Doença de chagas - Apostilas - Biologia_Parte1, Notas de estudo de Biologia. Centro Universitario Nove de Julho (UNINOVE)
Jose92
Jose9214 de Março de 2013

Doença de chagas - Apostilas - Biologia_Parte1, Notas de estudo de Biologia. Centro Universitario Nove de Julho (UNINOVE)

PDF (2.5 MB)
20 páginas
939Número de visitas
Descrição
Apostilas de Biologia sobre o estudo da classificação, morfologia, biologia, ações patogênicas, diagnóstico, epidemiologia, profilaxia e tratamento da doença de chagas.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 20
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

DOENÇA DE CHAGAS

OBJETIVO :

 Estudar a classificação, morfologia, biologia, ações patogênicas, diagnóstico, epidemiologia, profilaxia e tratamento.

DOENÇA DE CHAGAS INTRODUÇÃO Primitivamente enzootiaantropozoonose  zoonose

Carlos Chagas  1907-1909  Lassance

14/04/1909 – Berenice(2 anos) Carlos Chagas descobriu:

Agente etiológico(Trypanosoma cruzi) Biologia no hospedeiro vertebrado e invertebrado Seus reservatórios Diversos aspectos da patogenia Sintomatologia da doença

DOENÇA DE CHAGAS

CLASSIFICAÇÃO Filo – Sarcomastigophora Ordem – Kinetoplastida Família – Trypanosomatidae Gênero – Trypanosoma Espécie – Trypanosoma cruzi

DOENÇA DE CHAGAS

AGENTE ETIOLÓGICO  Trypanosoma cruzi

RESERVATÓRIOS  Alem do homem, mamíferos domésticos e

silvestres (gato, cão, porco doméstico,rato doméstico, macaco, sagui, tatu, gambá,

morcego, etc.  As aves e animais de sangue frio(lagarto,sapos,

etc.) são refratários à infecção.

DOENÇA DE CHAGAS

MORFOLOGIA

 Amastigota  Epimastigota Tripomastigota

DOENÇA DE CHAGAS

DOENÇA DE CHAGAS

HÁBITAT No hospedeiro vertebrado Tripomastigota  Sangue periférico Amastigota  Tecido No hospedeiro invertebrado Epimastigota  Intestino médio Tripomastigota  Luz do reto

metacíclico

DOENÇA DE CHAGAS

CICLO EVOLUTIVO

Heteroxênico

DOENÇA DE CHAGAS

TRANSMISSÃO  Transmissão natural ou primária  Vetorial 

Penetração dos tripomastigotas metacíclicos através da pele ou mucosas Outros mecanismos  Transfusão sanguínea, transmissão

congênita, acidentes de laboratório, transplante, amamentação, coito.

DOENÇA DE CHAGAS

AGENTE TRANSMISSOR ORDEM - Hemiptera FAMÍLIA - Reduvidae SUBFAMÍLIA - Triatominae GÊNERO - Panstrongylus P. megistus, P. lutzi ,

P. geniculatos. Triatoma T. infestans, T. sordida,

T. braziliensis. Rhodnius R. neglectus, R. prolixus,

R. nasutus

DOENÇA DE CHAGAS

DOENÇA DE CHAGAS

PERÍODO DE INCUBAÇÃO  FASE AGUDA  5 a 14 dias após a picada do

inseto vetor (média 7 a 10 dias) 30 a 40 dias quando adquirida

por transfusão de sangue

 FASE CRÔNICA  Mais de 10 anos após a a infecção inicial

DOENÇA DE CHAGAS

FORMAS CLÍNICAS (Freqência no Brasil) :  Fase aguda: assintomática  90% a 98%

sintomática  2% a 10%  Fase crônica:forma indeterminada  50%

a 69% Forma cardíaca  13% Forma digestiva  10% Formas mistas  8%

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome