Movimento Modernista no Brasil - Apostilas - Arquitetura, Notas de estudo de Arquitetura. Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Mauricio_90
Mauricio_901 de Março de 2013

Movimento Modernista no Brasil - Apostilas - Arquitetura, Notas de estudo de Arquitetura. Universidade Federal do Paraná (UFPR)

PDF (139.2 KB)
4 páginas
1Números de download
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas sobre o estudo do movimento modernista, fases do movimento, escritores, literatura contemporânea.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 4
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

O Movimento Modernista no Brasil

O movimento modernista no Brasil contou com duas fases: a primeira foi de 1922 a 1930 e a segunda de 1930 a 1945.

A primeira fase caracterizou-se pelas tentativas de solidificação do movimento renovador e pela divulgação de obras e idéias modernistas. Os escritores de maior destaque dessa fase defendiam a reconstrução da cultura brasileira sobre bases nacionais,a promoção de uma revisão crítica de nosso passado histórico e de nossas tradições culturais,a eliminação definitiva do nosso complexo de colonizados,apegados a valores estrangeiros. Várias obras,grupos,movimentos,revistas e manifestos ganharam o cenário intelectual brasileiro,numa investigação profunda e por vezes radical de novos conteúdos e de novas formas de expressão.

Entre os fatos mais importantes destacam-se a publicação da revista Klaxon que foi criada em São Paulo,no período em que Mario de Andrade chamava de ”orgia intelectual”. Simultaneamente à publicação de obras e à fundação de revistas,foram bancados vários manifestos e movimentos,que aglutinavam e dividiam-se os escritores da época. /entre eles,destacam-se quatro: Pau-Brasil,o Verde-Amerelismo,e a Antropologia e a Anta.

O manifesto da poesia Pau-Brasil foi lançado em 1924,por Oswald de Andrade. O movimento defendia a criação de uma poesia brasileira de exportação,demonstrando irreverência e revolta contra a cultura acadêmica e dominação cultural européia em nosso país, o movimento propunha uma poesia primitivista,constituída com base na revisão crítica de nosso passado histórico e cultural e na aceitação e valorização dos contrastes da realidade e da cultura brasileira.

O verde-amarelismo surgiu em São Paulo,construído por Menotti Del Picchia,Plínio Salgado,Guilherme de Almeida e Cassiano Ricardo. O movimento defendia um nacionalismo ufanista,com evidente inclinação para o movimento Pau-Brasil era “afrancesado”.Em 1927,tornando a anta e o índio Tupi como símbolos da nacionalidade primitiva,o grupo Verde- amarelismo transformou-se na Escola de Anta.

Revidando com sarcasmo o primitivismo Xenófobo da Anta,Oswald de Andrade,Tarsila do Amaral e Raul Bopp lançaram,em 1928, o mais radical de todos os movimentos: a Antropologia.O movimento foi inspirado no quadro Abapuru,que Tarsila oferecerá a Oswald como presente de aniversário. As idéias do grupo tinham como porta voz a Revista de Antropofogia,da qual também participavam Antônio de Alcântara Machado,Geraldo costa e outros.

Contrariamente á Xenofobia da Escola de Anta,os antropófagos não negavam a cultura estrangeira,mas também não a copiavam nem imitavam.

docsity.com

Dentre os muitos escritores que fizeram parte primeira geração do modernismo destacamos Oswald de Andrade,Mário de Andrade,Manuel Bandeira,Alcântara Machado,Menotti Del Picchia,Raul Bopp,Ronald de Carvalho e Guilherme de Almeida. Manuel Bandeira(1886- 1968)compõe juntamente com Oswald e Mario de Andrade,o tríade maior da primeira fase modernista,responsável pela divulgação e pela solidificação do movimento em nosso país.

O modernismo brasileiro: O modernismo brasileiro inicia-se nos anos 20;tardiamente,se comparado a outros movimentos modernistas que ocorriam no mundo.De amplo espectro culturas,faz convergir as mais diferentes tendências das vanguardas européias de antes da primeira Guerra Mundial,em particular o Cubismo e o Futurismo,que são assimiladas de modo antropofágico,ou seja,sem se respeitarem as suas origens,em fragmentos que obedecem ao gosto do artista.

O processo de São Paulo e a imigração italiana construirão o cenário propício para desenvolvimento do modernismo.Assim,já em 1913,Lasar Segall realiza uma exposição de arte moderna com obras expressionistas e,em 1917,Anita Malfatti escandaliza a “boa” sociedade burguesa paulistana com as suas obras.Além disso, em 1920,o Brasil descobre o escultor Victor Brecheret.São estes os três principais antecedentes artísticos da Semana de 22.

A Semana da arte moderna de 22 é o ponto alto deste processo que procurava atualizar as artes brasileiras e (re)pensar a identidade nacional.Esta semana fornecia o alicerce teórico que contribuiria para desenvolver artística e filosoficamente a Primeira Geração Modernista adulta da modernidade brasileira.

A Segunda Fase: Modernismo No Brasil

O Brasil e o mundo viveram profundas crises nas décadas de 1930 e 1940,nesse movimento,o romance brasileiro se destaca,pois se coloca a serviço da análise crítica da realidade.O quadro social,econômico e político que se verificava no Brasil e no mundo no início da década de 1930 exigia dos artistas uma nova postura diante da realidade,nova posição ideologia.

Na prosa,foi evidente o interesse por temas nacionais,uma linguagem mais brasileira,com um enfoque mais direto dos fatos marcados pelo Realismo-Naturalismo do século XlX.

O Romance focou o regionalismo e aproximou o país de ponta a ponta a nos punha em contato com um Brasil pouco conhecido.Com as obras de seus autores nos apresentou em sua diversidade regional e cultural,os problemas enfrentados,em quase todas as regiões:como a miséria,a ignorância,os problemas do trabalhador rural,a Migração,a força da natureza sobre o homem desprotegido.Os modernistas da segunda geração também se voltam para a realidade brasileira,mas agora uma intenção clara de denuncia social e engajamento político.Além do regionalismo,destacaram-se também outras temáticas,surgiu o romance urbano e psicológico,o romance político-metafísico e a narrativa surrealista.

A poesia passava por um período de amadurecimento,maturidade e alargamento das conquistas dos modernistas da primeira geração.Sem radicalismos e excessos,os poetas sentiam-se à vontade tanto para criar um soneto quanto para criar um poemas com versos livres exprimindo assim a sensibilidade do novo tempo.Esse período foi caracterizado por uma poesia de questionamento da existência humana,do sentimento de “estar no

docsity.com

mundo”,inquietação social,religiosa,filosófica e amorosa.Dentre os escritores dessa fase destacamos:na prosa-Graciliano Ramos,Rachel de Queiroz,Jorge Amado,José Lins do Rego,Erico Verissimo e Diamélio Machado.Na poesia-Carlos Drummond de Andrade,Murilo Mendes,Jorge de Lins,Cecilia Meireles e Vinicius de Morais.

Graciliano Ramos

Graciliano Ramos (1892-1953) é o principal dos romancistas da geração de 1930.Nasceu em quebrângulo,Alagoas,e viveu em várias cidades nordestinas.Além de ter se dedicado à literatura, o escritor também exerceu atividades ligadas ao jornalismo,à vida pública e à política.Graciliano Ramos escreveu obras como Memórias de Cárcere,Viagem,Universal,Caetés,São Bernardo,Angústia,Vidas Secas,entre outros.O autor não foi apenas romancista,escreveu ainda,contos,crônicas e impressões de viagens.

Como poucos,Graciliano,retratou o universo do sertanejo nordestino,tanto na figura do fazendeiro autoritário quanto na do caboclo comum,o homem de inteligência limitada,vítima das condições do meio rural e social,sem iniciativa,sem consciência de classe,passivo diante dos poderosos,uma das obras que retrata às condições de vida do homem nordestino é Vidas Secas.O livro Vidas Secas publicado em 1938,pode ser lido aleatoriamente,em um dos seus 13 capítulos,pois cada um deles funciona como um conto único.A imagem dos avós,tios e tias de Graciliano da alma aos personagens e forma a família de sertanejos e suas histórias.Quando surgiu,Vidas Secas soou como critica política e social ás condições do homem nordestino.Mas o livro ficou mesmo na historia por mostrar os sentimentos daqueles que sobreviveram às terras do sertão,que embora duras de doer,são adoradas por quem está a elas ligado pela existência.

Literatura Contemporânea

Terminada a segunda guerra,o Brasil entra num novo período de sua história,marcado pelo desenvolvimento econômico,pela democratização política e pelo surgimento de novas tendências artísticas e culturais. A primeira manifestação de mudança ma literatura se dá com a geração de 45,cujo objetivo é renovar os meios de expressão a partir de uma pesquisa em torno da linguagem.No fim da década de 1950 e inicio da de 1960,esse movimento convive com o concretismo,que.de certa forma,dá continuidade às pesquisas da geração de 45,porém acentuando seu aspecto formal.Esse é o movimento em que a Bossa Nova e o Cinema Novo ganham seu espaço.No final da década de 1960,em meio à efervescência cultural refletida nos festivais de musica da TV Record,surge o Tropicalismo,que representa a retomada de algumas propostas do Modernismo de 1922.

Com o fechamento político do país imposto pelo AL-5,em 1969,e com a onda de censura,prisões e exílios,a produção artística como um todo sofre um refluxo.A partir daí,há uma dispersão cultural,que tem como conseqüência o aparecimento de valores individuais em lugar de movimentos artísticos organizados.Esse quadro tem se mantido até o inicio do século XXl.

docsity.com

Bibliografia: www.brasilescola.com

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome