Exercício de Genética - 1, Exercícios de Genética. Universidade Federal Fluminense (UFF)
beatriz_reis
beatriz_reis11 de Junho de 2016

Exercício de Genética - 1, Exercícios de Genética. Universidade Federal Fluminense (UFF)

DOCX (18.9 KB)
3 páginas
1Números de download
147Número de visitas
100%de 1 votosNúmero de votos
Descrição
Exercícios sobre ácidos nucleicos.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento

Exercício de Genética - 1

1. Qual a diferença entre nucleotídeo e nucleosídeo?

R: Nucleosídeo é uma base ligada a um açúcar e nucleotídeo é composto por um açúcar cíclico de 5 átomos de carbono, uma base purínica ou pirimidínica.

2. Qual base de ácido nucleico é única ao DNA? E ao RNA? R: DNA- timina; RNA-uracil

3. Quais as diferenças estruturais entre as moléculas de DNA e RNA?

R: DNA: possui grupamento H no segundo carbono; hélice bifilamentar; helicoidal; fitas antiparalelas; complementares; possui: A; G; C; T.

RNA: possui um grupamento OH no segundo carbono; unifilamentar; possui: A; G; C; U.

4. Quais as enzimas que atuam na diminuição da tensão da molécula de DNA na duplicação?

R: Girase e topoisomerase

5. Cite as características do DNA: R: -É composto por 4 moléculas bases chamadas de nucleotídeos

-Dupla hélice (se assemelha a uma escada em caracol. Cada metade é uma cadeia de nucleotídeos

mantidos juntos por ligações fosfodiéster. As duas hélices são mantidas juntas por pontes de

hidrogênio).

-Fitas anitparalelas, sendo uma o filamento 5’ -> 3’ e a outra 3’ -> 5’.

6. Comente a afirmativa: “a molécula de DNA é complementar e semiconservativa.”: R: O pareamento de bases é uma das características mais importantes da estrutura do DNA, pois

significa que as sequências de bases dos dois filamentos são complementares. Assim, uma A em um

filamento faz por com uma T no outro. Similarmente, uma C em um filamento faz par com uma G no

outro. Isto tem implicações para o mecanismo da replicação do DNA porque, deste modo, a réplica de

cada filamento tem a sequência de bases de seu filamento complementar, e a partir de um filamento

pode ser feito o outro.

É semiconservativa, como foi provado no estudo de Meselson e Stalhl, pois cada dúplex filha

contém um filamento parenteral e um recém-sintetizado.

7. Explique como ocorre as ligações entre os ácidos nucléicos e entre as duas fitas de DNA:

R: Os nucleotídeos nos ácidos nucleicos são covalentemente ligados por uma segunda ligação fosfato que une o 5’-fosfato de um nucleotídeo e o grupo 3’-OH do nucleotídeo adjacente. Esta unidade em

geral é chamada de grupo fosfodiéster.

A ligação entre as duas fitas de DNA são as pontes de hidrogênio, nas quais dois átomos

eletronegativos “compartilham” um próton, entre as bases.

8. Fale sobre a replicação do DNA: R: A replicação do DNA é semiconservativa, pois cada dúplex filha contém um filamento parenteral e um

recém-sintetizado. A predição do modelo de Watson-Crick da replicação do DNA é que um zíper de

replicação, ou forquilha, será encontrada na molécula de DNA durante a replicação. (a replicação de

algumas moléculas circulares, como plasmídios e alguns vírus, ocorre da seguinte forma: um corte de

nuclease fornece uma ponta 3’-OH à qual são adicionados nucleotídeos. À medida que síntese

continua, a outra ponta do filamento molde é deslocada do círculo bifilamentar e então é copiada.)

O processo de replicação de DNA é complexo e requer participação de muitos componentes

diferentes.

DNA polimerase é uma enzima que cataliza a reação de replicação. As DNA polimerases podem

ampliar uma cadeia, mas não podem começar uma cadeia. A síntese de DNA deve ser iniciada com um

primer. Os primers de RNAA são sintetizados ou pela RNA polimerase ou por uma enzima\ chamada

primase.

A DNA polimerase sintetiza novas cadeias apenas no sentido 5’ -> 3’, e portanto, devido à

natureza de polaridade invertida da molécula de DNA, move-se no sentido 3’ -> 5’ no filamento molde.

Assim, enquanto o filamaneti contínuo (leading) é sintetizado continuamente, o outro, o filamento

descontínuo (lagging), deve ser produzido em segmentos curtos e descontínuos.

Em E.coli, pol III efetua a maior parte dasíntese do DNA em ambos os filamentos, e pol I preenche os espaços deixados no filamento descontínuo, que são então selados pela enzima DNA

ligase, essas unem os pedaços quebrados de DNA catalisando a formação de uma ligação fosfodiéster

entre a ponta 5’ fosfato de um nucleotídeo com pontes de hidrogênio e um grupo 3’ OH adjacente.

9. Explique como são formados os fragmentos de okazaki: R: Os primers são ampliados pela DNA polimerase para produzir fragmentos de DNA que foram primeiro

detectados por Okazaki e então chamados de fragmentos de Okazaki.

10. Qual é o processo de divisão celular que permite a maior variabilidade genética e em que fase que ocorre? Explique.

R: A maior variabilidade genética ocorre quando há cruzamento cromossômico (ou crossing-over) que é uma troca de material genético entre cromossomas homólogos. É uma das fases finais da

recombinação genética, que ocorre durante a prófase I da meiose durante um processo designado por

sinapse.

11. Fale sobre helicase, girase e topoisomerase:

R: As helicases são enzimas que perturbam as pontes de hidrogênio que unem os dois filamentos de

DNA em uma dupla hélice. A ação das helicases durante a replicação do DNA gera torções no DNA

circular que precisam ser removidas para permitir que a replicação continue. Esta superelicoidização

pode ser criada ou relaxada por enzimas chamadas topoisomerases, um exemplo das quais é a DNA

girase. As enzimas tipo I induzem uma quebra unifilamentar no dúplex de DNA. As enzimas tipo II

causam uma quebra em ambos os filamentos

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome