Molalidade e Molaridade - Apostilas - Quimica, Notas de estudo de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Maraca
Maraca1 de Março de 2013

Molalidade e Molaridade - Apostilas - Quimica, Notas de estudo de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

PDF (111.9 KB)
3 páginas
1Números de download
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas sobre o estudo do conceito de Molalidade e Molaridade, definição e diferença.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento

Introdução

-Molalidade e Molaridade

(1) A molalidade é uma grandeza para expressar a concentração de uma solução e também pode ser denominada como concentração de quantidade de matéria por massa ou concentração molal. A molalidade relaciona a quantidade de matéria de um soluto em uma solução dividida pela massa do solvente. A quantidade de matéria de um soluto é expressa em mols enquanto a massa do solvente é expressa em quilogramas. Então, pode-se assim dizer, que a molalidade é a quantidade de matéria de um dado soluto em cada 1 Kg de solvente.

Pode-se expressar esta relação da seguinte maneira:

Ou calcula-se a concentração molal, pela seguinte fórmula matemática:

Em que:

W: Molalidade

N1: Número de mol ou quantidade de matéria;

m2: massa do solvente (em kg).

Como o número de mols ou a quantidade de matéria do soluto é dado em mols e, a massa do solvente em quilogramas, a unidade de medida da molalidade é mol/kg, mol.kg-¹, ou também pode ser chamada apenas de molal.

Para trabalhar com soluções cuja temperatura varia, a molalidade é uma grandeza de grande utilidade, pois a temperatura pode ocasionar mudança em volumes e para calcular-se a molalidade, o volume não é necessário. (2) É uma grandeza muito útil também para exigências de grande rigor na medida da concentração. (http://www2.ufersa.edu.br/portal/view/uploads/setores/169/Aula%20III%20- %20SOLU%C3%87%C3%95ES.pdf). (2)

Além disso, a molalidade também é uma medida de concentração de grande aproveito para se estudar as propriedades coligativas que dependem de números relativos de molécula de soluto e de solvente.

Os passos para preparar uma solução com a molalidade especificada são primeiro medir as massas de soluto de solvente, depois, dissolver o soluto no solvente e calcular a molalidade através das fórmulas dadas acima.

(1) (http://www.mundoeducacao.com.br/quimica/molalidade-uma-solucao-quimica.htm)

docsity.com

Molaridade

(1) A molaridade é outro tipo de grandeza para expressar concentração. Ela também é muito conhecida como concentração molar, mas os nomes corretos, segundo a SBQ (Sociedade Brasileira de Química) são concentração em mol/L ou concentração em quantidade de matéria por litro. A molaridade relaciona a quantidade de matéria de um soluto em uma solução dividida pela quantidade de solvente em litros. A quantidade de matéria do soluto é expressa em mols e a quantidade de solvente é expressa em litros. Então, verifica-se que a molaridade é a quantidade de matéria do soluto para cada 1 litro de solvente.

A molaridade é a concentração indicada pelo Sistema Internacional de Unidades (S.I) e pela União Internacional da Química Pura e Aplicada (IUPAC) e é uma relação mais sofisticada que a concentração comum, portanto é a mais utilizada em laboratórios e indústrias químicas.

A relação da molaridade pode ser expressa da seguinte maneira:

“Molaridade: quantidade de matéria (em mols) / volume de solvente”

Ou, calcula-se a concentração da molaridade dividindo-se a quantidade de matéria (soluto) pelo volume da solução através da seguinte fórmula:

Em que:

M: molaridade;

n1: quantidade de matéria do soluto (número de mol) em mols;

V: volume em Litros.

Assim, quando se obtiver uma solução de concentração 9,0 mol/L quer-se dizer que em cada 1 litro de solução, há 9,0 mols de soluto.

(1) (http://www.mundoeducacao.com.br/quimica/concentracao-mol-l.htm)

(2) Em resumo, pode-se dizer que a concentração molar, ou concentração de quantidade de matéria por litro, é a relação entre a quantidade de matéria do soluto, também chamado de número de mol, e o volume da solução. A quantidade de matéria é dada em mols, e o volume da solução em litros, por tanto, essa concentração é medida em mol/L.

docsity.com

(2) (http://www.brasilescola.com/quimica/concentracao-mol-l-ou-molaridade.htm)

(3) Alguns solutos originam íons quando são colocados em água, como o KCl que origina íons k+ e Cl- . É importante saber determinar a concentração em mol/L deles, pois isso pode ser útil em várias situações. A medicina é uma área que utiliza isso especialmente em exames de sangue.

Em nosso sangue e em outros fluídos do corpo, há vários íons dissolvidos. A necessidade da concentração desses íons de estar normalizada é de extrema importância, pois uma vez que esses íons estejam com suas concentrações acima ou abaixo do normal pode comprometer o funcionamento do organismo e trazer doenças e distúrbios.

Por exemplo, o caso do íon Fe2+ : A falta desse íon no organismo pode trazer a anemia que é a doença causada pela falta desse íon no organismo. Outro exemplo é a falta do íon Ca2+ nos ossos que causa a osteoporose.

(3) http://www.brasilescola.com/quimica/concentracao-dos-ions-mol-l.htm

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome