a percepção dos adolescentes sobre desigualdade social - Apresentação, Notas de estudo de História
eunice.p.n.l
eunice.p.n.l

a percepção dos adolescentes sobre desigualdade social - Apresentação, Notas de estudo de História

13 páginas
28Números de download
1000+Número de visitas
Descrição
uma apresentação sobre desigualdade social :)
30 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 13
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 13 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 13 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 13 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 13 páginas
Desigualdade social

Orientadoras: Josefa Josiana Bezerra Carmen Rossana N. da Costa Pesquisadoras Juniores: Eunice Paloma Nascimento Rhyrilly Pâmella Ribeiro Wesla Iohara Cantalice

A desigualdade no Brasil não é um novo problema, e sim um velho problema;

 O Brasil é considerado um país rico, porém, possui um elevado índice de desigualdades;

 Concentração de renda na mão de poucas pessoas.

 Foram aplicados 200 questionários com os alunos do ensino médio da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio prof. Raul Córdula, entre alunos com a faixa etária de 14 à 23 anos. A escola possui cerca de 1000 alunos no ensino médio, com margem de erro de 2% para mais e para menos.

 “muito ruim” (15 anos, feminino);  “representa muito dinheiro para poucos e

muitas pessoas pobres” (15 anos, feminino);

 “é dificil exemplificar” (14 anos, masculino);

 “representa roubo, porque a comunidade é roubada” (15 anos, masculino).

 “é quando uma pessoa rica tem mais direito do que uma pobre” (15 anos, feminino);

 “ser excluído” (15 anos, masculino);  “ser excluído da sociedade, procure um

livro” (15 anos, masculino);  “excluir pessoas, abandonar o cidadão da

sociedade” (14 anos, feminino);  “exclusão social é saber aceitar as

diferenças das outras pessoas” (16 anos, feminino).

 Os alunos não conseguiram deixar claro o que é para eles a desigualdade social. No entanto, observou-se que diante de tantas contradições, os discursos revelam que desigualdade social é quando a renda está concentrada na mão de poucas pessoas, porém, eles não percebem a origem da mesma. Portanto, há muito que se aprofundar e questionar sobre este tema.

 As nossas orientadoras, Carmem Rossana e Josefa Josiana, pelo apoio numa parceria solidária, nas nossas dificuldades de aprendizagem, a cada dia aprendemos mais e mais com elas, fazendo-nos chegar onde conseguimos com bastante esforço. Isso é realmente uma lição de vida.

 Ao Centro de Humanidades da UFCG por ter aceitado nossa parceria e pelo grande apoio a nossa apresentação.

Até o momento nenhum comentário
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 13 páginas