Fundamentos Econômicos - Apostilas - Contabilidade, Notas de estudo de Contabilidade. Universidade São Marco (UNIMARCO)
Maracana85
Maracana856 de Março de 2013

Fundamentos Econômicos - Apostilas - Contabilidade, Notas de estudo de Contabilidade. Universidade São Marco (UNIMARCO)

PDF (291.1 KB)
9 páginas
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas de Contabilidade sobre o estudo dos Fundamentos economicos, microeconomia formação de preços, produção e mercado.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 9
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

ECONOMIA

Curso: Administração- Ciências Contábeis

Etapa 1

Fundamentos Econômicos

1 - O custo de oportunidade está associado à Teoria da Curva de Possibilidade de Produção (CPP), que ilustra graficamente como a escassez de fatores de produção cria um limite para a capacidade produtiva de uma empresa, país ou sociedade. Essa curva é convexa em relação ao ponto de origem no gráfico (0) e representa todas as possibilidades de produção que podem ser atingidas com os recursos e tecnologias existentes (recursos financeiros, materiais e, principalmente, humanos).

Assim, devido à limitação de recursos, a produção total, de um país, por exemplo, tem um limite máximo, uma produção potencial, que é representada por um ponto sobre a curva. Quando está atuando num ponto sobre a curva qualquer alteração, supondo flexibilidade de fatores, qualquer contratação de trabalhadores poderá gerar um custo de oportunidade, conforme o exemplo adiante.

Quando o ponto esta dentro da curva economia operando com capacidade ociosa ou desemprego de recursos (fatores de produção subutilizados). Neste pormenor, não há custo de oportunidade a contratação de um trabalhador a mais.

Atuar num ponto fora da CPP é uma situação impossível, pois não podemos empregar mais fatores de produção do que os dispomos. Esse ponto somente será atingido com um aumento na CPP, que representará um acréscimo de fatores de produção, representando o desenvolvimento de uma sociedade.

2 - A Curva de Possibilidade de Produção também conhecida como Fronteira de Possibilidade de Produção expressa graficamente o limite máximo que uma determinada economia pode produzir através da combinação de dois recursos, por exemplo, capital e terra. Pode também ser expressa para demonstrar o quanto a economia pode produzir de dois bens e a relação entre estes. Para produzir mais de uma unidade do bem A, por exemplo, é necessário abrir mão de uma determinada quantidade do bem B, essa determinada quantidade é dada pela Taxa Marginal de Substituição (TMS).

3 - Digamos que, as pessoas reagem de modo diferente à variação no preço dos diferentes produtos. Quando falamos de bens essenciais, tais como os alimentos, a sua

docsity.com

procura não se altera significativamente quando ocorrem variações no preço. Por outro lado, na procura de um bem inferior ou produtos de luxo (carros, viagens, jóias, etc.) a sensibilidade ao preço aumenta.

Encontraram-se assim duas categorias que classificam os produtos conforme a reação da sua procura face a variações no preço:

Bens elásticos – quando a sua quantidade procurada responde fortemente a variações no preço.

Quando a uma variação de 1% no preço corresponde uma variação superior a 1% na quantidade procurada.

Bens rígidos (inelásticos) – quando a sua quantidade procurada responde de modo mais ligeiro a variações no preço.

Etapa 2

Microeconomia: Formação de preços

American Airlines

Companhia American Airlines voltou a operar normalmente após cancelar mais de 3.000 vôos e chamar para revisão 300 aviões MD-80 na última semana passada, a fim de inspecionar seus cabos elétricos. A Autoridade Federal de Aviação (FAA) concedeu no sábado, dia 12/04/2008, autorização para que esses aviões voltassem a voar, após comprovar que cumpriam as normas de segurança e contra incêndios. Os cancelamentos desta semana deixaram em terra centenas de milhares de pessoas. Duas semanas antes, a American Airlines tinha suspendido quase 400 vôos para consertos em seus aparelhos, mas a FAA obrigou a revisar novamente os MD-80, ao considerar que o cabeamento dos trens de pouso não estava protegido e armazenado suficientemente. Os cancelamentos de serviços provocaram em meados desta semana uma forte desvalorização das ações da companhia, que contagiou a cotação dos títulos de outras companhias aéreas americanas. No entanto, à medida que crescia a perspectiva de que poderiam melhorar os serviços até o final da semana, as ações recuperaram parte do valor perdido em pregões anteriores.

As companhias aéreas norte-americanas Delta Air Lines e Northwest estão próximas de um acordo de fusão, o que criaria a maior empresa aérea do mundo e ajudaria as empresas a enfrentar crise do setor. O acordo pode ser anunciado nesta segunda-feira, 14/04/2008, segundo informa o Financial Time. A fusão foi ameaçada no último mês pelo impasse sobre a forma como os pilotos das companhias seriam divididos em diferentes categorias, informa o jornal. Difíceis condições do mercado, como aumento no preço de combustíveis e diminuição

docsity.com

pela demanda por transporte aéreo, seriam fatores que motivam a fusão das duas companhias em busca de redução de custos e maximização de lucros.

Petrobras

Em um cenário de queda ou estabilização da produção mundial de petróleo e de demanda muito próxima dos volumes produzidos, a produção de grandes volumes de petróleo do pré- sal, caso os volumes previstos sejam comprovados, faria a Petrobras galgar posições no ranking das maiores do mundo. A Petrobras provavelmente vai ganhar algumas posições no cenário mundial, mas isso em médio e longo prazo. Hoje, a Petrobras é a segunda maior empresa de petróleo das Américas em valor de mercado, atrás apenas da norte-americana Exxon Mobil. A estatal brasileira vale US$ 163,4 bilhões, enquanto a concorrente maior vale US$ 327,7 bilhões. O valor de mercado considera o preço das ações da empresa no mercado multiplicado pela quantidade de papéis existentes. No entanto, quando se fala de reservas provadas de petróleo, a Petrobras está em 15º lugar, segundo a consultoria PetroStrategies. Os dados, porém, são de 2007 e não consideram as reservas do pré-sal. Além disso, essas reservas ainda não são comprovadas, classificação que depende de mais testes do que os que foram realizados até agora nos campos do pré-sal. De acordo com dados da IEA (Agência Internacional de Energia), a produção mundial de petróleo caiu de 87, a bilhões de barris por dia, no primeiro trimestre de 2008, para 84,5 bilhões de barris por dia, no segundo trimestre deste ano. Já a demanda mundial por petróleo foi de 86,3 bilhões de barris por dia no ano passado, e a previsão para este ano é de demanda média de 83,9 bilhões de barris por dia. A queda é conseqüência da crise econômica. Mas para 2010, a IEA prevê demanda de 85,3 bilhões de barris por dia. Para Queiroz, da UFRJ, a Petrobras tem também uma vantagem geopolítica, já que muitas de suas concorrentes têm reservas em países politicamente ou economicamente instáveis. O novo marco regulatório, porém, não incentiva a participação do capital privado, e a Petrobras pode não ter recursos suficientes para explorar o pré-sal sozinha, na opinião de Goret Pereira Paulo, coordenadora de projetos de energia da Fundação Getúlio Vargas (FGV). “Se [o marco] for aprovado desta forma, tenho dúvidas se vai ser sustentável”, diz ela. A professora explica que, se a Petrobras não conseguir recursos suficientes para a exploração, não conseguiria transformar as reservas em dinheiro. “Petróleo debaixo da terra tem valor zero”. Para a especialista, em termos de reservas ainda não é possível comparar a Petrobras com outras grandes empresas, devido ao fato de as reservas do pré-sal ainda não serem provadas. Ela acredita ainda que a Petrobras, por ser estatal, tem uma administração diferente de outras grandes empresas mundiais, por ter influência política. “A lógica política é diferente da lógica econômica”. “Enquanto nos Estados Unidos, por exemplo, uma alta do petróleo causa aumento quase imediato do preço da gasolina nos postos, no Brasil a Petrobras absorve essa diferença por algum tempo”.

Etapa3

docsity.com

Produção e Mercado

Monopólio: São empresas de determinado produto ou serviço “únicos” no mercado, onde há barreiras da entrada de novas empresas, seja por custo de produção, detenção de algum fator de produção exclusiva ou outros fatores.

Não havendo concorrência, o monopólio impõe seus valores, o que prejudica o consumidor que não tem como pesquisá-los e menos ainda escolhe-los, tendo que submeter- se ao que determina a empresa. Um exemplo de Monopólio é a Petrobrás, no Brasil.

Oligopólio: Para que haja oligopólio, são necessários alguns fatores, como existência de poucas empresas, homogeneidade dos produtos e dificuldades para entrada de novos concorrente. Ou seja, oligopólio, é quando um grupo restrito de empresas tem o domínio de determinada oferta de produto ou serviço. Como exemplo, temos o sistema de moagem de trigo no Ceará.

Monopsônio: É o sistema onde existe apenas um comprador, ao contrário do Monopólio, onde há apenas um vendedor. Os monopsonistas determinam seus preços, prejudicando assim os vendedores, que não tem outra opção e normalmente tem seus produtos desvalorizados, como em uma pequena cidade onde há vários produtores de leite e apenas uma indústria de laticínios para quem vender.

Oligopsônio: Ao contrário do Oligopólio, o Oligopsônio é onde há poucos compradores e muitos vendedores e os primeiros determinam seus preços e só divergem na quantidade do produto. Temos como exemplo, vários donos de terras arrendadas para o plantio de eucalipto e apenas três indústrias de celulose para suprir esses produtores.

Etapa4

Comportamento da Oferta e da Demanda

Como podemos ver nos exemplos a seguir, a lei de oferta e demanda, produz grandes impactos nas vendas, em determinados segmentos de comércio, e um dos melhores exemplos é o supermercado, onde a procura por produtos sazonais é grande e em casos de economia estável, tende a ser maior que a oferta destes produtos, fazendo com que ocorra uma elevação no preço dos mesmos. Um dos melhores exemplos é o chocolate, em época de páscoa, onde a procura é muito maior do que a que ocorre nas demais épocas do ano, fazendo com que os comerciantes, obtenham um grande lucro com a venda de chocolates nesta época do ano.

Seguindo os exemplos, se aumentasse a produção de girassol, para se extrair o óleo para produzir biodiesel, sobraria um grande excedente de subproduto, que faria com que o preço

docsity.com

desse subproduto despencasse de valor, levando outras indústrias a começarem a utilizá-lo, para produzir rações para animais, por exemplo, a um preço menor podendo assim diminuir o seu custo e aumentar o seu lucro.

E por fim, vemos que o consumo de carne vermelha, está diretamente ligado ao seu preço final ao consumidor, onde um aumento excessivo no valor de venda, no balcão do açougue se traduz em uma diminuição no consumo da mesma, e em sua substituição por outro tipo de carne com um preço menor, diminuindo o consumo de carne vermelha e diminuindo o lucro dos que trabalham somente com esta carne.

Etapa nº 5

Noções de Macroeconomia

De acordo com análise final do grupo, após o desenvolvimento passo a passo da etapa nº 5, constatou-se uma série de situações reais ligadas a nossa economia, impactando diretamente nas políticas das organizações, as quais serão descritas a seguir:

Política Fiscal

Impacto na empresa: Aumento expressivo nas vendas de veículos desta categoria, refletindo diretamente no aumento dos lucros das montadoras no Brasil.

Exemplo: Uma atitude recente do governo brasileiro foi a redução do IPI sobre os veículos novos de motor 1.0 no Brasil.

Política Monetária

Impacto na empresa: Quando um banco aumenta a taxa de juro, o dinheiro fica mais caro, logo os empresários que pedem dinheiro emprestado para financiarem as suas atividades, vêm os seus custos aumentarem e, portanto também terão que vender mais caro. Quando a taxa de juro desce o raciocínio é o inverso, menores custos originam mais lucros (ou mais investimentos) ou a vendas com preços mais baixos.

Exemplo: As atitudes utilizadas pelos governos para política monetária são:

•Emissão de papel-moeda;

docsity.com

•Depósito compulsório: percentual sobre os depósitos dos bancos comerciais junto ao Banco Central;

•Compra e venda de títulos da dívida pública;

•Redescontos: Empréstimos do Banco Central aos bancos comerciais;

•Regulamentação sobre crédito e taxas de juros.

Política Cambial

Impacto na empresas: temos como exemplo exportações de uma indústria nacional de calçados que depende da cotação do dólar em relação ao Real, para que seus produtos tenham um valor atrativo para o mercado exterior. Para a empresa ter um aumento considerável nas suas exportações, o dólar deverá estar valorizado em relação ao real.

Exemplo: Política cambial no Brasil, por exemplo, o cambio é flutuante, ou seja, valoriza e desvaloriza constantemente, devido a entrada e saída de dólares, por exemplo, isso depende da exportação e importação e a política comercial varia de acordo com os acordos feito entre os países.

Política de Rendas

Impacto nas empresas: naquela época as empresas tiveram que se adaptar a um novo ambiente econômico que se instaurou no país. Não mais pôde-se obter lucro a partir de especulação econômica, devido a uma inflação de aproximadamente 30% ao mês e sim o lucro, durante o próximo ano, seria obtido pelo valor atual de venda daqueles produtos.

Exemplo: congelamento de preços e salários ocorrido no Brasil nos planos econômicos da década de 80/90 (cruzado, Bresser e plano Collor).

Relatório Final

De acordo com os relatórios executados nas 5 etapas do desafio de aprendizagem de economia proposto , chegamos as seguintes afirmações/conclusões :

docsity.com

• Que o Custo de Oportunidade está associado à Teoria da Curva de Possibilidade de Produção (CPP).

• Que a Curva de Possibilidade de Produção, também conhecida como Fronteira de Possibilidade de Produção, expressa graficamente o limite máximo que uma determinada economia pode produzir através da combinação de dois recursos, por exemplo, capital e terra.

• Que nos Bens Elásticos, a sua quantidade procurada depende fortemente das variações no seu preço.

• Que nos bens Inelásticos, o seu consumo independe do seu preço, como o sal de cozinha, que é consumido a mesma quantia, independente do seu preço, e os combustíveis onde o povo é obrigado a abastecer também independentemente do preço.

• Que às vezes duas empresas se fundem, para conseguir diminuir os seus custos de produção de um bem ou prestação de um serviço, para tentar atingir a partir daí a maximização dos lucros.

• Que no Monopólio devido à falta de concorrência o mesmo impõe os seus valores, fazendo com que o consumidor seja obrigado a se submeter a esses preços sem chance de escolha.

• Que no Oligopólio, que é o ambiente onde existem poucas empresas que detém a oferta de produtos ou serviços, e que os mesmos podem se reunir em um cartel de preços, como os donos de postos de combustíveis de uma determinada cidade ou região.

• Que no Monopsônio, que é um sistema onde existe somente um comprador e este determina o seu preço de compra, porque se os produtores não venderem seus produtos para ele não terão o que fazer com os mesmos.

• Que no Oligopsônio, devido a existirem poucos compradores e muitos vendedores para determinado produto, normalmente estes poucos compradores determinam o preço máximo que será pago por determinado produto que só eles compram.

docsity.com

• Que em determinadas épocas do ano, como o Natal e Páscoa, tem grande influencia na procura de determinados produtos no comércio como o chocolate, que aumenta de preço normalmente nessas ocasiões.

• Que o excedente de um subproduto na indústria, ira forçar a baixar o seu preço no mercado, devido ao excesso de oferta do mesmo, abrindo novas oportunidades de produção de outros produtos a preços baixos, utilizando exatamente esses subprodutos com preços baixos.

• Que um belo exemplo da Lei da Oferta e da Procura e da Substituição por produtos similares é o preço da carne vermelha ao consumidor, onde um aumento se traduz na diminuição do consumo e uma conseqüente substituição por peixe ou frango.

• Que a política Fiscal do governo traz impactos diretos no lucro das empresas, onde uma diminuição dos impostos, que incidem em determinado produto (como o IPI sobre os carros 0 km), se traduz na diminuição do preço final ao consumidor e conseqüentemente aumentando as vendas e o lucro das montadoras.

• Que a Política Monetária do país, também influencia diretamente o mercado interno, onde uma diminuição na taxa de juros fará com que se possibilite um aumento de vendas nos crediários e financiamentos em longo prazo, influenciando no aumento de vendas desde eletrodomésticos, veículos e ate casa própria.

• Que da Política Cambial dependem tanto as exportações como as importações do país, porque os negócios entre dois países se tornam interessantes para um deles, de acordo com a valorização de sua moeda em relação a outro.

• Que de uma correta Política de Rendas também depende a economia do país, para que se tenha estabilidade, como por exemplo, ocorreram os planos econômicos no Brasil nas décadas de 80/90, com o congelamento de preços e salários na tentativa de se conter a inflação daquela época.

Concluindo, os integrantes deste grupo tomam a liberdade de opinar e deixar registrado, que este Desafio de Aprendizagem foi uma ótima oportunidade para fixar os principais tópicos da disciplina de Economia, que foi ministrada no decorrer do semestre.

docsity.com

Acreditamos que o fato de pesquisar na Internet, elaborar relatórios e concluir com um relatório final, nos obrigou de forma benéfica a realmente entendermos a maior parte dos assuntos em questão, e que indiretamente a elaboração deste trabalho foi um meio de se estudar para a prova.

Esperamos que o trabalho atenda a expectativa também dos avaliadores.

Desde já o grupo agradece a atenção dispensada.

Referências bibliográficas

1 – Chiavenato, Idalberto – Administração –Teoria, Processo e Prática.

2 – Sites: http://www.folha.uol.com.br

http://noticias.terra.com.br

http://br.noticias.yahoo.com

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome