Vestibular de Geografia - Universidade Federal Fluminense - 2007 - UFF, Notas de estudo de . Universidade Anhembi Morumbi (UAM)
Copacabana
Copacabana12 de Março de 2013

Vestibular de Geografia - Universidade Federal Fluminense - 2007 - UFF, Notas de estudo de . Universidade Anhembi Morumbi (UAM)

PDF (232.1 KB)
4 páginas
1000+Número de visitas
Descrição
Vestibular de Geografia da Universidade Federal Fluminense do ano 2007.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 4
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
C:\VESTIB~1\2007\PROVAS\DISCUR~

2

GEOGRAFIA - Grupos C, D e H - Gabarito

Os Conselhos Municipais de Meio Ambiente reúnem entidades representativas do poder público, associações de moradores, associações profissionais, entidades de representação de trabalhadores, entidades religiosas, organizações ambientalistas etc., podendo converter-se em importante fator auxiliar na luta pela defesa das Unidades de Conservação Federais, no Brasil.

No mapa abaixo, aparecem os municípios nos quais os Conselhos Municipais de Meio Ambiente estão presentes. No gráfico, são indicados os biomas brasileiros e as respectivas Unidades de Conservação Federais neles existentes:

Considerando as informações acima e as diferenças entre os complexos regionais brasileiros:

Aponte o aspecto mais evidente da contradição existente entre a localização geográfica dos Conselhos Municipais de Meio Ambiente e das Unidades de Conservação Federais;

______________________________________________________________________________________________________

Pode-se verificar que o mapa dos Conselhos Municipais de Meio Ambiente mostra uma expressiva concentração dessas entidades, no Centro-Sul do Brasil. Essa desproporção espelha as diferenças no número de municípios quando comparamos esse complexo regional com a porção setentrional do país. Por outro lado, a Amazônia, que é o bioma com a maior área de Unidades de Conservação, é também aquela que apresenta o menor número de Conselhos de Meio Ambiente.

Observe o gráfico e a foto, retratando aspectos econômicos da relação campo-cidade no Brasil, no contexto da globalização atual.

Mercado vazio em Sinop (MT), que sofre com crise agrícola

EVOLUÇÃO DO PREÇO DA SOJA, EM REAIS

2a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

1a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

Jo rn

al F

ol ha

d e

Sã o

Pa ul

o, 1

1 de

j ul

ho d

e 20

06

Fo nt

e: I

B G

E ,

Pe rf

il d

os M

un ic

íp io

s B

ra si

le ir

os

Resposta:

docsity.com

3

GEOGRAFIA - Grupos C, D e H - Gabarito

3a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

As Práticas Urbanas

A cidade capitalista resulta das práticas de atores sociais que, ao longo do tempo, reorganizam o espaço urbano, de acordo com um complexo jogo de interesses. Dentre esses atores sociais, destacam-se os donos da terra ou proprietários fundiários e os proprietários industriais e de grandes empresas comerciais; dentre aquelas práticas, destaca-se a especulação fundiária.

A partir dos apontamentos acima, explicite de que maneira a especulação da terra provoca conflito entre interesses dos proprietários fundiários e dos proprietários industriais ou comerciais.

_____________________________________________________________________________________________________

Na cidade capitalista, a especulação fundiária não é de interesse dos proprietários dos meios de produção, quais sejam, proprietários industriais e do grande comércio, por onerar os custos de expansão empresarial, na medida em que esta pressupõe terrenos amplos e baratos. Entretanto, esse tipo de especulação interessa aos proprietários fundiários, pois a retenção de terras cria uma escassez relativa de sua oferta e o aumento de seu preço, possibilitando a estes proprietários o aumento da renda da terra.

Com base nos aspectos econômicos observados:

a) aponte um fator que explique a relação entre a situação registrada na foto e os dados do gráfico;

______________________________________________________________________________________________________

Em função da desvalorização do preço da soja nos mercados externo e interno, os produtores rurais experimentaram uma descapitalização, o que, por sua vez, reflete diretamente sobre o comércio varejista dos estados que têm na comercialização desse produto uma das principais fontes de renda.

b) avalie as conseqüências causadas pelas oscilações dos preços da soja, para as economias locais.

_____________________________________________________________________________________________________

Os locais que apresentam sua produção submetida aos interesses de diversos centros consumidores, dentro do contexto da globalização econômica, são influenciados pelas oscilações de tais centros e de entidades financeiras que negociam a produção agrícola em nível mundial. As flutuações na valorização desses produtos repercutem nas decisões a respeito do plantio e no próprio funcionamento das economias locais que são dependentes de tal comercialização.

Resposta:

Resposta:

Resposta:

docsity.com

4

GEOGRAFIA - Grupos C, D e H - Gabarito

4a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

O domínio dos cerrados ocupa vastas extensões do Brasil Central e do Meio Norte, além de áreas periféricas, totalizando cerca de 20 a 25% do território brasileiro. Corresponde, predominantemente, ao clima tropical típico, com estação seca prolongada e temperatura média anual em torno de 22-23ºC. Tanto no verão como no inverno, devido às latitudes relativamente baixas, a radiação solar é bastante intensa, provocando não raramente a ocorrência de queimadas por combustão espontânea.

Exemplo do Clima Tropical Típico

Fonte: AYOADE, J. O. S. Paulo, Difel, 1986

Observe atentamente o mapa e o gráfico

______________________________________________________________________________________________________ Podem ser citadas as seguintes características:

- em sua configuração típica, o cerrado não chega a ser rigorosamente uma formação florestal, mas uma formação vegetal composta por dois estratos: um arbóreo/arbustivo e outro herbáceo/subarbustivo, formado predominantemente por gramíneas;

- as árvores do cerrado são muito peculiares, apresentando troncos e galhos retorcidos, cascas grossas e raízes profundas (chegando até a mais de 15 metros), para extrair do solo, na época de seca, a água necessária para sua sobrevivência;

- as gramíneas, no período de seca, sofrem intenso dessecamento, mas subsistem abaixo do nível do solo, resistindo a condições de elevado déficit hídrico;

- tendo em vista certas características descritas acima, o cerrado é um tipo de vegetação adaptada a uma condição ambiental que inclui a presença do fogo, fazendo parte inclusive de sua “ecologia”.

a) Aponte duas características do cerrado, tendo em vista as condições ambientais mencionadas.

b) Com base no climograma e no texto, identifique os meses de ocorrência mais prováveis de queimadas causadas por combustão espontânea, justificando sua identificação.

______________________________________________________________________________________________________ Os meses de ocorrência mais prováveis de queimadas por combustão espontânea são agosto e setembro,

por duas razões mutuamente associadas. Em primeiro lugar, como se nota no climograma, em tais meses a temperatura média está perto de alcançar seu limite máximo, ao mesmo tempo em que as máximas absolutas mensais podem chegar facilmente a mais de 40ºC. Em segundo lugar, o período corresponde ao final de uma longa estação seca, na qual o dessecamento da fitomassa das gramíneas é praticamente completo. A ocorrência de geadas no início e em meados do inverno provoca também intenso desfolhamento das árvores e arbustos, fazendo aumentar em muito a serapilheira (folhas e gravetos secos depositados sobre o solo) e, portanto, o risco de incêndios.

Resposta:

Resposta:

docsity.com

5

GEOGRAFIA - Grupos C, D e H - Gabarito

A partir da charge e do texto acerca da redistribuição geográfica do setor industrial de telecomunicações, no contexto de mundialização da economia:

a)justifique a estratégia espacial da empresa citada, levando em conta o processo contemporâneo de reestru- turação industrial;

______________________________________________________________________________________________________

A Uniden lança mão da estratégia de multilocalização de suas unidades produtivas e de Pesquisa e Desenvolvimento. Primeiramente, a empresa deslocou suas fábricas para dois dos chamados Tigres Asiáticos, em busca de facilidades fiscais e mão-de-obra barata e disciplinada; depois, visando a situações mais vantajosas, transferiu as funções produtivas menos qualificadas para outros países do Sudeste Asiático. Direcionando a esse conjunto de países um intenso fluxo de investimentos diretos, o Japão estabeleceu uma divisão subcontinental do trabalho hierarquizada, envolvendo três níveis do processo produtivo: Pesquisa e Desenvolvimento, fabricação qualificada e fabricação menos qualificada. Mais recentemente, a Uniden tem optado por uma descentralização de suas atividades na área de Pesquisa e Desenvolvimento, instalando diretorias nos EUA, na Europa Ocidental e em Hong Kong (um caso típico de periferia integrada). A nova estrutura pluricentral corresponde, em grande medida, aos principais mercados consumidores da empresa.

b)identifique e explique dois fatores que viabilizam tal estratégia.

______________________________________________________________________________________________________

Podem ser citados os seguintes fatores: - os avanços técnicos e a organização do trabalho que permitem a decomposição do processo produtivo

em etapas, particularmente intenso no tipo de indústria considerada e no setor de componentes eletrônicos em geral;

- a evolução das tecnologias de transporte, representada por inovações nos complexos portuários e pelo estabelecimento de linhas aéreas de carga;

- a revolução operada no campo da informática, que permite coordenar de forma eficaz o processo de redistribuição geográfica da produção;

- relacionada ao último item, a capacidade de remeter recursos financeiros de modo quase instantâneo a diversos pontos do planeta.

A EMPRESA JAPONESA DO FUTURO

A Uniden é uma indústria japonesa de porte médio, especializada na fabricação de equipamentos para telecomunicações. Toda sua produção, 70% das vendas e mais de dois terços de seus empregados estão fora do Japão.

A companhia, que fabrica telefones móveis, rádios e receptores para transmissão via satélite, fechou suas fábricas japonesas em 1979 e instalou-se, inicialmente, em Taiwan e Hong Kong. Em 1989, com os aumentos nos custos de produção nessas bases, transferiu suas unidades produtivas para as Filipinas e a China.

Mantendo no Japão apenas sua direção e a área de Pesquisa e Desenvolvimento, a Uniden está implantando quatro diretorias com idênticas funções e objetivos: uma em Forth Worth no Texas, outra em Bruxelas, outra em Hong Kong e a última em Tóquio. A vigorar esse plano, cerca de 4.500 dos 5.500 funcionários da empresa estarão no sudeste da Ásia, 500 na América do Norte, 100 na Europa e apenas 400 no Japão.

Adaptado de Hélcio Emerich,Folha de São Paulo, 18/06/91.

5a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

Resposta:

Resposta:

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome