Modelo Atômico - Apostilas - Quimica, Notas de estudo de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Maraca
Maraca1 de Março de 2013

Modelo Atômico - Apostilas - Quimica, Notas de estudo de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

PDF (134.0 KB)
3 páginas
2Números de download
993Número de visitas
Descrição
Apostilas sobre a evolução dos modelos atômicos, tipos de modelo.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento

Evolução dos modelos atômicos

Modelo Atômico de Dalton

John Dalton foi um inglês que viveu de 1766 a 1844.

Dalton afirmava que o átomo era a partícula elementar, a menor das particulas que constituiam a matéria. John Dalton apresentou seu modelo atômico em 1808. Ele comparava o atomo com uma minuscula esfera maciça, impenetravel, indestrutivel, indivisivel e sem carga. Todos os átomos de um mesmo elemento químico são idênticos.

Este modelo atômico ficou conhecido como "Modelo Da Bola De Bilhar".

A teoria atômica de Dalton pode condensar-se nos seguintes princípios:

os átomos são partículas reais, descontínuas e indivisíveis de matéria, e permanecem inalterados nas reações químicas; os átomos de um mesmo elemento são iguais e de peso invariável; os átomos de elementos diferentes são diferentes entre si; na formação dos compostos, os átomos entram em proporções numéricas fixas 1:1, 1:2, 1:3, 2:3, 2:5 etc.; o peso do composto é igual à soma dos pesos dos átomos dos elementos que o constituem.

Em 1810 foi publicada a obra New System of Chemical Philosophy (Novo sistema de filosofia química), nesse trabalho havia testes que provavam suas observações, como a lei das pressões parciais, chamada de Lei de Dalton, entre outras relativas à constituição da matéria.

• Os átomos são indivisíveis e indestrutíveis; • Existe um número pequeno de elementos químicos diferentes na natureza; • Reunindo átomos iguais ou diferentes nas variadas proporções, podemos formar todas as matérias do universo conhecidas;

Embora fundada em alguns princípios inexatos, a teoria atômica de Dalton, por sua extraordinária concepção, revolucionou a química moderna. Discute-se ainda hoje se ele tinha emitido essa teoria em decorrência de experiências pessoais ou se o sistema foi estabelecido a priori, baseado nos conhecimentos divulgados no seu tempo. Seja como for, deve-se ao seu gênio a criação, em bases científicas, da primeira teoria atômica moderna. Dalton, Avogadro, Cannizzaro e Bohr, cada um na sua época, contribuíram decisivamente para o estabelecimento de uma das mais notáveis conceituações da física moderna: a teoria atômica.

Modelo Atômico de Thomson

docsity.com

J.J. Thomson foi um físico inglês que ao pesquisar os raios catódicos demonstrou que estes podem ser interpretados como um feixe de partículas de carga negativa.E então os deu o nome de elétrons.

Após varias experiências utilizando campos magnéticos e elétricos,Thomson,determinou a relação entre carga e massa do elétron.

Assim Thomson conclui que os elétrons deveriam ser constituintes de todos os tipos de matéria.

Com base em suas conclusões J.J. Thomson derrubou o modelo do átomo indivisível e apresentou o seu modelo, denominado de "modelo do pudim de passas", pois tratava-se de uma massa contínua positiva, onde nela incrustavam-se as particulas negativas, os elétrons.

Modelo Atômico de Rutherford

Rutherford baseia seu modelo atômico na experiência realizada junto com seus colaboradores.Onde uma lamina de ouro, muito fina , foi bombardeada por partículas alfa(que eram positivas) Assim, ele observou que para cada 10.000 partículas que incidiam na lamina, aproximadamente uma era desviada ou refletida

Com isso, puderam concluir que o raio do átomo era 10.000 vezes maior que o do núcleo.

Então em 1911 surgiu, o modelo do átomo nucleado. Segundo este modelo o átomo era composto de um núcleo central de carga positiva e este era muito pequeno, mas com grande concentração de massa, e uma eletrosfera muito maior do que o núcleo porem com uma massa muito pequena.Na eletrosfera ficavam os elétrons (carga negativa). Baseado na descoberta de sua radiotividade, sugerio que o átomo deveria ser formado por uma esfera positiva, não maciça e "incrustada" de elétrons(carga negativa), de modo que a carga total fosse nula. Uma explicação razoável para os fenômenos que ilustramos é de que toda matéria , no estado normal, contém particulas elétricas que se neutralizam mutuamente; quando ocorre atrito, algumas dessas partículas tendem a migrar de um corpo para outro, tornando-os eletrizados.

Modelo Atômico de Bohr

No modelo de Rutherford notam-se dois equívocos:

= >uma carga negativa, faz um movimento ao redor de uma carga positiva parada,este movimento torna-se espiralado em direção a carga positiva e elas chocam-se.

= >uma carga negativa está em movimento, irradiando ou seja perdendo energia, que é nada mais nada menos do que emitir radiação,porém sabe-se que um átomo em estado normal não emite nenhuma radiação.

Niels Bohr, físico dinamarquês conseguiu corrigir esses equívocos tendo como base a seguinte idéia:

docsity.com

* Um elétron adquire somente determinadas energias.E cada energia tem sua órbita particular, portanto quando um elétron ganha energia ele pula de órbita e vai se afastando cada vez mais do núcleo.E quando este elétron perde energia ele pula de órbita se aproximando do núcleo.Não podendo então ficar entre duas órbitas definidas.

Assim pode-se concluir que quanto maior é a energia do elétron, mais afastado do núcleo ele deve estar.

Portanto as órbitas permitidas constituem os níveis de energia do átomo(K,L,M,N,O,P e Q).

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome