Neutralização - Apostilas - Quimica, Notas de estudo de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Maraca
Maraca1 de Março de 2013

Neutralização - Apostilas - Quimica, Notas de estudo de Química. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

PDF (83.7 KB)
2 páginas
726Número de visitas
Descrição
Apostilas sobre o conceito de neutralização, aplicações da volumetria de neutralização, utilização da neutralização para qualidade da medicação do ph.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento

Conceito

Reação de neutralização é uma reação entre um ácido e uma base formando sal e água. Essa reação também pode ser chamada de reação de salificação, pois forma um sal. A reação a ser trabalhada é de neutralização total, ou seja, todos os H+ do ácido e todos os OH- da base reagem. Exemplo:

HCl + NaOH NaCl + HOH

A representação usual para a água é H2O. Na equação acima usamos HOH para ficar bem claro que, no caso das reações entre ácido e base, ela se forma a partir dos íons H+ e OH-.

O entendimento do processo de neutralização ácido e base é muito importante, pois trata do processo muito utilizado na linguagem do cotidiano em produtos de limpeza e de higiene.

Aplicações da volumetria de neutralização: determinação do poder de neutralização (PN) de calcários

O íon CO32-é a base, através do qual, em geral, rochas carbonatadas neutralizama acidez do solo. A capacidade máxima de neutralização de um material pode ser estimada em laboratório, fazendo-o reagir com uma quantidade conhecida e em excesso de ácido clorídrico. O ácido deverá estar em excesso em relação à massa de carbonatoanalisado, pois o que se determina, na verdade, é o ácido clorídrico que sobra após areação com a rocha.Deste modo, conhecendo- se as quantidades inicial e final de HCl, calcula-se aquantidade de HCl que o material foi capaz de neutralizar. O HCl é determinado portitulação com solução padronizada de NaOH.Conhecendo- se o número de moles de HCl neutralizado calcula-se através de“cálculo estequiométrico” a massa de CaCO3

correspondente. Assim, o poder deneutralização de calcários é expresso como se todos os seus compostos capazes deneutralizar o HCl fosse apenas o CaCO3. Portanto o poder de neutralização (PN) éexpresso em termos de “porcentagem” de CaCO3 equivalente”

docsity.com

UTILIZAÇÃO DA NEUTRALIZAÇÃO PARA QUALIDADE DA MEDIÇÃO DO pH

A alternativa usando o dióxido de carbono como neutralizador de efl uentes alcalinos é justificada pela sua facilidade operacional. Além de evitar os riscos provenientes de vapores tóxicos, queimaduras e outras lesões, que ocorrem com a manipulação de ácidos inorgânicos, reduz os custos de manutenção devido ao seu baixo potencial de corrosão. Devido às características do sistema tampão CO3 2-/HCO3- presente, o pH fi nal de neutralização do efl uente alcalino não se altera mesmo com a adição de excesso de dióxido de carbono. Isto representa uma vantagem sobre o processo com ácidos minerais inorgânicos, pois um pequeno excesso destes já levaria o pH do efluente a valores mais baixos, levando a conseqüências adversas ao meio ambiente.

Reações de neutralização de efl uentes alcalinos, contando com medições de pH com rastreabilidade conhecida, representam uma segurança para evitar riscos de despejo de efl uentes com pH fora dos níveis indicados pelas regras ambientais vigentes. O desconhecimento da incerteza associada à medição de pH possibilita que o responsável pelo controle de descarga do efl uente tome decisões erradas.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome