Vestibular de Literatura - Universidade Federal do Rio Grande - 2009 - FURG, Notas de estudo de Literatura. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
VictorCosta
VictorCosta13 de Março de 2013

Vestibular de Literatura - Universidade Federal do Rio Grande - 2009 - FURG, Notas de estudo de Literatura. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

PDF (162.8 KB)
5 páginas
903Número de visitas
Descrição
Vestibular de Literatura da Universidade Federal do Rio Grande do ano de 2009.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 5
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Pré-visualização finalizada
Consulte e baixe o documento completo
Microsoft Word - Literatura Colunas final.doc

FURG – COPERVE – PROCESSO SELETIVO 2009

CADERNO 1 – LITERATURA BRASILEIRA 1

LITERATURA BRASILEIRA

____________________________________________________________________________________ 1) Considere as quatro afirmativas abaixo, sobre Apontamentos de história sobrenatural, de Mario Quintana, marcando V (verdadeira) ou F (falsa) para cada uma delas: ( ) Os poemas do livro caracterizam-se por,

muitas vezes, tematizar o cotidiano. ( ) Algumas das composições do livro são

poemas em prosa, os chamados “quintanares”. ( ) Os poemas do livro são, em geral, bastante

longos. ( ) Em uma evocação sensorial e musical, há

vários poemas do livro que se intitulam “canção” e “noturno”.

A seqüência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é: A) F – V – V – V B) V – F – F – V C) V – F – F – F D) V – V – F – V E) F – V – V – F ________________________________________ 2) Os títulos dos poemas encontrados em Viagem, de Cecília Meireles, giram, predominantemente, em torno de palavras cujo campo semântico está relacionado à A) música. B) geografia. C) história. D) política. E) violência urbana.

3) A partir da leitura de Iracema, de José de Alencar, marque a alternativa INCORRETA.

A) O romance é uma das mais completas

traduções do projeto estético e ideológico da vertente indianista do Romantismo brasileiro.

B) O nascimento de Moacir é a redenção de Iracema, pois a partir desse fato a índia volta em paz à sua tribo.

C) O relacionamento entre Iracema e Martim pode ser visto como uma alegoria do processo de colonização brasileira, centrado na miscigenação.

D) A identificação entre Iracema e a natureza brasileira ocorre pela comparação da heroína com elementos da fauna e da flora, como a ema, a graúna e a palmeira.

E) O exílio de Iracema, ao final do livro, é uma metáfora da gradual perda do domínio do território nacional por parte dos indígenas, devido à chegada dos portugueses.

docsity.com

FURG – COPERVE – PROCESSO SELETIVO 2009

CADERNO 1 – LITERATURA BRASILEIRA 2

4) Assinale a alternativa correta correspondente ao enredo de São Bernardo, de Graciliano Ramos.

A) A narrativa apresenta a vida do casal Paulo

Honório e Madalena, revelando o desejo de ambos em transformar suas terras em uma experiência agrária inédita, atraindo a inimizade política do latifundiário Luís Padilha.

B) A narrativa apresenta a personagem Paulo Honório que, através do exercício da escrita, comenta acerca do acúmulo de dinheiro, informando à esposa Madalena sobre a necessidade da reforma agrária como solução da miséria no campo.

C) A narrativa apresenta uma reflexão acerca do socialismo pelo escritor Paulo Honório que, contrariado pela esposa Madalena, desenvolve um trabalho de conscientização política junto à sua comunidade.

D) A narrativa apresenta uma reflexão de Madalena que, descontente com a violência do marido e latifundiário Paulo Honório, comenta a sua fuga com a personagem socialista Luís Padilha.

E) A narrativa apresenta a reflexão de Paulo Honório sobre os mecanismos da produção da escrita, articulados com sua experiência pessoal em torno da acumulação de dinheiro, geradora do conflito ideológico com a esposa Madalena.

5) “Consolo na praia”, de Carlos Drummond de Andrade, integra o livro A rosa do povo, publicado em 1945: Vamos, não chores... A infância está perdida. A mocidade está perdida. Mas a vida não se perdeu. O primeiro amor passou. O segundo amor passou. O terceiro amor passou. Mas o coração continua. Perdeste o melhor amigo. Não tentaste qualquer viagem. Não possuis casa, navio, terra. Mas tens um cão. Algumas palavras duras, em voz mansa, te golpearam. Nunca, nunca cicatrizam. Mas, e o humour? A injustiça não se resolve. À sombra do mundo errado murmuraste um protesto tímido. Mas virão outros. Tudo somado, devias precipitar-te, de vez, nas águas. Estás nu na areia, no vento... Dorme, meu filho. Com base na leitura do poema acima, marque a alternativa correta. A) O poema caracteriza-se pelo humor intenso do

sujeito, que encontra no banho de mar a alegria de viver.

B) O poema caracteriza-se pelo inconformismo, levando o sujeito a atuar ativamente a favor da justiça social.

C) O poema caracteriza-se pela irreverência, o que acaba por levar o sujeito à resignação frente à perda dos amores, sugerindo a eliminação de sua vida.

D) O poema caracteriza-se pela desestruturação familiar, levando o sujeito a buscar uma nova profissão.

E) O poema caracteriza-se pela preocupação ambiental, levando o sujeito a protestar contra a destruição da natureza.

docsity.com

FURG – COPERVE – PROCESSO SELETIVO 2009

CADERNO 1 – LITERATURA BRASILEIRA 3

6) Leia o soneto “Madona da Tristeza”, de Cruz e Sousa, e as afirmativas feitas tendo em vista a sua parte formal: Quando te escuto e te olho reverente E sinto a tua graça triste e bela De ave medrosa, tímida, singela, Fico a cismar enternecidamente. Tua voz, teu olhar, teu ar dolente Toda a delicadeza ideal revela E de sonhos e lágrimas estrela O meu ser comovido e penitente. Com que mágoa te adoro e te contemplo, Ó da Piedade soberano exemplo, Flor divina e secreta da Beleza. Os meus soluços enchem os espaços Quando te aperto nos estreitos braços, Solitária madona da Tristeza! I) Quanto à métrica, observa-se que o soneto é

todo composto de versos decassílabos. II) O esquema de rimas do soneto pode ser

resumido como ABBA / ABBA / CCD / EED. III) O uso de substantivos com iniciais maiúsculas

é uma característica da poesia simbolista de Cruz e Sousa.

Com base nas afirmativas acima, pode-se considerar que A) todas estão corretas. B) todas estão erradas. C) I e II estão corretas. D) I e III estão corretas. E) II e III estão corretas. ________________________________________ 7) No conto “Uma branca sombra pálida”, presente no livro A noite escura e mais eu, de Lygia Fagundes Telles, a jovem personagem Gina suicida-se. A motivação do ato ocorre em virtude de A) um conflito religioso. B) um conflito trabalhista. C) um conflito bélico. D) um conflito político-partidário. E) um conflito familiar.

8) Leia atentamente o resumo: “Um tropeiro carrega na sua guaiaca uma quantia considerável de ouro, pertencente ao seu patrão, até que faz uma pausa para dormir e tomar banho em um riacho; na seqüência, retoma o seu caminho à estância de onde vai comprar cabeças de gado. Algum tempo depois, entretanto, nota que a guaiaca cheia sumiu. Desesperado, volta ao local do descanso, passando, no caminho, por uma comitiva de tropeiros que conduz uma cavalhada. Lá chegando, não reencontra o ouro, e para não ser acusado de roubo, resolve se suicidar, no que é demovido pelo cachorro e pelo cavalo que o acompanham: ‘Patrício! Não me avexo duma heresia; mas era Deus que estava no luzimento daquelas estrelas, era ele que mandava aqueles bichos brutos arredarem de mim a má tenção...’. Conformado em vender as suas poucas posses para pagar a dívida contraída involuntariamente, retorna à estância, onde, para sua surpresa, está a guaiaca com o ouro, que tinha sido achada pelos tropeiros com os quais ele tinha cruzado antes.” O resumo acima é de uma das histórias de Contos gauchescos, de autoria de João Simões Lopes Neto. Qual? A) “Correr eguada”. B) “No manantial”. C) “Trezentas onças”. D) “O anjo da vitória”. E) “Contrabandista”. _______________________________________ 9) Assinale a alternativa correspondente às temáticas da obra Primeiros cantos, de Gonçalves Dias: A) a exaltação ao Imperador, o indianismo e a

morte. B) o nacionalismo, o indianismo e a morte. C) o nacionalismo, a morte e a escravidão. D) o nacionalismo, o indianismo e a sátira à

sociedade burguesa. E) a morte, a exaltação ao Imperador e a

escravidão.

docsity.com

FURG – COPERVE – PROCESSO SELETIVO 2009

CADERNO 1 – LITERATURA BRASILEIRA 4

10) A coluna da esquerda traz os nomes de cinco livros de autores que pertencem à história da Literatura Brasileira; a coluna da direita apresenta grupos de três nomes de personagens, relativos às obras da coluna da esquerda. Preencha a coluna da direita com os respectivos números da coluna da esquerda, de forma que a cada livro corresponda um grupo de personagens: 1 – Quincas Borba

2 – Contos gauchescos

3 – Amar, verbo intransitivo

4 – A margem imóvel do rio

5 – A hora da estrela

( ) Macabéa, Olímpico,

Glória.

( ) Rubião, Sofia, Palha.

( ) Cecília, Lisabel, Cândida.

( ) Elza, Felisberto de Sousa

Costa, Carlos.

( ) Jango Jorge, Bonifácio, João Cardoso

A seqüência correta de preenchimento dos parênteses em branco da coluna da direita, de cima para baixo, é: A) 1 – 4 – 2 – 3 – 5 B) 1 – 5 – 3 – 4 – 2 C) 5 – 3 – 4 – 2 – 1 D) 5 – 1 – 4 – 3 – 2 E) 3 – 5 – 1 – 2 – 4 _______________________________________

11) No conto “Bocatorta”, de Urupês, Monteiro Lobato apresenta a história de uma personagem que, situando-se à margem da sociedade, vive em A) um túmulo de um cemitério. B) um quarto de um albergue. C) uma cama de um hospital. D) uma barraca de um acampamento. E) uma cova de um pântano.

12) O trecho abaixo é a reprodução de um diálogo entre duas personagens de um romance brasileiro: “– Mas que Humanitas é esse? – Humanitas é o princípio. Há nas coisas todas certa substância recôndita e idêntica, um princípio único, universal, eterno, comum, indivisível e indestrutível (...). Pois essa substância ou verdade, esse princípio indestrutível é que é Humanitas. Assim lhe chamo, porque resume o universo, e o universo é o homem. Vais entendendo? – Pouco; mas, ainda assim, como é que a morte de sua avó... – Não há morte. O encontro de duas expansões, ou a expansão de duas formas, pode determinar a supressão de uma delas; mas, rigorosamente, não há morte, há vida, porque a supressão de uma é a condição da sobrevivência da outra, e a destruição não atinge o princípio universal e comum. Daí o caráter conservador e benéfico da guerra. Supõe tu um campo de batatas e duas tribos famintas. As batatas apenas chegam para alimentar uma das tribos, que assim adquire forças para transpor a montanha e ir à outra vertente, onde há batatas em abundância; mas, se as duas tribos dividirem em paz as batatas do campo, não chegam a nutrir-se suficientemente e morrem de inanição. A paz, nesse caso, é a destruição; a guerra é a conservação. Uma das tribos extermina a outra e recolhe os despojos. Daí a alegria da vitória, os hinos, aclamações, recompensas públicas e todos os demais efeitos das ações bélicas. Se a guerra não fosse isso, tais demonstrações não chegariam a dar-se, pelo motivo real de que o homem só comemora e ama o que lhe é aprazível ou vantajoso, e pelo motivo racional de que nenhuma pessoa canoniza uma ação que virtualmente a destrói. Ao vencido, ódio ou compaixão; ao vencedor, as batatas.” Trata-se de: A) A margem imóvel do rio, de Luiz Antonio de

Assis Brasil. B) Amar, verbo intransitivo, de Mário de Andrade. C) Quincas Borba, de Machado de Assis. D) A hora da estrela, de Clarice Lispector. E) Sarças de fogo, de Olavo Bilac.

docsity.com

FURG – COPERVE – PROCESSO SELETIVO 2009

CADERNO 1 – LITERATURA BRASILEIRA 5

13) Em A margem imóvel do rio, Luiz Antonio de Assis Brasil utiliza a categoria da viagem para mostrar o potencial de transformação que tal aspecto promove na vida da personagem principal do livro. Igualmente, a viagem da personagem serve para retratar a situação social e cultural de uma determinada região do Brasil no século XIX. Assinale a alternativa correta que corresponde à atividade econômica predominante na região visitada pela personagem. A) Agricultura e pecuária. B) Pesca. C) Indústria metal-mecânica. D) Comércio exterior. E) Literatura. ________________________________________ 14) Em A hora da estrela, Clarice Lispector desenvolve sua narrativa em torno da história de uma personagem imigrante cuja origem é uma das regiões do Brasil. Qual? A) Sul. B) Sudeste. C) Norte. D) Nordeste. E) Centro-Oeste.

15) Após ler “A lagartixa”, de Álvares de Azevedo, e as afirmativas feitas sobre o poema, marque a alternativa correta: A lagartixa ao sol ardente vive E fazendo verão o corpo espicha; O clarão de teus olhos me dá vida, Tu és o sol e eu sou a lagartixa. Amo-te como o vinho e como o sono, Tu és meu copo e amoroso leito... Mas teu néctar de amor jamais se esgota, Travesseiro não há como teu peito. Posso agora viver: para coroas Não preciso no prado colher flores; Engrinaldo melhor a minha fronte Nas rosas mais gentis de teus amores. Vale todo um harém a minha bela, Em fazer-me ditoso ela capricha... Vivo ao sol de seus olhos namorados, Como ao sol de verão a lagartixa. I) O procedimento comparativo que envolve os

pares lagartixa/eu-lírico e sol/mulher amada revela a face irreverente da produção de Álvares de Azevedo.

II) O eu-lírico, por meio das comparações empreendidas ao longo do poema, tem o objetivo de depreciar a mulher amada, numa atitude preconceituosa comum na produção de Álvares de Azevedo.

III) O tom humorístico da composição mascara um erotismo latente, marcado em versos tais como: “Mas teu néctar de amor jamais se esgota, / Travesseiro não há como teu peito”.

A) Apenas a II e a III estão corretas. B) Apenas a I e a III estão corretas. C) Apenas a I está correta. D) Apenas a II está correta. E) Apenas a III está correta.

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
Consulte e baixe o documento completo
Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari! Download Google Chrome