2. conselhos e dicas para evitar erros na marca, Manual de Computação. Centro Universitario Belas Artes de Sao Paulo (FEBASP)
tiagoantonio10
tiagoantonio103 de fevereiro de 2015

2. conselhos e dicas para evitar erros na marca, Manual de Computação. Centro Universitario Belas Artes de Sao Paulo (FEBASP)

PDF (10 KB)
2 páginas
886Número de visitas
Descrição
dicas para se evitar erros na criação da marca
20 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização2 páginas / 2
baixar o documento

Conselhos e dicas para evitar erros na marca

Cores

Sabemos que as cores são de grande importância na representação gráfica de

qualquer artefato de design. As cores são responsáveis por amarrar ou não a

atenção dos leitores. Onde cada cor, possui um valor simbólico para os

usuários. Evite usar cores desnecessário quando estiver elaborando um

artefato de comunicação gráfica. É de grande importância fazer uma pesquisa

do público alvo. E uma análise da aceitação das cores pelos usuários e como é

a aceitação pelos mesmos.

Contrastes e Tonalidades

O contraste é de grande importância como elemento de configuração de

artefatos gráficos. Assim como as tonalidades, uma má utilização deles dois

acabará destruindo seu artefato de design. Evite exagerar nos contrastes, eles

são bons elementos para destaque. Mas, quando mal usado destrói mesmo o

seu artefato. Assim como os contrastes, as tonalidades devem ser usadas com

cuidado para não estragar seu artefato.

RGB ou CMYK?

Sistematicamente, o RGB é composto por três cores básicas. R=Vermelho,

G=Verde e B=Azul. Essas cores, são as usadas como padrão em nossos

monitores e nos scanners, pelo fato que as fotos são impressas em RGB. Evite

utilizar outro esquema de cores, para não acabar tendo um resultado não

esperado. O CMYK, C=Ciano M=Magenta Y=Amarelo e K=Preto. É a escala de

cor usada para impressão de artigos de design impresso em gráficas rápidas e

offset. Ainda na atualidade é constante vermos erros de impressão, pela

ocorrência de desenvolverem os artefatos em RGB e esquecem de converter

antes da impressão.

Formas

Assim como as cores, os contrastes e as tonalidades. As formas são de

principal importância para o desenvolvimento de artefatos de design. Lembre-

se assim como as cores, tonalidades e contraste deve fazer uma breve

pesquisa para desenvolver de forma correta. Evite forma com pontas, use

formas com bordas arredondas.

Tipografia

A tipografia é um dos principais meios de comunicação. Atualmente existe uma

grande diversidade de famílias tipográficas. Entretanto, o mau uso das

tipografias, acabam acarretando uma possível poluição visual no artefato de

Design. Usei pouco tipografias, se as tipografias forem da mesma família e

tiverem poucas alterações. Aconselho que use até três opções de tipografia da

mesma família. Porém, não será necessária usar essa quantidade toda. Se as

tipografias serem de família distintas usar não mais que duas.

Editoração

Atualmente os artefatos de design estão sendo desenvolvido com uma

editoração menos errônea, entretanto ainda encontra-se erros grotescos de

editoração. A técnica de assimetria é bem digna para determinados momentos.

Todavia, que a mesma seja aplicada de forma correta. Evite uma má

editoração, pois junto com a má editoração sua fama vai junto. O profissional

que você está sendo representada de alguma forma em seus trabalhos. Seja

cauteloso na organização dos elementos do artefato.

Imagens

Sabe-se que as junções dos elementos gráficos geram as imagens. Que por

sua vez a mesma transmite informações. É meio que conflitante, você no

desenvolvimento de uma imagem incluir uma imagem. Se for incluir imagem

em seu artefato, seja muito cauteloso. Use apenas se for indispensável!

Efeitos

Assim como as imagens, efeitos também acabam carregando o artefato de design. Dispense efeitos, use apenas se necessário e não abuse ele pode estragar todo o seu trabalho.

comentários (0)

Até o momento nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar!

baixar o documento