Filo Hemichordata - Apostilas - Biologia, Notas de estudo de Biologia. Centro Universitário Franciscano (Unifra)
Real10
Real1011 de Março de 2013

Filo Hemichordata - Apostilas - Biologia, Notas de estudo de Biologia. Centro Universitário Franciscano (Unifra)

PDF (168.4 KB)
4 páginas
2Números de download
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas de Biologia sobre o estudo do Filo Hemichordata, morfologia externa, parede do corpo, alimentação.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 4
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Filo Chaetognatha

Filo Hemichordata Gr. hemi = meio

Lt: chorda = cordão

- elo entre Equinodermata e Chordata

- maioria marinha e vermiforme (vermes de bolotas), vivendo isolados ou em grupos

- são encontrados sob rochas, conchas, buracos, na areia e no lodo, ou tubos ( em

forma de U) (Enteropneustos) ou em forma de vaso em um envoltório

(Pterobrânquios)

- semelhança com os cordados: bolsa bucal (suposta notocorda) e fendas faríngeas

- simetria bilateral

- tamanho de 25 a 2500 mm

- 12 gêneros e 70 espécies

1. Morfologia externa

- divisões do corpo:

- probóscide: boca na margem ventral

- há um pequeno esqueleto, composto de material firme

- colarinho

- fendas branquiais em ambos os lados da extremidade anterior

- margem anterior ventral - boca

- tronco:

2. Parede do corpo

- epiderme ciliada espessa (células mucosas)

- membrana basal

- camadas musculares

- celoma com três cavidades, sendo uma em cada compartimento corpóreo

3. Alimentação

- alimentam-se de material em suspensão

Boca ⇒ faringe ⇒ intestino ⇒ ânus

1

docsity.com

Areia+alimento separação reto e

com cecos hepáticos

• o ânus pode ser terminal (Enteropneustos) ou próximo a boca em tratos em

forma de U (Pterobrânquios)

• supõe-se que em vida as cavidades da probóscide e colarinho, preenchem-se

com água através dos poros da superfície dorsal; quando estas partes se tornam

túrgidas, o animal cava através da areia e do lodo, auxiliado pelos movimentos

musculares do tronco. A boca permanece aberta e assim uma mistura de água e

areia contendo detritos orgânicos é empurrada para a cavidade bucal. A água

passa através das fendas branquiais para a respiração, o material orgânico serve

como alimento e a areia é eliminada pelo ânus.

4. Respiração

- Fendas branquiais

5. Sistema Circulatório

- vaso mediano dorsal – direção anterior

- vaso mediano ventral

- os dois vasos unem-se à bolsa bucal e à outros ramos próximos às fendas

branquiais

- aberto

- sangue incolor

- pulsação: vesícula do coração (protossomo)

- localizado sobre a cavidade bucal

- contém fibras musculares

- o sangue inicialmente vai aos glomérulos anteriores e depois ao vaso ventral

para suprir o corpo

6. Excreção

- glândula da probóscide: glomérulo pequeno ímpar

2

docsity.com

7. Sistema Nervoso

- alguns com densa concentração de fibras nervosas epidérmicas dorsais e

ventrais, unidas por nervos, na altura do colarinho. Estas penetram para o

interior e formam um tubo (bolsa bucal, que é uma evaginação anterior curta do

trato digestório, na parte posterior da probóscide)

- difuso na epiderme

8. Reprodução

- dióicos

- numerosas gônadas pares laterais, cada qual com um gonóporo separado,

localizados em cada lado do tronco

- fecundação externa, sem ductos

- desenvolvimento direto ou com larva tornária (semelhante a dos equinodermos).

Esta é planctônica , fixando-se na fase final de desenvolvimento

- regeneração de todas as regiões do corpo

9. Sistemática

- Classe Enteropneusta : mais numerosa, cujas características foram mencionadas

acima

- gr. enteron = intestino; phesta = respirar

- Classe Pterobranchia

- gr. pteron = asa; branchia = brânquia

- águas profundas ou rasas

- assemelham-se aos enteropneustos quanto aos aspectos básicos e aos

briozoários na aparência

- fixos em tubos secretados

- região do colar com tentáculos

- alguns sem fendas faríngeas

- talvez correspondam aos mais primitivos

- 3 gêneros e 20 espécies (alguns da Am. do Sul)

3

docsity.com

- Rhabdopleura (1mm)

- formam colônias por brotamento

Referências Bibliográficas:

Storer, T. I., Usinger, R. L., Stebbins, R. C., Nybakken, J. W. Zoologia Geral. 6ª ed.

Companhia Editora Nacional. 816p. 1983.

Barnes, R. D. Zoologia dos Invertebrados. 4ª ed. Editora Roca. 1179p. 1984.

Ruppert, E. E., Barnes, R. D. Zoologia dos Invertebrados. 6ª ed. Roca. 1029p. 1996.

4

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome