Efeitos coligativos nas soluções - Exercicios - Quimica, Exercícios de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Maraca
Maraca1 de Março de 2013

Efeitos coligativos nas soluções - Exercicios - Quimica, Exercícios de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

PDF (180.6 KB)
5 páginas
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas e exercicios sobre os efeitos coligativos nas soluções, abaixamento e elevação do ponto de ebulição, questões.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 5
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

TRABALHO DE DE QUIMICA

- Efeitos coligativos nas soluções:

*Abaixamento do ponto de congelamento

Podemos nos referir ao abaixamento do ponto de congelamento como crioscopia ou omoscopia, que se refere ao abaixamento da temperatura de congelamento de um liquido (solvente) pela adição de um soluto não-volátil. O sal colocado na neve provoca abaixamento do ponto de congelamento e consequentemente derretimento.

*Elevação do ponto de ebulição

descreve o fenômeno que o ponto de ebulição de um líquido (um solvente) será mais alto quando outro composto é adicionado, significando que uma solução tem um ponto de ebulição mais alto que um solvente puro. Isto ocorre sempre que um soluto não volátil, tal como um sal, é adicionado a um solvente puro, tal como a água. O ponto de ebulição pode ser medido precisamente usando-se um ebulioscópio.

*Abaixamento da pressão de vapor

Quando se dissolve um soluto não volátil num solvente puro, forma-se uma solução. As moléculas de soluto dispersam-se por toda a solução, inclusivamente pela superfície. Assim, apenas uma fração das moléculas à superfície é de solvente, o que diminui a probabilidade de evaporação (A velocidade de evaporação é tanto menor quanto menor for a fração de moléculas de solvente na solução. No entanto, a velocidade de condensação não é afetada, pois o número de moléculas de solvente na fase gasosa em contacto com a superfície da solução é independente do número de moléculas de soluto.

Daqui resulta uma efetiva diminuição do número de moléculas no estado gasoso, ou seja, uma menor pressão de vapor da solução relativamente ao solvente puro. Este abaixamento da pressão de vapor é independente da natureza das moléculas de soluto mas depende da quantidade relativa de soluto dissolvido

*Elevação da preção osmótica

Quando duas soluções de mesmo solvente – ou uma solução e seu solvente – são separadas por uma membrana semipermeável, ocorre a difusão do solvente, de modo que as duas soluções fiquem com a mesma concentração. A este fenômeno, damos o nome de osmose. Embora a membrana semipermeável permita a passagem de solvente nos dois sentidos, a tendência é que o solvente da solução mais diluída passe para a mais concentrada. Pressão osmótica é a pressão

docsity.com

que deve ser exercida sobre a solução para impedir a passagem de solvente de uma solução para a outra, ou seja, impedir a osmose.

QUESTÕES

1)Por que nas regiões polares existe água líquida se a temperatura é negativa?

R: Porque a água existente no estado líquido contém sal ( água do mar). O gelo existente nas regiões polares é formado com água trazida pelas correntes de ar provenientes das regiões quentes e portanto não têm sal.

-Energia térmica nos processos químicos e físicos:

*Processos endotérmicos e exotérmicos:

Um processo pode ser classificado como endotérmico, que “recebem” ou “absorvem” calor ou energia térmica, ou exotérmico que “liberam” calor. Essa classificação é feita com base na observação feita na vizinhança ou no entorno.

*Equação termoquímica:

é a equação que indica a variação de entalpia associada a uma reação química, pois indica:

▪ os reagentes e os produtos;

▪ o calor de reação, isto é, o ∆H da reação;

▪ o estado físico dos reagentes e dos produtos;

▪ a temperatura e a pressão do sistema.

*Diagramas de energia:

Representam os processos endotérmicos e exotérmcos.

*Lei de Hess:

docsity.com

proposta pelo químico suíço Germain Henry Hess em 1840 estabelece que a energia não pode ser nem criada nem destruída; somente pode ser trocada de uma forma em outra. A lei de Hess é utilizada para prever a transferência de entalpia de uma reação ΔHr, quando a reação é lenta, incompleta, explosiva ou quando ocorrem outras reações simultaneamente.

Assim é enunciada a lei de Hess:

A variação entálpica de uma reação química depende apenas dos estágios inicial e final da mesma. Não importando, portanto, os processos intermediários.

*Energia de ligação:

Quando ocorrem reações químicas, ocorre também quebra das ligações existentes nos reagentes, mas novas ligações são formadas nos produtos. Esse processo envolve o estudo da variação de energia que permite determinar a variação de entalpia das reações.

O fornecimento de energia permite a quebra de ligação dos reagentes, esse processo é endotérmico, mas à medida que as ligações entre os produtos se formam o processo muda: fica exotérmico. Por quê? Ocorre a liberação de energia.

A energia liberada na formação de uma ligação é numericamente igual à energia absorvida na quebra desta ligação, portanto a energia de ligação é definida para a quebra de ligações.

Resumindo: Energia de ligação é a energia absorvida na quebra de 1 mol de ligações, no estado gasoso, a 25 °C e 1 atm.

Questões:

1) Dado:

Calor de combustão de H2

(g) = – 68 kcal/mol

Calor de combustão de CH4

(g) = – 213 kcal/mol

Qual dos dois combustíveis libertaria maior quantidade de

calor por grama ?

docsity.com

(C = 12, H = 1)

H2 2 g —— (– 68) kcal

1 g —— x

x = – 34 kcal

CH4 16g-> libera 213

1 g -> libera y

y = 13,3 kcal

Resposta: H2

2)(OSEC) Analise as afirmativas abaixo:

I. Entalpia (h) pode ser conceituada como a energia global de um sistema.

II. Uma reação exotérmica apresenta DH positivo.

III. O calor de um processo químico será dado por DH.

a)somente I é correta

b)somente II é correta

c)somente III é correta

d)as afirmativas I e II são corretas

e)as afirmativas I e III são corretas

Resposta: E, pois uma reação exotérmica libera energia, portanto seu DH é negativo.

3) Calcule a variação de entalpia da seguinte reação pela Lei de Hess:

docsity.com

Dados:

-Cinética química e equilíbrio químico:

*Velocidade média:

A velocidade de uma reação se refere ao consumo de reagente ou a produção de determinado produto por unidade de tempo. A velocidade média é a variação de quantidade de uma substância (em módulo) por intervalo de tempo considerado.

Vm= |deltaq| Vm= velocidade média / |deltaq| variação de quantidade de substan.

Deltat |deltat| = variação de tempo

Os: último menos o primeiro

*fatores que determinam a velocidade:

Temperatura: o aumento da temperatura geralmente implica em aumento da velocidade e, obviamente, a diminuição de seu retardamento.

Superfície de contato: um comprimido efervescente moído reage mais rapidamente que inteiro, devido a maior superfície de contato e maior possibilidade de choques moleculares eficazes ocorrerem.

Concentração: quando ... CADERNO

*catalisadores e energia de ativação:

A efetividade das colisões entre os reagentes determina a formação de produtos, e a energia mínima suficiente é denominada energia de ativação.

Catalisadores: o principio da ação de um catalisador é o de baixar a energia de ativação da reação, pois promove caminhos menos energéticos e com isso acelera a reação.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo