apostila instalação de sacada de vidro, Projetos de Engenharia Civil. Universidade Estácio de Sá (Estácio)
vidrartes-decor
vidrartes-decor9 de Julho de 2017

apostila instalação de sacada de vidro, Projetos de Engenharia Civil. Universidade Estácio de Sá (Estácio)

PDF (7 MB)
27 páginas
1Números de download
28Número de visitas
Descrição
apostila completa de instalação e manutenção de cortina de vidro
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 27
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 27 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 27 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 27 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 27 pages
baixar o documento
Sem título-1

Sacadas Inteligentes!

Manual Técnico

(44) 3228-0427 www.facileglass.com.br

Disponibiliza suporte técnico e comercial através do e-mail:

comercial@facileglass.com.br,

Conheça também o site:

www.facileglass.com.br

A Facile Glass conta com uma equipe especial de colaboradores, que possuem mais

de 10 anos de experiência e atuação no mercado. Oferece um sistema de

fechamento de ambientes, conhecido como “Kit Sacada” que é a melhor opção

para quem deseja design exclusivo com abertura total do ambiente,

proporcionando uma visão panorâmica do espaço externo e um acabamento

diferenciado. Ao solicitar uma cotação, você tem à sua disposição uma equipe

especializada em analisar, comparar e oferecer os melhores produtos e soluções

para suas necessidades.

APRESENTAÇÃO

Sacadas Inteligentes!

OBJETIVO Os treinamentos são especificos para o sistema de envidraçamento de áreas e visam

especializar e orientar os recursos humanos para cumprir as tarefas das atividades do

processo produtivo tornando possível a implantação do projeto para expansão dos

negócios.

APRESENTAÇÃO Prático: Colaboradores especializados orientam e habilitam a mão de obra para

cumprir com as tarefas das atividades práticas relativas aos processos industriais. Teórico: Auxiliada por manuais teóricos operacionais e administrativos, a

apresentação teórica das atividades, transfere informações técnicas especializadas

das operações e processos alinhados às normas com procedimentos atualizados.

HISTÓRICO Nova tecnologia originada na Europa há mais de 20 anos, já utilizada também no

Japão, Estados Unidos, África do Sul entre outros países da América do Norte, Ásia e

Oceania, que oferece uma solução prática, versátil e inteligente para o melhor

aproveitamento de espaços e integração de ambientes, aplicado em fachadas e

interiores. São diversos modelos de utilidade apresentados pelas empresas desde

sua invenção, cada qual com aprimoramentos desenvolvidos em sua

funcionabilidade de desempenho técnico, bem como design estético.

Treinamento Técnico Mão de Obra Especializada

PERFIL CANTONEIRA

No kit sempre é enviado um conjunto de roldanas para vidro pivô e mais um conjunto para cada vidro deslizante. Exemplo: em um kit de 4 metros os acessórios são para 8 vidros, sendo um pivô e 7 deslizantes, os acabamentos são para uma saída de roldanas. Se a obra exigir, basta fazer a solicitação dos componentes avulsos.

PERFIL CAPA

Destina-se a ocultar os rebites e parafusos. Deve ser clicado no trilho superior e inferior. É o último a ser instalado.

PERFIL “U” DE RECEBIMENTO

Trata-se de um perfil sem função estrutural, destinado ao acabamento vertical da instalação do lado do vidro deslizante (vidro que corre ao longo do vão e que depois abre).

PERFIL “U” DE REGULAGEM

Es te a lumín io tem a função de proporcionar a fixação do sistema à alvenaria ou tubo. Tanto o perfil que deve ser fixado na parte de cima,quanto o da parte de baixo, apresenta encaixes para a colocação do perfil capa, que ocultará todos os rebites e parafusos no final da instalação. Estes encaixes devem ficar voltados para o lado de dentro da obra, após a colocação.

PERFIL TRILHO TRIPLO SUPERIOR

Este perfil funcionará como pista para as roldanas após a instalação. Em uma de suas paredes existem duas canaletas e na outra apenas uma. A parede com duas deve ficar voltada para o lado em que os vidros abrem.

PERFIL TRILHO DUPLO INFERIOR

Este perfil também funcionará como pista para as roldanas que ficarão posicionadas na parte debaixo da obra. O lado que deve ficar voltado para o lado em que os vidros abrem é o que apresenta a canaleta mais baixa.

Trata-se de um perfil sem função estrutural, destinado ao acabamento vertical da instalação do lado do vidro pivô (vidro que fecha, mas que não corre ao longo da instalação). É colado com silicone.

PERFIL LEITO

8 mm 10 mm

É o perfil no qual o vidro será colocado, é o único perfil que muda conforme a espessura do vidro. É comercializado para as larguras de 8mm e 10mm. No momento da instalação, a face do perfil com encaixe para o vidro f icará posicionado para fora.

COMPOSIÇÃO DO KIT SACADA

PERFIS

Sacadas Inteligentes!

04www.facileglass.com.br

ACESSÓRIOS

CONJUNTO DE ROLDANAS PARA VIDRO DESLIZANTE

As portas, quando fechadas e em posição de deslizamento ao longo do trilho, são sustentadas por um conjunto de três e um pino guia. As roldanas são constituídas por uma peça tripla com cami, uma peça dupla com cami, uma peça sem cami destinada a sair do trilho quando a porta abre e um pino-guia.

APARADOR DE AÇO INOX

É o dispositivo destinado a manter os vidros abertos, quando este for o desejo do usuário.

REBITES, PARAFUSOS E BUCHAS

Os parafusos destinados a fixação do sistema à alvenaria são com cabeça sextavada e com bucha 8mm. Os parafusos destinados à fixação dos trilhos aos perfis “U” de regulagem são auto-brocantes na cor natural. Os rebites estinados à fixação da caixa são do tipo 425, na cor do acessório.

TERMINAIS PLÁSTICOS

Destinados ao acabamento do perfil Leito.

SAÍDA SUPERIOR E INFERIOR

É o dispositivo concebido para apoiar as portas no momento em que há a transição de apoio entre o sistema de roldanas e o sistema de estacionamento. Além da função de apoio, tem também a função de acabamento. No trilho inferior existe a saída para o pino-guia, com os respectivos acabamentos plásticos.

CONJUNTO DE ROLDANAS PARA VIDRO PIVÔ

O vidro pivô, que é destinado para ser um limitador de curso para os vidros deslizantes, é sustentado por um conjunto triplo com base fixadora, um conjunto duplo com base fixadora e um pino-guia.

ESTACIONAMENTO

É uma peça que sustenta as portas quando estão abertas.É importante estar atento ao detalhe que para cada lado de abertura do vidro pivotante existe a posição correta do estacionamento.

FECHADURA

Destina-se a manter a porta fechada,quando este for o desejo do usuário. Não tem função de segurança.

Sacadas Inteligentes!

05www.facileglass.com.br

Além de uma análise detalhada para identificar os materiais envolvidos nas condições da obra no que diz respeito à sua fixação, resistência de esforços, distribuição de cargas bem como os acompanhamentos estéticos do desenho são observados e qualificados os tipos de revestimentos, tipos de gradis, geometria do projeto, sentido de abertura dos painéis e o mais freqüente estudo do nível, prumo, esquadro e torções.

NÍVEL / ESQUADRO: São encontradas situações onde muitas vezes não permitem ajustes de regulagem com os próprios perfis do sistema e são necessários calços na estrutura para acerto do nível e/ou esquadro com tubos, cantoneiras ou até mesmo refazer a alvenaria em uma situação mais grave, antes de qualquer providência para seqüência do processo de medição. Nesses casos é necessário que se refaça a estrutura do vão, para sua real modulação onde se possam coletar os dados com nível e esquadros já ajustados. Observar em alguns casos em que aparentemente está no nível, porém não está no enquadramento correto, fazendo com que somente perceba o problema no processo de instalação.

PRUMO: Principalmente nas novas estruturas arquitetônicas onde existem geometrias que proporcionam movimento à edificação, encontramos situações com tetos avançados ou retraídos para a parte interna da varanda, curvas e geometrias angulares onde deve ser cautelosamente observado ao longo de todo o seu curso linear a possibilidade da instalação pela parte interna do guarda corpo onde exista condições a prumo da parte inferior à superior. As medições específicas podem ser divididas em duas formas: Medição Básica: padrão, normalmente em geometrias mais comuns com baixo grau de dificuldade. Medição Pré-estrutura: para geometrias avaliadas com alto grau de dificuldade.

ESTUDO DE VÃO

Trilho Inferior

Arruela

Trilho Superior

Alvenaria

Alvenaria

Arruela para nivelamento

Alvenaria

Alvenaria

Guarda Corpo

ESTUDO DE PRUMO DO VÃO:

Sacadas Inteligentes!

06www.facileglass.com.br

FORA DE PRUMO:

INSTALAÇÃO “U” DE REGULAGEM:

EE II

Alvenaria Alvenaria

Alvenaria Alvenaria

Alvenaria Alvenaria

Alvenaria Alvenaria

E EI I Prumo de bico

Sacadas Inteligentes!

07www.facileglass.com.br

A

B

C

D

Grau

G ra

u

Grau

Gra u

h

h

h

h

h

h h

h

Prumo de bico mm

Prumo de parede mm

Nível linear superior mm Nível linear superior mm

Nível lateral superior mm Nível lateral superior mm

Lado

Lado

Lado

Lado

Alvenaria

Alvenaria

Guarda Corpo

MEDIÇÃO BÁSICA

É preciso rascunhar o desenho do formato do vão a ser envidraçado, identificando todos os detalhes, tipologia do guarda corpo, sentido de abertura dos painéis, demarcação do perfil, materiais necessários para a execução da obra, bem como as principais características:

H - ALTURA DO VÃO Medir em vários pontos a altura do vão.

L - LARGURA DO VÃO Utilizar um gabarito com perfil 22 de 1300mm para medir o comprimento linear da geometria pelo lado externo da régua, lembrando sempre da demarcação nos casos onde apresentam angulações.

ANGULAÇÕES E RECORTES DA GEOMETRIA Possíveis complementos para acabamento e ajuste.

MAPA DE MEDIÇÃO:

Sacadas Inteligentes!

08www.facileglass.com.br

PRODUÇÃO

A seqüência dos processos de produção abaixo está também demonstrada sob forma de layout de “chão de fábrica” para acilitar o seu entendimento: CORTE USINAGEM OU ESTAMPO FIXAÇÃO DOS PAINÉIS VEDAÇÃO CONTROLE DE QUALIDADE EMBALAGEM EXPEDIÇÃO

Para a produção dos projetos dos pedidos aprovados, considera-se que cada um deles é único em suas características onde já foram determinados critérios próprios da obra para a instalação, portanto sempre seguir as referências informadas no projeto.

É importante que se faça um controle de qualidade ao final de cada processo para detectar falhas, desperdícios ou identificar problemas que possam estar ocorrendo com a qualidade dos materiais, equipamentos ou recursos humanos que podem ser ajustados para otimização da qualidade da produção.

Os principais recursos utilizados para um bom desempenho da produção são:

- Máquina de serra para corte de aluminio, com velocidade e disco próprio para um acabamento bem definido; - Pistola de colagem, podendo ser manual ou pneumática; - Pantógrafo ou Estampo com gabarito ou ferramental padrão para garantir melhor acabamento; - Bancada de colagem.

Os perfis do leito do painel de vidro deverão ser cortados somente após a conferência da largura dos painéis pois há na maioria das vezes variação de aproximadamente um ou dois milímetros de diferença da medida real do pedido e o mesmo deve ter a dimensão da menor largura do painel que for apresentada respeitando a tolerância do projeto e também redução de 2mm para encaixe do tampo de acabamento. Os perfis de trilho também devem ser cortados após confirmação de medida das peças identificada no projeto caso ocorra observação especial para corte referente à modulação do vão em relação à prumada lateral, desníveis ou esquadros. Para maior precisão, o corte deverá ser feito pelo conjunto das peças dos trilhos.

Seguir a seqüência assinalada do projeto referente a posicionamento da peça (EX.: Peça 1/lado A, peça 5/lado C, etc.)

CORTE

Sacadas Inteligentes!

09www.facileglass.com.br

menor altura 2178 mm

linha do nível

menor altura 2178 mm - - 170 mm __________ folga 2008 mm medida de altura de cada peça

linha do nível

menor medida

linha do prumo linha do prumo

menor medida = 4121 mm

10 + 3 + 3 + 3 + 3 + 3 + 3 + 3 + 10 = 41 mm

Medir o vão a cada 500 mm e anotar a medida, identificar a maior e a menor altura e se a diferença entre a menor e a maior altura for de até 20 mm, considerar a menor altura e aplicar folga de 170 mm.

Caso a diferença seja maior, ou ainda, se as condições de alinhamento das paredes assim indicarem, proceder a medição do nível a cada 1000 mm. Medir primeiramente o nível do teto em relação à parede e, depois, medir o nível do piso em relação à parede. Utilize para isso um perfil de alumínio como régua e mangueira de nível com água.

OBSERVE O DESENHO:

Medir o vão na largura, somente em baixo, tomando o cuidado de anotar a diferença de prumada em cada parede. Considerar a menor medida. No kit sacada, os perfis de acabamento vertical medem 22 mm.

Para determinação das folgas na largura, o procedimento é o seguinte: Aplicar 10 mm de folga em cada parede e 3 mm de folga entre cada vidro. Para saber a quantidade total de entrevidros, observar o projeto do prédio.

OBSERVE O DESENHO:

DETERMINAÇÃO DA MEDIDA DA LARGURA

DETERMINAÇÃO DA MEDIDA DA ALTURA

Sacadas Inteligentes!

10www.facileglass.com.br

Sigla Descrição Desconto

VEP Vedação entre painéis 3 mm cada

VLA Vedação lateral de arremate 10 mm cada

Tabela de descontos de vedação

Ângulo Desconto Ângulo Desconto 45º 16 mm 40º 14 mm 35º 12 mm 30º 10 mm 25º 08 mm

20º 06 mm 15º 04 mm 10º 03 mm 05º 02 mm 03º 01 mm

Perfil “U”de regulagem com 1 acabamento

Deverá estar sempre identificada a demarcação do eixo do perfil “U” de regulagem na medição do desenho do projeto feito pelo medidor, ou seja, onde será efetivamente instalado o sistema, considerar sempre medida acabada.

Nesse momento é importante que se observe se houve alterações na análise de prumo lateral, valores que deverão ser ou não descontados e que irão ser também identificados no processo de montagem para corte dos perfis definindo suas dimensões.

Também serão descontados os valores da tabela de descontos de vedação e ângulos para resultar a medida real da largura do painel.

CÁLCULO DAS MEDIDAS REAIS DA LARGURA DOS PAINÉIS

Tabelas de descontos no encontro de graus e ângulos ângulos < 180º = subtrair ângulos > 180º = somar

A medida real da altura dos painéis deve sempre ser calculada pela menor medida de altura (<h) identificadas no desenho feito pelo medidor. Efetuar também o desconto de altura padrão do conjunto do sistema (*170 mm). Observando que pode haver regulagens de níveis informadas pelo medidor.

CÁLCULO DAS MEDIDAS REAIS DA ALTURA DOS PAINÉIS

Sacadas Inteligentes!

11www.facileglass.com.br

Instalação Painéis recolhidos Distribuição por

metro linear

Sistema Facile Glass 350 Kg 150 Kg

Tabela de resistência de cargas (carga máxima permitida)

Instalação Painéis recolhidos Distribuição por

metro linear Espessura do painel

Sistema Facile Glass

Sistema Facile Glass 18 Kg/m² 23 Kg/m²

30 Kg/m²25 Kg/m²

8 mm

10 mm

Tabela de peso do sistema

Altura (h) mm Largura (L) mm Espessura do painel

Sistema Facile Glass

Sistema Facile Glass 8 mm

10 mm

2000 mm de 300 à 600 mm

de 350 à 600 mm2400 mm

Tabela altura máxima permitida para aplicação do sistema

Sistema Facile Glass

Sistema Facile Glass

Sistema Facile Glass

Sistema Facile Glass

Sistema Facile Glass

Sistema Facile Glass

170 mm

169 mm

168 mm

167 mm

166 mm

165 mm

Limite de desnível mm

Desconto altura (h)

Instalação

Máximo 17

18

19

20

21

Até 22

Tabela de desconto (h do conjunto) em modulações com desnível

AS TABELAS ABAIXO AUXILIAM NA AVALIAÇÃO E ANÁLISE DE APLICAÇÃO DO SISTEMA DE ACORDO COM O PROJETO SOLICITADO:

Sacadas Inteligentes!

12www.facileglass.com.br

PROJETOS

Detalhe

Peça de abertura

Peça de abertura

Projetos definitivos:

Os projetos definitivos são assim chamados por serem confeccionados somente a partir da aprovação do pedido. A partir das informações já definidas e aprovadas no processo de venda e coletadas na medição específica e desenho do projeto feito pelo medidor, inicia-se a sua produção:

Cálculos para o projeto:

1- Posicionamento dos lados, nomeando-os por A, B, C... do projeto principalmente quando a geometria apresentar angulações.

2- Definição da quantidade aproximada de painéis para cada lado posicionado, considerando um padrão de 500 mm para a dimensão de largura de cada painel e tabela de distribuição de cargas de acordo com o peso/m² do conjunto.

3- Confirmação do lado e quantidade de aberturas a partir da distribuição aproximadas de cargas:

Caso ultrapasse a carga de 350 Kg permitida, deve-se substituir os painéis para abertura nos dois sentidos (direito e esquerdo).

Sentido de abertura; confirmar a possibilidade de abertura para o lado determinado no processo de venda e esclarecer as razões se forem desfavoráveis. Análise de abertura; é importante observar quando há colunas ou ângulos que interfiram no giro do painel para que complete 90º, em alguns casos são necessários vidros fixos.

Sacadas Inteligentes!

13www.facileglass.com.br

Prumo: análise e avaliação da prumada. Esquadro: checar o enquadramento do vão. Nível (linear): regulagem flutuante para os eventuais desníveis detectado superior ou inferior com tolerância máxima de 17 mm para regulagem. Torção. Demarcação (lado externo): a demarcação, ou seja, o posicionamento onde foram coletadas as medidas do eixo do perfil “U” de regulagem à extremidade do contramarco, (sempre pela medida acabada), é determinante para a seqüência do processo que seguirá o projeto e cálculos para medidas reais dos painéis de vidro. Sistemas de fixação: gessos, granitos, chapas, estruturas em ferro ou madeira. Acabamentos e arremates: pedras, gessos, vidros, guarda corpo. Equipamentos especiais necessários: avaliar a necessidade de materiais extras da mala de ferramenta do instalador. Especificações do guarda corpo: anotar o tipo de guarda corpo, em grade, alvenaria, com vidro fixo, presença de tubos ou redes de proteção que interfiram ou prejudiquem a instalação. Geometria do projeto: identificar o tipo de geometria bem como avaliar o grau de dificuldade para execução da obra. Padrões de cores: confirmar os padrões de cores do vidro, alumínio e peças de acabamento.

As medições deverão ser feitas individualmente para cada local independentemente se forem os mesmos projetos e mesmas geometrias, pois muitas vezes diferenças milimétricas nas medidas, níveis ou prumos podem provocar erros na instalação.

E

E

I

I

Giratório

Giratório regulagem na metade do painel

Vidro fixo

55 mmGranito

Guarda corpo

Sistema Largura mínima para fixação dos trilhos de 5,5 cm; é preciso que haja a largura mínima necessária para a fixação dos trilhos superior e inferior, caso contrário, uti l izar prolongadores que dêem condições a prumo para fixação do sistema.

Sacadas Inteligentes!

14www.facileglass.com.br

Processos de produção:

Corte: definir as características de corte das peças: Tipo de perfil superior ou inferior, dimensão, ângulos de corte D/E (45º / 90º);

90º | / 45º 1200 mm

Quantidade e dimensão das peças acabada conforme medida do lado externo do perfil “U” de regulagem demarcada pelo medidor; Observar dados relevantes referente a prumada lateral identificados na análise para cálculo da largura dos painéis. Perfis de estrutura ou válvulas de manutenção quando necessário. Estampo ou Usinagem: Identificar o perfil a ser estampado ou usinado bem como suas dimensões e posicionamentos para usinagem de dreno para vazão de água na lateral e fundo dos perfis, saídas e fixações.

Fixação dos painéis no perfil Leito ( para 8mm ou 10 mm): Detalhar as observações necessárias para a colagem dos painéis, observando que sempre antes do início da colagem deve-se confirmar as dimensões das peças recebidas pelo fornecedor para que haja o esquadro correto da colagem dentro das dimensões de altura e largura definidas no projeto.

Prosseguir a colagem sempre pela maior altura encontrada nas peças e de preferência acompanhar a numeração nas peças com caneta piloto caso não venham etiquetas.

O painel deve ser fixado a partir do fundo do perfil Leito, do leito do vidro para ajustar o esquadro conforme as dimensões conferidas dos painéis.

Vedação entre os painéis e nos painéis de abertura: Deve ser identificado o tipo de vedação utilizada, o seu posicionamento (lado direito ou esquerdo) dependendo do sentido de abertura do painel em cada peça numerada e sua quantidade. Determinar as cores e metragem linear das escovas de vedação.

Peças para acabamentos: Estabelece a quantidade das peças e suas aplicações para seleção: - Travas de segurança (fecho) - Tampos de perfil Leito - Acabamento de saída superior - Acabamento de saída inferior - Perfis de arremate - Aparador de painéis

PROJETOS DE MONTAGEM

Sacadas Inteligentes!

15www.facileglass.com.br

Depois de identificadas as características da medição básica que a antecede, será feita a fixação dos perfis de regulagem e demais estruturas complementares que forem necessárias, como tubos, cantoneiras, os quais irão regular o prumo e nível para uma nova medição da altura e largura do vão determinantes para o projeto definitivo e entrega da obra.

ESPECIFICAÇÕES DO GUARDA CORPO A segurança é uma das principais preocupações dos guarda corpos das edificações, principalmente quando tratamos de gradis, composto por perfis e acessórios de alumínio, ferro ou madeira, com ou sem vidro em suas inúmeras tipologias.

Em 2001 foi divulgada a norma para gradis NBR 14718 onde se estabelecem parâmetros referentes aos esforços vertical e horizontal de cargas que deve suportar, suas dimensões e resistência que devem ser observados e respeitados para prevenir acidentes. Alguns deles são:

Recomendamos que todos os projetos de instalação do envidraçamento devem ser elaborados na face interna do guarda corpo para não comprometer as suas características de resistência e segurança, possibilitando também a manutenção periódica do mesmo.

Entre as diversas possibilidades encontradas citamos: - Alvenaria; - Alvenaria com tubo de ferro ou alumínio no peitoril; - Gradil com perfis e acessórios de alumínio com vidro vazado ou fixo; - Gradil em madeira;

Aplicação pela parte interna do Gradil - Conferência do espaço para instalação do trilho; - Observar espaço entre gradil e medida acabada de instalação; - Conferência da demarcação da medida acabada observando o limite para fixação dos trilhos inferior e superior ajustado ao prumo; - Definir os pontos críticos de prumo e nivelamento para o cálculo preciso do projeto de instalação.

- O esforço do peitoril deve suportar uma carga pontual de até 100 Kg; - A altura mínima do guarda corpo considerada entre piso acabado e a parte superior do peitoril deve ser de 1100 mm; - O painel deve ser resistente a impactos não rompendo facilmente; -As fixações devem ser de materiais de alta resistência e durabilidade não permitindo afrouxamentos ou corrosões; - Quando gradis o perfil do parapeito deve ser de formato arredondado para não permitir apoio de objetos que possam provocar acidentes.

MEDIÇÃO COM PRÉ ESTRUTURA

Sacadas Inteligentes!

16www.facileglass.com.br

A preparação dos materiais consiste em basicamente dois processos, que são o corte e usinagem dos perfis e a colagem dos vidros aos alumínios.

CORTE E USINAGEM DOS PERFIS Os alumínios devem ser cortados conforme necessidade da obra e os ângulos das peças de cada seção devem ser iguais entre si. Ao cortar os alumínios, as capas devem estar clicadas no perfil “U” de regulagem e estes perfis devem ser cortados juntos. Os demais perfis devem ser cortados separadamente, porém com os mesmos graus e tamanhos. Cuidado ao cortar os trilhos para não inverter o lado dos alumínios. Este é um erro comum e pode significar a perda da peça. O melhor a fazer é posicionar todos os perfis com o lado correto voltado para o serrador e conferir o lado antes de cada corte. Após o corte dos perfis, o próximo passo é fazer as saídas de água no perfil “U” de regulagem inferior.

Faça um furo na base da parede externa a cada 500 mm com uma broca de aço de 4 mm

Número de vidros x 30 mm + 15 mm

8 vidros 30 mm x 240 mm 15 mm + 255 mm área de fixação de segurança

área de fixação de segurança

A seguir, faça as saídas de água no trilho inferior. Para isso utilize a broca de aço rápido de 4mm e faça um furo a cada 500 mm na base do perfil. Desta maneira a água que entrar no trilho descerá para o “U” de regulagem e escoará pela saída deste. O próximo passo é fazer nos perfis “U” de regulagem supeior e inferior, a furação para os parafusos. Quanto à quantidade de parafusos, observe o seguinte: Quando todos os vidros estiverem abertos, o peso total do conjunto ficará localizado nos pontos de abertura. Nestes pontos será necessário colocar um número maior de parafusos e a quantidade recomendada é a seguinte: Considere 30 mm para cada vidro que for estacionar, mais 150 mm de segurança. Exemplo: Se você tiver 8 vidros, considere a distância de 240 mm, mais 150 mm de segurança, ou seja, 390 mm.

Neste intervalo, aplique um parafuso a cada 150mm. No restante da instalação aplique um parafuso a cada 500mm. Quando a sacada for em curvas, aplique um parafuso a 50mm de cada emenda, para evitar que o alumínio se desloque com a movimentação dos vidros.

PREPARAÇÃO DOS MATERIAIS

Sacadas Inteligentes!

17www.facileglass.com.br

200 mm

200 mm

4.000 mm

Pode ser dividido em 8 x 500 mm

10 x 400 mm

Cada vidro ocupa 30 mm de espaço

400 mm 2 200 mm

500 mm 2 250 mm

250 mm 30 8,4 = 8 saídas

200 mm 30 6,7 = 6 saídas

É necessário executar recortes de 200 mm nos perfis trilho Superior e Inferior. Este procedimento é indispensável para uma futura manutenção, eliminando a necessidade de desmontar toda a estrutura de alumínio.

É necessário também efetuar o recorte para saídas de roldanas. Antes de mais nada, é preciso entender que as roldanas de saída são posicionadas de modo a permitir que saiam, sempre que possível, pelo mesmo recorte. Cada vidro ocupa 30 mm de espaço no estacionamento, quando está aberto. Assim sendo, a roldana do vidro seguinte deverá estar posicionada 30 mm para dentro, para aproveitar a mesma saída. Isto pode repetir-se inúmeras vezes, porém o limite é quando a roldana de saída tiver que ser posicionada após o centro do vidro, pois isto prejudicaria o deslize do vidro, quando estivesse fechado. Se isto ocorrer, uma nova saída deverá ser aberta e o processo recomeçará. Para calcular quantas saídas serão necessárias, divida a largura em mm do vidro por 2 e em seguida divida novamente por 30. O resultado corresponde à quantidade de vidros que poderão abrir nesta saída. Se o número total de vidros for maior, serão necessárias mais saídas.

Exemplo:

Temos um vão com 10 peças de vidro, com largura de 500 mm

cada.

A conta fica assim:

Neste exemplo teremos que ter duas saídas, pois temos 10 vidros e espaço para apenas 8. Pronto! Já aprendemos como definir quantas saídas serão necessárias. Agora temos que aprender a definir a posição das saídas.

A conta é simples: Para a primeira saída, subtraímos 40 mm do tamanho do vidro, contando a partir da parede.

Sacadas Inteligentes!

18www.facileglass.com.br

500 mm

500 - 40 = 460 mm

Número de vidros na 1ª saída

x 30 mm = distância da 1ª saída até a 2ª saída

5 vidros x 30 mm = 150 mm

EXEMPLO: Temos um vão com 10 peças de vidro, com largura de 50 mm cada. A conta fica assim: A primeira saída ficará posicionada a 460 mm da parede. Considere esta medida para o centro do recorte. Para definir a posição da Segunda saída, teremos que definir primeiro a quantidade de vidros que estacionarão na primeira saída.

Vamos admitir, no nosso exemplo, que cinco vidros estacionarão na primeira saída e cinco na segunda.

Cada vidro, como já vimos, ocupa 30 mm de espaço quando está estacionado.Para saber a posição da Segunda saída, basta multiplicar o número de vidros que estacionou na primeira saída por 30. A conta fica assim: A Segunda saída ficará posicionada a 150 mm a partir da primeira, sempre considerando de centro a centro dos recortes. Faça os recortes necessários. Por último, numere todos os alumínios, conforme sua localização na obra e faça a embalagem.

O adesivo que deve ser utilizdo na colagem dos vidros aos perfis é um selante de alto desempenho (PU).

i- Verifique o esquadro, pois este tem que estar perfeito.

A colagem em si é bem simples:

a- O primeiro vidro deve ser posicionado sobre uma mesa ou cavaletes. b- Certifique-se que se trata do maior vidro de todos, na altura. c- Suas bordas devem ser limpas com álcool. d- A escova de vedação deve ser aplicada em uma das bordas do vidro, com 30 mm a mais de sobra nas duas pontas. e- A sobra de escova deve ser colada na borda superior e inferior do vidro. f- O pelo da escova deve ser aparado na parte em que foi colada nas bordas superior e inferior. g- Os perfis dos vidros inferior e superior devem ser cortados no tamanho do vidro. h- Aplicar um cordão de pesilox ao longo do perfil inferior e superior.

COLAGEM DOS VIDROS AOS PERFIS

Sacadas Inteligentes!

19www.facileglass.com.br

Os demais vidros têm que ser colocados com tamanho rigorosamente igual e o melhor procedimento para isso é o da elaboração de um gabarito.

Antes do ínicio do processo é feita a conferência das dimensões dos painéis recebidos ou apenas confirmada a maior altura caso essa conferência já tenha sido avaliada no setor de estoque/recebimentos. Os painéis de vidro são fixados nos perfis Leito conforme as orientações previstas, onde se alinha o esquadro pela maior altura e maior largura, respeitando as tolerâncias permitidas. Considerar o posicionamento de fixação já com o esquadro definido necessário para o enquadramento estabelecido a partir da maior altura do painel identificada. Caso ultrapasse em 5mm da altura deste limite ou 2,5mm dora do enquadramento, interromper o processo nessa faze para que não ocorra transtorno posterior quando na execução da instalação.

MATERIAIS NECESSÁRIOS: - Selante de alto desempenho (PU) - Pistola de colagem manual ou pneumática - Trenas preferencialmente todas aferidas e da mesma marca - Esquadros preferencialmente todos da mesma marca - Paquímetros preferencialmente todos da mesma marca sendo digitais ou não - Panos de limpeza - Estiletes

PREPARAÇÃO DOS TRILHOS PARA A MONTAGEM

a- Abertura das saídas de roldana e colocação da caixa de saída.

b- Colocação dos estacionamentos.

c- Colocação das roldanas de Pivô

As peças são detalhadas e padronizadas utilizando-se de gabaritos e equipamentos em bom estado de conservação para garantir definições de acabamento e dimensões para cada um de seus processos de usinagem.

- Usinagem dos drenos de escoamento de água na lateral do perfil “U” de regulagem; - Usinagem dos drenos de escoamento de água no fundo do trilho Inferior; - Usinagem da fixação do perfil “U” de regulagem; - Usinagem das saídas de abertura dos perfis Trilho Superior e Inferior, conforme distância de alinhamento entre os trilhos superiores e inferiores.

FIXAÇÃO DOS PAINÉIS

ESTAMPO OU USINAGEM

Sacadas Inteligentes!

20www.facileglass.com.br

Folga de colagem 1,5 mm

h =

1 4

9 8

h =

1 5

0 0

h =

1 5

0 0

h =

1 5

0 0

Trena

Espassador de painéis

Numerar cada painel e preencher corretamente os campos do impresso de pedido de vidros, altura real do painel e largura real dos painéis, número da obra e especificar tipo de lapidação utilizada, padronizar lapidação reta do vidro para garantir a perfeita fixação da escova de vedação.

Quando as medidas das larguras não forem idênticas, anotar o número dos painéis com medidas diferentes para que não haja dificuldade para posicioná-los na instalação.

COLAGEM DO VIDRO

PREPARAÇÃO DOS MATERIAIS

FAZENDO O PEDIDO DOS VIDROS

SECAGEM DOS PAINÉIS

Sacadas Inteligentes!

21www.facileglass.com.br

Fecho

Contra fecho

Alvenaria

Alvenaria

Alvenaria

Alvenaria

A B

A Vidro travado na passagem dos ângulos

B Vidro travado na abertura

FIXAÇÃO DO PAINEL DE ABERTURA (KIT BATENTE)

FECHO E CONTRA FECHO

FIXAÇÃO DO TRILHO / ESCOVA ESTACIONAMENTO

DESALINHAMENTO DE RODIZIOS

Sacadas Inteligentes!

22www.facileglass.com.br

INSTALAÇÃO

 Alicate universal  Aplicador de silicone  Arco de serra  Brocas aço rápido (8,6,4 e 3,5mm)  Brocas vidia (8, 6 e 4 mm)  Chave allen 4mm  Chave de fenda  Chave philips  Estilete  Furadeira com reverso  Furadeira martele (concreto)  Lápis

 Mangueira de nível  Nível  Nível a Laser  Papel milimetrado  Perfil “U” de reg. c/15mm  Pincel para limpeza  Prumo de centro  Prumo de face  Rebitadeira  Serra Policorte ½ esquadria com serra 100 dentes  Trena

FERRAMENTAS UTILIZADAS NA INSTALAÇÃO

Antes de iniciar qualquer procedimento de instalação deve ser observado o local da obra e as especificações do projeto. Também se deve confirmar sobre remoção de redes de proteção, floreiras e outros. As instalações são classificadas em completas ou parciais de acordo com a complexidade do projeto, onde a instalação completa segue a sequência do processo sem interrupções e a instalação parcial inicia-se pela fase da instalação da estrutura seguida de uma nova medição e retorno para continuidade e término da obra. De acordo com a avaliação do grau de dificuldade da execução da obra será previsto um período para o término da obra, o qual deverá ser cumprido.

INSTALAÇÕES COMPLETAS 1- Fixação do perfil “U” de regulagem na parte inferior observando o distanciamento de 500 mm entre cada fixação e vedação das furações com silicone. 2- Para fixação dos perfis superiores utiliza-se prumo de bico para a precisa fixação onde o painel deslizará de forma reta e contínua. 3- Fixados os perfis “U” de regulagem, passa-se para a fixação do trilho Superior que deverá ser identificado conforme sua localização no projeto onde deverá ser cautelosamente ser observado o procedimento principal de nível de prumo. 4- Identificados os trilhos onde serão feitas as aberturas dos painéis, deverá ser feito o encaixe da haste de alumínio do kit batente, observando o alinhamento de todas as saídas. 5- Antes da efetiva fixação dos trilhos, colocar a escova de vedação nos lados interno e externo dos trilhos Superior e Inferior.

FIXAÇÃO DOS TRILHOS Inicia-se pelo movimento superior sempre pelo lado de maior desnível, considerando a menor altura do vão para que não ocorra travamento do painel ou que o mesmo fique curto. Fixar o trilho superior seguindo a posição de cada peça, niveladas uma a uma, deixando o trilho inferior sem fixar. 6- Observar em suas emendas e junções que deverão estar sempre igualadas, qualquer movimento fora de sua linha contínua poderá acarretar em travamento no deslizamento dos rodízios, pois sua passagem linear estará fora de nível. 7- Fixar os trilhos a uma distância aproximada de 400 mm cada fixação com parafusos auto brocantes pelo lado interno e externo.

Sacadas Inteligentes!

23www.facileglass.com.br

PRINCIPAIS CONTRATEMPOS QUE PODEM OCORRER NESTA FASE DA OBRA

Quando a viga não é de concreto, mas sim de tijolo baiano, os parafusos fornecidos devem ser substituídos por parafusos e buchas apropriados. Quando o concreto é de qualidade ruim, substituir os parafusos e buchas por parafusos mais longos. Quando a montagem for o guarda corpo, normalmente a fixação na parte superior do vão ocorrerá no centro da lage. Neste caso é recomendável que a furação do alumínio seja em zigue-zague, pois é possivel que encontre-se a estrutura de ferro. Quando a montagem for sobre o guarda corpo, a fixação inferior pode ser feita com rebites 425. Após a colocação dos rebites é fundamental que estes sejam vedados com silicone. Quando a montagem é feita por dentro do guarda corpo, é possível que o teto ou o piso tenham que ser prolongados e, para isso, utilize um kit prolongador. Neste caso, o prolongador deve ser fixado normalmente à alvenaria e depois o perfil “U” de regulagem deve ser fixado ao prolongador com rebites 625. Coloque o dobro de rebites em relação aos parafusos.

OBSERVE O EXEMPLO DAS PRINCIPAIS SITUAÇÕES DE FIXAÇÃO:

Guarda Corpo

Piso

GessoViga

Mureta

Mureta Piso

Gesso

Viga

I- ALVENARIA E ALVENARIA

Nessa situação, deve ser aplicada uma camada de silicone entre os perfis e a alvenaria.

A dificuldade neste caso é a possibilidade de encontrar a estrutura de ferro por dentro da viga.

II- ALVENARIA E GUARDA CORPO

Nesta situação, deve ser aplicada uma camada de silicone entre o perfil e alvenaria e entre perfil e guarda corpo.

Neste caso, a fixação no guarda corpo deve ser feita com rebite 425. Deve ser aplicado silicone nos furos antes e depois da fixação dos rebites.

Sacadas Inteligentes!

24www.facileglass.com.br

Piso

Lage

Gesso

Viga

Mureta

Guarda Corpo

Kit prolongador

Kit prolongador

Kit prolongador

Piso

GessoViga

Mureta

Guarda Corpo

Piso

GessoViga

Mureta

Guarda Corpo

III- ALVENARIA E ALVENARIA POR DENTRO DO GUARDA CORPO Nessa situação, deve ser aplicado uma camada de silicone entre os perfis e a alvenaria. Deve se tomar um cuidado especial com a vedação do sistema na parte inferior da montagem. Aplique si l icone no furo antes da colocação das buchas e depois, sobre a cabeça dos parafusos. Faça a vedação do perfil “U” de regulagem antes da colocação do trilho inferior. Faça a vedação também entre o perfil e a parede.

IV- KIT PROLONGADOR Quando houver a necessidade de prolongar o teto ou o piso, utilize o kit prolongador.

A fixação alumínio x alumínio na parte superior deve ser feita com a utilização de rebite 625 e na parte inferior rebite 425.

V- FIXAÇÃO ATRAVÉS DO GESSO Na parte superior será necessário apoiar o perfil “U” de regulagem com um tubo prolongador e fixar na lage com parabolt.

Sacadas Inteligentes!

25www.facileglass.com.br

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 27 pages
baixar o documento