Diagnóstico - Exercícios - Medicina Preventiva, Notas de estudo de . Universidade Estadual do Ceará (UECE)
Kaka88
Kaka886 de Março de 2013

Diagnóstico - Exercícios - Medicina Preventiva, Notas de estudo de . Universidade Estadual do Ceará (UECE)

PDF (84.2 KB)
3 páginas
1Números de download
1000+Número de visitas
1Número de comentários
Descrição
Apostilas e exercicios de Medicina Preventiva sobre o estudo do Diagnóstico.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Exercício Diagnóstico

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE INSTITUTO DE ESTUDOS DE SAÚDE COLETIVA DEPARTAMENTO DE MEDICINA PREVENTIVA - FACULDADE DE MEDICINA CURSO DE MESTRADO EM SAÚDE COLETIVA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA - MODALIDADE RESIDÊNCIA

Exercício - Diagnóstico

1) Um exame para a detecção de anticorpos IgM contra o antígeno da rubéola foi

realizado em 100 pacientes. O médico assistente diagnosticou clinicamente a doença em

60% dos pacientes. O exame sorológico resultou positivo em 90 pacientes. Dentre estes

pacientes, contatou-se que, em 54, o médico havia diagnosticado a doença. Não houve

erro no diagnóstico laboratorial da doença. Com base nestas informações:

a) Construa a tabela 2x2 e calcule a sensibilidade, a especificidade e os valores

preditivos do diagnóstico do médico assistente, considerando o exame sorológico

como padrão ouro. Interprete os resultados.

b) Mantidos os valores da sensibilidade e da especificidade do exame diagnóstico do

médico assistente, o que ocorreria com os valores preditivos caso a proporção de

pacientes com resultado positivo para o exame sorológico fosse de 10%?

Justifique.

2) Este exercício é baseado na versão resumida e comentada do estudo de Cooke e

colaboradores (Cooke RR, Nacey JN, Beeston RE, Delahunt B. The efficacy of serum

prostate specific antigen as a tumour marker in prostatic carcinoma: a comparison with

serum acid phosphatase. N Z Med J. 1992;105:345-7), publicada em ”ACP Journal Club.

1993 May-June;118:88. Revised November 1998”.

Um estudo foi realizado para comparar o desempenho de dois exames

laboratoriais no diagnóstico de câncer de próstata, a saber, a dosagem dos níveis séricos

de antígeno prostático específico (“prostate specific antigen” – PSA) e de fostatase ácida

prostática (“prostate acid phosphatase”- ACP). A população de estudo foi composta por

349 pacientes submetidos ao exame de biópsia prostática ou à prostatectomia no

Wellington Hospital, Nova Zelândia, entre maio de 1990 e abril de 1991. A coleta de

sangue para os exames laboratoriais foi realizada antes do exame de toque retal. Os

níveis séricos de PSA e de ACP de cada paciente foram confrontados com os respectivos

resultados do exame anátomo-patológico da próstata – considerado como padrão ouro -,

obtidos por meio de biópsia de próstata ou de prostatectomia. Os exames anátomo-

docsity.com

patológicos foram realizados por um único médico patologista, que desconhecia os

resultados dos níveis séricos de PSA e ACP dos pacientes. No hospital onde o estudo foi

desenvolvido, a realização dos exames de PSA e de ACP custavam, respectivamente,

US$ 45,35 e U$ 21,65.

De acordo com o exame anátomo-patológico, 97 pacientes tinham câncer de

próstata e 227 apresentavam hiperplasia prostática benigna. Os demais pacientes já

haviam sido previamente avaliados, e um paciente apresentava prostatite. As

propriedades dos exames de dosagem de níveis séricos de PSA e ACP no diagnóstico do

câncer de próstata, segundo diferentes pontos de corte, são apresentadas na tabela 1 a

seguir.

Tabela 1 - Propriedades dos exames de dosagem de níveis séricos de antígeno prostático

específico (PSA) e fosfatase ácida prostática (ACP) no diagnóstico de câncer de próstata,

segundo diferentes pontos de corte

Exame Pontos de corte (ng/ml) Sensibilidade Especificidade

PSA 1,0 93% 26%

PSA 4,0 73% 73%

PSA 10,0 61% 93%

PSA 23,0 48% 98%

ACP 0,2 95% 10%

ACP 0,4 79% 44%

ACP 0,8 48% 90%

ACP 1,5 30% 98%

a) Como se denomina o procedimento por meio do qual o médico patologista que

responsável pelos exames anátomo-patológicos desconhecia os resultados dos níveis

séricos de PSA e ACP dos pacientes envolvidos no estudo? Quais as suas implicações

quanto a validade dos resultados obtidos?

b) Poderia haver diferença entre o diagnóstico firmado por biópsia de próstata ou por

prostatectomia? Justifique.

c) O que significa ponto de corte (“cut-off point”)?

d) Qual o significado dos valores relativos à sensibilidade e à especificidade dos pontos

de corte do PSA sérico iguais a 1,0 ng/ml e 23,0 ng/ml, respectivamente, apresentados na

tabela 1?

e) Construa a curva ROC para os exames de dosagem sérica de PSA e de ACP. Qual o

melhor ponto de corte para cada exame? Justifique.

f) Qual dos dois exames apresentou melhor desempenho? Justifique. Considerando

docsity.com

também, o custo associado à realização de cada exame, avalie mais uma vez o

desempenho de cada um dos testes em questão.

Tomando-se os resultados da tabela 1 e considerando-se a prevalência de câncer

de próstata na população dos EUA, o valor preditivo positivo associado ao ponto de corte

de 23,0 ng/ml para a dosagem de PSA sérico seria igual a 1,7%. A sensibilidade neste

mesmo nível é baixa (48%), mas poderia ser elevada caso o ponto de corte fosse

deslocado no sentido de valores menores.

g) Explique o significado do valor preditivo positivo (VPP) estimado a partir dos resultados

apresentados no estudo. Não obstante a elevada especificidade do ponto de corte

utilizado (23,0 ng/ml) por quê o VPP estimado foi tão baixo?

h) Reduzindo-se o ponto de corte com o intuito de se elevar a sensibilidade do exame de

PSA, quais as implicações - clínicas, econômicas e associadas à qualidade de vida dos

pacientes - relacionadas às freqüências esperadas de resultados falsos (negativos e

positivos) e aos valores preditivos positivo e negativo?

i) Baseado nos resultados apresentados, os exames de dosagem sérica de PSA e de

ACP podem ser considerados apropriados para fins de rastreamento populacional?

Justifique. O que poderia ser feito para aprimorar os seus respectivos desempenhos?

i) Proponha sucintamente um desenho de estudo para investigar o uso dos exames de

PSA e de ACP na avaliação do prognóstico de pacientes com câncer de próstata.

docsity.com

comentários (1)
patriciaproen
Fundação Universidade Federal do Rio Grande (FURG)
há 2 meses
cade as resposta disso aqui
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome