Répteis - Apostilas - Biologia, Notas de estudo de Biologia. Centro Universitário Franciscano (Unifra)
Real10
Real1011 de Março de 2013

Répteis - Apostilas - Biologia, Notas de estudo de Biologia. Centro Universitário Franciscano (Unifra)

PDF (236.8 KB)
8 páginas
501Número de visitas
Descrição
Apostilas de Biologia sobre o estudo dos Répteis, caracteres externos, tegumento, esqueleto, músculos, digestório.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 8
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Microsoft Word - répteis.doc

1

Classe Reptilia - amniotas (répteis, aves e mamíferos)

- ausência de brânquias

- ectotérmicos

- representam a volta secundária à água

- tamanho: 15 cm (cobras subterrâneas) a 11 m (sucuri)

- Ordens: Squamata, Chelonia, Crocodilia e Rhynchocephalia

1. Caracteres externos - corpo: cabeça, pescoço, tronco e cauda

- dedos terminados com garras córneas e com palmouras

- boca com dentes córneos

- duas narinas

- olhos grandes e laterais, com pálpebra superior, inferior e membrana nictitante

- ouvido: pequena abertura situada atrás do olho

- ânus

2. Tegumento - epiderme seca e cornificada.

- Queratina (proteína insolúvel na água) forma escamas ou placas

- Placas ósseas desenvolvem-se na derme, abaixo das escamas dérmicas

- Glândulas odoríferas: atração sexual (gl. De almíscar)

- Osteodermos: placas dérmicas

3. Esqueleto - quase que totalmente de natureza óssea

- ossos cranianos mais robustos que os dos anfíbios

- a mandíbula articula-se ao crânio com o quadrado fixo (tartarugas, crocodilianos e

tuataras)

docsity.com

2

- cintura escapular: escápula, coracóide e clavícula (crocodilos sem clavícula, quelônios

com clavícula e episterno na couraça torácica, ofídios sem cintura escapular e

pélvica)

- maior movimentação do úmero e do fêmur (lagartos – bípedes)

- ossos do carpo e do tarso fusionados

- garras nos dedos

- cintura pélvica: - ílio

- ísquio

- púbis

- regiões da coluna vertebral: - cervical

- torácicas

- lombar

- sacral

- caudal

 a regressão secundária dos membros e das respectivas cinturas faz, naturalmente,

desaparecer a subdivisão da coluna vertebral em regiões distintas

 Rhyncocephalia: - mais primitivos

- vértebras anficélicas

- restos da corda dorsal entre as vértebras

 demais répteis: - vértebras procélicas

- corda dorsal com regressão completa

3. Músculos

- músculos do pescoço, cabeça e pernas bem diferenciadas

4. Digestório

- maioria carnívora

- dentes: - substituídos quando perdidos

- ausentes em quelônios (carácter secundário)

- cônicos

- solda-se diretamente à maxila

docsity.com

3

- em crododilianos são implantados em alvéolos (tecodontes)

- língua: - curta e espessa em quelônios e crocodilos

- comprida, delgada e bifurcada em Squamata

- faringe: curta

- esôfago: muito dilatável, especialmente em ofídios

- estômago: - nos crocodilos funciona como moela

- porções fúndica e pilórica

- válvula ileocólica: separa os intestinos delgado e grosso

- ceco presente no início do intestino grosso

- cloaca: - transversal

 rincocéfalos

 Squamata

- longitudinal

 Quelônios

 Crocodilianos

 fígado com dois lobos à frente do estômago – entra no intestino (porção anterior)

 pâncreas está na primeira alça ou alça duodenal do intestino – entra no intestino

(porção anterior)

 tartarugas terrestres e alguns lagartos são herbívoros. O seu intestino grosso

quase sempre é mais longo que o seu intestino delgado, sendo dividido por

dobras internas em compartimentos e a passagem do alimento através dele é

lenta. Colônias de bactérias dentro do intestino grosso digerem a celulose em

ácidos graxos que são aí absorvidos

5. Circulação

- coração: mais completamente dividido por um septo interventricular parcial ou total

(crocodilianos)

- parte anteroventral do tórax

- constituição:  seio venoso (pequeno)

 duas aurículas

 dois ventrículos

docsity.com

4

- tripla divisão do cone arterial

seio venoso  aurícula direita  ventrículo direito  artéria pulmonar  pulmão

 veias pulmonares  aurícula esquerda  ventrículo esquerdo

- sangue arterial: - arcos aórticos (par) – dorso do esôfago – unem-se numa aorta

dorsal (órgãos da cavidade do corpo, pernas posteriores e cauda)

- base do arco direito: - 2 artérias carótidas (pescoço e cabeça)

- 1 artéria subclávia (pernas anteriores)

- sangue venoso: - seio venoso

- veia cava anterior (laterais da cabeça, pescoço e pernas

anteriores)

- veia cava posterior (órgãos reprodutores e rins)

- veia porta-hepática (trato digestivo – capilares – fígado – veia

hepática)

- veia epigástrica (cada lado da cavidade abdominal, pernas

posteriores, cauda e corpo)

6. Respiração

- redução da respiração cutânea

- aumento na superfície respiratória dos pulmões

- mecanismo respiratório: diminuem a pressão dentro da cavidade corporal e a pressão

atmosférica impulsiona o ar. Uma pressão subatmosférica é criada ao redor dos

pulmões durante a inspiração, através dos movimentos das costelas para frente e o

concomitante aumento de tamanho da cavidade corporal. A contração dos músculos

abdominais e o recuo elástico dos pulmões forçam o ar para fora.

Narinas  coanas  glote  laringe (cordas vocais pares)  traquéia (anéis de

cartilagem)  2 curtos brônquios  2 pulmões

docsity.com

5

7. Excreção

- rins metanéfricos (semelhantes em aves e mamíferos)

- ureter

- excreção de ácido úrico (51,9%), uréia (22%), amônia (4,1%) e outros 22%

8. Sistema Nervoso

- encéfalo, apesar de dimensões relativamente pequenas, revela, em comparação com o

dos anfíbios, uma organização nitidamente superior

- hemisférios cerebrais: 2 longos lobos olfativos

- 2 lobos ópticos

- telencéfalo maior

- ao diencéfalo, coberto pelo telencéfalo, adere ventralmente a hipófise e o infundíbulo,

dorsalemente a epífise

- o teto do mesencéfalo eleva-se como região bigêmea ou mais raramente quadrigêmea

- metencéfalo grande, especialmente nos crocodilos

- cerebelo mediano em forma de pera

- 12 pares de nervos ópticos e nervos espinais pares

 em Lacertilia pode haver um olho parietal ímpar

9. Órgãos Sensoriais

- os órgãos do olfato são providos de um corneto, isto é, de uma prega da mucosa que

faz saliência na cavidade nasal

- órgãos de Jacobson (Squamata): órgãos olfativos acessórios, que são completamente

separados dos órgãos olfativos principais, desembocando na região anterior da

cavidade bucal

- olho: lagartos e quelônios apresentam um anel esclerótico, composto por peças ósseas

isoladas e incluídas na esclerótica, ausente em ofídios e crocodilos

- com glândulas lacrimais

- cóclea (esboço): crocodilos

- cavidade timpânica (ouvido médio) com estribo

docsity.com

6

- ouvido interno com três canais semicirculares

- botões gustativos na língua

 em Squamata, a membrana superior e inferior soldam-se para formar uma membrana

protetora transparente, além da membrana nictitante

10. Reprodução

- gônadas e ductos pares

- fecundação interna

- ovário: ovos com grande quantidade de vitelo (perto dos rins)

- oviduto: fecundação

- casca

- albumina

- número menor de ovos, maiores

- saco vitelino

- córion e âmnio desenvolvem-se como dobras sobre o embrião

- alantóide: invaginação em forma de saco, que se forma apartir do intestino posterior do

embrião, sendo homólogo à bexiga urinária, mas estende-se além da parede do corpo,

passando entre o âmnio e o córion e funcionando na troca e na excreção

- maioria ovípara

- machos: - órgãos copuladores

- dois testículos perto dos bordos mediano-ventrais dos rins

- ducto deferente

11. Sistemática Ordem Crocodilia

 Dimensões: 1 – 5 metros

 Cauda: defesa

 Emersão narinas e olhos no mesmo nível

docsity.com

7

 Família Alligatoridae

Caiman sp:  cabeça mais larga

 Presença de carena óssea

 Pálpebras rugosas com giba posterior

Ordem Chelonia

Sub-ordem Cryptodira:  pescoço curto e mais ou menos retrátil

 Ossos pélvicos não fusionados ao plastrão

 Família Cheloniidae

Caretta caretta

 Família Emydidae

 Família Testudinidae

Sub-ordem Pleurodira:  pescoço longo e retrátil para um dos lados

 Ossos pélvicos fusionados ao plastrão

 Família Pelomedusidae

 Família Cheloniidae

Ordem Squamata

Sub-ordem Ophidia

 Família Viperidae

Jararaca

Urutu-cruzeiro

Cascavel

 Família Elapidae

Coral verdadeira

 Família Boidae (membros vestigiais lateralmente à cloaca)

Sucuri

Salamanta

 Família Colubridae

Coral falsa

docsity.com

8

Corre-campo

Cobra verde

Dormideira

Jararacuçu-do-brejo

Boipeva

 Família Typhlopidae

Cobra-cega

Sub-ordem Lacertilia

 Família Teiidae

Teiú

 Família Iguanidae

Iguana

 Família Geckonidae

Lagartixa

 Família Scincidae

Mabuya sp

 Família Anguiidae

Cobra-de-vidro

Sub-ordem Amphisbea (Amphisbaenia)

 Família Amphisbaenidae

Cobra cega

Referências Bibliográficas

ORR, R. T. Biologia dos Vertebrados. Livraria Roca: são Paulo, 1986, 508p.

ROMER, A. S. Anatomia Comparada: Vertebrados. Interamericana: México. 1973

435p.

STORER, T. I., USINGER, R. L., STEBBINS, R. C. & NYBAKKEN, J. W. Zoologia

Geral. Companhia Editora Nacional: São Paulo. 1986, 816p.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome