Lista de Exercícios 1 Mecânica Quântica e Átomos - Exercícios - Química Inorgânica Avançada I, Notas de estudo de Química Inorgânica. Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE)
Corcovado
Corcovado12 de Março de 2013

Lista de Exercícios 1 Mecânica Quântica e Átomos - Exercícios - Química Inorgânica Avançada I, Notas de estudo de Química Inorgânica. Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE)

PDF (120.4 KB)
1 página
3Números de download
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas e exercicios sobre o estudo da Mecânica Quântica e Átomos.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização1 página / 1
CQ716 - Exercícios 1

CQ832 – Exercícios 1 – pág. 1

CQ832 – Química Inorgânica Avançada I

Lista de Exercícios 1 – Mecânica Quântica e Átomos 1. Quais das seguintes funções são autofunções do operador px : f = kx2; f = sen kx; f = cos kx2; f =

e+kx; f = e–kx²; f = e –k( y²–z²)? Calcule, quando for o caso, os respectivos autovalores. 2. Mostre que as autofunções do operador px da questão anterior não são autofunções do operador

x . Discuta qual a relação deste resultado com o princípio de incerteza. 3. O operador inversão (î) inverte o sinal das coordenadas cartesianas x, y e z. Por exemplo, ao se

aplicar o operador inversão sobre a função f = xy², obtém-se: îf = î(xy²) = (–x)(–y)² = –(xy²), com autovalor –1. Se uma função f for autofunção do operador î, podemos classificá-la em par se o autovalor for +1, e ímpar se o autovalor for –1. a) Diga quais das seguintes funções são pares e quais ímpares, aplicando sobre elas o operador î: x, x2, x3, r = (x2+y2+z2)1/2, orbitais s, px, dxy e fxyz do átomo de hidrogênio. b) Mostre que os orbitais híbridos sp [ψsp= 2–1/2(ψs±ψp)] não são autofunções de î.

4. Mostre que o orbital do átomo de hidrogênio no estado fundamental não é autofunção do operador T, nem do operador V. Mostre ainda que este orbital é autofunção do operador hamiltoniano (dica: use o operador T e H em coordenadas polares esféricas, vide LEVINE p. 108-109). Discuta como estes resultados suportam a seguinte afirmação: “mesmo quando se conhece a energia total de um átomo de hidrogênio com grande precisão, não se pode conhecer de forma precisa sua energia cinética nem sua energia potencial” (vide Postulado 4 das folhas distribuídas na aula).

5. Por que a função de onda ψ = 2–1/2(ψ1s±ψ2px) não é autofunção do operador hamiltoniano? E a função ψ = 2–1/2(ψ2s±ψ2px) seria autofunção deste operador?

6. Descreva do que se trata a grandeza física momento angular L e o seu componente Lz dentro do contexto da Mecânica Clássica. Qual a diferença com a Mecânica Quântica? (LEVINE, cap. 5)

7. Aplique o operador Lz sobre a parte angular de cada um dos seguintes orbitais do átomo de hidrogênio: d0, d+1 e d–2 para comprovar que são autofunções deste operador, e obtenha o valor da componente no eixo z do momento angular orbital do elétron (o autovalor do operador), com a respectiva unidade SI. Porque neste operador a parte radial do orbital pode ser desconsiderada?

8. Aplique o operador L2 sobre a parte angular dos mesmos orbitais do exercício anterior. Calcule o módulo do momento angular orbital do elétron (a raiz quadrada do autovalor do operador), com a respectiva unidade SI. Porque neste operador a parte radial do orbital pode ser desconsiderada?

9. Mostre que o orbital 3dxz não é autofunção do operador Lz, mas é do operador L2. Discuta se há a possibilidade de se determinar simultaneamente os valores de algumas das grandezas E, |L| e Lz do átomo neste estado. Dica: não é necessário calcular nenhuma derivada, use o conhecimento prévio de que os orbitais d+1 e d–1 são autofunções desse operador.

10.Sem fazer cálculos, mostre que cada orbital híbrido sp é uma autofunção do operador Lz (diga qual é o autovalor), mas não do operador L2.

11.Para cada um dos orbitais híbridos sp2, quais seriam as probabilidades de se encontrar numa medida, o valor L2=0? E as probabilidades de se encontrar o valor L2=2ħ2?

12.Discuta como os orbitais híbridos podem ser empregados para racionalizar ligações covalentes.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome