As 77 leis do sucesso com as mulheres e nos relacionamentos david deangelo
Julio.Kalender
Julio.Kalender8 de Outubro de 2015

As 77 leis do sucesso com as mulheres e nos relacionamentos david deangelo

DOCX (2 MB)
50 páginas
28Números de download
1000+Número de visitas
2Número de comentários
Descrição
sucesso com as mulheres e nos relacionamentos
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 50
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 50 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 50 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 50 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 50 pages
baixar o documento

AS 77 LEIS DO SUCESSO COM AS MULHERES E OS RELACIONAMENTOS

David DeAngelo

Versão Em Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=ug6VWRoe_Qo

Nos últimos anos eu aprendi várias coisas diferentes sobre como ser bem sucedido com as mulheres e nos relacionamentos. Eu

acho que a melhor maneira de descrever tudo isso, como uma coisa só, é dizer que tudo se encaixa em diferentes níveis. O que descobri é que, os homens, quando buscam saber como ser bem

sucedido com as mulheres e nos encontros, eles geralmente buscam o que eles acham que precisam, ou que eles acham ser a resposta, ao invés de percorrer todos os níveis. Dessa forma,

esse programa foi elaborado para servir tanto como uma introdução para as minhas principais idéias, como também uma

revisão, uma forma de relembrar, ou um programa de auto- afirmação, se você já conhece alguns de meus programas. Eu

organizei todo o curso em 77 idéias diferentes, que eu irei passar pra vocês uma seguida da outra... passarei alguns

minutos falando sobre cada uma... e minha intenção é que você pegue esse programa, leia-o todo e regularmente, e se lembre de refletir sobre cada assunto. Você pode usar esse programa,

também, quase como um programa de informações ou de revisão. A qualquer momento você pode voltar o programa e relembrar as idéias mais importantes. Então vamos lá, para

começar eu quero falar sobre algumas idéias que eu considero abrangentes, teóricas, e que irão afetar seu conceito em relação

às mulheres e os seus relacionamentos como um todo.

01 - aceite a realidade como ela é. Aceitar a realidade como ela é. A razão dessa ser a número 1 é que eu

acho que a maioria das pessoas não aceita o mundo, não aceita a realidade, não confronta as coisas como elas são. Elas desejam que o

mundo seja diferente, desejam que as mulheres sejam diferentes, desejam que as situações sejam diferente. E então eles se lamentam, se irritam e reclamam e agem como vítimas e fazem coisas sem efeito pois

vivem em um mundo de faz de conta.

Passo 1: feche os olhos e aceite tudo da maneira como é. Apenas aceite as coisas. Uma vez tendo aceitado as coisas como elas são e ter

confrontado a realidade, agora você poderá mudar as coisas, agora você

terá o poder de redirecionar o caminho que as coisas tomarão durante a sua vida no futuro.

02 - tome responsabilidade. Transformar a perspectiva de ser alguém que é passivo no mundo,

alguém que é uma vítima e transformar-se em alguém que faz as coisas acontecerem, que é responsável por seus pensamentos, atos,

comportamentos e consequências. E toda vez que você se pegar tentando colocar a responsabilidade das coisas que acontecem na sua

vida em coisas externas a você, pare e diga: " Eu assumo a responsabilidade, eu sou responsável por isso".

Especialmente nos momentos em que é fácil colocar a culpa nos outros. Esse é o momento mais importante. Assumindo a responsabilidade sobre

a sua vida, e tudo nela: seus pensamentos, ações e comportamentos, consequências e relacionamentos. Você irá ser capaz de, de fato, mudar

e ter a vida que você deseja.

03 - mude a si mesmo e não os outros. No mundo da auto-ajuda, e estive em muitas palestras sobre o tema, um consenso é que você não conseguirá mudar as outras pessoas, apenas

você mesmo. Há muita sabedoria nisso. Nada é totalmente verdadeiro e eu não acho que você consiga mudar as pessoas sempre. Acho que se

você passar muito tempo estudando como as pessoas funcionam, você, às vezes, consegue ajudá-las a mudar. Mas também acho que se essa é sua principal maneira de lidar com o mundo, você está jogando um jogo perdido. Se as coisas não acontecerem como você deseja, seu primeiro

pensamento será: deixe-me tentar mudar a outra pessoa. Você vai bater com a cabeça na parede, várias e várias vezes. E se você quer se tornar mais bem sucedido com as mulheres e nos seus relacionamentos, pare

de tentar fazer com que ela, ou as pessoas, mudem, e comece mudando a você mesmo. Mudando você mesmo, sua perspectiva muda e os

resultados mudam.

04 - acabe com o seu lado covarde. "Acabe com o seu lado covarde". O que eu quero dizer com "acabar com

o seu lado covarde"? Eu quero dizer que você encontra o seu lado covarde e o joga fora. Desenvolva um processo formal se for necessário.

Passe tempo elaborando isso. No mundo real, às vezes, o processo de expulsão não se faz de forma muito suave. Às vezes a covardia quer

permanecer e perturbar o quanto pode e sugar energia. Às vezes a covardia se assemelha a um sentimento de vítima e leva a um ganho

emocional secundário, através desse processo todo. Você precisa acabar com a sua covardia. Você pode precisar pensar um pouco sobre os

ganhos secundários que você está conseguindo por ser um covarde ou por ter essa personalidade covarde vivendo dentro de você, ou a parte que sobreviveu. Você precisa identificar isso:"quando eu reclamo e me lamento,...minha mãe me dá atenção" ou " quando eu xingo e reclamo das coisas,...não preciso me sentir responsável por elas". Eu posso falar pra mim mesmo o quão ruim as pessoas são isso comigo mesmo e ficar

nessa auto-piedade e isso me traz aquele velho sentimento de superioridade em relação aos outros. O processo de "enquanto estou dessa maneira,...estou melhor do que você. Eu não preciso prestar

atenção no que de fato está acontecendo. Eu posso me sentir um pouco superior...Se livre disso tudo, acabe com o seu lado covarde. Pare de ser

um covarde.

05 - construa uma auto-imagem capaz e poderosa que você ame.

Construa uma auto-imagem capaz e poderosa que você ame. O que é uma auto imagem? Soa como uma imagem sua que você carrega dentro de você... é isso mesmo, mas você tem que entender que você tem um cérebro complexo e inteligente dentro da sua cabeça e você é capaz de Imaginar imagens multidimensionais. Multi-dimensionais, que tem vários

tipos de qualidade em diferentes proporções, e eu peço a você para considerar que tipo de pessoa você quer ser.

Pegue uma imagem clara dessa pessoa na sua mente. Reflita sobre as questões básicas. Pergunte-se: "Eu sou a pessoa que quero ser?". Se a resposta for não, pense sobre isso e clareie isso com o tempo e faça

essa imagem tão grande, nítida e tão interessante que você se sentirá compelido a buscá-la. Quanto mais nítido você imaginar essa figura,

mais fácil você conseguirá alcançá-la. Quanto mais você praticar esse exercício de construir uma auto-imagem capaz, mais você irá crescer, e

mais rápido e mais atraente você parecerá para as mulheres naturalmente.

06 - mude o seu modelo de referência pra dentro de você.

Alguns tipos de especialistas em comportamento e motivação, psicólogos, falam sobre uma distinção entre as pessoas. O que eles descobriram foi que algumas pessoas, ou a maioria, tem o que eles

chamam de modelo de referência externa. Constantemente procuram à sua volta, no mundo e nos outros, algo que diga se eles estão fazendo a coisa certa, se estão no lugar certo, pensando os pensamentos certos,

usando as roupas certas, ou dizendo as coisas certas (buscando aprovação externa). Existe um outro grupo de pessoas com, o que eles chamam de "modelo de referência interna", ou uma referência interna de controle e, ao invés de olhar pra fora pra saber se eles estão ou não da maneira certa, elas olham pra dentro de si mesmas, pra saber se os

outros estão certos ( não se importam com o que os outros pensam ). Se o seu suporte de referência for interno, se você é quem decide sobre o

que é certo ou errado na sua vida e você está usando as ferramentas, as pessoas e as situações ao seu redor pra ajudar você a alcançar as coisas

que você quer para sua vida, você será muito mais eficiente, também será mais poderoso, terá mais carisma, muito mais energia para atrair

outras pessoas. Mude o seu modelo de referência pra dentro de você.

07 - pare de transformar eventos externos em significados internos.

O que quero dizer com "significados internos"? Significados internos... Quando falei sobre o conceito de você ter uma auto imagem que você

carrega consigo, imagine que você tem uma foto na parede, e você anda até ela e é uma foto que você está rindo e você pega um marcador de texto e pinta de preto o seu dente da frente, e você desenha alguns rabiscos ali e faz com que pareça uma imagem horrorosa. Que efeito isso terá quando você olhar para essa figura? Instantaneamente você responderá, interiormente, de forma diferente. Nós humanos fazemos

algo parecido com isso. Às vezes, quando alguma coisa externa acontece, por exemplo, quando alguma pessoa desaprova a gente, se

ela não gosta do que estamos fazendo, ao invés de dizermos: "Ah, se ela não aprova, isso é problema dela", nós internalizamos isso, e fazemos disso algo sobre nós (levamos para o lado pessoal). E vamos além e

vemos isso relacionado ao que nós somos como pessoa. Atrelamos isso à nossa imagem pessoal. Indentificamos isso com nós mesmos, e

fazemos um significado interno sobre isso. Ao invés de dizer : "Essa pessoa apenas reprovou o que eu fiz..Ótimo,ele pode fazer o que

quiser". Nós dizemos :" Oh, ele me desaprovou, as pessoas provavelmente não me aprovam. Oh, eu provavelmente não mereço

aprovação, eu sou o tipo de pessoa que as pessoas não aprovam". Nós generalizamos e isso passa a se tornar nossa identidade, por isso pare

de fazer significações internas de situações externas.

08 - acabe com os fracassos aprendendo com eles.

Eu passei muitos anos da minha vida trabalhando comigo mesmo, e trabalhando em tirar toda essa noção de fracasso do meu sistema. O que

eu concluí é que o fracasso é um conceito inventado, os homens inventaram o conceito do fracasso, nós inventamos. Assim como

inventamos várias outras ideias. Novamente, o problema surge quando começamos a pensar em termos de atrelar significados ao fracasso. Programadores de computador irão dizer que algo falhou, ou seja, a rotina não foi processada da maneira certa. Talvez um problema no

Software que impediu que o sistema fizesse o que deveria e isso é um fracasso.

É um tipo de coisa lógica e objetiva, mas quando nós humanos trazemos esse conceito para nossa mente e: “Oh! Falhei!” e ao invés de

pensarmos lógica e objetivamente, sem generalizarmos e internalizarmos, nós dizemos: “Eu sou um fracassado!” e se você chegou

a esse ponto, onde você é um fracassado dentro de sua mente, dará muito trabalho para desfazer tudo isso. Então eu me questionei: “Como posso fazer para acabar com essa noção de fracasso?” Porque isso na

verdade não existe. Fazendo isso estarei me libertando de várias coisas.

A melhor maneira de se libertar de qualquer coisa que se vê como fracasso é parar, olhar para a experiência e ver o que você aprendeu com isso. Então compare a lição que você aprendeu com o preço que você pagou. Acredito que você sempre concluirá que a lição foi uma

barganha, pois sempre é uma barganha.

09 – compare seu progresso e sucesso apenas com você mesmo e não com os

dos outros. Tem uma palavra que muito de nós usamos principalmente os homens, que parecem ser atraídos a essa palavra e a este conceito. E o conceito é vencer. Dennis Wiley fez vários programas sobre isso. Décadas atrás, ele escreveu vários livros sobre vencer e disse: "Todos querem ser um vencedor". Universalmente, todos nós queremos ser vencedores. Jack

Welch, o grande sábio de todos os tempos, escreveu um livro chamado

Winning – Paixão por vencer. Que fala sobre como é boa a sensação de ser um vencedor. E quanto mais eu analiso, mais eu concluo que existem dois tipos de vencedores: um é o do tipo onde você consegue aquilo que você quer você alcança o resultado que queria e o outro tipo é quando

outra pessoa perde, quando você vence outra pessoa.

Para ficar mais claro, um tipo é: “você alcança o que quer alcançar” e o outro tipo é: ”você vence alguém “. E o que descobri é que se você

passa a vida tentando vencer a todos, e não tentando alcançar o que você realmente quer alcançar, você terá várias “vitórias” em relação a outras pessoas e um dia irá acordar e ver: “Uau, eu venci todas essas pessoas, mas não consegui o que eu queria”. Por outro lado se você

descobrir o que você quer para a sua vida, se dedicar a isso, encontrar o seu caminho e se manter nele, você chegará aonde você queria chegar

e é ai que você venceu. Olhará para trás e verá que não importa se venceu alguém ou não, é irrelevante.

Então, enquanto você progride na sua vida, na sua própria perspectiva aprendendo a ser bem sucedido com as mulheres e relacionamentos, nunca olhe para fora de você e diga: “Nossa, esse cara está fazendo

melhor que eu, ou pior que eu”.

Compare seus progressos com você mesmo, e procure vencer alcançando as metas que você quer e se ver comparando seus

resultados com os outros, pare um pouco, olhe para trás e veja o quão longe você foi, veja o progresso que obteve, comparando de onde você

começou. Corra sua própria corrida, é mais rápido e gratificante em longo prazo.

10 - desenvolva-se constantemente e conscientemente - sempre busque o

próximo nível e paradigma. Desenvolva-se conscientemente e constantemente. Eu estava falando

semana passada com um cara que é tido como um dos grandes gerenciadores e pensadores do mundo, e ele estava falando de um livro,

onde, no livro, era um livro sobre psicologia eu acho, e o autor estava falando que, todos estamos em cima dos trilhos de um trem, e o trem do

fracasso vem nos pegar e o que nós fazemos é olhar para baixo e tentamos nos distrair o tempo todo, para não olhar para cima e perceber

de fato, essa fraqueza. Muita gente olha a vida como uma luta, não importa o que se faça. Um dos grandes presentes que eu acho que

temos,pense você como sorte, ou bênção, ou apenas destino. Uma das

coisas positivas da vida é que você não pode estender o tempo de sua vida. existem níveis suficientes para continuar se desenvolvendo, se

você quiser continuar se desenvolvendo, você pode fazer isso pra sempre, até o resto de sua vida. Não irão se acabar, eu pensei sobre

isso, perguntei bastante, fui até pessoas mais velhas e maduras, que já "jogaram esse jogo" então se você quiser alcançar níveis mais e mais altos de realização, contentamento e felicidade na sua vida, continue

evoluindo, continue buscando o próximo nível, continue se questionando : "Ok, qual o próximo nível e como faço pra chegar lá?",Ok,

qual o próximo nível e como faço pra chegar lá?". Nuca chegue ao ponto de dizer: "Eu cheguei lá!". E se você se ver em

um grupo de pessoas bajulando você e puxando seu saco,é o sinal que você precisa parar e procurar outro grupo de pessoas, que não estão

nem aí para o seu sucesso, pois eles estão muito a frente, e isso o levará ao próximo patamar.

Com sorte isso irá sacudir o seu ego e mexer um pouco com você, mas de uma maneira gentil é claro. Portanto sempre busque o próximo nível

e paradigma.

11 - veja a si mesmo como "um homem de alto nível".

Este é o motivo de criar uma auto imagem de alto-nível. Sempre pergunte a si mesmo: “Que nível estou? Qual é minha posição social?

Onde eu fico no meu grupo social?” Como já trabalhei com várias pessoas, eu descobri que a maioria refere a si mesmo como uma auto-

imagem de baixo-nível.

Eles entram em uma sala e olham em volta tentando descobrir onde estão as pessoas de alto nível, porque eles têm um nivelamento

inconsciente de que as outras pessoas da sala têm um nível maior que o deles. Eles querem entrar lá e não atrapalhar ou perturbar ninguém, na maioria das vezes de forma inconsciente. E têm alguns caras que têm uma auto imagem de alto nível, eles entram nos lugares e ao invés de olhar ao redor e pensar: “Onde está o pessoal de alto nível, espero que

eles não me vejam, me deixa eu tentar me encaixar”, eles entram querendo ser uma pessoa de alto nível na sala e eles o são de fato. Eles não são de alto nível por serem melhores que os outros, por quererem

ser dominadores ou controladores, é porque é parte deles, em como eles se encaixam no mundo. Os saudáveis são os que usam seu “alto nível”, para ajudarem os outros, esses são homens maduros, que aprenderam a lidar com seus conflitos internos e externos, que aprenderam a lidar

com suas emoções, aprenderam a interagir com outras pessoas e a ajudar as pessoas a trabalharem em equipe, juntas e a conseguir o que

querem da vida. Então crie uma auto imagem de alto nível e se veja como uma pessoa de alto nível.

12 – pare de se desculpar. Antes de começar essa lição, deixe-me dizer que existem várias

exceções a essa regra, e que esta é uma regra de sucesso, mas que como toda a boa lei, você se torna mais poderoso quando sabe quebrá-

la. Use-a como uma regra chave. Por que eu digo: “Para de se desculpar”? Eu digo isso, porque creio que a maioria dos homens que

estão tendo desafios em sair com as mulheres e nos seus relacionamentos têm um medo em comum: o de se sentir que temos

que pedir desculpas por tudo o que nós fazemos e que as outras pessoas não gostam. Muitas vezes, chegamos ao ponto onde sentimos que

devemos pedir desculpas o tempo todo, por quem somos. Nós temos essa auto-imagem e nos desculpamos por quem somos. Nós somos auto-

críticos o tempo todo.

Passamos por situações onde quase agimos assim: “Ok, tem 10 pessoas aqui, cada uma deve ter provavelmente 20 ou 30 coisas que

desaprovam em mim, eu só quero chegar e dizer: desculpe-me antecipadamente, me desculpe, realmente desculpe...”

Outra coisa que vi é muita gente que eu gosto, até eu mesmo inclusive, se desculpando apenas para ter a aprovação de outra pessoa, mesmo quando você não quer se desculpar. Nós fazemos apenas para a outra

pessoa gostar da gente, para fazê-las nos dar aprovação que queremos. Então pare de se desculpar.

E se você parar por tempo suficiente e fizer uma regra: eu não vou me desculpar. Com o tempo, você vai construir uma auto imagem forte,

passará a ter mais responsabilidades, construirá limites pessoais mais saudáveis, será capaz de se separar das outras pessoas, será capaz de deixar as pessoas terem os seus conceitos e julgamentos sem que isso afete você. E então você será capaz de ver, distinguir e saber quando é apropriado se desculpar. E quando se desculpar, neste caso, fará com

que as pessoas realmente te respeitem. Quando você souber quando é apropriado se desculpar, é ai que as pessoas o respeitarão mais.

13 – pare de buscar aprovação. ”Pare de buscar aprovação” é um termo psicológico que quer dizer: Pare

de pedir permissão das pessoas para fazer as coisas. Isso é uma parte da lição. Mas buscar aprovação é um pouco, além disso, é mais

profundo. Pessoas que buscam aprovação geralmente percorrem o mundo fazendo coisas para que seu grupo social as aceite e sempre buscam pistas que digam se elas estão sendo aceitas no seu grupo social ou não e tentam manipular a situação para conseguiram a

aprovação que elas querem. Elas fazem coisas como usar as pessoas como sustentação, sendo vazias emocionalmente e/ou psicologicamente,

usando seus trejeitos.

Buscar aprovação acaba com a atração. Se você achar uma mulher que você realmente gosta, especialmente se ela for atraente, interessante,

tenha um alto nível, seja inteligente, tenha bom gosto e muita experiência com homens, se ela perceber que você é do tipo que busca

aprovação, suas chances com ela, são quase zero, já no começo.

A ironia nisso tudo é que a maioria dos homens, especialmente os que se vêem como baixo nível, que realmente não se preocuparam em

trabalhar sua auto imagem, eles andam como se tivessem um letreiro de néon nas costas dizendo: “Por favor, me dê alguma aprovação”.

Portanto para de buscar aprovação dos outros, pois você não precisa disso. Na verdade é pior do que não precisar, é como se fosse uma

droga, pois quanto mais você tem aprovação, mais você precisará dela, e quanto mais você precisar de aprovação, mais você sentirá como se tivesse um buraco dentro de você e mais precisará para se sentir bem.

É como um círculo vicioso, que só fica pior. Portanto: Pare de buscar aprovação.

14 – pare de dar aprovações para consegui-la.

Esta é outra forma de buscar aprovação, mas é um tipo tão comum e constante que você quase não consegue detectar, é uma das coisas mais evidentes e óbvias. Pare de dar aprovação em troca de consegui-la. Se

você encontrar uma mulher que você realmente goste, novamente vamos usar o exemplo de uma mulher que você acha muito atraente, estável emocionalmente, madura e saudável, não vá até ela e diga:

“Nossa, você é uma pessoa tão bonita e maravilhosa, eu gosto de tudo eu gosto de tudo em você. Na verdade você é tão maravilhosa que você

não poderia errar, se você não quiser nada comigo, eu nem me importaria, porque sei que você é uma pessoa tão maravilhosa.”

Essa é uma maneira de você dar aprovação para conseguir aprovação.

Tentar, usar a lei de reciprocidade para garantir alguma coisa. É também bastante manipulativo. Posso até arriscar que, se você não é bem

sucedido com as mulheres e nos seus relacionamentos, é possível que você esteja fazendo coisas muito manipulativas, mas você não quer admitir. Então pare de dar aprovação para consegui-la, pois não irá

funcionar de qualquer forma.

Só mais um comentário essa é uma área onde os homens se sentem frágeis e sentem que por serem tão bons e doces com as mulheres, se elas o destratarem, eles podem pensar com eles mesmos: “eu fui tão bom e legal com ela, ela não merece um homem como eu”, e eles se

tornam o que Brad Blen chama de “mentirosos que cometem suicídio”.

15 – pare de negociar status para conseguir aprovação.

Provavelmente eu deveria ter nomeado esse como: “Pare de tentar negociar status para conseguir aprovação, pois você não vai conhecer

muitas mulheres que irão aceitar esse tipo de coisa”. O que eu quis dizer com: “pare de negociar status para conseguir aprovação”? A maioria dos homens se aproxima das mulheres que os atraem com uma estratégia

muito “interessante e única”, que se você pensar logicamente, pode até concluir que ela pode funcionar. Todos nós a fazemos

inconscientemente.

O que fazemos é chegar e dizer: “oh, mulher linda, mulher que todos os homens querem” O que eu quero propor a você que eu a farei

importante, eu a colocarei em um status melhor, se você me der em troca um pouco de amor, afeto, atenção e aprovação. Eu vou dar o que

você quiser tudo o que eu tenho se você apenas me amar de volta”.

É engraçado que neste “trato” que os homens oferecem as mulheres, essa estratégia que eles usam e que quase nunca funciona. E o pior, é contra-produtivo. Contra-produtivo: para cada energia que você coloca

nisso, você perde espaço coma mulher.

É uma das poucas coisas que você pode fazer que quase garante que a mulher não se sentirá atraída por você. É como andar até o lugar da

atração, tirá-la de lá e matá-la a marteladas. Portanto: Pare de negociar status para conseguir aprovação.

16 – desemaranhe o passado, presente e futuro.

Físico, lógico emocional... Recompensas de baixo, médio e longo prazo. Medo de alguma coisa e a coisa em si... E outras combinações inúteis A palavra chave que eu estou usando: desemaranhe. Eu irei passar por

todos os grupos:

a) Desemaranhar o passado, o presente e o futuro. Para refletir sobre este desemaranhamento reflita sobre as seguintes questões: Por que

você iria querer desemaranhar o passado, o presente e o futuro? Você já conheceu alguém que vive o mesmo dia, todos os dias? Eles passam

pelos mesmos pensamentos, têm sempre as mesmas ideias, fazem as mesmas ações e é como aquele filme “Ground Hard Day”, onde é o

mesmo dia todos os dias. Você já conheceu alguém que vive no passado? Tudo o que ele fala e o que faz está relacionado ao passado. O

tempo passado não existe mais.

Já conheceu alguém que vive no futuro? Alguém que tem tanto medo do futuro imaginário e fictício que ele criou que ele estrutura toda a sua

vida de forma a evitar que esse futuro se concretize? E no processo de evitar alguma coisa imaginária eles nunca chegam nem perto do que

eles realmente querem? Na verdade eles nem pensam no que querem de fato. Já conheceu alguém que fica emaranhado entre esses três? Que

não consegue distinguir entre os três? Estou certo que sim.

b) Físico lógico e emocional. E quanto ao físico, lógico e emocional? Você já tentou discutir com alguém que viva num mundo emocional? Toda a química fica em seu fluxo sanguíneo e eles estão cheios de emoções e

você tenta discutir com eles? O que você irá conseguir? O que irá acontecer? Como termina quando um ou os dois lados de uma discussão estão emotivos, cheios de emoção? O que irá acontecer? Qualquer que

seja o grau de relacionamento, entre essas duas pessoas, provavelmente iria piorar e se acabar. Por quê? Porque a conversa é uma

concepção onde se usa a lógica, palavras, mas se um dos lados é emotivo se deixa as emoções intervirem, eles não podem ouvir a lógica, não querem ouvir a lógica, é tudo sobre ego, quem está certo ou errado

e auto imagem. Os assuntos ficam emaranhados, portanto desemaranhe.

c) Recompensa a curto, médio e longo prazo. Aqui vai um bom exemplo disso: comer. Existem três tempos em relação a gratificações e

recompensas: em curto prazo (recompensa instantânea), recompensa em médio prazo (horas depois) e em longo prazo (resultado). Então o

instante da gratificação em curto prazo é o momento em que você está se deliciando com a comida com a textura da comida na sua boca, o

aroma e a sensação no seu estômago. Essa é a gratificação instantânea, em curto prazo. A gratificação em médio prazo são as próximas 4 a 6

horas. Como isso irá afetar seu estado, humor e energia física.

E finalmente tem a gratificação de longo prazo que é de dias ao resto de sua vida. Gostaria de sugerir que você para e pense, durante 60

segundos e considere o resultado a curto, médio e longo prazo do que você está para comer. Se você fizer isso antes de qualquer refeição de

sua vida, isso irá mudar todos os seus padrões alimentares.

Porque o que tem um sabor realmente gostoso, como uma barra de chocolate, uma guaca mole, um Doritos ou uma pipoca com toda aquela manteiga. Eles são gostosos, mas nas 4 a 6 horas seguintes como estará sua energia? Terá um pico de insulina, uma carga extra de carboidratos,

irá se sentir mal e nem vai conseguir pensar direito. E a longo prazo, como será? Se você fizer isso todo dia por cinco anos?

Quando você começa a pensar assim o que acontece é que você senta, antes de toda a refeição, antes de decidir o que comer ou aonde ir: “Ok,

estou com fome, esse é sinal de sentar e pensar em curto, médio e longo prazo, e se eu comer isso aqui, que tem um bom balanço de

carboidratos, proteínas e gorduras, essa comida sem química, que pode não ter o mesmo sabor do Doritos, posso não curtir enquanto eu como,

mas nas próximas 4 a 6 horas, eu estarei mentalmente ágil, porque comi o que é certo e estou com os níveis de energia idéias e quando acorda

em 5 a 10 anos, estarei saudável.”

d) Medo de alguma coisa e a coisa em si. Nós humanos somos péssimo em prever como as coisas que irão acontecer no futuro nos farão sentir,

tanto positivos quanto negativos. Nós sempre nos sub ou super estimamos até mesmo psicólogos ou pessoas treinadas para saber isso, ainda sim são péssimos estimadores em como as coisas vão nos fazer sentir. Nós tememos o que vai acontecer no futuro, enlouquecemos se fazemos para evitar que aconteça, aí acontece e nós: “nem era grande

coisa”, e acabamos perdendo tanta energia temendo determinada coisa, porque confundimos nosso medo do evento da nossa percepção, medo do que percebemos como o que na verdade é. Então onde na sua vida

você está emaranhado em diferentes níveis das coisas? Resposta: Desemaranhe.

17 – tenha a sua volta modelos bem

sucedidos, sejam eles em pessoas, livros, áudio ou vídeos.

Dois dos meus pensadores favoritos são: Brian Tracy e Napoleon Hill, eles são os pais e avós da auto-ajuda e desenvolvimento pessoal e

profissional. Napoleon Hill fala sobre o conceito “ Mater Mind ’’ ( mente mestra principal ), onde você pega várias mentes de indivíduos bem

sucedidos e monta uma base de auto-ajuda para alcançar seus objetivos. Brian Tracy fala sobre “ Reference Group ’’ ( grupos de referência ), de indivíduos que você tem a sua volta e que você se torna parecido com

eles quer você queria, quer não, porque suas formas de pensar se inserem na sua mente.

Se você quer ser bem sucedido tenha a sua volta modelos bem sucedidos. Um dos milagres da tecnologia moderna é essa habilidade de se comprar coisas, que são pré-selecionadas e colocá-las em um tocador,

fazer um download ou colocá-las diretamente em nossas cabeças, através de fones de ouvido, e nos conectar com gênios dos outro lado do

mundo.

Então se cerque de coisas desse tipo. Impressiona-me como as pessoas perdem tanto tempo da vida fazendo coisas improdutivas e falando

sobre coisas improdutivas. É como um padrão se sentam e vêem o jornal por meia hora, duas vezes ao dia, onde não vão conseguir nada de útil, na verdade, pois não estão assistindo um programa específico sobre um

assunto que os interesse, que os ajude a serem melhor e se desenvolverem.

Eles apenas assistem os eventos para que possam receber, como uma transfusão, a sua dose diária de medo, para que possam se reunir e

comentar: “oh, você ouviu sobre o furacão?” Pegue essa meia hora, duas vezes por dia, coloque fones de ouvidos e escute um programa de

desenvolvimento pessoal.

Faça isso duas vezes por dia, por alguns anos, sua vida será totalmente diferente. Tenha a sua volta modelos bem sucedidos, sejam pessoas, livros, programas de áudio e vídeo, da maneira que você encontrar.

18 – saiba qual é o seu propósito de vida e permaneça nele.

Nossa era de tecnologia moderna e incrível crescimento populacional,

opções, possibilidades, escolha, são tanto um milagre como uma ancora presa em nosso pescoço e estamos nadando no meio do oceano. Por que isto? Bem, Confúcio disse: “O homem que busca por dois coelhos, não

conseguem nenhum.”

No mundo moderno temos infinitas escolhas de vida, objetivos e propósito de vida e a maioria de nós é levado por influências externas o tempo todo. Nós olhamos para as pessoas e pensamos: “oh, essa pessoa está fazendo assim, talvez eu devesse ter isso como objetivo também, ah eu estou tão confuso...” Nós não tivemos tempo de sentar e refletir,

bloquear todo o barulho e distração, e descobrir quais são nossos propósitos para a nossa vida. Uma vez que você tenha chegado a esse ponto, você poderá clarear as coisas e entendê-las melhor. E quanto

mais você fizer isto no mundo, mais você terá um retorno e terá experiências, mais poderoso você ficará e mais significativo você será

mais efeito você terá no mundo e nas pessoas e assim poderá ajudar as outras pessoas a encontrar o seu propósito de vida. E se você não

souber o seu propósito?

Um cara chamado David Data já fez alguns trabalhos com a gente ele diz: “Se tranque em um quarto com uma folha de papel em branco e uma caneta, e não faça nada até você descobrir o que quer na vida,

poderá levar horas ou até semanas, mas continue trabalhando nisso até você descobrir eventualmente a resposta aparecerá. Para mim, meu

propósito é a Evolução, uma palavra apenas: EVOLUÇÃO.

Constantemente evoluindo e buscando o próximo nível e ajudando os outros a evoluir e encontrar seu próximo nível. Evolução, levei algum

tempo para descobrir isso.

Você tem um diferente, eu não sei o que é, mas ache o seu, pois você será dez vezes mais forte do que usar o propósito do outro. Essa é uma

das coisas mais importantes, se não é a mais importante, que você possa fazer para se tornar incrivelmente atraente para as mulheres. Se você descobrir seu propósito e o seu caminho na vida, buscar ele, ficar nele e não deixar nenhuma mulher te distrair ou te tirar dele, você será muito mais atraente e elas terão que fazer fila para chamar sua atenção.

19 – viaje para vários lugares. Se você não sai regularmente do ambiente em que vive e deixa de

conhecer outras cidades, outros estados, outros países e outros continentes, você está se limitando incrivelmente. Por que viajar?

Porque se você não viaja e continua neste seu mundinho, com suas influências não se desenvolve muito. Você tem acesso limitado aos novos conceitos e quanto mais você viaja, mais você se coloca em

situações diferentes das que você estava acostumado a fazer, mas você irá expandir sua mente e suas possibilidade. Quando você for a outros

lugares ver pessoas vivendo de maneira diferente, isso terá um efeito na sua mente e na maneira de como você pensa como você se vê na sua vida. Mas você precisa continuar fazendo isso, porque se você só viajar

uma vez, você virá para casa e dirá: “Com certeza é legal como eles vivem lá, eles andam de barco assim como andamos na rua... bem

legal...” e a história mais engraçada de sua vida vai ser ter ido à Itália? Não é exatamente o que estou falando.

O que acontece quando você vai até lá é que você volta e: “Uau, é bem legal lá, eles têm barcos.” E alguns meses depois você vai a outro lugar

do mundo vê algo diferente, volta e pensa: “Nossa, agora eu vejo de maneira diferente, cada um vive de um jeito e ambos são diferentes de mim. “Talvez eu possa pegar um pouco emprestado desses caras e dos

outros.” Eu creio que viajar é uma das melhores coisas, melhores invenções da modernidade. Viajar com baixo custo.

Creio que se todos nos mundo pudessem viajar duas vezes por anos para outro país e se sentar para comer com outras famílias desse outro país, o número de violência e o número de conflitos ao redor do mundo cairia demais. Começaríamos a aceitar uns aos outros muito mais, eu

não tenho viajado tanto quanto gostaria. Ano passado foi à primeira vez que saí do continente na minha vida toda, mas fui a alguns lugares e nestes lugares eu pensei: “Sou americano, não serei bem aceito aqui,

pois eles não gostam da gente...” E descobri que as pessoas ao redor do mundo na sua maior parte, são bastante receptivas às outras pessoas, e

a imagem que nos são dadas dessas pessoas, de outros países, por pessoas que não nos quer em contato com elas, é de algum modo a razão pela qual vemos essas pessoas dessa forma. Elas são bastante manipuladoras e não só temos uma idéia errada, como não temos a

chance de mudar nosso modo de pensar e então “cair na real”.

Quanto mais você viaja, mais você expande suas idéias, mais interessante você se torna mais fascinante você será mais atraente você

será mais mulheres estarão por perto de você apenas para sentar e ouvir como as coisas são diferentes ao redor do mundo e o quanto você e aprendeu com outras pessoas. Existem muitos benefícios em viajar,

portanto viaje. Nível Principal (a ponte entre pensamento e ação, conceito e execução)

Ok, agora vamos falar sobre alguns princípios, sobre algumas regras de

execução. Mesmo chamando tudo isso de “As 77 leis de sucesso com as mulheres e relacionamentos”, a realidade é que até o número 19 são

diretrizes. O último grupo foi sobre Conceitos e paradigmas, esse agora é o nível principal, a ponte entre pensamento e ação, conceito execução.

20 – todo dia encontre seu centro, seja centrado nele e então faça ser o centro.

Este é um grande conceito e uma coisa que falei no meu programa avançado. Encontre o seu centro, entre em contato com sua auto

imagem ideal, seu objetivo, seu propósito de vida. Seja centrado, feche os seus olhos por alguns minutos, inspire, tenha noção de seu corpo,

entre em contato com todos os sistemas que você tem dentro de você, trabalhando juntos para mantê-lo vivo.

Talvez você possa colocar em prática algumas técnicas básicas de meditação, apenas focando sua respiração, tomando um controle

consciente disso por um tempo, inspirando e expirando um pouco e notando esse processo. Então se faça o centro, ou seja, note que o

mundo ao seu redor é a sua realidade e faça o seu modelo de realidade muito forte em sua mente. Entre em contato com essa realidade. Seja o

centro da sua própria realidade. Não de uma maneira estranha e dominante, mas de uma maneira masculina e poderosa de liderar.

21 – focalize-se nas suas habilidades pessoais e nas suas atitudes internas

( jogo interno ) e as técnicas se desenvolverão sozinhas.

Por sermos humanos e pensarmos em um retorno gratificante imediato, eu acho que gostamos de assumir ou ter esperança de que, se formos lá fora e aprendermos um monte de técnicas, nós vamos desenvolver as

habilidades e as teorias ao longo caminho. E isso é verdade. Apenas leva mais tempo, demora mais, é um desperdício de tempo dessa maneira.

Ao invés de, talvez, considerar o oposto disso. Trabalhe nas suas habilidades pessoais, aprenda os princípios e as teorias e você, assim as

técnicas apareceram ao longo do percurso.

Se você aprender com alguém que sabe apenas alguns truques, você

ficará deslumbrado.

Será até divertido, mas quando se tratar de situações do mundo real, você não saberá quando usá-los, qual a técnica certa para usar, qual a situação certa e será muito mais difícil descobrir o conceito, a teoria ou os conceitos mais avançados. Se você sair com mestres mais evoluídos e disser: “Me ensine os princípios”, inicialmente vai demorar mais para

chegar ao ponto de entender os princípios, mas enquanto você os aprende, haverá momentos em que a técnica se encaixa e você

dominará essa área muito mais rápido .Então se focalize nas suas habilidade pessoais e nas suas atitudes internas e as técnicas tomarão

conta de si mesmas.

22 – aceite e aproveite o que eu chamo de “ansiedade de transição” ou

“vulnerabilidade de transição”, como uma oportunidade de ver as coisas sob a

perspectiva de um iniciante. “Ansiedade de transição” ou “vulnerabilidade de transição” ocorre quando você inicia algo novo e você precisa se tornar um iniciante.

Muitas pessoas não fazem coisas novas, pois não querem falhar. Elas têm medo de parecerem idiotas, medo de parecerem incompetentes e

através do medo de serem novatas e do medo de parecerem incompetentes, o medo de parecer que não sabem o que estão fazendo, elas se prendem a qualquer que sejam os seus modelos ou habilidades

atuais. Quando você toma a frente de tentar algo novo, se expõe falha e parece um bobo, tanto faz, você passa por algo que eu chamo de

“ansiedade de transição” ou “vulnerabilidade de transição”.

É como a larva arrebentando o casulo e saindo deles. É uma transformação interna o que está acontecendo. Ela está bastante

vulnerável nesse momento, porque se um predador aparecer e quiser comê-la, ela não conseguirá fugir e quando ela se arrasta para fora, bem

no começo da sua transformação e da sua nova vida, nesse pequeno momento de mais vulnerábilidade, ela não tem o casulo para protegê-la

e não desenvolveu ainda suas novas habilidades, no caso de uma borboleta, voar, viver no seu novo mundo, é um ótimo momento para um

predador aparecer e pegá-la.

Essa é a metáfora. Quando você está passando por esse ponto de

transição, quando você está começando algo novo, isso irá afetar a sua auto imagem, irá atingir essa parte sua que é a mais sensível, onde você sente maior ansiedade e vulnerabilidade. Se você aceitar isso e disser: “Está tudo bem, vou passar por isto e serei capaz de ver coisas através de novos olhos. Serei capaz de voltar à perspectiva inocente de quem

esta começando e isso irá me trazer grandes benefícios para o resto da minha vida e creio que farei coisas muito melhores”.

Toda vez que você tiver a oportunidade de ver as coisas como novas, com a mente de um novato, você se beneficia, você evolui.

23 – aprenda a curtir o processo de aprendizado, mais do que os resultados

do aprendizado em si. Em suma, aprenda a amar aprender. Eu realmente considero uma

tragédia que a escola seja tão chata. É tão trágico isto.

De um lado eu admiro qualquer um do nosso mundo que passa pela vida e se torna um professor, porque nós os maltratamos, nós realmente os

destratamos e ao invés de vê-los como pessoas de alto status, escolhermos os melhores e fazer deles as pessoas mais importantes que existem, nós pensamos: “Bah! Professores...” e pagamos pouco e damos

poucos recursos para eles trabalharem e queremos muito retorno do trabalho deles.

Qualquer pessoa que eu conheço que é professor eu concedo o benefício da dúvida e tento ajudar da maneira que for possível, realmente eu faço isso. Já por outro lado, eu penso: ”O que eles fazem de errado para atrair

tantas pessoas idiotas? Eles deveriam fazer outra coisa que não fosse ensinar.” Existem muitos professores que eu conheço que ensinar não é sua vocação, pois muitos deles dizem: “Essas crianças me incomodam

tanto...” de qualquer forma, eles não gostam do que fazem e esse é um conflito interno meu.

Não seria ótimo se vivermos em um mundo onde você tenha que passar por um processo de se tornar um tipo de pessoa que as crianças gostem

de aprender com você e ter uma metodologia para ensinar nossos professores como ensinar de uma maneira excitante de ensinar de um

modo que as crianças estejam de mente aberta e amem aprender e que na hora que chegarem à escola eles estejam tão viciados em aprender que eles cheguem lá e digam: “Ah! Finalmente cheguei à escola e vou

poder aprender o dobro agora.” Não seria fantástico?

A maioria de nós foi condicionada a ir à escola e eles tipo nos obrigavam a ler livros enquanto batiam em nossas mãos com uma régua de

madeira e nós associamos tanta dor ao processo de aprendizagem que quando acabávamos, pensávamos: “Estou livre, eu nunca mais vou

querer aprender mais nada enquanto eu viver, eu odeio essas coisas.” Talvez você tenha que passar por um processo para aprender a mar

aprender, mas aprende. Aprenda a gostar do processo de ter lições de surpreender e de assimilar o novo, correlacionar às coisas.

Goste mais de aprender a fazer do que os resultados que você consegue com o aprendizado.

24 – ensine aos outros todas as coisas sensacionais que você aprende

imediatamente. Se você aprende algo legal, a primeira tarefa é ensinar para o máximo

de pessoas que você puder.

Eu não consigo explicar porque que esta fórmula funciona, mesmo tendo tentado descobrir por um longo tempo. Mas há algo sobre ensinar que

faz com que você aprenda muito, mas muito melhor.

Se você tem um professor que senta e te ensina algumas coisas, ensina a mesma coisa três vezes em um dia e depois você vai embora e em contrapartida você tem alguém que te ensina algo e novamente nos próximos dois dias você ensina alguém, geralmente você aprenderá

muito mais se você for ensinar outra pessoa. Tem algo a ver com o fato de ter a responsabilidade de ensinar outras pessoas de ajudá-las a

chegar a algum lugar, que aciona um determinado gatilho interno, onde nós nos importamos mais.

“Ensine aos outros, outras coisas que você aprende de imediato, imediatamente”, faça disso um hábito: assim que aprender algo novo,

ensine alguém. Um dos meus melhores amigos se chama Richard e através dos anos se você perguntar a ele, ele dirá que seu celular toca o tempo todo, porque quando aprendo algo novo e muito legal, eu pego o

meu celular e começo a ligar pra quem conheço e digo: “Escute isso: Boom...”

Tenho que ensinar isso e quando ensino as coisas e continuar ensinando, parece que passa para meu inconsciente que fica gravado e quando eu

precisar no futuro, quando estiver desenvolvendo algum trabalho, as coisas afloraram para mim.

25 - nunca lamente, pragueje ou reclame... nunca.

Dale Carnegie, que escreveu um dos livros mais vendido de todos os tempos sobre auto-ajuda: “Como fazer amigos e influenciar pessoas”.

Nele, ele diz: “Nunca critique, condene ou reclame”.

Eu gosto de criticar as pessoas, tenho certo tipo de prazer sarcástico com isso, então vou continuar fazendo um pouco disso. Se você se vê lamentando sobre algo, praguejando ou reclamando, é sua percepção

sobre a situação e não a situação em si. É sobre você e não sobre o que está acontecendo fora de você.

Então se você usar isso como um principio, o que você descobrirá é que, quando você se lamenta sobre alguma coisa, você entra nisso e se mostra as pessoas assim: “Ah meu Deus, Você não sabe, deixe-me

contar sobre o que aconteceu: blabla- bla-bla...” E no meio da caminho você se toca:” O que eu estou fazendo? Isto não vai me levar a lugar

algum...” E você volta para o inicio e recomeça. Isso é como uma placa de posto de gasolina no meio da estrada da vida. Não estou dizendo que se você se pegar reclamando ou praguejando sobre a vida você deva se

punir, Estou dizendo que quando você vires o sinal de que você está praguejando e se lamentando, pare e tome uma direção mais viável.

26 - determine seus demônios para que você os determine

para que você tenha controle sobre eles e não eles tenham controle sobre você.

“Determine seus demônios é um termo que peguei de Ken Wilberg. Os demônios a que me refiro não são do tipo que vemos nos filmes ou que já lemos nos livros, apesar de estar falando deles de certa forma... um demônio é uma coisa que vem até você, te domina e você sente que

está perdendo o controle. Um de seus demônios pode ser, por exemplo, se você se vê ao redor de homens forte e competitivos que estarão

confrontando você, um lado emocional surgirá dizendo: “Eu gostaria de destruir eles.”

Você pode considerar isto um demônio, algo que é parte de você

naturalmente, está dentro de você, é um potencial, e é ativado por alguma coisa e quando surge, toma conta e você perde o controle de uma forma ou de outra. É como se te pegasse e tirasse você do seu

assento e tomasse controle do carro e você tivesse que ficar sentado, olhando pela janela enquanto ele dirige. Então agora que sabemos o que

são demônios interiores, o que eu quis dizer com determine?

Determinar é você testemunha ser capaz de assistir e dissociar daquilo. Por exemplo: “Oh veja isto, isso é parte de mim.” Você pode fazer uma

pesquisa sobre isto, ler sobre isto, aprender sobre tudo para que quando acontecer, você pense: “Ah, eu sei sobre o que isso se trata, é esse tipo de coisa que acontece com as pessoas, e isso está surgindo dentro de

mim, porque tem que acontecer.

Uma vez determinado seus demônios eles começarão a aparecer e você terá o controle sobre eles, ao invés deles terem controle sobre você.

Você se dissocia deles.

27 - se torne egoísta para que você se torne generoso.

Este conceito tirei de Thomas Leonard fundador de um movimento de desenvolvimento pessoal em seu livro The Potable Coach ele diz: “Se

torne bastante egoísta no começo”. Não estou falando do tipo de egoísmo em que você é egocêntrico e ultra narcisista, onde você não faz

nada pelos outros, estou falando do egoísmo onde você se torna importante, antes dos outros. Você é prioridade na sua vida, para se

tornar muito generoso e ceder muito aos outros.

Eu não sei como a vida se seguirá ou quais serão minhas perspectivas no futuro, mas o que posso dizer agora é que por ter sido tão egoísta e passando tantos anos enchendo minha mente com toda essa sabedoria de outras pessoas, que vieram antes de mim e tão maiores pensadores do que eu, que estou no meu momento mais generoso, agora, que eu posso me desenvolver mais. Eu também acredito que você pode fazer ambos, que um não exclui o outro. Muitas pessoas pensam que todos

devem ser ou egoísta ou generoso e não ambos. Conheço pessoas que são tão generosos, que não conseguirão ser egoístas de forma alguma,

não importa o que você diga, eles não conseguem nem te ouvir:

_Sabe o que você precisa fazer? Precisa passar algum tempo trabalhando em você mesmo para se tornar... _Não, não, não! Eu preciso colocar os outros em primeiro lugar... Pra falar a verdade, você poderia me ajudar com minhas costas, pareço que carrego muito peso ai atrás...

Se você conhecer alguém que é tão focado em si mesmo, novamente, egocêntrico, narcisista e que ela não consiga ver os efeitos que isso

causa no mundo e eles não são verdadeiramente generosos. Creio que os extremos levam a resultados negativos. Por outro lado, eu acho que

se você conseguir incorporar os dois, ambos serão mais poderosos como resultado. Portanto torne-se egoísta para se tornar generoso.

28 - cerque-se de modelos bem sucedidos, enquanto elimina os modelos

de fracasso. Esta é uma das coisas mais difíceis, é uma das categorias mais “parece fácil, mas é difícil. A razão de ter feito uma lei para isso é que nela, eu vou mostrar que muitas influências na sua vida, estão puxando você

para baixo, estão te segurando e você nem percebe isso. Se você encontrar uma pessoa em sua vida que tenha a mente de um

fracassado, que seja altamente pessimista, que nunca consiga se vir chegando a lugar algum e enfatiza que as pessoas bem sucedidas o

atingem apenas por estarem tendo sucesso, se você mantiver este tipo de gente na sua vida, essa maneira de pensar irá entrar na sua mente e

querendo ou não, você irá pensar alguns desses pensamentos, Querendo ou não, irá acontecer.

Agora, eu também vivo no mundo real, como vocês, e eu percebo que, você sabe, se sua família inteira é desse tipo, você provavelmente não

os irá chamar e dizer: “Bem decidi que vocês tem uma personalidade de fracassados e eu não vou mais falar com vocês...” Pois eu entendo a situação. Na verdade o que você irá querer fazer é, conscientemente

passar menos tempo com esses modelos negativos e um pequeno truque que eu gostaria de ensinar é: tire o melhor deles.

Se você tiver que manter essa pessoa ou influência em sua vida, descubra quando ela estiver de uma maneira positiva e não na sua

forma negativa e esteja com ela nesse momento. Sabe, talvez seja uma pessoa ranzinza, que seja negativa a maior parte de tempo, mas que

quando esta em uma situação como... vendo um jogo, eles mudam sua maneira e passam a ser agradáveis de se estar. Leve essa pessoa para assistir algumas partidas de vez em quando e passe o seu tempo com

ela, lá ou talvez seja um artista, uma pessoa muito melancólica e depressiva, que vive nesse mundo e você não quer saber disso, mas

para eles quando estão em um museu de arte, eles se tornam vívos, inspirados por mestres leve-os aos museus de arte. Talvez seja sua tia

obesa, que adora ir a restaurantes, leve-as para jantar.

29 – continue fazendo o que funciona e pare de fazer aquilo que não funciona.

Eu adoro ser humano e perceber que eu continuo batendo minha cabeça contra a parede e quando algo não funciona, eu continuo fazendo aquilo até que um dia eu paro e penso: “Deixe-me parar um pouco, deixe-me anotar as últimas dez vezes que tentei isso e não funcionou... Mas por

que diabos estou fazendo isso? O que eu estou fazendo aqui? Pare com isso”. E então eu penso no passado e penso: “Eu não resolveria esse

problema se... Sabe alguns anos atrás eu tentei essa técnica e funcionou...” Mas foi um sucesso que eu imediatamente apaguei. Meu

amigo Rick e eu zombamos muito disso, eu aprendi muito com ele sobre em como me tornar bem sucedido com mulheres, um dia nós sentamos

e eu disse:

“Quero te perguntar algumas coisas, deixe-me entrevista-lo sobre algumas coisas...” E eu disse: ”Como você aprendeu a fazer isso e como aprendeu a fazer aquilo e qual foi sua grande descoberta quando chegou

ao ponto de ter sucesso com as mulheres e nos encontros?” e ele começou a relembrar tudo o que ele havia aprendido e de tempo e

tempo, ele dizia: ”Por que diabos eu parei de fazer isso? Isso funcionava tão bem!” Nós rimos muito sobre isso e isso se tornou uma brincadeira

entre nós.

Assim, quando um de nós descobre algo que funciona, a brincadeira é: ”Nós temos que esquecer isso imediatamente, isso é fácil demais...” E

nós saímos e vamos fazer alguma coisa e um de nós começa a falar com uma garota e tentamos algo totalmente improvável e estragamos toda

a situação e alguém diz: ”Seu idiota o que você esta fazendo. Você sabe fazer coisas melhores que isso.” E nós “Claro, mas não podemos fazer

algo que funcione!” Vocês já me viram andando por aí com um diário na mão? Eu tenho um desses e fasso anotações. Já me viram lá atrás, nos camarins e eu estou fazendo anotações às vezes eu paro o programa e vou anotar alguma coisa que eu percebo ou alguma coisa que alguém diz. Esteja sempre a caça de coisas que você acredita que funciona e quando você encontrar algo que funcione, quando você aprender uma

estratégia e você pensar: ”Hum, isso funciona”, Anote o AHA. Faça mais as coisas que funcionam e as coisas que não funcionam de fato, pare de fazê-las, pois elas não

funcionam!

30 – mantenha a serenidade. Eu conheço muitas pessoas no dia a dia e conheço apenas algumas que são o que eu considero, extremamente bem sucedidas emocionalmente, financeiramente, interpessoalmente e espiritualmente, enfim o pacote

todo, pessoas completas como um todo. Pessoas que quando eu falo me inspiram e penso “gostaria de ser como você, você é um ótimo modelo para mim...” e uma das coisas que eles têm em comum é a habilidade

de manterem a serenidade.

Muitas coisas que falo, desenvolvem a habilidade de manter a serenidade. Quando você usa estas coisas juntas, mas a qualquer

momento em que você a perde, qualquer momento que você desmonta que você tropeça e a emoção se torna mais poderosa que a sua

habilidade de controlá-la, você perde a sua serenidade, isso é um sinal de que você tem mais um trabalho a fazer.

Se você puder manter a sua serenidade todo tempo e como Rick Julian diz: “Quando todos estiverem enlouquecendo e você se tornar mais calmo e centrado, será quando você começará a fazer muito mais

progresso.”

31 – prove a si mesmo, várias e várias vezes que você pode lidar com a

“rejeição”. Eu não estou dizendo “Seja rejeitado”, estou dizendo: PROVE a si

mesmo, várias e várias vezes, que você pode lidar com isto. Como é que você prova a si mesmo que é capaz de lidar com a rejeição? Vamos

pensar um segundo. Bem, se isso vai acontecer, você deverá antes de tudo pensar: “Ora, veja só, alguém me rejeitou, não gostou de mim, não gostou do que eu disse tanto faz, não quer ficar perto de mim.” E você diz: “Hum, como estou em relação a isso? Eu acho que vou ficar bem.”

Então passe ao passo seguinte, perceba que o fato deles rejeitarem você não tem que afetar a sua vida de forma alguma. Passando por todo esse

ciclo, você poderá provar que você pode passar por isso, criar alguns argumentos em sua mente, provar continuando e observando tudo isso.

32- aprenda a sacrificar recompensas em

comentários (2)
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 50 pages
baixar o documento