Jogos de Memoria e Matematica - Apostilas - Pedagogia, Notas de estudo de Matemática. Centro Federal de Educação Tecnológico (CEFET-PA)
Carnaval2000
Carnaval20006 de Março de 2013

Jogos de Memoria e Matematica - Apostilas - Pedagogia, Notas de estudo de Matemática. Centro Federal de Educação Tecnológico (CEFET-PA)

PDF (233.5 KB)
8 páginas
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas e exercicios de Matemática sobre o estudo dos jogos de memoria.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 8
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

CURSO: LICENCIATURA EM MATEMÁTICA

OFICINA NÚMEROS E OPERAÇÕES

Licenciatura em Matemática

Jogo da memória

Oficina apresentada como atividade avaliativa da disciplina Seminário Integralizador do curso de Licenciatura em Matemática .

APRESENTAÇÃO

O presente trabalho tem com objetivo apresentar uma oficina interdisciplinar envolvendo o bloco dos conteúdos números e operações a mesma será desenvolvida com alunos do 6° ano do ensino fundamental.

Atualmente um dos principais objetivos da educação é procurar personalizar o ensino respeitando as diferenças de ritmos de aprendizagem do aluno, seguindo as mudanças sociais,

docsity.com

culturais e tecnológicas e tornando o ensino de matemática mais divertido, motivador e desafiador, necessariamente aliado à construção e formalização dos conceitos relacionados à disciplina, contudo, os jogos é um dos recursos metodológicos que apresenta esse caráter lúdico e desafiador e o seu uso no ensino de matemática é considerado como metodologia de ensino e também como uma tendência da educação matemática.

Neste sentido, no ensino de matemática um trabalho com jogos representa uma atividade lúdica que quando bem explorado pelo docente, além de propiciar um aprender brincando, deve ter o objetivo de desenvolver a linguagem matemática, as habilidades do aluno, o raciocínio lógico, o pensamento cognitivo, logo os jogos é uma importante ferramenta de ensino, pois possibilita no desenvolvimento de habilidades matemáticas.

Segundo os PCN’s; a inserção de jogos no ensino de matemática constitui uma forma interessante de propor problemas, pois permitem que estes sejam apresentados de modo atrativo e favorecem a criatividade na elaboração de estratégias de resolução de problemas e busca de soluções.

Dessa forma os jogos é uma importante tendência no ensino da matemática, desde que o professor tenha claros os objetivos que pretende atingir com a atividade proposta. As situações vivenciadas durante a partida levam o jogador a planejar as próximas jogadas para que tenha um melhor aproveitamento.

Em fim, esta metodologia de ensino torna as aulas de Matemática mais divertida, interativa, e desperta a curiosidade e estimula os alunos a fazerem questionamentos, a descobrirem novos caminhos para solucionar problemas propostos, isto é, podem levar eles a refletir, a desenvolver o raciocínio lógico, a criatividade, a criarem hipóteses e a chegarem às próprias soluções das questões dadas. Portanto, podemos dizer que os jogos é uma ferramenta importante no processo de ensino-aprendizagem de conceitos matemáticos.

JOGO DA MEMÓRIA

OBJETIVO GERAL

Proporcionar aos alunos do 6º ano do ensino fundamental momentos lúdicos e de experimentação usando o jogo da memória no desenvolvimento de habilidades matemáticas.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

* Resolver mentalmente operações envolvendo potenciação

* Aprender efetuar a potenciação utilizando a multiplicação;

* Reforçar o aprendizado;

* Valorizar o lúdico na sala de aula;

docsity.com

* Aprender brincando no âmbito do lúdico e do prazer;

* Ensinar a matemática de maneira prática;

* Compreender e utilizar os conceitos de potência;

* Desenvolver o raciocínio lógico e o pensamento cognitivo;

* Estimular os alunos a trabalhar em grupos;

* Incentivar o diálogo e a interação;

* Despertar a capacidade de resolver cálculos mentais e a memorização;

* Discutir e compartilhar os resultados com os colegas.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Conteúdo: Potenciação

O Jogo terá 40 peças, sendo 20 (vermelhas) com um número elevado a um determinado expoente como, por exemplo: 4², e as outras 20 peças (azuis) com o resultado da potenciação no caso do exemplo citado 16.

As peças ficarão divididas em dois grupos (vermelhas e azuis), e o jogador deverá encontrar a peça com o valor correspondente de acordo com a operação que tirou, só poderá tirar uma peça por vez, se o jogador encontrar a peça correta de acordo com a operação da primeira peça recolhe a peça para si e tem direito a mais uma jogada, se não acertar deverá ceder à vez para o outro jogador e deverá deixar as peças no mesmo lugar que estava no inicio da partida.

Antes da partida o professor deverá:

* Orientar a turma de como jogar;

* Dividir a turma em grupos de quatro alunos;

* Determinar um aluno para iniciar a partida;

* Distribuir o jogo para os grupos;

* Colocar as peças do jogo viradas para baixo.

Em seguida o primeiro jogador inicia a partida tirando uma peça do jogo.

O jogo consiste em memorizar a localização das peças, a fim de ir formando os pares. Vence o jogo quem tiver o maior número de peças no final da partida.

docsity.com

RECURSOS

* Jogo da memória.

O jogo a ser utilizado na oficina será confeccionado pelo professor e deverá conter 40 peças sendo 20 com as operações e 20 com os resultados.

O jogo deve ser feito de papel impresso colado no papel cartão e plastificado para ficar mais resistente.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Ensinar Matemática é uma tarefa difícil para os professores, pois os problemas que se encontram em sala de aula são muitos, portanto, faz se necessário que o docente utilize novas metodologias de ensino para adquirir bons resultados na aprendizagem dos alunos.

Diante da grande dificuldade que os alunos têm em entender a Matemática e dá imagem que muitos têm da matéria, onde a mesma é vista como uma disciplina difícil, que reprova, acredito que é importante que o aluno tenha a oportunidade de aprender interagindo e refletindo, evitando assim um aprender mecânico, repetitivo, onde muitas vezes a aprendizagem se resume em apenas na memorização de fórmulas. Sendo assim, o uso de jogos matemáticos nas aulas é importante, pois através deste recurso o aluno pode aprender matemática de forma divertida encontrando as soluções para os problemas matemáticos propostos.

O Jogo e a forma de pensar que ele propicia mediante a intervenção pedagógica do professor pode tornar o estudo da disciplina mais prazeroso, aproximando-se da matemática com o desenvolvimento de habilidades necessárias ao individuo. Assim sendo, o jogo contribuirá para a construção da autonomia, criatividade, criticidade, responsabilidade e cooperação entre os participantes.

Faz-se necessário que o professor planeje suas aulas atento para prática pedagógica e para os objetivos a serem alcançados, incluindo sempre o uso de materiais didáticos durante sua prática, para que se alcance uma aprendizagem significativa. Além disso, ao introduzir jogos em suas aulas o professor sai dá rotina e cria um novo ambiente de aprendizagem, quebrando a prática tradicional e assim traz novos instrumentos de ensino-aprendizagem para o processo educativo. É fundamental a intervenção do professor quando se pretende explorar conteúdos matemáticos fazendo uso de jogos, ou seja, o professor deve está atento às indagações e dificuldades dos alunos.

O objetivo ao realizar esta oficina foi o de utilizar o jogo da memória como recurso didático onde a mesma deve auxiliar no processo de ensino-aprendizagem, mostrando que a matemática pode

docsity.com

ser trabalhada de forma prática, construtiva, interessante e motivadora, ou seja, diferenciada do processo atual de ensino que muitas escolas adotam. É importante deixar um pouco de lado o quadro negro e as fórmulas matemáticas, o educador deve ser um mediador para que o aluno aprimore o seu conhecimento a partir do uso de materiais didáticos.

Por fim, acreditamos que o professor usando os jogos e fazendo suas intervenções pedagógicas poderá explorar diversos assuntos de matemática e por meio dele pode desenvolver habilidades necessárias ao aluno. Contudo, espero que esta oficina facilite a aprendizagem dos alunos nos conceitos de potenciação, e assim termos resultados significante na sua aprendizagem.

REFERÊNCIAS

1. BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: matemática. Brasília: MEC/SEF, 1997.

2. FIORENTINI, Dario; ÂNGELA, Maria. Uma reflexão sobre o uso de materiais concretos e jogos no Ensino da Matemática. Disponível em < http://www.matematicahoje.com.br/telas/sala/didaticos/recursos_didaticos.asp?aux=C >. Acesso em: 07 abr. 2012

3. PEREIRA; Tânia Michel. Matemática nas séries iniciais. 2ed- Ijuí: UNIJUÌ. ED, 1989.

ANEXO

Jogo da memória (potenciação)

16

4

27

docsity.com

125

25

9

49

64

36

10²

25

81

100

docsity.com

32

7

1000

10³

1

20

10

8

16

10¹

169

13²

12²

docsity.com

144

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome