Vestibular de História e química - Prova Objetiva - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - 2007 - UFRN, Notas de estudo de História. Centro Universitário do Vale do Rio Taquari (UNIVATES)
Andre_85
Andre_8513 de Março de 2013

Vestibular de História e química - Prova Objetiva - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - 2007 - UFRN, Notas de estudo de História. Centro Universitário do Vale do Rio Taquari (UNIVATES)

PDF (681.1 KB)
13 páginas
514Número de visitas
Descrição
Vestibular de História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte do ano de 2007.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 13
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Microsoft Word - ME 2 DIA.doc

1 Escreva seu Número de Inscr ição neste re tângulo:

2 Conf i ra se este Caderno contém 30 questões de múl t ip la esco lha, ass im d is t r ibuídas: 01 a 15 H ISTÓRIA; 16 a 30 QUÍMICA.

3 Se o Caderno est iver incompleto ou cont iver imper fe ição gráf ica que pre jud ique a le i tura, peça imediatamente ao F isca l que o subst i tua.

4 Cada questão apresenta quat ro opções de resposta, das quais só uma é cor re ta .

5 In terpretar as questões faz par te da aval iação; por tanto, não ad ianta pedi r esc larec imentos aos F isca is .

6 Use exc lus ivamente a caneta que o F isca l lhe ent regou quando preencher a Fo lha de Respostas, f izer rascunhos, e tc .

7 Ut i l ize qualquer espaço deste Caderno para rascunhos e não destaque nenhuma fo lha.

8 O tempo máximo de que você d ispõe para responder às questões ( inc lu indo as d iscurs ivas) e preencher a Folha de Respostas são quat ro horas e meia.

9 O preenchimento da Folha de Respostas é de sua in te i ra responsabi l idade.

10 Antes de re t i rar -se def in i t ivamente da sa la , devolva ao F isca l a Fo lha de Respostas, os do is Cadernos de questões e a caneta.

docsity.com

docsity.com

UFRN PS 2007 1

História 01 a 15

01. No ano 70 d.C., o Estado romano, sob o controle do imperador Tito, destruiu a cidade de Jerusalém, e os judeus se dispersaram por outras terras. Diáspora tem sido a palavra usada para designar essa dispersão. Após a diáspora,os judeus

A) ficaram sem um território próprio por séculos; mas, por meio da religião e dos laços familiares, mantiveram sua identidade cultural e sua unidade como povo.

B) perderam todas as suas propriedades; mas, em razão da decadência do Império Romano, voltaram para a Palestina e reconstruíram sua identidade cultural.

C) foram dominados pelos árabes e perderam sua identidade cultural como povo; mas, em 1948, com a criação do Estado de Israel, voltaram a unificar-se.

D) foram impedidos de realizar seus cultos; mas, durante a Idade Média, em razão do fortalecimento do cristianismo, conseguiram firmar sua identidade cultural.

02. Desde a época dos apóstolos, a Igreja cristã afirmava-se una, mas isso não a

impedia de assumir características peculiares em diversos territórios. Em 1054, tais diferenças no seio da Cristandade provocaram o Cisma do Oriente, que culminou com

A) o fracionamento do Império Bizantino em Império Romano do Ocidente, dominado pelo Papa, e Império Romano do Oriente, controlado pelo Patriarcado de Constantinopla.

B) o desmembramento do Tribunal da Inquisição, com uma seção liderada pelo Papa na Igreja Católica Romana, e outra chefiada pelo Patriarcado de Constantinopla na Igreja Ortodoxa.

C) a separação entre o poder espiritual, comandado pelo Papa no Ocidente, e o poder temporal, exercido pelo Imperador bizantino no Oriente.

D) adivisão entre a Igreja Católica Romana, dirigida pelo Papa, e a Igreja Ortodoxa, subordinada ao Patriarcado de Constantinopla.

03. O feudalismo substituiu o escravismo antigo e estabeleceu novas relações de

trabalho, baseadas na exploração da mão-de-obra servil. Nessa condição, os servos

A) seriam tratados como mercadorias e vendidos nas feiras realizadas nos burgos, quando aprisionados nas guerras feudais.

B) eram trabalhadores que deviam obediência e obrigações ao seu senhor e estavam ligados à terra em que viviam, não podendo ser vendidos.

C) eram considerados propriedade dos senhores feudais e poderiam ser trocados ou vendidos nos mercados locais.

D) seriam transformados em trabalhadores assalariados caso não pagassem regularmente os tributos devidos ao senhor.

docsity.com

UFRN PS 2007 2

04. No livro Novum Organum, publicado em 1620, Francis Bacon, pensador ligado ao Renascimento, escreveu:

O homem, intérprete e ministro da natureza, não estende os seus conhecimentos e a sua ação senão na medida em que descobre a ordem natural das coisas, seja pela observação, seja pela reflexão. FREITAS, Gustavo de. 900 textos e documentos de história. Lisboa: Plátano Editora, [1976]. p. 179.

Essa afirmativa de Bacon expressa o princípio renascentista que defendia

A) a crença de que o homem, fazendo uso das suas faculdades racionais, poderia explicar a natureza para que fossem confirmados os dogmas cristãos.

B) um novo método de investigação da natureza o qual conciliava a filosofia escolástica, base da teologia cristã, com o rigor experimental.

C) uma nova maneira de entender os fenômenos naturais a partir da ciência experimental, buscando explicações racionais.

D) a idéia de que o método científico, baseado na investigação dos fatos naturais, deveria comprovar a verdade teológica.

05. Nos séculos XV e XVI, com as chamadas Grandes Navegações, os europeus

chegaram às Américas, onde iniciaram um processo de conquista e colonização. Esses empreendimentos aceleraram a acumulação do capital e garantiram o desenvolvimento do capitalismo europeu, pois a burguesia mercantil européia

A) utilizou a mão-de-obra assalariada colonial para baratear os custos dos produtos manufaturados na metrópole.

B) quebrou o protecionismo econômico metropolitano, abrindo o mercado nacional e favorecendo a eclosão da Revolução Industrial.

C) apropriou-se dos lucros advindos tanto do monopólio comercial que as metrópoles mantinham com as colônias quanto do tráfico de escravos.

D) apossou-se da maior parcela dos lucros do comércio colonial, de modo a substituir, na metrópole, a mão-de-obra escrava pela mão-de-obra servil.

06. A 4 de julho de 1776, publicou-se a Declaração de Independência dos Estados

Unidos da América. Após a guerra que consolidou a independência do país, foi convocada uma Convenção para redigir a Carta Constitucional do novo Estado. Durante os trabalhos para a elaboração dessa Carta Magna,

A) os federalistas propunham uma democracia baseada na Constituição da França revolucionária, enquanto que os republicanos se inspiravam no liberalismo parlamentar inglês.

B) os republicanos pregavam a favor de um Estado com um partido único, enquanto que os democratas defendiam o pluripartidarismo.

C) os democratas dos Estados do Norte desejavam o fim da escravidão, enquanto que os liberais sulistas eram a favor da manutenção do trabalho escravo.

D) os republicanos defendiam um poder central meramente simbólico e a completa autonomia dos Estados, enquanto que os federalistas defendiam um poder central forte.

docsity.com

UFRN PS 2007 3

07. No final da década de 1970, o xá Reza Pahlevi, ditador pró-Ocidente, foi destituído do poder pela Revolução do Irã, levando às ruas uma multidão que agiu com violência. Imediatamente após a Revolução, assumiu o poder no país A) uma liderança religiosa e política xiita, que prendeu os seus opositores, censurou

os meios de comunicação e proibiu manifestações da cultura ocidental.

B) uma facção religiosa fundamentalista, que, inspirada na revolução socialista russa, nacionalizou as companhias de petróleo e defendeu a ocidentalização da cultura nacional.

C) um partido nacionalista sunita, que estreitou as ligações com o mundo oriental e contou com o apoio de países árabes interessados no petróleo da região.

D) um grupo de califas pan-islâmicos, que expulsou os ocidentais do país e lançou uma fatwa (decreto religioso) determinando que os muçulmanos deveriam matar os norte-americanos e seus aliados.

08. A criação do Estado de Israel em 1948 aumentou a tensão na região da Palestina,

ocasionando a Primeira Guerra Árabe-Israelense. Esse conflito provocou a fuga ou expulsão de grande parte da população desse território e desencadeou a questão palestina. Diversos grupos de resistência palestina criaram, em 1964, a OLP (Organização para a Libertação da Palestina).

Esse organismo político-militar se caracterizou como

A) sionista e socialista, tendo por meta arrecadar recursos financeiros e conquistar aliados políticos entre os países comunistas para a causa palestina.

B) anti-sionista e antiimperialista, tendo o objetivo de criar um Estado democrático e laico abrangendo toda a Palestina.

C) religioso e segregacionista, almejando retirar da região da Palestina todos os povos não-muçulmanos, sobretudo judeus e cristãos.

D) nazista e fascista, objetivando a construção de uma nação Palestina e o extermínio dos judeus, tidos como inferiores.

09. Na colônia portuguesa da América (Brasil), o gado era fundamental para a produção açucareira que se expandia pelo litoral nordestino. Todavia, uma Carta Régia de 1701 proibiu a criação de gado em uma faixa de oitenta quilômetros da costa para o interior. O objetivo dessa medida régia era

A) garantir o cultivo da cana-de-açúcar no litoral e, ao mesmo tempo, estimular a colonização dos sertões com a pecuária.

B) proibir o desenvolvimento de atividades produtivas no litoral, com o intuito de dificultar a invasão da colônia por outros povos.

C) estimular a pecuária nos sertões, almejando impedir a proliferação da produção açucareira, que se tornara economicamente inviável.

D) impedir a pecuária no litoral, onde era mais rentável que o açúcar, como forma de favorecer os interesses dos senhores de engenho.

docsity.com

UFRN PS 2007 4

10. No século XVII, os holandeses conquistaram o nordeste da América Portuguesa (Brasil) e imprimiram características próprias a essas áreas coloniais. O apogeu do governo holandês deu-se à época da administração do príncipe João Maurício de Nassau (1637-1644). Considerando-se o governo de Nassau e comparando-o com a colonização portuguesa, pode-se afirmar que

A) a colonização holandesa aprovava a libertação dos negros, índios e mestiços; ao passo que a colonização portuguesa defendia a escravidão dos negros africanos e dos ameríndios.

B) a colonização holandesa permitia a convivência entre protestantes, católicos e judeus; enquanto que a colonização portuguesa proibia a prática de qualquer outra religião que não fosse o catolicismo.

C) os holandeses doavam terras de suas colônias para que os homens-bons construíssem os seus engenhos de açúcar; enquanto que a Coroa Portuguesa vendia terras aos senhores de engenhos.

D) os holandeses desenvolviam a produção açucareira utilizando o engenho movido a vapor; ao passo que a Coroa Portuguesa expandia sua produção utilizando-se do engenho a tração animal.

11. A imigração estrangeira no Brasil cresceu, consideravelmente, no período entre 1887

e 1914. Nesse período, quase três milhões de estrangeiros chegaram ao país, em razão

A) da expansão da produção da borracha para abastecer o mercado internacional. B) do crescimento da pecuária, que exigiu maior número de trabalhadores. C) do desenvolvimento da indústria, que exigia uma mão-de-obra qualificada. D) da forte demanda de mão-de-obra devido à expansão da cafeicultura.

12. Nas primeiras décadas do século XX, o Estado brasileiro promoveu intervenções na

sociedade, com o objetivo de modernizá-la. No Rio de Janeiro, então capital federal, foram adotadas medidas governamentais almejando atingir essa modernização. Entre essas medidas estava

A) o recrutamento de funcionários públicos a partir do critério científico da superioridade étnica.

B) a reconstrução de casas na região central, garantindo moradias higiênicas para a população pobre.

C) o desenvolvimento de campanhas de vacinação, que contaram com a adesão maciça da população.

D) a reestruturação do centro da cidade, eliminando traços urbanos associados ao passado imperial.

docsity.com

UFRN PS 2007 5

13. A política oligárquica do Rio Grande do Norte foi reoordenada nos anos 1920, durante os governos de José Augusto Bezerra de Medeiros e de Juvenal Lamartine. A projeção desses políticos, que derrotaram a oligarquia litorânea dos Albuquerque Maranhão, foi facilitada pela

A) instalação de indústrias têxteis no interior do estado, em razão da crise desse setor no Centro-Sul do País.

B) expansão da pecuária bovina, em razão dos altos preços da carne e do couro no mercado internacional.

C) produção e comercialização do algodão, que ocupou o primeiro lugar nas exportações estaduais.

D) exploração da scheelita, da qual se extraía o tungstênio, muito valorizado durante a Primeira Guerra Mundial.

14. Em novembro de 1935, em Natal, Recife e Rio de Janeiro, eclodiu o levante

conhecido como Intentona Comunista. O governo de Getúlio Vargas utilizou-se de tal evento para

A) instituir a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), esvaziando a pauta de reivindicações da luta sindical.

B) decretar o estado de sítio e reprimir violentamente os movimentos de esquerda, acelerando o processo que culminaria no Estado Novo.

C) proibir qualquer tipo de organização operária, transformando o Ministério do Trabalho em substituto dos sindicatos.

D) legalizar os partidos de esquerda e permitir sua participação em eleições, inibindo as ações armadas comunistas.

15. No começo dos anos 1970, grupos multinacionais e grandes empresas brasileiras –

com sede na Região Sudeste – investiram na pecuária extensiva, na região do Tocantins-Araguaia. Ao chegarem à região, essas empresas encontraram pequenas roças nas mãos de posseiros e passaram a expulsá-los das terras. Aproveitando-se desse fato, o PC do B (Partido Comunista do Brasil)

A) adquiriu uma extensa quantidade de terras para assentamento de pequenos agricultores e desenvolvimento de uma produção comunitária.

B) estimulou a organização dos camponeses em sindicatos rurais, que denunciaram a grilagem e a concentração de terras.

C) montou na região uma base de treinamentos destinada a ensinar técnicas de guerrilha a seus militantes e a preparar a luta armada contra o regime militar.

D) infiltrou militantes em unidades do exército brasileiro situadas na região e cooptou jovens militares para combater a ditadura.

docsity.com

docsity.com

UFRN PS 2007 7

Química 16 a 30

As questões 16, 17 e 18 referem-se à situação seguinte:

O cloreto de sódio (NaCl), em solução aquosa, tem múltiplas aplicações, como, por exemplo, o soro fisiológico, que consiste em uma solução aquosa de cloreto de sódio (NaCl) a 0,092% (m/v) .

16. O soluto do soro fisiológico (NaCl) é solúvel em água porque é uma substância A) iônica, com estrutura cristalina. B) iônica, com estrutura molecular. C) molecular, com estrutura cristalina. D) molecular, com estrutura molecular.

17. Os pontos (1), (2) e (3) do gráfico ao lado representam, respectivamente, soluções A) saturada, não-saturada e supersaturada. B) saturada, supersaturada e não-saturada. C) não-saturada, supersaturada e saturada. D) não-saturada, saturada e supersaturada.

18. Considerando-se a densidade da solução de soro fisiológico igual a 1,0g/mL, a

quantidade de cloreto de sódio presente em um litro de soro fisiológico é:

A) 0,0092 g C) 0,092 g B) 9,2 g D) 0,92 g

As questões 19, 20 e 21 referem-se à situação seguinte:

A amônia é um composto utilizado como matéria-prima em diversos processos químicos. A obtenção da amônia pode ser expressa pela equação a seguir:

N2(g) + 3H2(g) → 2NH3(g) (1)

A entalpia-padrão de formação (∆Hf°) da amônia é de -46,0 kJ/mol.

19. A obtenção de amônia para a reação citada pode ser classificada como uma reação de A) deslocamento. B) decomposição. C) dupla-troca. D) síntese.

0

10

20

30

40

50

60

0 10 20 30 40 50 60

NaCl

3

1

2

Temperatura ( C)0

docsity.com

UFRN PS 2007 8

20. A variação da entalpia-padrão na reação (1) é: A) - 23,0 kJ B) + 92,0 kJ C) - 92,0 kJ D) + 23,0 kJ

21. A expressão da velocidade média para a reação (1), em função das velocidades de formação e/ou consumo dos reagentes e produtos, pode ser dada por:

A) vmédia = 3 vconsumo de H2(g) B) vmédia = vconsumo de N2(g) C) vmédia = 2 vformação de NH3(g) D) vmédia = vformação de NH3(g)

As questões 22, 23 e 24 referem-se à situação seguinte: A substância responsável pelo aroma artificial de banana é obtida pela reação a seguir:

ácido etanóico + 3-metil butanol (III) + H2O

(I) (II)

No final da reação, observou-se a formação de uma mistura heterogênea bifásica.

22. A função orgânica do produto (III) formado é

A) éster. B) cetona. C) aldeído. D) éter.

23. Em relação ao 3-metil-butanol, é correto afirmar que possui

A) um carbono terciário, cadeia linear e insaturada. B) dois carbonos terciários, cadeia linear e insaturada. C) um carbono terciário, cadeia ramificada e saturada. D) dois carbonos terciários, cadeia ramificada e saturada.

24. A mistura heterogênea bifásica foi formada porque A) a substância I é pouco solúvel em água enquanto a substância III é muito solúvel. B) a substância III é pouco solúvel em água enquanto a substância I é muito solúvel. C) a substância I é pouco solúvel em água enquanto a substância II é muito solúvel. D) a substância III é pouco solúvel em água enquanto a substância II é muito solúvel.

∆ H+

docsity.com

UFRN PS 2007 9

As questões 25, 26 e 27 referem-se à situação seguinte:

A emissão de substâncias químicas na atmosfera, em níveis elevados de concentração, pode causar danos ao ambiente. Dentre os poluentes primários, destacam-se os gases CO2, CO, SO2 e CH4. Esses gases, quando confinados, escapam lentamente, por qualquer orifício, por meio de um processo chamado efusão.

25. A molécula que apresenta geometria tetraédrica é:

A) CO2 B) SO2 C) CO D) CH4 26. Um mol de CO foi colocado em um recipiente fechado de 1,0 litro, a 25oC e 24 atm de

pressão. A pressão, em atm, exercida pelo gás, quando transferido para um recipiente fechado de 2,0 litros, à mesma temperatura, é:

A) 24 B) 12 C) 48 D) 6

27. Suponha que os gases citados, mantidos nas mesmas condições de temperatura e pressão, tenham sido colocados em balões de borracha de igual volume. A ordem decrescente de velocidade de efusão das substâncias contidas nos balões é: A) CO; CH4; SO2; CO2 C) CO2; SO2; CH4; CO B) SO2 ; CO2; CO; CH4 D) CH4; CO; CO2; SO2

As questões 28, 29 e 30 referem-se à situação seguinte:

O esmalte dental é constituído pela hidroxiapatita, que, na presença de água, vem representada pelo seguinte equilíbrio químico:

Ca5(PO4)3OH(s) + H2O(l) 5Ca2+(aq) + 3PO43-(aq) + OH−(aq) Dois fatores que alteram o equilíbrio da reação acima são o pH e as concentrações dos íons.

A cárie dentária é provocada pela ação da placa bacteriana no esmalte do dente. O açúcar metabolizado pelas bactérias é transformado em ácidos orgânicos. Na tabela abaixo, estão apresentados alguns desses ácidos:

Tabela: Alguns dos ácidos orgânicos formados e suas constantes de dissociação

Fórmula do composto

HC

O

OH

(I) (II) (III) Ka (mol/L) a 25 ºC 8,4 x 10-4 1,8 x 10-5 1,8 x 10-4

desmineralização

mineralização

docsity.com

UFRN PS 2007 10

28. Os ácidos orgânicos (I) e (II), produzidos pelo metabolismo do açúcar, são,

respectivamente, A) 2-hidróxi-etanóico e propanóico. B) 2-hidróxi-propanóico e propanóico. C) 2-hidróxi-propanóico e etanóico. D) 2-hidróxi-etanóico e etanóico.

29. A adição dos ácidos orgânicos que foram gerados pelo metabolismo do açúcar

provoca

A) diminuição do pH e favorecimento da mineralização do dente. B) diminuição do pH e favorecimento da desmineralização do dente. C) aumento do pH e favorecimento da mineralização do dente. D) aumento do pH e favorecimento da desmineralização do dente.

30. Considerando-se soluções de mesma concentração, a ordem crescente do grau de ionização dos ácidos apresentados na tabela é:

A) II < III < I B) I < II < III C) I < III < II D) II < I < III

docsity.com

UFRN PS 2007 11

TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18

IΑ IIΑ IIIΒΙVΒ VΒ VΙΒ VΙΙΒ VΙΙΙΒΙΒΙΙΒ IIIΑΙVΑ VΑ VΙΑ VΙΙΑ VΙΙΙΑ

1 1 H

1,0

2 He 4,0

2 3 Li

7,0

4 Be 9,0

5 B

11,0

6 C

12,0

7 N

14,0

8 O

16,0

9 F

19,0

10 Ne

20,0

3 11 Na

23,0

12 Mg

24,0

13 Al

27,0

14 Si

28,0

15 P

31,0

16 S

32,0

17 Cl

35,5

18 Ar

40,0

4 19 K

39,0

20 Ca

40,0

21 Sc

45,0

22 Ti

48,0

23 V

51,0

24 Cr

52,0

25 Mn

55,0

26 Fe

56,0

27 Co

57,0

28 Ni

59,0

29 Cu

63,5

30 Zn

65,5

31 Ga

69,5

32 Ge

72,5

33 As

75,0

34 Se

79,0

35 Br

80,0

36 Kr

84,0

5 37

R b 85,5

38 Sr

87,5

39 Y

89,0

40 Zr

91,0

41 Nb

93,0

42 Mo

96,0

43 Tc

(97)

44 Ru

101,0

45 Rh

103,0

46 Pd

106,5

47 Ag

108,0

48 Cd

112,5

49 In

115,0

50 Sn

118,5

51 Sb

122,0

52 Te

127,5

53 I

127,0

54 Xe

131,5

6 55

C s 133,0

56 Ba

137,5

*

L a

72 Hf

178,5

73 Ta

181,0

74 W

184,0

75 Re

186,0

76 Os

190,0

77 Ir

192,0

78 Pt

195,0

79 Au

197,0

80 Hg

200,5

81 Tl

204,5

82 Pb

207,0

83 Bi

209,0

84 Po

(209)

85 At

(210)

86 Rn

(222)

7 87

F r (223)

88 R a (226)

** Ac

104 Rf

(261)

105 Db

(262)

106 Sg

(266)

107 Bh

(264)

108 Hs

(277)

109 Mt

(268)

110 Ds

(271)

111 Rg

(272)

*SÉRIE DOS LANTANÍDIOS 57 La

139,0

58 Ce

140,0

59 Pr

141,0

60 Nd

144,0

61 Pm

(145)

62 Sm

150,5

63 Eu

152,0

64 Gd

157,5

65 Tb

159,0

66 Dy

162,5

67 Ho

165,0

68 Er

167,5

69 Tm

170,0

70 Yb

173,0

71 Lu

175,0 **SÉRIE DOS ACTINÍDIOS

89 Ac

(227)

90 Th

232,0

91 Pa

(231)

92 U

238,0

93 Np

(237)

94 Pu

(244)

95 Am

(243)

96 Cm

(247)

97 Bk

(247)

98 Cf

(251)

99 Es

(252)

100 Fm

(257)

101 Md

(258)

102 No 259

103 Lr

(262) Fonte: IUPAC, 2005.

CONSTANTES FÍSICAS

Volume molar do gás ideal: 22,7 L (1 atm e 273 K) Constante de Avogadro: 6,02 x 10 23 /mol

Velocidade da luz no vácuo (c): 3,0 x1010 cm/s

Carga do elétron (e): 1,6 x 10 -19 C

Constante de Planck (h): 6,6 x 10 –34 J.s

Constante de Faraday (F): 96.500 C/mol

Constante de ionização da água (Kw): 10 –14 mol2/L2 (298 K)

Constante universal dos gases (R): 0,082 L.atm/(mol.K)

No Atômico

SÍMBOLO

Massa Atômica (arredondada ± 0,5)

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome