido de benzoíla

Antibióticos Tópicos (Risco de Resistência Bacteriana) Retinóides Tópicos

 

Supressão:

Isotretinoína oral

Tetraciclinas Orais

Acetato de Ciproterona

TERAPIA ANTI-ACNE: MECANISMO DE AÇÃO

Antibióticos Orais

Indicação : vários graus de acne inflamatória

Ação: antiinflamatória por inibir o crescimento do Propionibacterium acnes Agentes mais utilizados :

família das Ciclinas (Limeciclina, Tetraciclina HCL,

Oxitetraciclina, Doxiciclina e Minociclina) :

macrolídeos: Eritromicina, Azitromicina

Antibióticos Orais

Família das ciclinas Vantagens gerais  Pedra angular na antibioticoterapia oral da

acne.

 Boa eficácia e bom perfil de segurança.

 Não tem resistência cruzada com outras classes de antibiótico.

Dréno B, et al. Eur J Dermatol 2004:14:391-9

Antibióticos Orais

Classificação das ciclinas

1ª geração – (tetraciclina HCL, oxitetraciclina) Posologia quatro doses ao dia, mínimo 2x ao dia Alimentação interfere na sua absorção Associadas distúrbios gastro-intestinais

Consequências Não adesão ao tratamento (principalmente nos adolescentes) Falência terapêutica

Acne - Antibioticoterapia oral Eficácia - redução das lesões inflamatórias

-72.7 % - 68.4 %- 62.4 %

Schollhammer M, et al. Thérapeut Dermatol Vénérol 1994; 42: 24-26.

Antibióticos Orais 2ª geração – (limeciclina, doxiciclina, minociclina)1,3 Posologia 1 a 2x ao dia. Absorção não afetada pelos alimentos.

Segurança e tolerabilidade

Limeciclina Bom perfil de segurança, bem tolerada; Raramente associada a alergias; Associada a distúrbios gastrointestinais leves; Baixíssimo risco de fotosensibilidade.1

Zouboulis CC, et al. J. Dermatology 2003;206:37-53 Dréno B, et al. Eur J Dermatol 2004:14:391-9

Recomedações européias para uso de antibioticoterapia oral na acne.

Antibiótico de escolha: ciclinas de 2ª geração a limeciclina é uma boa opção pelo seu

perfil de eficácia, segurança, baixa resistência bacteriana, vantagens de farmacocinética e baixa fototoxicidade (interessante para nos países onde a incidência de sol é alta) .

Dose de antibióticos usados habitualmente

França Bélgica Inglaterra Suécia Itália Alemanha

Limeciclina 300mg por 12

semanas

300mg a 600mg por 6 semanas a 6 meses

300mg por 12

semanas

600mg por 4

semanas depois 300mg

300mg por 2

semanas depois 150mg

Não Encontrado

Minociclina 100mg por 12

semanas

100mg a 50mg por 6 semanas a

6 meses

200mg por 12

semanas

Não Encontra

do

100mg por 12

semanas

100mg por pelo menos 4 semanas

Doxiciclina 100mg por 12

semanas

100mg a 50mg por 6 semanas a

6 meses

150mg por 12

semanas

200mg depois 100mg

100mg por 12

semanas

100mg por pelo menos 4 semanas

EFFECTS OF SUBANTIMICROBIAL-DOSE DOXYCYCLINE IN THE TREATMENT OF

MODERATE ACNE SKIDMORE R.,KOVACH R.,WALKER C. ARCH DERMATOL, 2003, 139: 459 a 464

• Doses sub-antimicrobianas (sd), doxiciclina (20 mg 2x/d)

contra placebo por 6 meses

• Multicentrico duplo cego randomizado, controlado com

placebo e grupo controle

• Duas universidades: 51 adultos com acne moderada

• Contagem basal de lesões inflamadas e não inflamamadas e

das lesões totais, evolução global da melhora clínica de

medicos e pacientes

• 40 pacientes completaram seis meses de tratamento

AZITROMICINA NA ANTIBIOTICOTERAPIA DO ACNE

• Três pulsos de 3 dias/semana com intervalos de 7 dias

FERNANDES-OBREGON AC. Int. J. Derm. 1997, 36: 234-240

FERNANDES-OBREGON AC. Int. J. Derm. 2000, 39: 45-50

• 500 mg via oral 3 vezes por semana, durante 12 semanas

KAPADIA. Int. J. Derm. 2004, 43:766-767

USOS DA AZITROMICINA

Primeira escolha para pneumonia comunitária. Aumento da resistência do S. pneumoniae

azitromicina (de 1.2 a 6.7%). BLONDEAU. Expert Opin. Pharmacother 2002, 3(8): 1134.

Infecção de vias aéreas superiores – 29% Infecção de vias aéreas inferiores – 27% Infecções de pele – 22% Uretrite/ cervicite – 18% HOPKINS S. The Am J of Medicine 1991, 91 (suppl.3A): 40-45

Antibioticoterapia no acne pode levar a mudanças na flora do orofaringe.

LEVY RM e cols. Arch of Dermatol 2003, 139: 467-471

Macrolídeos

• Utilidade limitada devido a crescente resistência bacteriana a esses agentes.3

 Eady et al, 1989 demonstrou correlação entre carreadores de P.acnes eritromicina-resistentes e baixa eficácia clínica.

 Há resistência cruzada entre eritromicina e clindamicina.

 É indicado onde as ciclinas são contra-indicadas (gravidez e lactação).

Dréno B, et al. Eur J Dermatol 2004:14:391-9

Recomedações européias para uso de antibioticoterapia oral na acne.3

 Usar antibioticoterapia oral na acne até 3 meses (máximo).

 Em uso prolongados(> 3meses), associar ao

seu uso a um agente que reduza o risco de desenvolvimento de resistência bacteriana (peróxido de benzoila).

 Não associar antibiótico oral e tópicos. Dréno B, Bettoli V, Ochsendorf F, et al. Eur J Dermatol 2004:14:391-9

Acne: antibioticoterapia oral

• Orientar o paciente quanto a importância do uso correto da terapia com antibiótico oral. (posologia, duração do tratamento).

• A terapia combinada de antibioticoterapia oral e agentes tópicos deve ser sempre estimulada.3

(Ex.: adapaleno – age em dois fatores fisiopatológicos da acne e como consequência resposta clínica mais rápida e eficaz).

Dréno B, et al. Eur J Dermatol 2004:14:391-9

Acne – Terapia Combinada

A estratégia de uma terapia combinada na acne é associar as propriedades de dois medicamentos que agem em fatores fisiopatológicos diferentes.5

Exemplo: Adapaleno: retinóide tópico normaliza a proliferação do

queratinócitos foliculares e diminui a inflamação. Limeciclina: diminui população de P. acnes e diminui

inflamação.

Acne: Terapia de Manutenção

- O índice de recorrência para acne inflamatória no período pós-tratamento é de ≈39% por 18 meses, com qualquer tratamento.

- Proporciona uma melhora continua - Reduz a recorrência das lesõe Mantém o paciente no tratamento ( adesão ao

tratamento)

J Dermatolog Treat. 1993;4 (suppl 2):S10-S15). Alirezai M et al. Eur J Dermatol 2007;17(1):45-51.

A terapia de manutenção possui um significante papel no tratamento da acne.

Isotretinoína Oral • Cobre todos os aspectos da etiopatogênese da

acne

• Indicação inicial no lançamento do medicamento: após falha terapêutica de dois ciclos de antibiótico ou para acne grave

• Pelos seus efeitos colaterais e toxicidade avaliar o perfil psicológico do paciente (teratogenicidade, depressão)

PERSPECTIVAS FUTURAS

Inibidores IL-1

Drogas anti inflamatórias

Inibidores 5α redutase tipo 1

Terapia genica

Acne - Classificação do grupo Brasileiro de acne

 Comedoniana (Grau I) Leve Moderada Grave  Pápulo-pustulosa(Grau II e III) Leve Moderada Grave

 Nódulo-Cística(Grau IV) Leve (discutível) Moderada Grave

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome