Electrocardiograma - Apostilas - Medicina, Notas de estudo de Medicina. Centro Universitário do Pará (CESUPA)
Neymar
Neymar28 de Fevereiro de 2013

Electrocardiograma - Apostilas - Medicina, Notas de estudo de Medicina. Centro Universitário do Pará (CESUPA)

PDF (133.5 KB)
4 páginas
635Número de visitas
Descrição
Apostilas sobre o electrocardiograma, definição, para que serve, como é feito, preparação, riscos, outras técnicas adicionais.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 4
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

O que é?

Um electrocardiograma não é mais do que um registo da actividade eléctrica do coração, que é obtido através de pequenos eléctrodos metálicos, colocados nos pulsos, tornozelos e, obviamente, no peito. Estes eléctrodos captam e amplificam os sinais decorrentes dessa actividade eléctrica cardíaca, sinais esses que em seguida são transmitidos ao aparelho de ECG, onde são convertidos em determinados modelos padrão (ondas).

Ao observarmos um destes registos vemos que ele é constituído por diferentes ondas, ondas estas que correspondem à passagem da corrente eléctrica pelas diferentes áreas do coração. Assim, resumidamente, podemos dizer que existe uma onda P que corresponde à passagem da corrente pelas aurículas (despolarização das aurículas), um complexo QRS formado por três ondas que correspondem à passagem pelos ventrículos (despolarização dos ventrículos) e uma onda T que representa o breve "período de descanso" do coração entre os batimentos em que há a repolarização dos ventrículos, isto é, em que há como que uma recarga eléctrica. Não se visualiza qualquer onda correspondente à repolarização das aurículas, porque esta coincide temporalmente com o complexo QRS, pelo que o seu registo fica ocultado.

Para que serve?

O traçado do electrocardiograma, para além de mostrar a frequência e o ritmo cardíacos, dá também informações importantes acerca de lesões do miocárdio (músculo cardíaco) e do pericárdio (membrana que rodeia o coração), permitindo distinguir um enfarte do miocárdio antigo de um que esteja em progresso. Permite também visualizar alterações da actividade eléctrica do coração decorrentes de algum desequilíbrio químico no sangue, como sejam níveis anormais de cálcio ou potássio. Por fim, temos que o ECG permite ainda visualizar a acção de certos medicamentos que actuam sobre o coração, como por

exemplo os digitálicos.

Assim, o ECG é utilizado para avaliar pacientes com dores no peito de causa desconhecida, assim como todos os casos em que há suspeita de alterações cardíacas, sejam elas a doença coronária

docsity.com

sintomática (angina de peito), o enfarte de miocárdio ou as arritmias cardíacas. O ECG é também muito importante na detecção da doença coronária "silenciosa", sendo considerado um exame que deve ser feito regularmente a partir de certa idade, principalmente nos pacientes com factores de risco significativos, como hipertensão, colesterol sanguíneo elevado, diabetes, tabagismo ou história familiar marcada de problemas cardíacos. Para além disto, é também útil no diagnóstico de pericardites, embolias pulmonares, alterações dos níveis sanguíneos de cálcio e potássio ou "overdoses" (doses demasiado elevadas) de certos medicamentos.

Como é feito?

Após remover os sapatos e as meias, arregaçar as magas e tirar ou desabotoar a camisola ou camisa, permitindo assim livre acesso aos tornozelos, pulsos e peito, o paciente deita-se. O técnico limpa então as regiões mencionadas para remover qualquer excesso de gordura cutânea ou suor.

De seguida, são colocados 9 a 12 pequenos eléctrodos nas diversas partes do corpo citadas, nomeadamente, um em cada braço (pulso) e perna (tornozelo) e seis ao longo da região esquerda do peito, podendo, por vezes, ser também colocados mais um ou dois noutras áreas do peito, pescoço ou dorso. Estes eléctrodos estão fixos à pele por pequenos adesivos ou então por umas pequenas campânulas que fazem um efeito de ventosa.

Uma vez colocados os eléctrodos em posição basta apenas relaxar enquanto se faz o registo, respirando normalmente e não fazendo quaisquer movimentos desnecessários nem falando. O ECG é exame rápido (10 minutos), indolor e de fácil execução.

Após a conclusão do ECG os eléctrodos são então retirados e o paciente pode vestir-se e ir para casa.

É necessária alguma preparação?

docsity.com

Na generalidade dos casos não é necessária nenhuma preparação em especial, contudo, pacientes que estejam a tomar medicamentos devem alertar sempre o médico e o técnico antes de se proceder ao exame, para que eventuais alterações decorrentes dessa medicação possam ser correctamente interpretadas.

O ECG tem algum risco?

O ECG é um procedimento diagnóstico de rotina, completamente seguro, sem qualquer efeito secundário.

Outras técnicas adicionais

O electrocardiograma "standard" apresenta dois problemas: é executado com o paciente em repouso pelo que não mostra alterações que podem ocorrer apenas durante o esforço , como é limitado no tempo (10 minutos) pode deixar escapar alterações esporádicas do ritmo cardíaco.

Para resolver estas duas questões foram desenvolvidas técnicas que permitem aumentar a probabilidade de detectar as alterações:

Electrocardiograma de esforço - faz-se o registo da actividade eléctrica cardíaca enquanto o paciente anda numa passadeira rolante ou pedala numa bicicleta estacionária. Esta técnica, também denominada ECG de "stress", permite detectar padrões cardíacos anormais e uma insuficiente irrigação ou oxigenação do músculo cardíaco que ocorrem apenas durante o esforço.

Electrocardiograma ambulatório - vulgarmente conhecido por Holter, trata-se de um registo da actividade eléctrica cardíaca que é feito num período de 24 horas, enquanto o paciente faz a sua vida normal. Realiza-se com um aparelho portátil que fica debaixo da roupa e que grava toda a informação que é depois analisada por um computador ou imprimida como num ECG "standard".

docsity.com

Electrocardiograma transmitido por telefone - serve para transmitir a informação de padrões anormais quando o paciente tem os sintomas. Assim, quando surge a sintomatologia, o paciente liga para um número específico e o aparelho transmite os dados através da linha telefónica.

Gravadores de episódios - servem para "capturar" traçados de ECG de determinados períodos do dia. Assim, quando os sintomas surgem o paciente pressiona um botão e o aparelho "congela" a informação dos últimos minutos. Posteriormente o cardiologista tem acesso aos dados, ficando então com informação acerca da actividade cardíaca no período em que ocorreram os sintomas.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome