Sequência Simples - Exercícios - Programação de Computadores, Notas de estudo de Computação e Programação. Centro Federal de Educação Tecnológico (CEFET-PA)
Garoto
Garoto7 de Março de 2013

Sequência Simples - Exercícios - Programação de Computadores, Notas de estudo de Computação e Programação. Centro Federal de Educação Tecnológico (CEFET-PA)

PDF (558.7 KB)
11 páginas
1Números de download
1000+Número de visitas
Descrição
Apostilas e exercicios de Programação de Computadores sobre o estudo da Sequência Simples.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 11
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas – ICEB

Departamento de Computação – DECOM

1

Programação de Computadores I – BCC 701 – 2012-2

Lista de Exercícios 01 – Sequência Simples – Entrada e Saída – Parte A

Exercício 01 Uma P. A., Progressão Aritmética, fica determinada pela sua razão (r) e pelo seu primeiro termo (a1). Escreva um programa que determine o n-ésimo termo de uma P. A. utilizando a fórmula:

rnaan  )1(1 Para realizar esta tarefa, o programa deve solicitar ao usuário o valor do primeiro termo (a1), o valor de (n) que representa o índice do n-ésimo termo e o valor da razão (r) da P. A. Ao final, o programa imprime o valor do n-ésimo termo conforme ilustrado abaixo: Entrada

DIGITE O PRIMEIRO TERMO DA P. A. (a1): 6

DIGITE O ÍNDICE DO TERMO QUE SERÁ CALCULADO (n): 5

DIGITE O VALOR DA RAZÃO (r) DA P. A.: 2

Saída

N-ÉSIMO TERMO DA P. A. (an): 14

Exercício 02 Uma P. G.,Progressão Geométrica, fica determinada pela sua razão (q) e pelo primeiro termo (a1). Escreva um programa que determine o n-ésimo termo de uma P. G. utilizando a fórmula:

qaa n

n

)1(

1



Para realizar esta tarefa, o programa deve solicitar ao usuário o valor do primeiro termo (a1), o valor de (n) que representa o índice do n-ésimo termo e o valor da razão (q) da P. G. Ao final, o programa imprime o valor do n-ésimo termo conforme ilustrado abaixo: Entrada

DIGITE O PRIMEIRO TERMO DA P. G. (a1): 8

DIGITE O ÍNDICE DO TERMO QUE SERÁ CALCULADO (n): 6

DIGITE O VALOR DA RAZÃO (q) DA P. G.: 3

Saída

N-ÉSIMO TERMO DA P. G. (an): 1944

docsity.com

Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas – ICEB

Departamento de Computação – DECOM

2

Exercício 03 Pode-se determinar o n-ésimo termo, an, de uma Progressão Aritmética (P. A.) a partir de outro termo qualquer (ak), do índice desse termo (k) e da razão (r) da P. A., através da fórmula:

rknaa kn  )( Escreva um programa que solicite ao usuário o valor de (n) que representa o índice do n-ésimo termo, o valor de (k) que representa o índice do k-ésimo termo, o valor do k-ésimo termo (ak), e o valor da razão (r) da P. A. Ao final, o programa imprime o valor do n-ésimo termo conforme ilustrado abaixo: Entrada

DIGITE O ÍNDICE DO TERMO QUE SERÁ CALCULADO (n): 6

DIGITE O ÍNDICE DO TERMO QUALQUER (k): 2

DIGITE O VALOR DO TERMO DE ÍNDICE K: 8

DIGITE O VALOR DA RAZÃO (r) DA P. A.: 2

Saída

N-ÉSIMO TERMO DA P. G. (an): 16

Exercício 04 Pode-se determinar o n-ésimo termo (an) de uma Progressão Geométrica (P. G.) a partir de outro termo qualquer (ak), do índice desse termo (k) e da razão (q) da P. G., através da fórmula:

qaa kn

kn

)( 



Escreva um programa que solicite ao usuário o valor de (n) que representa o índice do n-ésimo termo, o valor de (k) que representa o índice do k-ésimo termo, o valor do k-ésimo termo (ak), e o valor da razão (r) da P. G. Ao final, o programa imprime o valor do n-ésimo termo conforme ilustrado abaixo: Entrada

DIGITE O ÍNDICE DO TERMO QUE SERÁ CALCULADO (n): 5

DIGITE O ÍNDICE DO TERMO QUALQUER (k): 4

DIGITE O VALOR DO TERMO DE ÍNDICE K: 10

DIGITE O VALOR DA RAZÃO (r) DA P. A.: 3

Saída

N-ÉSIMO TERMO DA P. G. (an): 30

Exercício 05 Considere que o número de uma placa de um veículo é composto por quatro algarismos, por exemplo, 2018. Codifique um programa que leia este número e exiba na tela o algarismo correspondente à casa das unidades. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa.

docsity.com

Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas – ICEB

Departamento de Computação – DECOM

3

Entrada

DIGITE A PLACA DO VEÍCULO – 4 DÍGITOS: 2018

Saída

ALGARISMO CORRESPONDENTE À CASA DAS UNIDADES: 8

Exercício 06 Considere que o número de uma placa de um veículo é composto por quatro algarismos, por exemplo, 2345. Codifique um programa que leia este número e exiba na tela o algarismo correspondente à casa das dezenas. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE A PLACA DO VEÍCULO – 4 DÍGITOS: 2345

Saída

ALGARISMO CORRESPONDENTE À CASA DAS DEZENAS: 4

Exercício 07 Considere que o número de uma placa de um veículo é composto por quatro algarismos, por exemplo, 2345. Codifique um programa que leia este número e exiba na tela o algarismo correspondente à casa das centenas. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE A PLACA DO VEÍCULO – 4 DÍGITOS: 2345

Saída

ALGARISMO CORRESPONDENTE À CASA DAS CENTENAS: 3

Exercício 08 Considere que o número de uma placa de um veículo é composto por quatro algarismos, por exemplo, 2345. Codifique um programa que leia este número e exiba na tela o algarismo correspondente à casa das unidades de milhar. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE A PLACA DO VEÍCULO – 4 DÍGITOS: 2345

docsity.com

Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas – ICEB

Departamento de Computação – DECOM

4

Saída

ALGARISMO CORRESPONDENTE À CASA DAS UNIADES DE MILHAR: 2

Exercício 09 Codifique um programa que leia um número inteiro qualquer e imprima o seu sucessor e seu antecessor. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE UM NÚMERO INTEIRO QUALQUER: 22

Saída

ANTECESSOR DO NÚMERO 22: 21

SUCESSOR DO NÚMERO 22: 23

Exercício 10 Codifique um programa que leia dois números inteiros quaisquer, efetue a soma desses números e imprima o resultado da soma destes dois números. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE O PRIMEIRO NÚMERO INTEIRO: 22

DIGITE O SEGUNDO NÚMERO INTEIRO: 33

Saída

A SOMA DE 22 + 33 É IGUAL A 55

Exercício 11 Codifique um programa que leia dois números reais quaisquer. A seguir o programa calcula a divisão do primeiro pelo segundo número. Finalmente, o programa imprime a parte inteira do quociente da divisão realizada. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE O PRIMEIRO NÚMERO INTEIRO: 156

DIGITE O SEGUNDO NÚMERO INTEIRO: 56

Saída

PARTE INTEIRA DA DIVISÃO DE 156 POR 55: 2

Exercício 12 Codifique um programa que leia três números reais quaisquer. A seguir o programa calcula e imprime a média aritmética desses três números. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa.

docsity.com

Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas – ICEB

Departamento de Computação – DECOM

5

Entrada

DIGITE O PRIMEIRO NÚMERO REAL: 22

DIGITE O SEGUNDO NÚMERO REAL: 44

DIGITE O TERCEIRO NÚMERO REAL: 66

Saída

MÉDIA ARITMÉTICA DE 22, 44, E 66: 44

Exercício 13 Certo dia o professor de Johann Friederich Carl Gauss (aos 10 anos de idade) mandou que os alunos somassem os números de 1 a 100. Imediatamente Gauss achou a resposta 5050, aparentemente sem cálculos. Supõe-se que já aí, Gauss, houvesse descoberto a fórmula de uma soma de uma progressão aritmética, dada pela fórmula:

2

)( 1

naa S nn

 

Codifique um programa que calcule a soma dos n primeiros termos de uma progressão aritmética. Para essa tarefa, o programa faz a leitura do primeiro termo (a1), a quantidade de termos da soma (n) e o n-ésimo termo da Progressão Aritmética (an). A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE O PRIMEIRO TERMO DA P. A. (a1): 1

DIGITE A QUANTIDADE DE TERMOS DA SOMA (n): 100

DIGITE O N-ÉSIMO TERMO DA P. A. (an): 100

Saída

SOMA DO 100 PRIMEIROS TERMOS DA P. A.: 5050

Exercício 14 Seja uma seqüência A, B, C, ..., de valores inteiros representando uma Progressão Aritmética (P. A.). O termo médio (B) de uma P. A. é determinado pela média aritmética dos seus termos antecessor (A) e sucessor (C). Por exemplo, o termo médio (B) é dado por:

2

CA B

 

Com base neste enunciado, codifique um programa que calcule o termo médio (B) a partir dos valores de seu antecessor e sucessor. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE VALOR DO TERMO ANTECESSOR (A): 22

DIGITE VALOR DO TERMO SUCESSOR (C): 66

docsity.com

Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas – ICEB

Departamento de Computação – DECOM

6

Saída

O TERMO MÉDIO (B) ENTRE 22 E 66 É: 44

Exercício 15 Seja uma seqüência A, B, C, ..., de valores inteiros representando uma Progressão Geométrica (P. G.). O termo médio (B) de uma P. G. é determinado pela média geométrica dos seus termos antecessor (A) e sucessor (C). Por exemplo, o termo médio (B) é dado por:

CAB  2

Com base neste enunciado, codifique um programa que calcule o termo médio (B) a partir dos valores de seu antecessor e sucessor. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE VALOR DO TERMO ANTECESSOR (A): 3

DIGITE VALOR DO TERMO SUCESSOR (C): 27

Saída

O TERMO MÉDIO (B) ENTRE 3 E 27 É: 9

Exercício 16 O produtório dos n primeiros termos de uma Progressão Geométrica (P. G.) pode ser calculado pela fórmula:

( 1)

2

1

n n n

P qa

 

onde, a1 é o primeiro termo e q é a razão da P.G. Codifique um programa que calcule e imprime o produtório de n termos de uma P. G., o qual solicita ao usuário os valores de m, de a1 e de q. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

QUANTIDE DE TERMOS DO PRODUTÓRIO (n): 4

DIGITE VALOR DO PRIMEIRO TERMO DA P. G. (a1): 3

DIGITE VALOR DA RAZÃO DA P. G. (Q): 3

Saída

O VALOR 59049 REPRESENTA O PRODUTÓRIO DE 4 TERMOS NA P. G.

Exercício 17 Em épocas de pouco dinheiro, os comerciantes oferecem descontos para aumentar o volume de suas vendas. Codifique um programa que calcule o valor final de um produto com o desconto de 9%. Para realizar esta tarefa, o programa solicita ao usuário o valor bruto do produto, efetua o desconto, e imprime os resultados conforme a ilustração a seguir:

docsity.com

Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas – ICEB

Departamento de Computação – DECOM

7

Entrada

DIGITE O PREÇO BRUTO DO PRODUTO: 49.60

Saída

PREÇO DO PRODUTO COM DESCONTO (9%): 4.464

VALOR DO DESCONTO: 45.136

Exercício 18 Um professor recebe um salário mensal, mas deve deduzir do salário o imposto pago ao INSS. Sabe-se que o valor da hora/aula é de R$ 9.80 (nove reais e oitenta centavos). Codifique um programa que calcule o salário líquido de um professor, a partir do número de horas das aulas ministradas e do percentual de desconto do INSS. O programa deve efetuar as entradas e saídas de dados conforme a ilustração abaixo. Entrada

QUAL O TOTAL DE HORAS MINISTRADAS ? : 80

QUAL O PERCENTUAL DO DESCONTO (INSS) ? : 8.66

Saída

SALÁRIO BRUTO: R$ 784.00

DESCONTO DO INSS: R$ 67.89

SALÁRIO LÍQUIDO: R$ 716.11

Exercício 19 Codifique um programa para realizar a conversão de uma temperatura em graus Celsius para graus Fahrenheit. O programa recebe com entrada a temperatura em Celsius e exibe o resultado da conversão para o usuário. Utilize a fórmula para a conversão:

( 32)

5 9

C F  

onde C é a temperatura em Celsius e F é a temperatura em Fahrenheit. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

FORNEÇA A TEMPERATURA EM CELSIUS: 28

Saída

28 CELSISUS CORRESPONDE A 82.4 FAHRENHEIT

docsity.com

Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas – ICEB

Departamento de Computação – DECOM

8

Exercício 20 Uma lata de óleo de soja possui a aparência de um cilindro. Assim, pode-se calcular o volume (V) de uma lata de óleo utilizando a fórmula para o cálculo do volume do cilindro:

2 V hr  

onde, (r) é o raio da lata, (h) a altura da lata, e  a constante 3.14159 O programa solicita que o usuário forneça o valor do raio e da altura em centímetros, mas fornece o volume em metros cúbicos. A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

FORNEÇA O VALOR DO RAIO (cm): 5

FORNEÇA O VALOR DA ALTURA (cm): 15

Saída

VOLUME DA LATA DE ÓLEO EM METROS CÚBICOS: 0.001178

Exercício 21 Codifique um programa que leia dois valores armazenando-os em duas variáveis, (A) e (B) respectivamente. A seguir, o programa efetua a troca dos valores das duas variáveis, ou seja, a variável (A) passará a ter o valor da variável (B) e a variável (B) passará a ter o valor da variável (A). A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE O VALOR DA VARIÁVEL (A): 40

DIGITE O VALOR DA VARIÁVEL (B): 100

Saída

VALOR DA VARIÁVEL (A) APÓS A TROCA: 100

VALOR DA VARIÁVEL (B) APÓS A TROCA: 40

Exercício 22 Codifique um programa que leia uma determinada hora do dia, no seguinte formato hh:mm:ss, ou seja, a quantidade de horas, a quantidade de minutos e a quantidade de segundos. A seguir o programa calcula a quantidade de segundos que se passaram desde o início do dia (00:00:00). A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE A QUANTIDADE DE HORAS: 2

DIGITE A QUANTIDADE DE MINUTOS: 32

DIGITE A QUANTIDADE DE SEGUNDOS: 44

docsity.com

Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas – ICEB

Departamento de Computação – DECOM

9

Saída

TOTAL DE SEGUNDOS DESDE O INÍCIO DO DIA: 9164

Exercício 23 Um determinado carro faz 12 Km por litro de gasolina. Codifique um programa que receba como entrada o tempo de uma viagem, em horas, e a velocidade média desenvolvida nessa viagem, quilômetros por hora. A seguir, o programa calcula quantos litros de gasolina foram gastos na viagem. Para solucionar o problema, utilize a fórmula:

Distância Percorrida = Velocidade Média x Tempo

A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE DURAÇÃO DA VIAGEM (h): 12.5

DIGITE A VELOCIDADE MÉDIA DA VIAGEM (km/h): 80

Saída

DISTÃNCIA PERCORRIDA NA VIAGEM (km): 1000

QUANTIDADE GASTA DE GASOLINA (l): 83.33

Exercício 24 Antes de o racionamento de energia ser decretado, quase ninguém falava em quilowatts, mas agora, todos incorporaram essa palavra em seu vocabulário. Sabendo-se que 100 quilowatts de energia custam um sétimo do salário mínimo, fazer um programa que receba como entrada o valor do salário mínimo e a quantidade de quilowatts gasta por uma residência. Como saída, o programa calcula e imprime:

1. o valor em reais de cada quilowatt; 2. o valor em reais do consumo a ser pago pela residência; e 3. o novo valor em reais a ser pago por essa residência com um desconto de 10%.

A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE O VALOR DO SALÁRIO MÍNIMO (R$): 690.00

DIGITE A QUANTIDADE DE QUILOWATTS (KW): 90

Saída

VALOR DO QUILOWATT (R$): 6.90

VALOR DO CONSUMO DA RESIDÊNCIA (R$): 621.00

VALOR DO CONSUMO COM DESCONTO DE 10% (R$): 558.90

Exercício 25

Uma pessoa resolveu fazer uma aplicação em uma poupança programada. Para calcular o rendimento, ela deve definir:

docsity.com

Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas – ICEB

Departamento de Computação – DECOM

10

1. o valor em reais a ser depositado mensalmente (VM); 2. a taxa mensal do rendimento, em porcentagem (TX); 3. o número de meses que deseja realizar a aplicação (n).

O rendimento é dado pela fórmula:

1 (1 )

(1 ) n

R VM TX TX

TX     

Codifique um programa que calcule e imprima o rendimento de uma aplicação, tendo como entrada os itens de 1 a 3.

A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE O VALOR DEPOSITADO MENSALMENTE (R$): 80.00

DIGITE A TAXA MENSAL (%): 8

DIGITE O NÚMERO DE MESES DA APLICAÇÃO: 24

Saída

RENDIMENTO DA APLICAÇÃO (R$): 5768.48

Exercício 26

Codificar um programa que, dado um número de conta corrente com três dígitos, retorne o seu dígito verificador. Supondo que o número da conta seja 235, o dígito verificador é calculado da seguinte maneira:

1. Somar o número da conta com seu inverso: 235 + 532 = 767 2. Multiplicar cada dígito pela sua ordem posicional e somar estes resultados:

7 6 7

× 1 × 2 × 3 =

7 12 21 40

3. O dígito verificador da conta é o último dígito da soma, ou seja, 0

A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

DIGITE O NÚMERO DA CONTA (TRÊS DÍGITOS) 767

Saída

DÍGITO VERIFICADOR DA CONTA: O

docsity.com

Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas – ICEB

Departamento de Computação – DECOM

11

Exercício 27

Certa importância em dólares será dividida entre três pessoas. A primeira receberá 30% da quantia total; a segunda 38% e a terceira 32%. Codifique um programa que leia o valor total da importância em dólares e calcule a parcela destinada a cada pessoa.

A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

QUANTIA TOTAL(U$) 1250.00

Saída

PARCELA DA PRIMEIRA PESSOA (U$): 375

PARCELA DA SEGUNDA PESSOA (U$): 475

PARCELA DA TERCEIRA PESSOA (U$): 400

Exercício 28

Sabendo que o latão é obtido fundindo-se sete partes de cobre com três partes de zinco, escreva um programa que solicite quantos quilos de latão um usuário quer produzir. A seguir o programa informa ao usuário as quantidades de cobre e zinco necessárias.

A seguir, uma ilustração da entrada e saída de uma execução do programa. Entrada

QUANTIDADE DE LATÃO A PRODUZIR (KG): 186

Saída

KILOS DE COBRE NECESSÁRIOS: 130.2

KILOS DE ZINCO NECESSÁRIOS: 55.8

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome