Células e Tecido do rim, Slides de Biologia Celular. Universidade de Brasília (UnB)
luciana-araujo
luciana-araujo3 de Abril de 2017

Células e Tecido do rim, Slides de Biologia Celular. Universidade de Brasília (UnB)

PPTX (1 MB)
22 páginas
1Números de download
48Número de visitas
Descrição
Tecido renal. Células do tecido renal. Citologia e histologia.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 22
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 22 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 22 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 22 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 22 pages
baixar o documento

CÉLULAS E TECIDOS DO RIM

ANATOMIA DO RIM

Rim é definido como cada um dos órgãos excretores dos vertebrados. Este é o principal

órgão que compõe o sistema excretor e osmorregulador, responsáveis por filtrarem dejetos presentes no sangue e excretá-los

juntamente com água.

• Nos humanos, os rins ficam localizados na região posterior do abdômen, atrás do peritônio, sendo, por

isso, chamados de órgãos retroperitoniais. Há um rim em cada lado da coluna, sendo que o direito está localizado logo abaixo do fígado e o esquerdo abaixo

do baço. Acima de cada um encontra-se a  glândula adrenal ou supra-renal.

• Possuem formato de feijão, com uma borda convexa e outra côncava, na qual se encontra o hilo, de onde sai e entram o ureter, os nervos e vasos sanguíneos. O hilo possui também dois ou três cálices, que se reúne para

originar a pélvis renal, parte superior, dilatada, do ureter.

• Cada rim é fixado no seu sítio por uma membrana fibrosa que o envolve como uma argola, denominada fáscia renal

ou Gerota. • Por baixo desta fáscia, existe uma membrana de tecido gordo que protege o órgão de traumatismos, movimentos

bruscos e golpes, denominada cápsula fibrosa.

• Por baixo deste tecido gordo protetor existe uma fina membrana de tecido conjuntivo, denominada cápsula

renal, que envolve todo o órgão.

• A zona medular é composta por 10 a 18 pirâmides medulares, ou de Malpighi, cujos vértices apresentam

saliências nos cálices renais, denominadas papilas, que desembocam nos ductos coletores, pelos quais a urina passa alcançando a pelve renal e o ureter. Da

base de cada pirâmide saem os raios medulares, que penetram na região cortical do rim.

• Cada lobo renal é composto por uma pirâmide e pelo tecido cortical que recobre suas bases e seus lados.

Um lóbulo é formado por um raio medular e pelo tecido cortical encontrado em sua periferia, delimitado

pelas arteríolas interlobulares.

• Cada rim é constituído por 1 a 4 milhões de néfrons, que são as unidades funcionais dos rins, pois é capaz

de realizar todas as funções renais.

FUNÇÃO DO RIM Expulsar do organismo substâncias tóxicas provenientes do

metabolismo, como ureia e creatinina; • Manter o equilíbrio de eletrólitos no organismo; • Regular o equilíbrio ácido-básico, mantendo o pH

sanguíneo constante; • Regular a osmolaridade e volume de líquido corporal,

retirando do corpo o excesso de líquido; • Eliminação de substâncias exógenas, como fármacos; • Síntese de hormônios, como eritropoetina, cininas e

prostaglandinas; • Modificar a forma da vitamina D que alcança o rim, após

ocorrida a conversão em uma forma possível de ser transportada na corrente sanguínea;

Produção de urina para desempenhar suas funções de excreção.

TECIDO EPITELIAL • O tecido epitelial, denominado epitélio, é formado por

um conjunto de células semelhantes e justapostas, reveste externamente a estrutura corporal de muitos

vertebrados (por exemplo, do ser humano), realizando também a delimitação das cavidades

internas, bem como formação dos órgãos e glândulas.

• O epitélio cúbico simples apresenta funções excretoras, secretoras e absorventes.

• Possui apenas uma camada de células. Neste tecido a base de cada célula é anexada a uma

base da membrana basal, enquanto a extremidade apical esta voltada para superfície livre.

TECIDO ADIPOSO • O TECIDO ADIPOSO é um tipo especial de tecido

conjuntivo onde se observa a predominância de células adiposas(adipócitos);

• Essas células podem ser encontradas isoladas ou em pequenos grupos no tecido conjuntivo comum;

• O tecido adiposo é o maior depósito corporal de energia, sob forma de triglicerídeos;

• O tecido é muito influenciado por estímulos nervosos e hormonais;

• Além do papel energético o tecido adiposo tem outras funções:

Modela a superfície da pele, sendo em parte responsável pelas diferenças de contorno entre o corpo

da mulher e do homem;

 Forma também coxins absorventes de choques, principalmente na planta do pés e na palma da mão;

Contribui para o isolamento térmico do organismo;

 Preenche espaços entre outros tecidos e auxilia a manter certos órgãos em suas posições normais;

 Também tem atividade secretora, sintetizando diversos tipos de moléculas;

TECIDO CONJUNTIVO

DENSO • OS TECIDOS CONJUNTIVOS são responsáveis pelo

estabelecimento e manutenção da forma do corpo;

• Os componentes do tecido conjuntivo podem ser divididos em três classes:

 Células  Fibras

 Substância fundamental • O principal constituinte do tecido conjuntivo é a matriz

extracelular; • O TECIDO FIBROSO QUE FAZ PARTE DO RIM É CHAMADODE: TECIDO CONJUNTIVO DENSO SÃO

MODELADO;

Algumas células deste tecido são produzidas localmente e permanecem no tecido conjuntivo;

O tecido conjuntivo denso é adaptado para oferecer resistência e proteção aos

tecidos;

• É menos flexível e mais resistente à tensão;

CÉLULAS DO RIM TECIDO CÉLULA

TECIDO EPITELIAL CÚBICO SIMPLES

CÉLULAS EPITELIAIS

TECIDO FIBROSO FINO ( TECIDO CONJUNTIVO

DENSO NÃO MODELADO)

FIBRAS COLÁGENAS ENTRELAÇADAS

TECIDO ADIPOSO ADIPÓCITOS UNILOCULARES

FIMMMMMMM...

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 22 pages
baixar o documento