Tecidos nervoso - Apostilas - Biologia, Notas de estudo de Biologia. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Pao_de_acucar
Pao_de_acucar5 de Março de 2013

Tecidos nervoso - Apostilas - Biologia, Notas de estudo de Biologia. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

PDF (690.1 KB)
6 páginas
945Número de visitas
Descrição
Apostilas de Biologia sobre o estudo dos tecidos nervosos, histofisiologia da célula nervosa, fluxo da informação através do Sistema Nervoso.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 6
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo

Capítulo 3: Parte 1 1

IV - SISTEMA NERVOSO

HISTOFISIOLOGIA DAS CÉLULAS NERVOSAS

INTRODUÇÃO

A capacidade de um organismo sobreviver e se manter em equilíbrio depende de sua habilidade em responder à variações do ambiente interno e externo.

Variações dentro do organismo ou fora, que possam ser detectadas, são chamadas de estímulo. Nos animais inferiores as respostas aos estímulos são limitadas e mais simples. Nos animais superiores, são mais elaboradas, devido aos sistemas nervoso e endócrino que controlam estas respostas. (Ver esquema 1).

O sistema nervoso permite respostas rápidas: recebe informações através dos órgãos dos sentidos e dos neurônios por si só, transmite mensagens, interpretando-as, integrando-as, de modo que a resposta seja coordenada mantendo a homeostasia.

RESPOSTA NEURAL

Respostas apropriadas a um estímulo envolvem 4 processos: recepção, transmissão, integração e resposta pelos músculos ou glândulas.

Recepção: é o processo de detectar um estímulo, é o trabalho dos órgãos dos sentidos e dos neurônios.

Transmissão: processo de envio de mensagens através dos neurônios, de um neurônio para outro, ou de um neurônio para um músculo ou glândula.

Integração: é o processo de interpretar a informação que chega e determinar o modo apropriado de resposta.

Resposta: é a resposta interpretada em regiões específicas do Sistema Nervoso Central.

docsity.com

Capítulo 3: Parte 1 2

ESQUEMA 1

Fluxo da informação através do Sistema Nervoso

docsity.com

Capítulo 3: Parte 1 3

TIPOS DE CÉLULAS DO SISTEMA NERVOSO

A célula chave no sistema nervoso é o neurônio ou célula nervosa, especializada em enviar e receber informações. 0 neurônio atua através da produção e transmissão de sinais elétricos, chamados impulsos nervosos. Um outro tipo de célula, única no sistema nervoso é a célula glial (glue = cimento), que protege e dá suporte ao neurônio.

O Neurônio

O neurônio é formado por um corpo celular, que contém citoplasma, núcleo e organelas, o qual apresenta 2 tipos característicos de projeções: os axônios e os dendritos.

Dendritos: são processos celulares, tipicamente curtos, altamente ramificados, especializados em receberem informações e enviarem estímulos para o corpo celular. Este integra os sinais recebidos, podendo receber impulsos diretamente. Os impulsos nervosos são conduzidos do corpo celular para outros neurônios ou glândulas através de outro prolongamento, o axônio, que pode ter até 1 metro de comprimento. Na porção terminal, o axônio ramifica-se formando os terminais do axônio que terminam em estruturas minúsculas chamadas botões sinápticos. Estas estruturas liberam neurotransmissores, substâncias químicas que transmitem sinais de um neurônio para outro. Ao longo do percurso, um axônio pode emitir ramificações (fig. 4.1).

docsity.com

Capítulo 3: Parte 1 4

Fig.4.1 - Neurônio motor e sensorial.

docsity.com

Capítulo 3: Parte 1 5

Os axônios de muitos neurônios fora do Sistema Nervoso Central (SNC) recebem 2 tipos de cobertura: uma camada celular externa ou neurilema e uma interna, a bainha de mielina. Ambas são formadas pelas células de Schwann, células gliais encontradas fora do SNC. A bainha de mielina é formada pelo enrolamento da membrana plasmática da célula de Schwann ao longo do axônio. A mielina é uma substância branca, rica em lipídios, sendo um isolante, o que influencia a transmissão dos impulsos nervosos. Entre as células de Schwann sucessivas, ocorrem estreitamentos, os nódulos de Ranvier, pontos nos quais os axônios não estão isolados (fig. 4.1 e 4.2).

Fig.4.2 - Formação da bainha ao redor do axônio do neurônio periférico. A célula de Schwann enrola-se ao redor do axônio.Quando um axônio é cortado, a porção separada do corpo celular deteriora, sendo fagocitada pelas células adjacentes. A parte cortada do axônio pode crescer lentamente e após muito

tempo, restaurar a função celular ao menos parcialmente.

O nervo é uma "corda" formada de centenas e as vezes milhares de axônios mantidos juntos por tecido conjuntivo. Os corpos celulares destes axônios são freqüentemente mantidos juntos em uma massa de corpos celulares conhecidas como gânglios (fig. 4.3).

docsity.com

Capítulo 3: Parte 1 6

Fig.4.3 - Estrutura de um nervo e um gânglio. Um nervo consiste de um feixe de axônios mantidos juntos por tecido conjuntivo. Os corpos celulares que pertencem a estes axônios são mantidos juntos, no

gânglio.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome