Apresentaocalcognios grupo16, Esquemas de Fundamentos de Físicao. Instituto Politécnico da Guarda
kelly_lima
kelly_lima

Apresentaocalcognios grupo16, Esquemas de Fundamentos de Físicao. Instituto Politécnico da Guarda

PPTX (2 MB)
34 páginas
1Números de download
371Número de visitas
Descrição
conteudo sobre os calcogenios
20 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 34
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 34 páginas
Baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 34 páginas
Baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 34 páginas
Baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 34 páginas
Baixar o documento

LICENCIATURA EM QUÍMICA – 5º Período.

Química Inorgânica.

Beatriz Kelly Lima

CALCOGÊNIOS

Objetivo

 Apresentar os elementos do grupo 16, suas características, aplicações e as principais formas de obtenção.

Macete para memorização dos elementos do grupo 16

O- Oxigênio S- Enxofre Se- Selênio Te- Telúrio Po- Polônio

OS SeTe Porquinhos.

Introdução

 Calcogênio é qualquer elemento químico do grupo 16 da Tabela Periódica .

Khalkos = Cobre ; Gênio= Origem, assim, “originário do cobre” .

 Possuem mesmas propriedades químicas.  Todos os elementos deste grupo são não-metais.

Posição na tabela periódica

 Gás incolor, inodoro e insípido;

 Pouco solúvel em água;  Essencial para a manutenção

da vida;  Elemento mais abundante

dentro do globo terrestre;  É responsável por

aproximadamente um quinto da constituição do ar puro.

Propriedades gerais dos elementos

 Oxigênio  Em estado sólido, líquido ou gasoso, o oxigênio exibe

uma coloração levemente azulada.

 O Oxigênio tem número atômico (Z) = 8 e Massa Atômica (A) = 16

 Ponto de fusão 50,35 K

 Ponto de ebulição 90,18 K

 Descoberto em 1714 por Priestley;

Lavoisier e Priestley: Um descobriu, o outro entendeu.

Principais usos destes elementos  Oxigênio  Comburente do Foguete;

 Indústrias química, petroquímica e farmacêutica, para fabricação de compostos diversos.

Alotropia

 Designa a propriedade de certas substâncias de existir em diferentes modificações;

 Alótropos do Oxigênio: 

 O gás oxigênio e ozônio diferem um do outro no número de átomos que forma a molécula.

 Dizemos que o gás oxigênio e o ozônio são as formas alotrópicas do elemento químico oxigênio.

 Gás Oxigênio

 Segundo componente mais abundante do ar atmosférico, só é possível realizar combustão com a presença deste gás, inclusive a respiração dos seres vivos.

 Gás Ozônio:

  Existe em maior quantidade numa altitude de 20 km a 40 km. Impede que os raios ultravioleta do Sol cheguem diretamente à Terra. É tóxico se entrar em contato com os seres humanos, causando lesões nos olhos, na pele e no sistema imunológico.

 É insolúvel em água, porém, apresenta solubilidade em dissulfeto de carbono;

 Localizado com relativa facilidade na natureza;

 É responsável pelo surgimento das chuvas ácidas;

 Os alquimistas na Idade Média conheciam a possibilidade de combinar o enxofre com o mercúrio;

 O nome enxofre deriva do latim sulphurium.

 Enxofre  No estado sólido normal, o enxofre é formado por anéis

octatômicos.

 O resfriamento súbito do líquido conduz a uma forma elástica, chamada enxofre plástico.

 O S tem número atômico (Z) = 16 e Massa Atômica (A) = 32

 Ponto de fusão 388,36 K

 Ponto de ebulição 717,75 K

 Enxofre  Utilização na fabricação de pólvora e de fogos-de-artifício.

 Utilização na construção de baterias, por exemplo, para utilização em automóveis elétricos, também é uma possibilidade.

 ALOTROPIA  Enxofre:

 Existem as seguintes variedades alotrópicas do enxofre: S2, S4, S6 e S 8.

 Porém, as mais importantes são as duas variedades formadas (S8), o Enxofre Rômbico ou Ortorrômbico eo Enxofre Monoclínico.

 As moléculas das duas variedades são formadas por oito átomos de

enxofre, ligados na forma de anel,

porém se diferenciam no arranjo

ou arrumação de suas moléculas

no espaço.

 Enxofre Monoclínico:

 Apresenta-se na forma de cristais opacos com formatos de agulha;

 Encontrados em regiões vulcânicas.

 Enxofre Rômbico:

 É a variedade alotrópica mais comum;

 Aparece na forma de cristais amarelos e transparentes.

 Boa parte dos seus compostos apresentam características tóxicas;

 Apresenta características muito parecidas com as do Enxofre e Telúrio.

 Provém do grego “ Selene” que significa deusa lua.

 Foi descoberto por J. J. Berzelius em 1817;

 Movido pela afirmação de Martin Klaprot;

Jöns Jakob Berzelius

 Selênio  Na natureza: apresenta-se quase sempre na forma

selenetos;

 O Se tem número atômico (Z) = 34 e Massa Atômica (A) = 78,96;

 Ponto de fusão 494 K ;

 Ponto de ebulição 958 K;

 É insolúvel em água e álcool.

 Selênio  Os sulfetos de selênio são usados em medicina veterinária

e xampus anti-caspa.

 O seleniato de sódio é usado como inseticida.

 ALOTROPIA  Selênio :  Selênio possui seis variedades alotrópicas que diferem no modo

de empacotamento no cristal;

 Há três formas vermelhas cristalinas (contém anéis Se8) e não- metálicas; uma forma vermelha amorfa (contém cadeias poliméricas);

 Duas formas cinza das quais uma é metálica (contém cadeias infinitas de átomos);

 E uma forma preta vítrea (formada por grandes anéis irregulares com até 1000 átomos);

 Nesta forma, o selénio tem propriedades de semicondutor típico. 

 É pouco abundante na crosta terrestre;

 Encontrado na natureza sob forma de minérios de Cobre, Ouro e Enxofre.

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 34 páginas
Baixar o documento