Endodontia  - Apostilas - Odontologia, Notas de estudo de . Centro Universitário do Maranhão (UNICEUMA)
Michelle87
Michelle8728 de Fevereiro de 2013

Endodontia - Apostilas - Odontologia, Notas de estudo de . Centro Universitário do Maranhão (UNICEUMA)

PDF (114.2 KB)
3 páginas
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas sobre o estudo da endodontia, descrição do caso clinico, tratamentos indicados.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento

1. INTRODUÇÃO

O preparo biomecânico tem como finalidade o esvaziamento e limpeza, promovendo a desinfecção do canal radicular, a modelagem, confecção do batente apical e aumento da conicidade, promovendo permeabilidade dentinária, que permite maior difusibilidade de medicação e retenção da obturação (ESTRELA, 2004).

O tratamento endodôntico possibilita a eliminação de microorganismos do canal radicular, principalmente em situações de polpas necrosadas. Para a eliminação de micro-organismos residentes, o preparo biomecânico constitui uma das fases mais importante no controle da infecção endodôntica, e em ação conjunta com as soluções irrigantes e as medicações intracanais, oferecem condições significantes e capazes de alterar a microbiota situada no canal radicular (LEONARDO, 205).

2.DESCRIÇÃO DO CASO CLÍNICO

Paciente do prontuário 34738 procurou a clínica de endodontia da Faculdade NOVAFAPI relatando dor de dente (segundo pré-molar inferior esquerdo - 35)

Apresentava dor localizada, espontânea, de longa duração, contínua e moderada.

O dente apresentava estrutura dentária cariada, coloração dentária modificada, tecidual normal, sem presença de edema e fístula.

Nos testes semiotécnicos apresentou dor a palpação coronária e periapical, estímulo ao teste de frio , e dor a percussão vertical e horizontal.

Radiograficamente, apresentava a câmara pulpar cariada, canal radicular normal e região periapical normal.

Com base nestes resultados, diagnosticou-se PULPITE IRREVERSÍVEL.

Tratamento indicado para o caso foi biopulpectomia.

SEQUENCIA OPERATÓRIA - CIRURGIA DE ACESSO - INSTRUMENTAÇÃO - CURATIVO DE DEMORA – OBTURAÇÃO

docsity.com

Inicialmente foi realizada profilaxia do 35 com pasta profilática

Foi realizada anestesia troncular dos nervos alveolar inferior, lingual e bucal, com mepivacaína 2% com adrenalina 1:100.000.

Abertura coronária com broca esférica diamantada 1012 com inclinação de 45 % do terço médio do dente, a forma de conveniência escolhida foi ovóide e o ponto de trepanação sulco central do 35.

Isolamento absoluto com arco de Ostyb e dique de borracha, o grampo utilizado foi o 206.

Inseriu-se lima K pouco calibrosa no comprimento de trabalho provisório (CTP), 16 mm, realizando em seguida a odontometria pela técnica de Ingle, a lima K (instrumento apical inicial – IAI) que chegou justa ao comprimento de trabalho provisório foi a lima K 25.

Determinando-se o comprimento real do dente (CRD) de 18,5 mm e Comprimento de Trabalho (CT) em 17,5 mm.

Utilizou-se como medicação intracanal neste momento o otosporin®, por ter propriedades antibióticas e antiinflamatórias, embebido em algodão.

Foi escolhido o cotosol® como material restaurador provisório.

Na segunda sessão,

Foi realizada anestesia dos nervos NAI, bucal e lingual, isolamento absoluto, seguido de remoção do cotosol® com broca esférica 1012. Irrigação e aspiração com solução de hipoclorito de sódio 1%. Iniciou-se a confecção do batente apical, por vestibular, utilizou-se o IAI – K 25, em movimento de limagem (um quarto de volta em cada parede seguido de irrigação e aspiração com hipoclorito de sódio 1%), posteriormente com limas Ks de diâmetros maiores que o IAI (30, 35 e 40). Determinou-se o instrumento memória (IM) Lima K 40.

Iniciou-se o preparo escalonado progressivo, onde se instrumenta com limas de diâmetro maior que o IM reduzindo um do CT a cada lima de maior diâmetro inserida [V- 45 em 16,5 mm, 50 em 15,5 mm, 55 em 14,5 mm e 60 em 13,5 mm].

A cada troca de lima houve a irrigação e aspiração com solução de hipoclorito de sódio a 1 %, e inseriu-se o IM no CT.

Após preparo escalonado iniciou-se a confecção do curativo de demora, inserindo Callen, que induzirá a remineralização e característica antimicrobiana do hidróxido de cálcio, que atuará por mais tempo no canal.

Novamente utilizou-se o cotosol® como material restaurador provisório.

Na terceira sessão,

docsity.com

Foi realizada anestesia, isolamento absoluto, remoção do cotosol®, irrigação do canal com solução de hipoclorito de sódio 1% visando a remoção da medicação intracanal, auxiliado pelo IM; secagem do canal com cones de papel absorvente esterilizadas, inundação do canal com EDTA por 3 minutos visando a remoção da smear layer promovendo o íntimo contato do cone com as paredes do canal, o que acarreta na obtenção do vedamento adequado, prova do cone, que será do diâmetro do IM no CT, com os cones inseridos, realizar-se-á a radiografia para verificar se os cones estão no CT. Após a confirmação inicia-se a manipulação do cimento endodôntico AH Plus pela técnica biológica controlada de inserção do cimento no canal, onde o cone principal será envolto no cimento, exceto sua ponta, será realizada a condensação lateral ativa com o uso de espaçadores digitais, logo após iniciaremos a inserção dos cones acessórios XF e FF, com a completa obturação do canal, realizaremos a radiografia para verificar a qualidade da obturação, logo após, iremos recortar os cones na altura da entrada dos canais com auxílio de calcadores de Ward. Realizado estes passos confeccionaremos a restauração provisória com cimento de ionômero de vidro (CIV), remoção do isolamento absoluto e radiografia final.

3.CONCLUSÃO

Em casos de biopulpectomia deve-se manter ao máximo o cuidado com a região periapical, principalmente pelos riscos de infecção tardia, o que ocasionaria um retratamento ou até mesmo a exodontia do elemento dentário.

4.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ESTRELA, C. Ciência endodôntica. São Paulo: Artes Medicas, 2004.

LEONARDO, M. R. Endodontia tratamento de canais radiculares: princípios técnicos e biológicos. São Paulo: Artes Medicas, 2005.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome