David Icke - The Biggest Secret -O Maior Segredo - em Portugues.parte1, Notas de estudo de Bioquímica

David Icke - The Biggest Secret -O Maior Segredo - em Portugues.parte1, Notas de estudo de Bioquímica

134 páginas
31Números de download
1000+Número de visitas
Descrição
David Icke - The Biggest Secret -O Maior Segredo - em Portugues.parte1
30 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 134
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 134 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 134 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 134 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 134 páginas

2

3

Pela primeira vez publicado em fevereiro de 1999 por Bridge of Love Publications USA

8912 E. Pinnacle Peak Road Suite 8-493 Scottsdale

Arizona 85255 USA

Tel: 602 657 6992 Fax: 602 657 6994

email: bridgelove@aol.com

Reimpresso em abril de 1999

Copyright © 1999 David Icke

Nenhuma parte deste livro deve ser reproduzida de qualquer forma sem permissão do

editor, salvo citações de passagens breves em críticas

Impresso e encadernado por Bertelsmann Industry Services Inc,

Valencia, California, USA

Biblioteca Britânica Cataloguing-in Publication Data

Um registro de catálogo para este livro está acessível na Biblioteca Britânica

ISBN 0 9526147 6 6

Dedicatória

Para Linda por todo seu apoio determinado sem se importar com as consequências. Uma incrível dama.

Para Alice, minha ‘irmãzinha’, por todo seu compromisso e apoio quando eu mais precisei.

Para a realeza por todo seu grande trabalho na América.

Meus agrdecimentos, também, a Brian Desborough e Ivan Fraser pela leitura do manuscrito e oferta de informações adicionais;

Para Jean pela sua leitura de verificação; Para Gary pelos índices;

E para Sam por seu layout e ilustrações.

4

Índice

Um mundo livre? .......................................................................................... .. 05 Introdução Dias decisivos ............................................................................ .05 Capítulo 1 Os Marcianos aterrissaram? ....................................................... 08 Capítulo 2 “Não Mencione os Répteis” ....................................................... .17 Capítulo 3 A Fraternidade Babilônica ................................ ..........................34 Capítulo 4 Os Sóis de Deus ..................................................................... ......48 Capítulo 5 Conquistados pela cruz ........................................................... ....61 Capítulo 6 Dominar Britannia ................................................................. .....71 Capítulo 7 Cavaleiros do Sol .................................................................... ....76 Capítulo 8 Mesma face, diferente máscara ............................... ...................88 Capítulo 9 Terra dos ‘livres .................................................................... ....100 Seção de imagens ..................................................................................... ....111 Capítulo 10 Dinheiro do nada Capítulo 11 Bablônia Global Capítulo 12 O Sol Negro Capítulo 13 A rede hoje Capítulo 14 Sob a influência Capítulo 15 Crianças de Satã Capítulo 16 Para onde foram todas as crianças? Capítulo 17 A linguagem secreta Capítulo 18 Todas as forças da Rainha e todos os homens da Rainha Capítulo 19 A Deusa e o Rei Capítulo 20 Lançando o feitiço Capítulo 21 Rompendo o feitiço

Bibliografia Índice remissivo Índice de ilustrações

Louco?

Há muitos que me tacharão de ‘maluco’ (nut) pelo que eu escrevi n este livro. Minha réplica é esta:

O poderoso carvalho de hoje é a noz (nut) de ontem que fixou -se no solo.

5

Um mundo livre?

“Sou eu um homem do espaço? Eu pertenço a uma nova raça na Terra, engendrada por homens do espaço cósmico em abraços com mulheres da Terra? São meus filhos produto da primeira raça interplanetária? O cadinho de raças da sociedade interplanetária já foi criado no nosso planeta, como o cadinho de raças de todas as nações da Terra foi estabelecido nos EUA 190 anos atrás?

“Ou este pensamento se relaciona a coisas a porvir no futuro? Eu rogo pelo meu direito e privilégio de ter tais pensamentos e perguntar tais questões sem ser ameaçado de prisão por nenhuma agência administrativa da sociedade... Diante de uma hierarquia de censura cient ífica rígida, dogmática, auto-estabelecida, pronta para matar parece tolice publicar tais pensamentos. Alguém suficientemente malévolo poderia fazer qualquer coisa com eles. Ainda assim o direito de estar errado tem que ser mantido. Nós não deveriamos teme r a floresta porque há feras por toda parte nas árvores. Nós não deveriamos ceder nosso direito para especulação bem controlada. É que certas questões acarretaram em tais especulações que os administradores do conhecimento estabelecido temem...Mas ao entrar na era cósmica nós deveriamos persistir no direito de perguntar questões novas, até chatas , sem ser molestados.”

O cientista, Wilhelm Reich, escrevendo em seu livro , Contact With Space (Contato Com Espaç o). Reich morreu numa prisão dos EUA em 3 de novembro de 1957.

INTRODUÇÃO

Dias Decisivos

Nós estamos na cúspide de uma íncrivel mudança global. Uma encruzilhada onde nós tomamos decisões que influenciarão a vida na Terra bem para o futuro no que nós chamamos tempo. Nós podemos escancarar as port as das prisões mentais e emocionais que tem confinado a raça humana por milhares de anos. Ou nós podemos deixar os agentes deste controle completarem sua agenda (plano) para escravização mental, emocional, espiritual e física de todo homem, mulher e criança do planeta com um governo mundial, exército mundial, banco central mundial e moeda mundial, sustentados por uma população microchipada.

Eu sei que isso soa fantástico, mas se a raça humana tirasse os olhos da mais recente novela ou game show por te mpo suficiente para engrenar seu cérebro, veria que estes eventos não apenas irão acontecer – eles estão acontecendo. O impulso para um controle centralizado da politica, dos negócios, dos bancos, na área militar e na mídia globais está ganhando ritmo hora após hora. A microchipagem das pessoas já está sendo sugerida e, em muitos casos, em marcha. Todas às vezes que uma agenda (plano) secreta está quase para ser implementada há sempre o período quando o secreto(oculto) tem que romper a superfície para o empurrão final dentro da realidade física. Isto é o que nós estamos vendo agora na explosão de fusões entre casas bancárias e impérios dos negócios globais, e na velocidade em que o controle político e econômico está sendo centralizado através da União Euro péia, Nações Unidas, Organização Mundial do Comércio, Acordo Multilateral em Investimento e a torrente de outros corpos globalizantes como o Banco Mundial, FMI e as Cúpulas G -7/G-8. Por trás destas constantes e coordenadas centralizações está uma tribo de linhagens acasaladas (linhas de famílias que só acasalam entre si) que podem ser remontadas à origem no antigo Oriente Médio e Próximo. Elas surgiram lá para tornarem -se a realeza, aristocracia e classe sacerdotal da Europa antes de expandirem seus podere s através do mundo, largamente por meio do ‘Grande’ Império Britânico. Isto permitiu a tribo exportar suas linhagens para todos os países que as potências britânicas e européias ocuparam, incluindo os EUA onde eles continuam a dirigir o show até o dia d e hoje. Houve apenas 40 Presidentes dos EUA e 33 deles eram genéticamente relacionados com duas pessoas, o Rei da Inglaterra Alfred o Grande e Carlos Magno, o famoso monarca da França no século 9. Durante todo este período a agenda desta linhagem têm sido gradualmente implementada até nós alcançarmos o momento de hoje onde o controle global centralizado é possível. Se você quiser saber como a vida será a menos que nós despertemos rápido, dê uma olhada na Alemanha Nazista. Este é o mundo que aguarda a população global conforme o plano que eu denomino Agenda da Fraternidade desdobra -se através do ano 2.000 e nos primeiros 12 anos do novo século. 2012 particularmente parece ser um ano crucial por razões que discutiremos. As pessoas não tem idéia do abismo que nós estamos encarando ou a natureza do mundo que nós estamos deixando para nossas crianças suportar e a maioria das pessoas não parecem se importar. Eles mais preferivelmente ignorariam o óbvio e continuariam em rejeição de uma verdade que está respin gando neles entre os olhos. Eu me sinto como a vaca que corre pelo campo gritando: “Ei, você sabe aquele caminhão que leva alguns de nossos amigos todo mês? Bem eles não os levam para um outro campo como nós pensavamos. Eles atiram na cabeça deles, os sang ram, os picam, e colocam os pedaços em pacotes. Então aqueles humanos os compram e os comem!” Imagine qual seria a reação do resto do

6

rebanho: “Você está louco cara. Eles nunca fariam isto.De qualquer maneira, eu tenho participações naquela compania de transporte e eu tenho um bom retorno. Cale a boca, você está criando tumulto”

A Agenda (plano) que eu estou desmascarando tem estado se desenvolvendo por milhares de anos para seu corrente ponto próximo de conclusão, porque a humanidade traiu sua mente e sua responsabilidade. A humanidade faria preferivelmente o que ela pensa que é certo para ela mesma no momento do que considerar as consequências mais amplas de seu comportamento para a existência humana. Ignorância é felicidade (santa ignorância), nós di zemos, e isto é verdadeiro – mas somente por enquanto. Pode ser felicidade não saber que um tornado está chegando porque você não terá necessidade de se preocupar ou tomar uma atitude. Mas enquanto sua cabeça está na areia sua bunda está pra fora, o tornado ainda está vindo. Se você olhasse para cima e o encarasse, o desastre poderia ser evitado, mas a ignorância e negação sempre asseguram que você será atingido a plena força e sofrerá as mais extremas consequências, porque ele ataca quando menos esperado e você está menos preparado. Como eu digo, ignorância é felicidade – mas somente por algum tempo. Nós criamos nossa própria realidade com nossos pensamentos e ações. Para cada ação ou não -ação há uma consequência. Quando nós traimos (vendemos barato) nossas mentes e nossa responsabilidade, nós traimos nossas vidas. Se muitos de nós fazemos isso, nós traimos (vendemos barato) o mundo e isto é precisamente o que nós temos feito por toda história humana conhecida. Isto é porque poucos têm sempre controlado as m assas. A única diferença hoje é que os poucos estão agora manipulando todo o planeta por causa da globalização dos negócios, bancos e comunicações A base deste controle têm sido sempre o mesma : manter as pessoas na ignorância, medo e em guerra entre elas m esmas. Dividir, governar e conquistar enquanto guardam os conhecimentos mais importantes para eles mesmos (veja Figura 1) . E como veremos neste livro, estes que tem usado estes métodos para controlar a humanidade por milhares de anos são membros da mesma força, a mesma tribo acasalada , seguindo uma agenda (plano) de longo prazo que está agora alcançando um ápice na sua jornada. O estado global fascista está sobre nós. E todavia, não tem que ser assim. O poder real está com os muitos, não com os poucos. De fato poder infinito está dentro de cada indivíduo. A razão para sermos tão controlados não é que nós não temos poder para decidir nosso próprio destino, é que nós vendemos barato este poder a cada minuto de nossas vidas. Quando alguma coisa acontece que nós não gostamos, nós procuramos alguém para culpar. Quando há um problema no mundo, nós dizemos“O que eles irão fazer sobre isso”. A ponto de eles, que secretamente criaram o problema em primeiro lugar, reagirem a esta demanda introduzindo uma ‘solução’ – mais centralização de poder e erosão de liberdade. Se você quiser dar mais poderes para a polícia, agências de segurança e militares, e você quer que o público demande que você faça isto , então se assegure que haja mais crime, violência e terrorismo, e entã o é muito fácil atingir seus objetivos. Um vez que a pessoas estão com medo de serem roubadas, assaltadas ou bombardeadas, elas demandarão que você enfraqueça a liberdade delas para protegê-las do que elas têm sido manipuladas para temer. O bombardeamento em Oklahoma é um acontecimento típico deste gênero, como eu detalho em ...And The Truth Shall Set You Free (E A Verdade O Libertará). Eu denomino esta técnica problema-reação-solução. Crie o problema, encoraje a reação “Alguma coisa deve ser feita”, e então ofereça a solução. Isto é expresso brevemente pelo lema franco -maçom ‘Ordo Ab Chao’ – ordem (que vêm) do caos. Crie o caos e então ofereça o jeito para restaurar a ordem. Sua ordem.

As massas são arrebanhadas e direcionadas para muitas e várias for mas de controle emocional e mental. É o único jeito que isso poderia ser feito. Os poucos não podem controlar bilhões de pessoas fisicamente, assim como animais de fazenda não podem ser controlados fisicamente a menos que um grande número de pessoas esteja envolvido. Dois porcos escaparam de um matadouro na Inglaterra e se esquivaram por tanto tempo, apesar dos esforços de muitas pessoas para pegá -los, que eles se tornaram celebridades nacionais. Controle físico da população global não funciona. Mas não é n ecessário quando você pode manipular o jeito que as pessoas pensam e sentem ao ponto de elas ‘decidirem’ fazer o que você quer que elas façam de qualquer jeito e exijam que você apresente leis que você quer apresentar. É um provérbio antigo que se você qu er alguém para fazer alguma coisa, os faça acreditar que a idéia é deles. A Humanidade é controlada mentalmente e está somente insignificantemente mais consciente que um zumbi ordinário. Improvável? Não, não. Eu defino controle da mente como a manipulação da mente de alguém para que ele pense, e portanto aja, do jeito que eu quero. Sob esta definição, a questão não é quantas pessoas são controladas mentalmente, mas quantas poucas não são. Todos são em uma extensão maior ou menor. Quando você é persuadido p ela publicidade ou promoções a comprar alguma coisa que você não precisa ou quer realmente, você está sendo controlado mentalmente. Quando você lê ou escuta o ponto de vista de alguém sobre uma notícia (colunista de jornal) e permite que ele afete sua perc epção de uma pessoa ou evento, você está sendo controlado mentalmente. Olhe para o treinamento das forças armadas. É puro controle da mente. Desde o primeiro dia é dito a você para obedecer ordens sem perguntas e se algum oficial de boina pontuda falar par a você atirar em pessoas que você nunca encontrou e sobre elas nada sabe, você deve atirar sem perguntas. Esta é a mentalidade “Sim senhor!” e ela difunde -se no mundo não-militar, também. “Bem, Eu sei que não é correto, mas o chefe me disse para fazer isso e eu não tive alternativa.” Sem alternativa? Nós nunca ficamos sem alternativa. Nós temos alternativas do que gostariamos de fazer e alternativas do que nós gostariamos menos de fazer. Mas nós nunca ficamos sem alternativas. Dizer isso é uma outra maneira de evitar responsabilidades.

A lista de técnicas de manipulação da mente é interminável. Eles querem sua mente porque quando eles têm isso, eles têm você. A resposta consiste em tomar nossas mentes de volta, pensando por nós mesmos e permitindo aos outros fazer o mesmo sem medo do ridículo ou condenação pelo crime de ser diferente. Se nós não fizermos isso, a Agenda (Plano) que eu vou descrever em linhas gerais será implementada. Mas se nós recobrarmos sim o controle de nossas mentes e adquirirmos soberania mental, a Agenda (Plano) não pode acontecer porque o alicerce de sua existência terá sido retirado. Eu tenho

7

palestrado e pesquisado em mais de 20 países e eu vejo o mesmo processo em todos eles. Políticas e estruturas identicas são introduzidas alinhadas com a Agenda Global, todavia ao mesmo tempo há muito obviamente um despertar global enquanto mais e mais pessoas escutam o despertador espiritual e emergem de seu sono mental e emocional, do transe terrestre. Que força irá prevalecer nestes anos do milênio até 2012? Isto depende de nós. Nós criamos nossa própria realidade pelos nossos pensamentos e ações. Se nós mudamos nossos pensamentos e ações nós mudaremos o mundo. É simples desse jeito.

Neste livro eu vou mapear a história das tribos de li nhagens acasaladas ( interacasaladas) que controla o mundo hoje e revelar a verdadeira natureza da Agenda Global. E eu enfatizaria que eu estou expondo uma Agenda (Plano), não uma conspiração intrínsicamente considerada. A conspiração entra manipulando pes soas e eventos para assegurar que a Agenda seja introduzida. Estas conspirações tomam três formas: conspirando para remover pessoas e organizações que são uma ameaça para a Agenda (o assassinato de Diana, Princesa de Gales); conspirando para colocar pesso as em posições de poder que farão a Agenda acontecer (George Bush, Henry Kissinger, Tony Blair, etc); e conspirando para criar eventos que farão o público demandar que a Agenda seja introduzida através do problema -reação-solução (guerras, bombas terroristas, colapsos econômicos). Desta maneira todos estes eventos e manipulações aparentemente desconexos tornam-se aspectos da mesma conspiração para introduzir a mesma Agenda. Nesses meses e anos que se seguem, toda hora que você pegar um jornal, ligar a televisão ou escutar um discurso de um líder político ou empresarial , você vai ver as informações delineadas aqui acontecendo. Você já pode ver se você compreende o esquema. Olhe nos meus livros anteriores...And The Truth Shall Set You Free, I Am Me I Am Free , The Robots` Rebellion, o video Turning Of The Tide, e o trabalho de outros pesquisadores por décadas e você verá que o que eu predisse está acontecendo. Isto não é profecia, é meramente o prévio conhecimento da Agenda. Deste modo o estado fascista global será realizado nos próximos poucos anos? Esta pergunta pode somente ser respondida por uma outra: Nós nos tornaremos gente ou continuaremos como carneirinhos?

A Agenda depende dos últimos.

AVISO

Há uma enorme quantidade de desafiantes informações neste livro. Por favor não continue se você está dependente do seu presente sistema de crenças, ou se você sente que não pode lidar emocionalmente com o que está realmente acontecendo neste mundo.

Se você escolher continuar, lembre-se que não há nada a temer. A vida é para sempre e tudo é somente uma experiência na estrada para a iluminação. Observada de um nivel mais elevado de percepção, não há bom e mau, somente consciências fazendo escolhas para experimentar tudo que há pa ra experimentar Os eventos surpreendentes que este livro expõe estão no processo de chegar a um fim enquanto a luz da liberdade alvorece afinal na maior transformação de consciências que este planeta viu em 26.000 anos. Esta é, apesar de algumas informaç ões que você está por ler, uma época maravilhosa para estar vivo.

David Icke

8

CAPÍTULO UM

Os Marcianos aterrissaram?

Havia duas maneiras de escrever este livro. Eu poderia ter ocultado informações que são excepcionalmente b izzarras, mas verdadeiras. Esta seria a maneira cômoda, permanecer dentro de uma zona confortável e transmitir somente aquilo que não desafiasse o senso de possibilidades(comum) de muitas pessoas. Ou eu poderia tratar os leitores como seres humanos adultos completamente for mados, completamente conectados, multidimensionais e comunicar toda a informação relevante, incluindo algumas que estenderão seu sentido da realidade até um ponto de ruptura. Como sempre, eu escolhi o último. Não é para eu editar informações para os leitor es, é para os leitores editarem informações para eles mesmos. Quão arrogante e desdenhoso achar que eu deveria esconder informações porque " eles não estão preparados para elas". Quem sou eu para decidir isso? E como eu posso saber se "eles estão preparados" a menos que eles tomem conhecimento das informações e possam assim decidir por eles mesmos? Alguns dos meus amigos me recomendaram com insistência contar às pessoas a estória básica, mas "pelo amor de Deus não mencione os répteis". Vocês compreenderão o que eles querem dizer com isso dentro em breve. Eu entendo a inquietação deles, mas eu só posso ser eu mesmo. E eu tenho que contar tudo que eu sei e não somente aquilo que me mantém em uma zona confortável. É exatamente como eu sou, o jeito que eu sou. Claro que o tema do livro atrairá zombaria daqueles com uma visão de possibilidades do tamanho de uma ervilha e, naturalmente daqueles que o sabem ser verdadeiro e não querem que o público acredite nisso. Mas e daí? Quem se importa? Eu não me importo. Como disse Gandhi: "Mesmo se você estiver em uma minoria de um, a verdade é ainda a verdade." Portanto aqui está a estória, sem rodeios. Em resumo, uma raça de linhagens acasaladas(interacasaladas), na verdade uma raça dentro de uma raça, foi concentrada no Oriente Médio e Oriente Próximo na mundo antigo e, desde então através de milhares de anos, tem estendido seu poder sobre o globo. Um aspecto decisivo para isso acontecer foi criar uma rede de escolas de mistérios e sociedades secretas para veladame nte inserir sua Agenda (plano ou programa implícito geralmente ideológico) enquanto, ao mesmo tempo, criava instituições como religiões para encarcerar mentalmente e emocionalmente o povo e incitá -los para a guerra. A hierarquia dessa tribo de linhagens não é exclusivamente masculina e algumas das posições chave são ocupadas por mulheres. Mas em termos de números ela é esmagadoramente masculina e eu portanto irei me referir a este grupo como a Fraternidade (Brotherhood -brother—irmão). Sendo mais exato, dada a importância da Antiga Babilônia para esta estória, eu também a denominarei Fraternidade Babilônica. O plano que eles designam seu "Grande Trabalho das Eras", eu denominarei Agenda da Fraternidade (Brotherhood Agenda). A atual magnitude do controle da Fraternidade não aconteceu em uns poucos anos, nem em poucas décadas ou séculos: sua origem pode ser encontrada milhares de anos atrás. A estrutura das instituições atuais de governo, bancos, negócios, militar e mídia não foram infiltradas por esta força, elas foram criadas por eles desde o começo. A Agenda da Fraternidade é, na verdade, a Agenda de muitos Milênios. É o desdobramento de um plano, peça por peça, para o controle centralizado do planeta. A hierarquia da linhagem no topo da pirâmide humana de controle e repressão passa a batuta (bastão) através de gerações, na maior parte filhos sucedendo pais. As crianças destas linhagens que são escolhidas para herdar o bastão são educadas desde o nascimento para entender a Agenda e os métodos de forjar o "Gr ande Trabalho" dentro da realidade. Progredir a Agenda torna -se sua missão doutrinária desde muito cedo em suas vidas. Próximo da época deles se juntarem a hierarquia da Fraternidade e carregarem o bastão para a próxima geração, sua educação os moldou em p essoas extremamente desiquilibradas. Eles são intelectualmente muito afiados, mas com uma compaixão negligenciada e uma arrogância como se eles tivessem o direito de governar o mundo e controlar as massas ignorantes que eles enxergam como inferiores. Qual quer crianca da Fraternidade que ameaçe desafiar ou rejeitar este modelo é repelida ou tratada de outra maneira para garantir que somente pessoas "seguras" alcancem aos níveis superiores da pirâmide e o conhecimento altamente secreto e avançado que é mantido lá. Algumas dessas linhagens podem ser nomeadas. A familia real Britânica ( dinastia britânica dos Windsor ) é uma delas, assim como os Rothschilds, a realeza e aristocracia européia, os Rockefellers, e o resto do assim chamado Establishment da costa leste dos Estados Unidos, que dá origem a presidentes americanos, mega empresários, banqueiros e administradores. Mas no alto cume, o grupo de conspiradores que controla a raça humana opera nas sombras fora do domínio público. Qualquer grupo que é tão desiqu ilibrado para cobiçar o controle completo do planeta estará guerreando entre si tanto quanto diferentes facções aspiram pelo controle definitivo. Isto é com certeza verdadeiro na Fraternidade. Há disputa interna tremenda, conflito e competição. Um pesquisa dor os descreveu como uma gangue de ladrões de banco que concordam em tudo na empreitada, mas então discutem sobre como o espólio será dividido. Esta é uma excelente descrição e através da história diferentes facções entraram em guerra entre si para serem dominantes. No fim , contudo, eles estão unidos no seu desejo de ver o plano implementado e nos momentos chave eles esmagadoramente juntam forcas para progredir a Agenda quando ela se encontra ameaçada. Você provavelmente terá que voltar centenas de mi lhares de anos para encontrar o ponto de partida desta estória de manipulação humana e das linhagens que orquestram o Grande Trabalho. Quanto mais eu pesquisei sobre isso através dos anos, mais óbvio tornou-se para mim que a origem das linhagens e do plano para a tomada de posse da Terra procede de fora do planeta de uma raça ou raças de outras esferas ou dimensões de evolução. Extraterrestres como nós os chamamos. Se você duvida da existência de vida extraterrestre então considere isto por um momento. Nos so sol é somente um de algumas 100 bilhões de estrelas nesta galaxia apenas. Sir Francis Crick, o laureado nobel, diz haver por estimativa umas

9

100 bilhões de galaxias em nosso universo e ele acredita que há pelo menos um milhão de planetas em nossa galaxi a que poderiam sustentar a vida como nós a conhecemos. Leve em consideraç ão o que isso representaria para a totalidade do universo, mesmo antes de começarmos a examinar seres de outras dimensões além do campo de frequência de nossos sentidos físicos. Se você viajasse com a velocidade da luz, 299.792 km/s, levaria 4.3 anos para alcançar a estrela mais próxima do sistema solar. Diz muito do nível de catequização da humanidade que falar sobre vida extraterrestre é parecer excêntrico (fora da casinha), todavia rejeitar isso e sugerir que a vida surgiu unicamente sobre este planeta minúsculo é considerado crível ! Você tem que apenas considerar as surpreendentes estruturas que abundavam na mundo antigo para perceber que uma raça avançada existiu naquele tempo. No s é contado que apenas pessoas primitivas em comparaçã o aos humanos modernos viveram nesta época, mas isto é obviamente ludibriante. Tal como a maioria da opinião oficial o "establishment" (classe dirigente formada por grupo de líderes) histórico e arqueló gico inventa suas próprias estórias, as chama de fatos provados, e simplesmente ignora as esmagadoras evidências de que eles estão errados. A idéia nao é educar, mas doutrinar. Qualquer um que não se conforma com a linha oficial da história é isolado pelos colegas historiadores e arqueologistas que também sabem que seus cargos, reputações e recursos financeiros estão mais seguros quando eles aderem a versão oficial, ou, francamente eles não conseguem ver além da ponta dos seus narizes. O mesmo pode ser dito da maioria das pessoas no magistério e nas profissões "intelectuais". Por todo planeta se encontram estruturas fantásticas construid as milhares de anos atrás que só poderiam terem sido criadas com tecnologias tão boas quanto, frequentemente até melhor es, do que nós temos hoje. Em Baalbek, nordeste de Beirute no Libano, três pilares de pedra macica, cada um pesando 800 toneladas, foram deslocados por pelo menos 530 metros e posicionados na parte de cima de uma parede. Isto foi feito milhares de anos aC. Um outro bloco próximo pesa 1000 toneladas - o peso de 3 jumbos. Como foi possível? A história oficial não deseja tratar de tais questões por levar em conta para onde isso conduziria. Você pode imaginar telefonar para um empreiteiro hoje e pedir para ele fazer isto? "Você quer que eu faça o que?" ele diria, "Voce é louco." No Peru se encontram as misteriosas Linhas de Nazca. Os antigos riscavam a superfície da terra para revelar a “subsuperfície” branca e através deste método foram criadas inacreditáveis figuras de animais, peixes, inse tos e pássaros. Algumas delas são tã o grandes que só podem ser vistas por inteiro a 300 metros de altura. O conhecimento que permitiu maravilhas como Nazca, Baalbek, A Grande Pirâmide em Giza e outras criações assombrosas serem construídas com tal precisão e escala, provêm de uma raca avançada que, na antiguidade, viveu misturada com uma população geral muitíssimo mais primitiva. Esta raça é descrita como "os deuses" nos textos do Antigo Testamento e outros traba lhos e na tradição oral da antiguidade. Eu posso ouvir seguidores da B íblia negando que seu livro mencione "os deuses". Mas ele menciona. Quando a palavra "Deus" é u sada no Antigo Testamento" ela é frequentemente traduzida de uma palavra que significa deuses, plural - Elohim e Adonai são dois exemplos. Você pode facilmente entender que uma raça realizando proezas tecnológicas de tal magnitude deveria ser percebida como "deuses" por um povo incapaz de compreender tais habilidades. Na década de 30, soldados dos Estados Un idos e Australia aterrissaram seus aviões nas regiões remotas da Nova Guiné para deixar provisões para suas tropas. Os habitantes locais, que nunca tinham visto um avião, pensaram que os homens das forças armadas fossem deuses e eles tornaram -se o foco das crenças religiosas. Isso seria até mais extremo se no mundo antigo a raça avançada de então fossem seres de outros planetas, estrelas e dimensões, pilotando artefatos mais avancados que qualquer coisa pilotada (pelo menos oficialmente!) pelos militares de hoje. Uma afluência de conhecimento de fora deste planeta ou de uma outra fonte explicaria ta ntos dos "mistérios" que a história oficial louva com um silêncio ensurdecedor. As incríveis façanhas em edificações também tornam-se explicáveis assim como o mis tério de porque civilizações primitivas como Egito e Suméria (a terra de Shinar - Babilônia na Biblia) começam no auge de seu desenvolvimento e então caem em decadência, quando o c urso normal da evolução é começar em um nível mais baixo e lentamente avançar através de aprendizado e experiência. Houve de maneira evidente uma introdução de conhecimento altamente avançado que foi mais tarde perdido pela maior parte do povo. Em todas culturas em todas as partes do mundo existem estórias e textos antigos que desc revem os "deuses" que trouxeram este conhecimento avançado. Isto novamente explicaria o mistério de como os antigos tinham um entendimento fenomenal de astronomia. Há infindáveis lendas por todo mundo de uma epóca denominada a Era de Ouro, que foi aniquila da por um cataclismo e a "queda do homem". O poeta de Grecia antiga, Hesíodo, descreveu o mundo antes da "queda": "Os homens viviam como Deuses, sem vicios ou paixões, tormento ou trabalho árduo. Em feliz parceria com seres divinos (extraterrestres?), eles desfrutavam seus dias em tranquilidade e alegria, vivendo juntos em perfeita igualdade, unidos por mútua confiança e amor. A Terra era mais bela do que agora, e espontaneamente produzia uma abundante variedade de frutas. Os seres humanos e animais fal avam a mesma lingua e conversavam entre si (telepatia). Os homens eram considerados meros garotos aos 100 anos de idade. Eles não tinham nenhuma das enfermidades da idade para preocuparem-se e quando eles faziam a passagem para regiões de vida mais elevada (faleciam), isto era em uma suave soneca".(1) Utópico como isso possa parecer, há incontáveis estórias de todas culturas antigas que descrevem o mundo num passado distante nesses termos. Nós podemos recriar aquela visão novament e se apenas nós alterarmos a maneira que nós pensamos e sentimos. Os registros mais compreensíveis de uma raca avançada estão contidos em dezenas de milhares tabuinhas de cerâmica encontradas em 1850 cerca de 402 km de Bagdá, Iraque, por um inglês Sir Austen Henry Layard quando ele escavava o sítio de Nínive, a capital da Assíria. Esta é localizada perto da atual cidade iraquiana de Mosul. Outras descobertas se seguiram nesta região que uma vez foi denominada Mesopotâmia. A fonte original deste conhecimento não era os Assírios, mas os Sumerianos que viveram na mesma área de, estimados, 4.000 a 2.000 aC. Eu farei referência as

10

tabuinhas de cerâmica, portanto, como as Tabuinhas ou Textos Sumerianos. Elas são um dos maiores achados históricos imagináveis e até o momento 150 anos depo is que elas foram descobertas elas ainda são ignoradas pela história e educação convencional. Por que? Porquê elas destroem a versão oficial dos acontecimentos. O mais famoso tradutor dessas tabuinhas é o erudito e autor Zecharia Sitchin, que pode ler Sume riano, Aramaico, Hebreu e outras línguas do Oriente Médio e Próximo. (2) Ele tem pesquisado extensivamente e traduz ido as Tabuinhas Sumerianas e nã o tem dúvida que elas estão descrevendo extraterrestres. Alguns pesquisadores dizem que ele usava uma versão posterior da língua sumeriana para traduzir uma anterior e, portanto, algumas de suas traduções não devem ser 100% exatas. E u acredito que seus tópicos estão corretos, de fato outros registros e evidências apoiam isto, mas eu pessoalmente duvido de algun s detalhes. Eu acho que algumas interpretações de Sitchin são extremamente questionáveis, embora eu concorde com a tese global. De acordo com suas traduções (e outras) os Textos afirmam que a civilização Sumeriana, de onde muitos aspectos da sociedade moderna se originaram, é um ‛presente dos deuses’ . Não deuses míticos, mas físicos que viveram entre eles. As Tabuinhas denominam estes deuses os AN.UNNAK.KI (Aqueles que do Céu para Terra vieram), e DIN.GIR(Os Justos dos Foguetes Flamejantes). O nome da Suméria ele mesmo era KI.EN. GIR (A Terra do Senhor dos Foguetes Flamejantes e também Terra dos Sentinelas de acordo com Sitchin). O texto antigo conhecido como o Livro de Enoch também denomina os deuses "os Sentinelas", como os Egípcios. O nome egípcio para seus deuses, o Neteru, lit eralmente se traduz como Sentinelas e eles diziam que seus deuses vieram de barcos celestes. De acordo com Zecharia Sitchin, as tabuinhas descrevem como os Anunnaki vieram de um planeta denominado Nibiru (O Planeta da Travessia) que ele acredita ter uma órbita elíptica de 3.600 anos que o leva entre Jupiter e Marte e então para fora no espaço além de Plutão. A ciência moderna identificou um corpo que chamaram de Planeta X o qual foi localizado além de Plutão e acredita -se ser parte do nosso sistema sol ar. Mas uma órbita elíptica seria incrivelmente instável e dificil de sustentar. Os cientistas que eu confio acreditam que Sitchin está errado em sua teoria sobre Nibiru, entretanto seus tópicos principais sobre os Anunnaki estão corretos. As Tabuinhas sum erianas, segundo as traduções de Sitchin, descrevem como, durante a primitiva formação do sistema solar, Nibiru causou a quase destruição de um planeta que outrora existiu entre Júpiter e Marte. Os Sumerianos o denominavam Tiamat, um planeta que eles apel idaram O Monstro Aquático. Eles diziam que foi entulho da colisão de Tiamat com uma lua de Nibiru que criou o “Grande Band Bracelet”(o cinturão de asteróides encontrado entre Marte e Jupiter). O que restou de Tiamat foi arremessado para uma outra órbita, o texto diz, e eventualmente ele tornou -se a Terra (veja Figura 2). O nome Sumeriano para a Terra significa O Rachado (Partido) por causa do imenso buraco que foi criado, eles afirmam, pela colisão. Curiosamente se você retirar a água do Oceano Pacífico você deixará um buraco gigante. As Tabuinhas são os registros escritos de tradiç ões orais que regressam a uma enorme quantidade de tempo e você deve ser cuidadoso para que detalhes não tenham sido acrescentados ou perdidos e que nós não tomemos simbolism os ou parábolas como verdade literal. Eu tenho certeza que alguma confusão ocorreu sim nesse sentido. Eu mesmo tenho dúvidas sobre a sequência de eventos(roteiro) de Nibiru -Tiamat e sua alegada sequência no temp o. Mas há muita verdade nos Textos que podem ser provadas, não menos importante seu conhecimento sobre astronomia. As Tabuinhas retratam o sistema solar com os planetas em suas posições corretas, órbitas e tamanhos relativos, e sua precisão tem sido confirmada apenas nos últimos 150 anos desde que alguns desses planetas foram descobertos. As Tabuinhas descrevem a natureza e cor de Netuno e Urano de maneiras que tem sido confirmadas apenas nos últimos anos! Ainda mais do que isso, os modernos "experts" não supunham que estes planetas tivessem a aparênc ia que tem, contudo os Sumerianos sabiam milhares de anos aC o que nossa "avançada" ciência acaba de descobrir. Mais atordoante sobre as Tabuinhas Sumerianas é a maneira que elas descrevem a criação do homo sapiens. Sitchin diz que os Anunnaki vieram para a Terra uns estimados 450.000 anos atrás para minerar ouro no que hoje é a África. O principal centro minerador era no atual Zimbabwe, uma área que os Sumerianos denominavam AB.ZU(depósito profundo), ele sustenta. Estudo da Anglo -American Corporation (Corporação Anglo-Americana) encontrou amplas evidências de mineração de ouro na África há pelo menos 60.000 anos atrás, provavelmente 100.000 anos (3). O ouro minerado pelos Anunnaki era embarcado para o planeta “lar” deles de bases no Oriente Médio, Sitc hin sustenta que as Tabuinhas afirmam isso. Eu acredito que há muito mais para saber sobre este negócio de "mineração de ouro", e eu não acredito que isto seja a principal razão para eles virem para cá. Se de fato esta foi uma razão mesmo. A princípio a mineração de ouro era feita por uma versão Anunnaki de suas classes trabalhadoras, Sitchin afirma, mas eventualmente houve uma rebelião dos mineradores e a elite real Anunnaki decidiu criar uma nova raça escrava para fazer o trabalho. As Tabuinhas descrevem como os genes dos Anunnaki e aqueles dos humanos nativos foram combinados em um tubo de ensaio para criar o humano "atualizado" (updated) capaz de fazer as tarefas que os Anunnaki e xigiam. A idéia de bebês de proveta teria soado ridícula quando as Tabuinh as foram encontradas em 1850, mas isto é precisamente o que cientistas são capazes de fazer agora. Frequentemente pesquisas modernas apoiam os temas das Tabuinhas Sumerianas. Por exemplo, houve um repentino e por demais inexplicável melhoramento (upgrade) da forma física humana por volta de 200.000 anos atrás. A ciência oficial se cala sobre a causa disso e murmura expressões como "o elo perdido". Mas alguns fatos inevitáveis precisam ser apontados. De repente a forma fisica anterior conhecida como homo e rectus tornou-se o que agora nós chamamos homo sapiens. Desde o inicio o novo homo sapiens tinha a habilidade de falar uma complexa língua e o tamanho do cérebro humano aumentou de maneira monumental. Todavia o biólogo Thomas Huxley afirmava que consideráveis mudancas como esta podem levar dezenas de milhões de anos. Esta opinião é apoiada pela evidência do homo erectus que parece ter surgido na África por volta de 1.5 milhões de anos atrás. Por bem mais de um milhão de anos sua

11

forma física parece ter permanecido a mesma, mas então, do nada, acontece uma mudança dramática para o homo sapiens. Por volta de 35.000 anos atrás acontece um outro repentino melhoramento (upgrade) e o surgimento do homo sapiens sapiens, a forma física que nós observamos hoje. As Ta buinhas Sumerianas mencionam as duas pessoas envolvidas na criação da raça de escravos. Eles eram os cientistas chefes chamados Enki, Senhor da Terra (Ki=Terra) e Nikharsag, também conhecida como Ninti (Lady Vida) por causa de sua expertise em medicina. El a foi mais tarde citada como Mammi, de onde vem mama e mother. Ninkharsag é simbolizada nas representações mesopotâmicas por uma ferr amenta usada para cortar o cordão umbilical. Tem a forma de uma ferradura e era usada na antiguidade. Ela também se tornou a deusa mãe de uma sucessão de religiões designada com nomes como Rainha Semiramis, Isis, Barati, Diana, Maria e muitos outros, que surgiram das lendas sobre isso por todo mundo. Ela é frequentemente representada por uma mulher grávida. Os textos diziam da lideranca Anunnaki: Eles convocaram e pediram a deusa, a parteira dos deuses, a sábia doadora de nascimentos(birthgiver)(dizendo), " Para uma criatura conceda vida, crie trabalhadores! Crie um trabalhador primitivo, que ele deve carregar a parelha! Dei xe ele carregar a parelha designada por Enlil, Deixe o trabalhador efetuar o trabalho pesado dos deuses!" (4) Enlil era comandante dos Anunnaki e Enki era seu meio -irmão. Enki e Ninkharsag malograram muitas vezes buscando a mistura genética correta, as Tabuinhas nos informam. Há registros de como eles criaram pes soas com defeitos sérios e também humanos-animais híbridos. Coisas horríveis, e exatamente o que é alegado estar acontecendo hoje em dia nas bases subterrâneas extraterrestres -humanas ao redor do mundo. A estória de Frankenstein, o homem criado em um laboratório, poderia ser simbólica desses acontecimentos, Foi escrita por Mary Shelley, a esposa do famoso poeta. Ele e ela eram iniciados de alto grau da rede de sociedades secretas que t êm acumulado e suprimido este conhecimento desde da antiguidade. As Tabuinhas dizem que Enki e Ninkharsag eventualmente descobriram a mistura certa que tornou -se o primeiro homo sapiens, um ser que os Sumerianos chamaram um LU.LU(O que foi misturado). Este é o “Adão” bíblico. LU.LU era um híbrido genético, a fusão do homo erectus com genes dos deuses para criar um escravo, uma abelha trabalhadora humana, alguns 200.000 -300.000 anos atrás. Uma versão feminina foi também criada. O nome Sumeriano para humano era LU, palavra-raiz cujo significado é trabalhador ou servo, e era também usada para indicar animais domésticos. Isto é o que a raça humana tem sido desde sempre. Os Anunnaki têm estado controlando o planeta abertamente e agora secretamente por millhares de anos. As traduções incorretas da Bíblia e a linguagem simbólica tomada literalmente tem devastado o significado original e nos oferecido uma estória de fantasia. Gênese e Exodus foram escritos por uma classe sacerdotal hebraica, os Levitas, depois que eles foram l evados para Babilônia por volta de 586 aC. A Babilônia situava-se nas terras que anteriormente era m a Suméria e deste modo os babilônios, e consequentemente os Levitas, sabiam sobre as estórias e registros Sumerianos. Foram desses arquivos que esmagadorame nte os Levitas compilaram Gênese e Exodus. A fonte é óbvia. As Tabuinhas Sumerianas falam de E.DIN (A Moradia dos Justos). Isto faz conexão com o nome para seus deuses, DIN.GIR (Os Justos dos Foguetes). Deste modo os Sumerianos fala de Edin e o Gênese do Jardim do Éden. Este era o centro dos deuses, os Anunnaki. As Tabuinhas Sumerianas se referiam ao Rei Sargão o Ancião sendo encontrado bebê em uma cesta flutuando sobre o rio e criado por uma família real. Exodus se refere a Móises sendo encontrado bebê flu tuando numa cesta sobre o rio por uma princesa real e como ele foi criado pela família real egípcia. A lista de tais ‛coincidências’ se repete diversas vezes. O Velho Testamento é um exemplo clássico de reciclagem religiosa que tem gerado todas as rel igiões. Desta maneira quando você procura pelo significado original do Gênese e da estória de Adão você tem que voltar para os registros Sumerianos para perceber como a estória tem sido adulterada. O Gênese diz que ‛Deus’ (os deuses) criou o primeiro homem, Adão, ‛barro’ (poeira do chão) e então usaram a costela de Adão para criar Eva, a primeira mulher. Zecharia Sitchin aponta que a traducão de ‛barro’ (poeira do chão) provêm da palavra hebraica tit (desculpe mãe) e esta mesma origina-se do termo Sumeriano, TI.IT, que significa ‛aquilo que está com vida’ . Adão não foi criado do barro, mas daquilo que tem vida – células vivas. O termo sumeriano, TI, significa tanto costela como vida e de novo os tradutores fizeram uma escolha errada. Eva (Ela Quem Tem Vida) não foi criada de uma costela, mas daquilo que tem vida – células vivas. O ovo humano para a criação de Lulu/Adão provêm de uma femêa em Abzu, África, de acordo com os Sumerianos, e descobertas fósseis modernas e pesquisas antropológicas sugerem que o homo sapiens originou-se de fato da África, Na década de 80, Douglas Wallace da Universidade de Emory na Georgia comparou o DNA de 800 mulheres e concluiu que ele provinha de um só antepassado feminino (5). Wesley Brown da Universidade de Michigan afirmou, dep ois de examinar o DNA de 21 mulheres de antecedentes genéticos diferentes de todo mundo, que todos eles se originaram de uma só fonte que tinha vivido na África entre 180.000 e 300.000 anos atrás. (6) Rebecca Cann da Universidade da Califórnia em Berkeley fez o mesmo com 147 mulheres de antecedentes raciais e geográficos diversos e ela afirmou que a heranca genética comum delas provinha de um só antepassado entre 150.000 e 300.000 anos atrás. (7) Um outro estudo com 150 mulheres americanas de linhas genéticas provenientes da Europa, África e Oriente Médio, junto com Aborígines da Austrá lia e Nova Guiné, concluiu que eles tinham o mesmo antepassado fêmea que viveu na África entre 140.000 e 290.000 anos atrás. (8) Pessoalmente eu acredito que a raça humana foi semeada (produzida) por diferentes fontes; não apenas os Annunaki. As Tabuinhas Sumerianas e mais tarde as estórias Acadianas dão os nomes e hierarquia dos Anunnaki. Eles denominam o ‛Pai’ dos deuses, AN, uma palavra que significa céu. Pai nosso que estais no ceú? AN, o u ANU para os Acadianos, permaneceu a maior parte do tempo no céu com sua esposa, Antu, e ele fez raras visitas ao planeta que eles chamavam E.RI.DU (Lar construido em lugar remoto), uma palavra que evoluiu para Earth (Terra em inglês). Ou pelo menos esta é A tradução de Zecharia Sitchin. As descrições poderiam também implicar que Anu permaneceu grande parte do tempo nas

12

altas montanhas do Oriente Próximo onde o "Jardim d o Éden", o lugar dos deuses, é calculado com boas evidências de ter existido, e ele fez somente raras visitas as planícies da Suméria. As cidade Sumeriana era chamada Eridu. Anu enviou dois filhos para desenvolver e controlar a Terra, as Tabuinhas afirmam. Eles eram Enki, o cara que eles afirmam criou o homo sapiens, e seu meio-irmão Enlil. Estes dois viriam a ser mais tarde grandes rivais pelo definitivo controle do planeta. Enki, o primogênito de Anu, era subordinado a Enlil por causa da obsessão de Anunn aki com pureza genética. A mãe de Enlil era meia-irmã de Anu e esta união passou adiante os genes masculinos mais eficientemente do que o nascimento de Enki via uma outra mãe. Mais tarde as Tabuinhas descrevem como os Anunnaki criaram linhagens para contro lar a humanidade a seu favor e estas, eu sugiro, são as famílias ainda com o controle do mundo até hoje. As Tabuinhas Sumerianas descrevem como a monarquia (kingship) foi concedida para a humanidade pelos Anunnaki e ela foi originalmente conhecida como Anuship depois An ou Anu, o soberano dos deuses. As famílias da Fraternidade s ão obcecadas por linhagens e herança genética e se acasalam sem consideração para com o amor. As famílias reais (família!) e a aristocracia da Europa e as famílias do assim chamado Establishment da parte leste dos Estados Unidos são exemplos óbvios disto. Eles são da mesma tribo e relacionados genéticamente. Por causa disto que as famílias da Fraternidade tem sido sempre obcecadas com acasalamentos, exatamente como as Tabuinhas Sumer ianas descrevem os Anunnaki. Eles não estão se acasalando por esnobismo, mas para manter a estrutura genética que concede a eles certas habilidades, especialmente a habilidade "mudança de forma"(shape-shift) e manifestar-se em outras formas. Eu voltarei a o assunto com mais detalhes daqui a pouco. As Tabuinhas descrevem como aos humanos foi concedido a habilidade de procriar por Enki e isto ocasionou uma explosão na população humana que ameacou submergir os Anunnaki, que nunca foram em grande número. Os Anunnaki tinham muitos conflitos internos e guerras high -tech entre eles, enquanto as façcões Enlil e Enki lutavam pelo controle. É geralmente aceito pelos pesquisadores dos Anunnaki que Enki está do lado da humanidade, mas me parece que ambos grupos desejam o domínio sobre o este planeta , sendo esta sua motivação real. Como Zecharia Sitchin documenta em suas traduções, e leitores dos livros sagrados indianos, os Vedas, confirmarão, havia muitos registros de "deuses" guerreando entre si enquanto eles combatiam pela supremacia. Os registros Sumerianos descrevem como os filhos dos ‛deuses’ Anunnaki estavam muito envolvidos nestas guerras. Estes eram os descendentes de Enki e Enlil, os meio -irmãos que tornaram-se ferozes rivais, e seus filhos levaram esta batalha a um conflito high -tech. as Tabuinhas dizem. Uma batalha que eles pareciam estar envolvidos foi a destruição de Sodoma e Gomorra. Estas cidades estavam provavelmente localizadas na parte mais ao sul do Mar Morto onde, hoje, leituras de radiação são muito acima do normal. Isto foi quando, de acordo com a Bíblia, a esposa de Lot olhou para trás e transformou -se em um coluna de sal. Depois de encontrar esta referência no original Sumeriano, Zecharia Sitchin diz que a tradução verdadeira dessa passagem deveria ser que a esposa de Lot transformou-se em uma coluna de vapor que, lev ando tudo em consideração, é certamente mais provável. Por todo mundo em todas as culturas nativas você encontrará estórias sobre o Dilúvio e as Tabuinhas Sumerianas não são diferentes. Sitchin diz que elas contam como Anunnaki deixou o planeta numa nav e voadora, enquanto uma enorme ressaca eliminou grande parte da humanidade. N ão há duvidas que uma catástrofe inimaginável, ou mais provável catástrofes, castigaram a Terra entre aproximadamente 11.000 e 4.000 aC. As evidências geológicas e biológicas são esmagadoras no seu apoio as incontáveis estórias e tradições que descrevem tais eventos. Elas provêm da Europa, Escandinavia, Russia, África, por toda parte no continente americano, Australia, Nova Zelândia, Asia, China, Japão, e o Oriente Médio. Em todos os lugares do mundo. Algumas contam sobre um grande calor que ferveu o mar; de montanhas expelindo fogo; o desaparecimento do Sol e da Lua e a escuridão que se seguiu; a chuva de sangue, gelo e pedra; a Terra sacudindo; o céu caindo; o elevamento e submers ão do solo; a perda de um grande continente; a chegada do gelo; e virtualmente todas elas descrevem um fantástico diluvio, uma parede de água, que varreu a Terra. O tsunami causado por um cometa no filme, Deep Impact (Impacto Profundo), dá uma idéia de com o isto poderia ter acontecido. Antigos textos chineses descrevem como colunas que suportavam o céu desintegraram -se; de como o Sol, Lua e as estrelas fluiram para o nordeste, onde o céu tornou-se baixo; rios, mares e oceanos precipitaram -se para o sudeste onde a Terra submergiu e um grande incêndio foi apagado por uma enchente violenta. Na América, os indios Pawnee contam a mesma estória de quando as estrelas polares do sul e do norte mudaram de lugar e fizerem visita uma a outra. Tradições norte americanas referem-se a grandes nuvens surgindo e um calor tão poderoso que as águas ferveram. Os esquimós da Groelândia contaram aos primeiros missionários que lá chegaram que numa epóca remota a Terra tombou. As lendas peruanas falam que os Andes se separaram (se romperam) quando o céu fez guerra com a Terra. Mitos brasileiros descrevem como o céu explodiu e fragmentos cairam matando tudo e todos enquanto céu e Terra mudaram de lugar. E os indios Hopi da America do Norte registraram que "a Terra foi rasgada em gr ande fendas, e a água cobriu tudo exceto um estreito cume de lama". (9) Tudo isso se correlaciona de maneira próxima com as lendas de Atlântida e Mu ou Lemúria: dois vastos continentes, um no Atlântico e o outro no Pacifico, que muitas pessoas acreditam foram governados por raç as altamente avançadas. Afirma-se que os continentes desapareceram sob o mar nas circunstâ ncias descritas acima, deixando somente ilhas semelhantes aos Acores como sobras de suas anteriores glória e crosta. A Atlântida foi descrita por Platão (427-347 aC), o filósofo da Grécia antiga e alto iniciado das redes de sociedades secretas e escolas de mistérios. Nesta epóca a rede secreta passou muito conhecimento para os poucos escolhidos enquanto negava este privilégio para as massas populares. A história oficial rejeita a alegação de Platão de que tal continente existiu e há aparentes discrepâncias históricas em seus registros, mas há apoio geológico para sua principal tese. Os Açores, que alguns acreditam foram parte da Atlântida, es ta localizado na Cordilheira do Médio Atlântico que é conectada a uma fenda

13

(falha) que envolve o planeta (veja Figura 3). Esta falha prolonga -se por uma distância de 65.200 km. A Cordilheira do Médio Atlântico é uma das áreas proeeminentes para terremotos e vulcões. Quatro enormes placas tectônicas, a Eurasiana, Africana, Norte Americana e Caribenha, todas se encontram e se chocam nesta região tornando -a geologicamente muito instável. Tanto os Açores quanto as Ilhas Canárias(nome dado por causa de cachorro s "canino" e não canários!), foram sujeitos a atividade vulcânica muito ampla na época que Platão sugeriu como sendo o fim de Atlântida. Lava Taquilito desintegra-se na água do mar em um período de 15.000 anos e todavia ela é ainda encontrada sobre o leito marítimo ao redor dos Açores, confirmando geologicamente recentes elevações da superfície da Terra. (10) Outra evidência, abrangendo areia de praia coletada de profundezas de 3.200-5.620 metros, revelam que o leito do oceano nesta região deve ter estado, de novo geologicamente-recentemente, acima do nível do mar. (11) O oceanógrafo, Maurice Ewing, escreveu na Revista Geográfica (National Geographic) que: "Ou o solo deve ter afundado duas ou três milhas (3.200m ou 4.800m), ou o mar deve ter algum dia ter sido duas a três milhas mais baixo que agora. As duas conclusões são chocantes." (12) As evidências geológicas e biológicas também sugerem que a vasta atividade vulcânica que causou o afund amento da terra na região dos Açores, aconteceu ao mesmo tempo que o rompimento e afundamento da massa de terra conhecida como Appalachia que conectava o que nós hoje denominamos Europa, America do Norte, Islândia e Groelândia. (13) Até seu grau de submersão parece proximamente relacionado. Evidências similares podem ser produzidas para apoiar a opinião que o continente conhecido como Mu ou Lemuria agora descansa no leito do Pacífico. (14) O assim chamado Triângulo das Bermudas entre Bermuda, a parte sul da Flórida, e um ponto próximo as Antilhas, tem sido há muito tempo associado com a Atlântida. É também uma área cheia de lendas sobre desaparecimentos de navios e aviões. Construções, muros, estradas e círculos de pedra como Stonehenge submersos, e até o que parecem ser pirâmides foram localizados próximo a Bimini, sob as águas de "Bahama Banks" e dentro do "triângulo". (15) Assim como muros e estradas criando linhas cruzadas. (16) Alguns outros fatos que a maioria das pessoas não sabem: os Himalaias, os Alpes e os Andes, apenas alcançaram algo similar a suas alturas atua is por volta de 11.000 anos atrás. (17) O lago Titicaca na fronteira Peru - Bolivia é hoje o lago navegável em maior altitude no mundo a 3.800 metros. Por volta de 11.000 anos atrás, boa parte dessa região estava no nível do mar! Por que tantos fóss eis de peixes do mar e outros fósseis do oceano são encontrados em tal altitude nas cadeias de montanhas? Porque estas montanhas estavam outrora no nível do mar. Recentemente portanto em termos geológicos, também. Há uma aceitação crescente que a Terra sofreu algu mas elevações colossais de sua superfície. O debate (e frequentemente a hostilidade) surge com as questões de quando e porque. Esses levantamentos da superfície da Terra (cataclismas) evidentemente envolveram o sistema solar como um todo porque todos plane tas mostram evidências de alguns eventos cataclísmicos que afetaram uma ou outra de suas características: superfície, atmosfera, velocidade e ângulo de órbita ou rotação. Eu acho que os tópicos das Tabuinhas Sumerianas estão corretos, mas eu duvido de algu ns de seus detalhes, deve-se considerar o período de tempo que passou entre 450.000 anos atrás quando se afirma que os Anunnaki chegaram, e o período, apenas uns poucos milhares de anos atrás, quando estes registros foram escritos. Houve certamente um enorme cataclísma na Terra por volta de 11.000 aC que destruiu as avançadas civilizações da Era de Ouro high -tech e aquela data de 13.000 anos atrás é altamente significativa e muito relevante para a época em que nós vivemos agora. Assim como os planetas giram em torno do Sol, também o sistema solar gira em torno do centro da galáxia, ou esta parte dela pelo menos. Este "sol central" ou “sol galáctico”, é algumas vezes relatado como o Sol Negro. Leva cerca de 26.000 anos para o sistema solar completar uma volta ao redor do centro da galáxia e isto é conhecido como yuga na cultura indiana. Por metade dos 26.000 anos a Terra é inlcinada na direção do Sol Negro, a fonte da luz, e pelo segundo período de 13.000 anos inclinada direção oposta, alguns pesquisadores ac reditam, Estes ciclos são portanto muito diferentes visto que o planeta é banhado em luz positiva por 13.000 anos e então se move para escuridão pelos seguintes 13.000. Isto fundamentalmente afeta a energia em que nós todos vivemos. Curiosamente, foi há 1 3.000 anos atrás que a Era de Ouro parece ter terminado em cataclisma e conflito, e hoje, com o ciclo de 13.000 anos de "escuridão" alcançando sua conclusão, há um veloz despertar espiritual global e eventos incríveis estão reservados para nós nos próximos anos. Nós estamos entrando na luz de novo. Portanto houve um cataclísma fantástico por volta de 13.000 anos atrás que acabou com as civilizações high -tech da Era de Ouro. Mas era somente uma? As evidências sugerem que não. Um amigo meu na Califórnia, Brian Desborough, é um pesquisador e cientista por quem eu tenho muito respeito. Ele estava envolvido em pesquisas aeroespaciais e trabalhou com isso e outras pesquisas científicas em muitas empresas. Brian é um cara pé-no-chão que procura todas as evidên cias e as persegue até onde elas, com melhores razões que o habitual, o levam. Ele compilou algumas informações altamente detalhadas e convincentes sobre a mundo antigo e sua conexão com a atual manipulação da Fraternidade (Brotherhood). Enquanto ele traba lhou para uma das maiores corporações dos Estados Unidos na década de 60, seus físicos completaram seu próprio estudo independente que sugeria que por volta de 4.800 aC um corpo enorme, que agora nós conhecemos como Jú piter, disparou na direção de nosso si stema solar, os planetas exteriores foram arremessados numa desordem (desalinhados de suas órbitas originais) e J úpiter eventualmente colidiu com um planeta que orbitava entre o atual Júpiter e Marte. Os físicos afirmaram que os restos deste planeta tornar am-se o cinturão de asteróides e que parte de Júpiter rompeu-se para tornar-se o que agora nós denominamos Vênus. Enqua nto Vênus, então um enorme pedaç o de matéria, era projetado no espaço, ele destruiu a atmosfera e a vida de Marte antes de ser capturado pelo campo gravitacional da Terra, alega o estudo. Vênus fez diversas órbitas ao redor da Terra antes que seu impulso arremessasse-o em sua posição corrente no sistema solar. Foram estas órbitas, os físicos afirmam, que trouxeram devastação e uma enorme onda destruidora (tsunami) por volta de 4.800 aC. Eles acreditam, assim como Brian Desborough, que antes dessa época Marte orbitava onde a Terra está agora e a Terra estava muito mais próximo do Sol. A

14

luz brilhante de Vênus enquanto ele passava próximo a Terra poderia levar a idéia de Lúcifer, o "condutor da luz". Os mais antigos registros mesopotâmicos e meso americanos não incluem Vênus nos seus registros planetários, somente mais tarde ele aparece. Havia uma obsessão com Vênus em muitas culturas, com s acrifícios humanos sendo feitos para ele. O estudo não oficial dos físicos nunca foi publicado, mas deixe -nos considerar as evidências para algumas de suas alegações. Quando você espalha partículas sobre um lâmina vibrando você pode recriar as órbitas plan etárias do sitema solar. Quando ondas vibratórias movendo -se para fora do centro da lâmina se encontra com as ondas movendo -se na outra direção, uma assim chamada onda estacionária é formada enquanto as duas colidem. Isto compele as partículas a se estabelecerem e criarem uma série de círculos concêntricos. Estes serão igualmente espaçados se frequências simples colidirem umas com as outras, mas se, assim como no sistema solar, um espectro de frequências estão envolvidas, os círculos de partículas estarão desigualmente espaçados de acordo com as pressões vibracionais. Coloque um objeto nestes círculos de partículas vibrando e ele começará a orbitar o centro da lâmina, carregado pelo fluxo de energia causado pelas interações vibracionais. Objetos mais pesados colocados em qualquer lugar na lâmina será arrastado para um desses círculos concêntricos e estes objetos formarão eles mesmos modelos de onda ao redor deles mesmos que atrairão objetos mais leves para eles. No nosso sistema solar, as ondas mais poderosas estão sendo emitidas do centro pelo Sol, obviamente, porque ele representa 99% da matéria no sistema solar. Estas ondas provenientes do sol interagem com outras ondas cósmicas, formando assim uma série de ondas estacionárias que, por sua vez, formam círcu los concêntricos ou campos vibracionais orbitando o Sol. Os corpos mais pesados, os planetas, são apanhados nestes círculos consequentemente orbitam o sol. Os planetas também criam ondas menos poderosas que circulam ao redor deles mesmos e estes podem atra ir corpos mais leves que os orbitam. A Lua orbitando a Terra é um exemplo disto. Portanto qualquer coisa que pertubasse esta harmonia de interação vibracional afetaria estes círculos concêntricos de energia e, se isto fosse bastante poderoso, mudaria a órbita de planetas. O que os físicos afirmam ter acontecido com Jú piter e Vênus seria certamente bastante poderoso para fazer isto. Estes círculos de ondas estacionárias existem ao redor do Sol em relação as pressões vibracionais envolvidas e eles não precisam um planeta para existir. Eles existem de qualquer modo e um corpo planetário meramente tranca -se dentro deles. Entretanto há muito mais dessas estradas vibracionais no sistema solar do que há planetas, e se um pla neta ou corpo é ejetado de sua órbita ele eventualmente se trancará dentro de uma outra onda, uma outra órbita, quando seu impulso reduz a velocidade o suficiente para ser capturado. Isto, Desborough acredita, é o que aconteceu quando as fantásticas pressões vibracionais do "cometa" Vênus passara m próximo a Marte e a Terra e arremeçou -os em diferentes órbitas. Vênus teria sido "cometa" coberto de gelo, Desborough afirma, e o gelo teria se desintegrado quando Vênus aproximou - se da Terra e alcançou um ponto conhecido como o Limite Roche. (18) Isto é um artifício vibracional de seguranca, se você prefere. Quando dois corpos esta em curso de colisão, o com a menor massa começa a se desintegrar no Limite Roche. Neste caso, o gelo teria sido projetado da superfície de Vênus em direção a Terra. Também, enquanto ele entrava no assim chamado Cinturão Van Allen, que absorve muito da perigosa radiação do Sol, o gelo teria sido ionizado -magnetizado- e portanto atraído para os pólos magnéticos da Terra. (19) Bilhões de toneladas de gelo, esfriados a -273 graus centígrados, teriam caido nas regiões polares, “flash -congelando” tudo em pouco mais do que um instante. (20) Isto, finalmente, explicaria o mistério dos mamutes encontrados congelados onde eles estavam. O mamute, contrário a crença, não era um animal de regiões frias, mas que viveu em pastagens temperadas. De alguma maneira aquelas regiões temperadas foram congeladas em um instante. Alguns mamutes foram encontrados congelados no meio de sua refeição! Aí você está mascando e logo depois voce é um picolé. Se este gelo ionizado choveu mesmo de Vênus, a maior estocagem seria mais próximo dos pólos magnéticos porque eles tinham a atração mais poderosa. Novamente, este é o caso. A massa de gelo nas regiões polares são maiores nos pólos do que na periferia e tod avia há menos neve e chuva nos pólos para criar tal estocagem. (21) O roteiro (sequência de eventos) Vênus explica isso. No Livro de Jó, que se acredita ser um trabalho árabe muito mais antigo do que o resto da Bíblia, a questão é perguntada: "De onde vem o gelo?" Eu diria que nós poderiamos ter a resposta. Isto ajuda a explicar como os antigos poderiam ter mapas de como o pólo norte e sul se pareciam antes do gelo chegar lá. Os pólos eram sem gelo até há 7.000 anos atrás. Não houve idade do gelo como suger e-se oficialmente. É outra ilusão. Quando você observa as "evidências" que a ciência oficial apresenta para apoiar a idéia convencional de uma idade do gelo e o jeito que estas evidências são fundamentalmente contraditadas por fatos que podem ser provados, é surpreendente como tal nonsense poderia se tornar uma "verdade" convencional em primeiro lugar. (22) Antes deste incrível cataclisma, e/ou um dos outros, A Terra tinha um clima tropical uniforme, com o plantas fossilizadas revelaram. Isto teria sido alte rado não apenas pela chegada do gelo na superfície, mas também pela destruição de uma cobertura de vapor de água ao redor da Terra, como descrito no Gênese e outros textos antigos. Esta cobertura teria assegurado um clima tropical uniforme em todos os lugares, mas de repente ela sumiu. A dramática mudança de temperatura nos pólos teria colidido com o ar quente e causado ventos devastadores, exatamente como descrito pelos foclores chineses. Os físicos afirmaram que as pressões criadas pela órbita de "Vênus" ao redor da Terra teria produzido uma tsunami de 3 km nos oceanos e superior. Platão escreveu em seu trabalho, Leis, que a agricultura começou em altas altitudes depois que uma gigantesca enchente cobriu todas as planícies. O botânico, Nikolai Ivanovitch Vavilov, estudou mais de 50.000 plantas selvagens ao redor do mundo e constatou que elas se originaram de somente 8 áreas diferentes- todas elas terreno montanhoso. (23) O tsunami teria produzido pressões na superfície da Terra de 2 toneladas por polegada quadrada, criando novas cadeias de montanhas, e fossilizando tudo em poucas horas. (24) Pedra artificial é criada por pressões dessa magnitude. Árvores intactas foram encontradas fossilizadas e isto seria

15

impossivel ao menos que acontecesse em um instant e porque a árvore teria normalmente desintegrado antes que pudesse ser fossilizada num período de tempo mais extenso (do que um instante). (25) De fato, fósseis desse tipo não são formados atualmente. (26) Eles são o resultado dos eventos cataclísmicos aqu i descritos, Desborough afirma. O psiquiatra judeu russo e escritor, Immanuel Velikovsky, causou afronta entre o establishment científico na década de 50 por sugerir que a Terra tinha passado por enormes elevações de sua superfície quando Vênus que era ent ão, ele disse , um cometa, disparou para esta parte do sistema solar antes de se estabelecer na sua presente órbita. Quando Vênus foi fotografada pela missão Mariner 10, muito das descrições de Velikovsky provaram -se corretas, incluindo o que pareceu ser v estígios de algo similar a uma cauda de cometa. As fotos da Mariner 9 de Marte também corroboravam algumas das teorias de Velikovsky. Ele disse que o "cometa" Vênus colidiu com Marte enquanto disparava através do sistema solar. A época de Velikovsky para esses eventos foi por volta de 1.500 aC. Pesquisadores diferentes rejeitam achados um dos outros porque eles sugerem diferentes períodos para grandes elevações da superfície da Terra quando na verdade houve quase certamente numerosos cataclismas naquela janela de 11.000 a 1.500 aC e até mais recentemente. O estudo dos físícos também diz que Marte foi devastado por eventos envolvendo Vênus. Eles sentiram que Marte foi arremessado de sua órbita e seguiu uma órbita elíptica altamente instável que o levou entre a Terra e a Lua a cada 56 anos. (27) A última dessas passagens parece ter sido por volta de 1.500 aC quando o grande vulcão explodiu na ilha grega de Santorini e a civilização minoana de Creta passou para história. No mesmo período de 1.600-1.500 aC, o nível dos oceanos caiu por volta de 20 por cento, lagos glaciais formaram-se na Califórnia, e esta foi a epóca mais provável quando o vasto lago no fertil Sahara foi esvaziado e o deserto que nós observamos atualmente comecou a ser formado. (28) Eventualmente, Marte se assentou na sue presente órbita, mas então a vida na sua superfície tinha sido eliminada. Novamente ainda as evidências de Marte apoiam tudo isso. A missão Pathfinder Marte descobriu que as rochas marcianas carecem de erosão suficiente para tere m estado na superfície por mais de 10.000 anos. (29) Brian Desborough acredita, como os físicos que ele conheceu e com quem traballhou, que a Terra foi outrora muito mais próxima do Sol do que é agora e que Marte orbitou onde a Terra agora reside. Se, como é reivindicado, os profundos canyons na superfície de Marte foram causados por torrentes enormes de água, teria que ter havido um clima mais quente em Marte, porque atualmente ele é tão frio que a água congelaria instantaneamente e a atmosfera (quase so vácuo) faria a água instantaneamente vaporizar. (30) Desborough diz que a maior proximidade da Terra com o Sol demandou que os primeiros humanos de Terra fossem a raça negra com pigmentação para enfrentar raios muito mais ardentes do Sol. Antigos esqueletos encontrados perto de Stonehenge na Inglaterra e ao longo da costa oeste da França exibi características nasais e dorsais (coluna vertebral) de muitas mulheres africanas. (31) Desborough diz que Marte, então com clima muito parecido com o nosso, tinha uma raça branca antes do cataclisma de Vênus. A pesquisa dele o convenceu que os marcianos brancos construiram as pirâmides que tem sido registradas em Marte e eles iniciaram uma guerra com uma raça negra avançada para conquistar a Terra. Estas guerras, el e diz, são as guerras dos deuses descritas em infindáveis textos antigos, assim como no Vedas hindu. Desborough acrescenta que depois do Cataclisma, os marcianos brancos que se assentaram na Terra ficaram encalhados aqui sem sua tecnologia e com seu planet a devastado. Estes marcianos brancos, ele diz, se tornaram os povos brancos da Terra. De maneira fascinante, alguns cientistas sustentam que quando pessoas brancas estão imersas em tanques de privação dos sentidos, seu ritmo circadiano têm uma frequência d e 24h 40m, que corresponde não ao período rotacional da Terra, mas o de Marte! (32) Este não é o caso de raças não -brancas que estão sintonizadas com a rotação da Terra. Desborough acredita que estes marcianos brancos eram a ra ça altamente avançada da antiguidade conhecida como os fenícios ou arianos e eles começaram o longo processo de retorno para seu anterior poder tecnológico depois dos cataclismos que destruiram a superfície de seu próprio planeta e davastou este aqui. Minha própria pesquisa apoia este tópico principal, embora , como qualquer um procurando a verdade do que aconteceu, eu tenho muitas perguntas. Uma raça branca, conhecida como fenícios e outros nomes, foi certamente os "cérebros" por trás da civilização egípcia, pelo menos no período por volta de 3.000 aC, e o Planalto Giza, onde a Grande Pir âmide foi erigida, foi anteriormene conhecida como El -Kahira, um nome que deriva do substantivo árabe, El -Kahir, o nome deles para... Marte (33), e 15 de marco, os Idos de marco(Marte), era a data chav e em seu calendário relacionado a Marte, como era 26 de outubro. O primeiro marcava o início da Primavera e o segundo era o fim do ano no calendário celta. (34) As estórias do santo graal do Rei Arthur conectam -se com esse tema, também. Camelot aparentemente significa Cidade Marciana ou Cidade de Marte. (35) Eu acho que há verdade em todas as visões resumidas neste capítulo de elevações cataclismicas da superfície da Terra no período entre 11.000 e 1.500aC. O primeiro deu fim a Era de Ouro e removeu as c ivilizações high-tech que existiram antes disso. As raças extraterrestres ou deixaram o planeta antecipadamente ou sobreviveram nas elevadas altitudes ou foram para as profundezas interiores da Terra. O mesmo com o último cataclisma. Muitos dos extraterres tres, e a maioria do humanos da Terra, não sobreviveram a estes eventos, Aqueles que sobreviveram foram deixados com o trabalho de começar tudo de novo sem, pelo menos a princípio, a tecnologia disponível anteriormente. Os sobreviventes caiam em duas categorias principais, aqueles de origem principalmente extraterrestre que conservaram o conhecimento avan çado, e humanos, a raça escrava em geral, que não tinha conservado. O primeiro também caia em dois campos. Havia aqueles que desejavam usar seu conhecimento positivamente passar adiante suas informações para humanidade, e aqueles que visavam acumular o conhecimento e usá-lo para manipular e controlar. A luta entre estes dois grupos sobre o uso do mesmo conhecimento continua até hoje. As sociedades se recupe raram daquele cataclismo de 11.000 aC, os outros cataclismos

16

trouxeram mais devastação ao longo de milhares de anos que se seguiram e a humanidade teve que encarar muitos novos começos. Um tópico comum do começo ao fim, contudo, tem sido a manipulação d a humanidade por uma raça ou raças de origem extraterrestre avançada(s) intelectualmente, embora não espiritualmente. Sobre este assunto, eu devo agora apresentar uma dimensão ampliada para esta estória que estenderá sua credulidade até o ponto ruptura.

FONTES

1 T. W. Doane, Bible Myths, And Their Parallels In Other Religions (Health Research, P0 Box 850, Pomeroy, WA, USA 99347, first published 1882), p 10. 2 The information about the Anunnaki and the Sumerian Tablets comes from the Zecharia Sitchin series of books collectively known as The Earth Chronicles. Individually they are called The 12th Planet, The Stairway To Heaven, The Wars Of Gods And Men, The Lost Realms, and When Time Began. Another Sitchin work is Genesis Revisited. They are published by Avon Books, 1350 Avenue of the Americas, New York. 3 Genesis Revisited, p 22. 4 Ibid, p 161. 5 Ibid, p 198. 6 Ibid, p 199. 7 Ibid. 8 Ibid, p 200. 9 For a comprehensive documentation of these global legends and the scientific support for them, see the excellent book by D. S. Allen and J. B. Delair called When The Earth Nearly Died (Gateway Books, Wellow, Bath, England, 1995). 10 Ibid, p 31. 11 lbid,p32. 12 Maurice Ewing, “New Discoveries On The Mid -Atlantic Ridge”, National Geographic magazine, November 1949, pp 614, 616. 13 When The Earth Nearly Died, pp 32, 33. 14 Ibid, p 34. 15 Charles Berlitz, Atlantis, The Eighth Continent, (Fawcett Books, New York, 1984), pp 96 -101. 16 Ibid. 17 When The Earth Nearly Died, pp 25-28. 18 Brian Desborough, “The Great Pyramid Mystery, Tomb, Occult Initiation Center, Or What?”, a document supplied to the author and also published in the The California Sun newspaper, Los Angeles. 19 Ibid. 20 Ibid. 21 Ibid. 22 When The Earth Neady Died has some impressive documentation to show that the Ice Age is a myth. 23 “The Great Pyramid Mystery.” 24 Ibid. 25 Ibid. 26 Ibid. 27 Ibid. 28 Ibid. 29 Ibid. 30 Ibid. 31 Ibid. 32 Ibid. 33 Ibid. 34 Preston B. Nichols and Peter Moon, Pyramids Of Montauk, (Sky Books, New York, 1995), p 125. 35 Ibid, p 129.

17

CAPÍTULO DOIS

"Não mencione os répteis"

Você está preparado para isto? Eu prefer iria não ter que apresentar as informações que se seguem porque elas complicam a estória e me expõe a enorme ridículo. Mas faça o que você preferir com elas. Se isto é onde as evidências me conduzem , é aonde eu irei todas as vezes. Eu não acho que os Anunnaki das Tabuinhas Sumerianas e os marcianos brancos propostos no "scenario"(sequência de eventos) de Brian Desborough são o mesmo povo, embora deva claramente haver uma conexão genética entre eles. Reunindo as enormes evidências, visões, pesquisa e opiniões, que eu tenho lido ou escutado quase que diariamente nestes últimos anos eu sinto que os Anunnaki são uma raça de uma sucessão genética reptiliana. Na pesquisa OVNI eles se tornaram conhecidos como Reptilianos. Nem estou eu sozinho nesta vis ão. Eu pessoalmente tenho ficado estarrecido com a quantidade de pessoas que estão abertas a estas possibilidades atualmente, e, de fato, estão chegando as mesmas conclusões através de suas próprias pesquisas. Estas pessoas incluem muitas que teriam esc arnecido da mesma idéia não muito tempo atrás. Dr Arthur David Horn, um ex -professor de antropologia biológica da Universidade Estadual de Colorado em Fort Collins-EUA, que outrora acreditou enfaticamente na versão Darwinista de evolução humana, o lento desenvolvimento das espécies humanas via o princípio da sobrevivência do mais apto. Simplesmente sobre o peso das evidências e sua própria experiência, ele agora está convencido que a humanidade foi inseminada por extraterrestres e que uma raça reptilia na tem controlado o planeta por milhares de anos e continua a fazer isso hoje. Esta é minha própria opinião, embora eu tenha tomado um caminho muito diferente para chegar a estas mesmas conclusões. As pesquisas do Dr Horn são detalhadas em seu excelente livro, Humanity’s Extraterrestrial Origins (1) (Origens extraterrestres da humanidade) no qual ele sugere que os individuos que as Tabuinhas Sumerianas denominam os Anunnaki são esta raca réptil, um outro ponto com o qual eu concordo. O famoso astrofísico, Fred Hoyle, disse em uma conferência de imprensa em Londres em 1971 que o mundo era controlado por uma força que poderia se manifestar em muitas formas. "Eles estão em todos os lugares", ele disse a atônitos jornalistas, "no céu, no mar e sobre a Ter ra..." Ele disse que "eles" controlavam a humanidade através da mente. Eu sei que parece totalmente bizarro, mas você precisa ler por inteiro The Biggest Secret (O Maior Segredo) para perceber a riqueza de evidências que apoiam isto. Se você desistir de ler agora ou depois de alguns capítulos porque seu sistema de crenças esta em sobrecarga, a escolha é sua, mas você perderá a oportunidade de observar que o quase histericamente inacreditável é na realidade verdade. Quanto mais eu entrelaço incrív eis quantidades de informações, mais me parece que nós estamos falando de duas situações distintas correndo lado a lado. Havia outras raças extraterrestres por toda extensão da Terra, e ainda há, assim como a raça estraterrestres que os Sumerianos deno minavam os Anunnaki e outros textos denominavam A Raça da Serpente. Poderia bem ter sido algumas das outras(raças) que guerrearam com estes reptilianos Anunnaki. Textos antigos registram estas "guerras dos deuses" em todo mundo e isto poderia incluir con flitos entre diferentes raças extraterrestres assim como aquelas descritas nas Tabuinhas Sumerianas que pareciam envolver facções Anunnaki lutando entre si. Hoje há muitos registros modernos de pessoas que sustentam ter visto pessoas tipo -humanóide cujas pele e faces parecem de lagartos e sapos com grandes olhos protuberantes. Jason Bishop III (um pseudônimo), um investigador do fenômeno estraterrestre, afirma que os reptilianos são na sua maior parte muito mais altos que os humanos e são de sangue fr io como os répteis da Terra. Eles parecem ser muitissimo menos sensiveis emocionalmente que os humanos e a maior parte tem grande dificuldade de expressar amor, ainda que eles sejam extremamente inteligentes e tenham tecnologia muito avançada. Eu devo dizer que é uma excelente descrição das atitudes e comportamento da Fraternidade que controla o mundo hoje. Os registros modernos dos reptilianos casam com as descrições de muitos "deuses" do mundo antigo nos textos e lendas subsistentes. A cultura Ubaid existiu entre 5.000 e 4.000 aC, exatamente antes da Suméria, no que hoje é o Iraque e desenhos(ou imagens) de seus deuses são claras representações de humanóides similares a répteis e lagartos. Você pode ver um desenho (imagem) Ubaid de um lagarto segur ando um bebe lagarto numa seção de ilustrações. A região onde as culturas Ubaid-Suméria surgiram é fundamental para esta estória toda e os desenhos Ubaid representam fisicamente as descrições de "deuses" que dominaram muitas sociedades antigas. As cultu ras centro americanas tiveram sua serpente alada de ouro, Quetzalcoatl; os indios Hopi tinha sua serpente emplumada de ouro, Baholinkonga, e a cultura nativa americana é afogada no imaginário da serpente, incluindo a misteriosa colina em forma de serpent e em Ohio; os indios do leste falam de deuses reptilianos, os Nagas (estes eram uma raça de 'demônios' na lenda dos indios e seu nome significava "Aqueles que não caminham, mas rastejam"); os egípcios tinham seu deus serpente, Kneph, e os faraós eram frequentemente retratados como serpentes; os fenícios tinham Agathodemon, uma outra imagem de serpente; o povo vudu tem o um deus que eles chamam Damballah Wedo, que é retratado como uma serpente; e os hebreus tinham Nakhustan, Serpente de Bronze. O antigo deus britânico, conhecido como o Governante -Dragão do Mundo, era chamado Hu e disto, muito apropriadamente eu sugeriria, nós obtemos o termo humano (Hu -man). O disco-alado símbolo dos Sumerianos, que é encontrado por todo mundo antigo, era normalmente retratado com duas serpentes. O simbolismo da serpente e sua associação com 'deuses' antigos abunda por todas as partes do mundo. O Reverendo John Bathhurst Deane em seu livro The Worship Of The Serpent (3)(A Adoração Da Serpente), escreveu:

18

"...Um dos cinco construtores de Tebas (no Egito) foi denominado depois de deus -serpente dos fenícios, Ofhion... O primeiro altar erigido para Ciclopes em Atenas, foi para 'Ops', a divindade -serpente... A adoração simbólica da serpente era tão comum na Grécia, que Justin Martyr acusa os gregos de o introduzir nos mistérios de todos seus deuses. Diz que os chineses... são supertisciosos para escolher um pedaço de terra para erigir uma casa para morar ou sepultura: conferindo a ele a cabeça, rabo e pés de diversos dragões que vivem debaixo da Terra," A ideia de dragões cospindo fogo e serpentes malignas que aparecem em lendas e textos por todo o mundo poderiam facilmente ter sua origem nos "deuses" reptilianos que outrora operavam abertamente milhares de ano s atrás. Estes eram o Povo Serpente dos textos antigos, inclusive da Bíblia, onde a serpente e um tópico regular. Claro, a serpente tem sido usada para simbolizar muitas coisas e nem toda referência será literalmente um réptil (reptiliano), certamente nã o. mas muitas delas são. Há também um tema comum de um lugar sagrado sendo guardado por uma serpente ou dragão. Nós temos a serpente no Jardim do Éden e o tema serpente/dragão é global. Os persas falam de uma região de extase e deleite chamado Heden que era mais bonito que todo resto do mundo. Era o domicílio original dos primeiros homens, eles diziam, antes de eles serem tentados pelo espirito maligno, na forma de uma serpente, a partilhar da fruta da árvore proibida. Há também a Arvore *Banyon embai xo da qual o 'Jesus' hindu, conhecido como Khrishna, sentou -se sobre uma serpente enrolada e conferiu conhecimento espiritual a humanidade. Os antigos gregos tinham uma tradição das Ilhas dos Abençoados e o Jardim das hespérides no qual crescia a árvore que dava as maçãs douradas da imortalidade. Este jardim era protegido por um dragão. Nos livros sagrados chineses há um jardim no qual cresciam árvores que davam as frutas da imortalidade e elas, também eram protegidas por um serpente alada denominada u m dragão. Nos registros mexicanos antigos, a versão deles da estória de Eva envolve uma grande serpente macho. Uma outra lenda Hindu fala da sagrada montanha de Meru guardada por um terrivel dragão. Muitas e muitas vezes nós observamos o mesmo tema de l ugares sagrados guardados por temerosos dragões e de um reptiliano ou um meio réptil -meio humano, dando conhecimento espiritual para os humanos. As espécies répteis tem uma longa, longa conexão com a Terra, retrocedendo no tempo mais do que 150 milh ões de anos até os dinossauros e além. Se nós estamos querendo entender a verdadeira natureza da vida nós precisamos liberar nossas mentes dos vinculos de condicionamento e perceber que o que nós vemos ao nosso redor na Terra é somente uma minúscula fração de possibilidades. As espécies répteis, como lagartos e cobras, são meramente uma forma da corrente genética reptiliana no universo. Enquanto os dinossauros não são todos répteis de sangue frio, como modernas pesquisas demonstraram, os répteis e dinoss auros estão proximamente relacionados pela aparência fisica somente e ambos geraram uma surpreendente variedade de diferentes formas. Os dinossauros manifestaram -se como tudo, desde criaturas voadoras, grandes e pequenas, até o Tiranossauro Rex de oito toneladas. Estamos realmente dizendo que as correntes genéticas réptil-dinossauro que podem produzir tal diversidade, não podem manifestar -se em uma forma com duas pernas e dois bracos com uma capacidade cerebral através da qual uma consciência tecnicam ente avancada pode operar? Mais recentemente uma maior compreensão dos dinossauros tem revelado que muitos eram muito inteligentes há um milhão de anos atrás. Os Saurornithoides, denominados por sua aparência semelhante a um réptil na forma de pássaro, tinha um enorme cérebro, olhos bem afastados um do outro que concediam uma visão estereoscópica. e dedos com polegares opostos aos outros dedos de cada mão que permitiam pegar e comer pequenos mamíferos (7). Adrian J. Desmond, um dos principais pesquisa dores de dinossauros do mundo, diz que criaturas como os Saurornithoides, ficavam separados dos outros dinossauros "por um abismo comparável ao que separa homens de vacas" (8). Ele pergunta: ”Quem sabe quais altos níveis os sofisticados 'imitadores de p ássaros' teriam alcançado tivessem eles sobrevivido?” (9) Estudos tem sugerido que se os dinossauros não tivessem sumido do mapa por mais um outro cataclisma ao redor de 65 milhões de anos atrás, eles teriam evoluido para um réptil humanóide na época em que vivemos. (10) Dale Russel, o paleontologista sênior da Universidade do Norte da Califórnia, foi solicitado pela agência espacial dos EUA, NASA, a produzir um relatório sobre como o que a vida extraterrestre deveria parecer. Ele desenvolveu o dinossa uro Troodon mantida a ordem com as mudanças geneticas naturais em milhões de anos e criou um modelo de um ser ele apelidou um Dino -sauroid, Este tinha notável semelhança com um humanóide reptiliano e era idêntico aqueles descritos por pessoas que alegam ter visto extraterrestres répteis. Quem pode dizer que este salto evolucionário dos clássicos dinossauros para reptlianos humanóides não aconteceu em uma outra dimensão ou em um outro planeta material e talvez na Terra antes dos dinossauros serem eliminados? Realmente, eles foram todos eliminados? A paleontologia moderna (o estudo dos fósseis) atualmente sugere que nem todos os dinossauros foram mortos pelo impacto do meteorito há 65 milhões de anos atrás e alguns continuam a viver hoje. Mais e mais evidências estão surgindo que pássaros são descendentes dos dinossauros. E enquanto os corpos da maioria dos dinossauros teria sido destruida , suas consciências teriam sobrevivido porque consciência é energia e energia é indestrutivel. Ela só pode ser t ransmutada em uma forma diferente. O que aconteceu com as consciências dos dinossauros que dominaram a Terra por 150 milhões de anos? Como nós vimos, os registros mais primitivos da Assíria, Babilônia, a história do Antigo Testamento, China, Roma, Améri ca, África, India e outros lugares, retratam estórias de dragões. O símbolo da serpente tem sido encontrado também encontrado na antiga Britânia, Grécia, Malta, Egito, Novo Mexico, Peru, e por todas as Ilhas do Pacífico. Há uma semelhança inconfundivel e ntre alguns dinossauros e antigas representações de dragões. Diversas espécies de lagartos pequenos indo -malaios com asas palmadas se parecem tanto com dragões que a eles foi dado o nome Draco imitando a constelação de estrelas de onde a hierarquia de r eptilianos, afirma-se, originou-se. De até mais interesse para mim é o lagarto encouraçado chamado Moloch Horridus que também tem aparência semelhante a de um dragão. Moloch é uma divindade antiga para qual crianças eram sacrificadas há milhares

19

de anos atrás e ainda são atualmente na vasta rede de rituais satânicos. Elas são sacrificadas para os reptilianos que têm procurado dominar o planeta por milhares de anos. Charles Gould que tem extensivamente escrito sobre dragões e répteis, diz: “Há uma espécie de lagarto hibernante e carnívoro que tem asas semelhantes as de dragao e era protegido por couraça e pontas afiadas". (12) Ele acredita que seu habitat fosse as terras montanhosas da Asia central e seu desaparecimento coincidiu com o Dilúvio. (13) Mas há ainda avistamentos de 'lagartos voadores' gigantes em áreas remotas do mundo, especialmente no México, Novo México e Arizona.

Quem são eles e de onde eles vêm?

Há três origens sugeridas para a intervenção reptiliana Anunnaki nos negócios humanos: 1-Eles são extraterrestres; 2- eles são intraterrestres que vivem dentro da Terra; 3 -Eles manipulam a humanidade de outra dimensão sendo encosto de corpos humanos. Eu acho que elas são todas verdade.

Extraterrestres?

Pesquisadores do fenômeno reptiliano concluem que pelo menos alguns têm origem na constelação estelar de Draco (veja figura 4). O sistema Draco inclui a estrela Thurban, outrora a Estrela do Norte, para qual as pirâmides egípcias estão orientadas. (14) De acordo com a pesqu isa do autor Graham Hancock, o antigo complexo de templos em Angkor Wat no Camboja é uma réplica da constelação de Draco como teria sido em 10.500 aC. (15) Esta foi a época que a Terra e seu povo, humanos e extraterrestres, estariam se recuperando do ca taclisma de 11.000 aC e reconstruindo sua civilização. O autor e pesquisador, Robert Bauval, diz que as pirâmides em Giza se alinham com as estrelas no cinturão de Orion como elas teriam estado em 10.500 aC quando Orion estava no seu ponto mais baixo no seu ciclo (os orionitas são uma outra raçaa extraterrestre operando neste planeta, eu suponho). E Hancock e outros pesquisadores sugerem que a Esfinge com corpo de leão em Giza, que se acredita ser muitissimo mais antiga que originalmente datada, teria se voltado diretamente para a constelação de Leão naquela mesma época, 10.500aC. Pesquisas prosseguem sob o oceano ao lado do Japão em uma fantástica estrutura que poderia também datar de 10.500 aC pelo menos. Há muitos que questionaram estas decobertas, especialmente a sincronização das pirâmides de Giza com Orion, mas pelo menos elas deram a partida a uma importante área de investigação, mesmo que provem não serem exatas em todos detalhes. Contudo, descobrir a verdade, especialmente há tanto tempo atrás, é dificilmente fácil. É certamente surpreeendente como as estruturas e templos antigos, de sociedades aparentemente sem conexão ao redor do mundo, se alinham entre si com fantástica precisão astronômica, matemática e geométrica. Mas então, estas sociedades não estavam sem conexão. Como veremos, elas tinham as mesmas origens. Os templos em Angkor Wat estão repletos de imagens reptilianas, um aspecto de todas culturas antigas, incluindo os egípcios, os meso-americanos e os indianos. O Professor Phi llip Calahan em seu estudo sobre as remanescentes e misteriosas torres redondas da Irlanda afirmou que elas estão posicionadas com notável sincronicidade com as constelações estelares da parte norte do céu no solstício de inverno. E as torres se alinham mais perfeitamente com a constelação de... Draco. A cabeça e olhos da formação Draco, como projetado no solo da Irlanda, estão, de acordo com Calahan, localizados em cada lado de Lough Negh(lago) bem no centro da Irlanda do Norte. O lado oriental de Lou gh Neagh é próximo a capital Belfast. (16) Assim a cabeça da constelação Draco está posicionada no solo da Irlanda do Norte e este pequeno pais tem sido cenário de muitos levantes, assassinatos e sofrimento. No final deste livro, aqueles que não estão f amiliarizados com estes conceitos apreciarão o poder do simbolismo para atrair energia para um lugar, negativa e positiva. John Rhodes, (17) um dos primeiros pesquisadores sobre a presença reptiliana, afirma que eles devem ser invasores do espaco que se deslocam de planeta para planeta, disfarçadamente se infiltrando na sociedade hospedeira e eventualmente tomando posse. Os militares reptilianos, é dito, se encarregam das abduções das formas de vida enquanto seus cientistas estudam a biologia e introduzem o código genético reptiliano nas espécies que eles desejam manipular. Isto envolve um programa de cruzamento e que é precisamente o que os textos sumerianos estão descrevendo em relação aos Anunnaki. Rhodes acrescenta que:

"De suas bases subterrâneas, os ETs militares reptlianos.. (estabelecem).. uma rede de cruzamentos reptliano - humanos que se infiltra dentro dos vários níveis da cultura de superfície complexos militares industriais, corpos governamentais, OVNI/grupos paranormais, ordens religi osas e irmandades (sacerdotes),etc. Estes cruzamentos (linhagens), alguns inconscientes de suas instruções genético reptlianas de ‛controle mental’, representam seus papéis subversivos como ‛agentes reptilianos’ montando o palco para uma invas ão ET comandada por reptlianos.” (18)

Intraterrestres?

Na sua expressão física, os Anunnaki são um das muitas raças do interior da Terra que vive no subsolo em enormes catacumbas, cavernas e túneis abaixo da superfície. Uma lenda Hopi (nação indígena norte americana) diz que um

20

complexo de túneis muito antigo existe sob Los Angeles e este, eles dizem, era ocupado por uma raça ‛lagarta’ há uns 5.000 anos atrás. Em 1933 G. Warren Shufelt, um engenheiro de minas, alegou ter o encontrado. (20) Atualmente, diz que, alguns rituais malévolos maçônicos são presididos neste complexo de túneis. Tem havido esforço combinado das autoridades para evitar que a existência destas raças subterrâneas e onde eles vivem se tornem públicas. Em 1909 uma cidade subterrânea que foi construida com a precisão da Grande Pirâmide foi encontrada por G.E. Kincaid perto do Grand Canyon no Arizona. Era grand e o bastante para acomodar 50.000 pessoas e corpos mumificados encontrados no terreno eram de origem oriental ou possivelmente egípcia, de acordo com o líder da expedição Professor S. A. Jordan. (21) Numerosos artefatos foram encotrados, inclusive utens ilios de cobre tão duros como o aço. A Instituiçãoo Smithsonian em Washington DC assegurou-se que estas descobertas permaneçam desconhecidas para o publico (este é o trabalho deles!) e ninguém teria tido conhecimento sobre esta descoberta não fosse por d ois artigos em um jornal local, o Arizona Gazette, em abril de 1909. O pesquisador e autor, John Rhodes, alega ter localizado este terreno e ele o conecta com Sipapuni, o mundo subterrâneo de onde os indios Hopi alegam ter se originado. De acordo com su as lendas, os Hopi outrora viveram dentro da Terra e eram alimentados e vestidos por pessoas ‛formiga’, possivelmente estraterrestres conhecidos como os Greys (Cinzentos). Os Hopi se referem a seus ancestrais como seus ‛irmaos cobra’ e seu ritual subterrâneo mais sagrado é a dança da cobra. Como eu permanecerei enfatizando, nem todos reptilianos são de intenções malévolas e eu não tenho desejo de demonizar a corrente reptliana. Nós estamos falando aqui apenas de um grupo deles. Os Hopi dizem que um dia sob as ordens de sua deusa, Mulher Aranha, eles ascenderam para superfície da Terra e emergi ram através de sua caverna que eles denominavam Sipapuni. Uma vez no lado de fora, Os Hopi dizem, um pássaro zombador (falso) chegou para confundir sua lingua e fez diferentes tribos que falavam diferentes linguas. Isto é de tal modo uma repetição da es tória biblica da Torre de Babel que uma conexão é óbvia. A partir deste dia os Hopi não recriarão as imagens de seus ancestrais cobra por medo da morte. O esquema (layout) do mundo subterrâneo descoberto no Arizona foi descrito por G.E. Kincaid como uma ‛câmara gigantesca da qual irradiavam vintenas de passagens como os raios de uma roda’. Isto é também como a moderna base subterrânea em Dulce, Novo Mexico(EUA) é descrita, e círculos concêntricos de pessoas, compartimentalizadas em diferentes níveis de c onhecimento, é a estrutura pela qual a Fraternidade Global manipula o mundo. Arizona, Novo México, e a área dos quatro ângulos onde os estados do Arizona, Utah, Colorado e Novo México todos se encontram, são algumas das mais importantes regiões da Terra para bases subterrâneas reptlianas. Mas mundos e cidades subterrâneos, no mundo antigo e moderno, existem em abundância por todo mundo. Há relatos de testemunhas oculares de humanóides gigantes avistados nas catacumbas Hal Saflini em Malta durante a dé cada de 30, que foi fechada depois que um grupo de escolares e o guia deles desapareceu. Mais de 30 antigos enormes complexos de túneis e cidades subterrâneas têm sido encontrados proximo a Derinkuya na Turquia. A lista continua (é enorme a lista). As mis teriosas criaturas conhecidas como Pé Grande, uma enorme criatura cabeluda na forma de macaco, é declaradamente de dentro da Terra. Há uma crença largamente difundida entre pesquisadores de OVNIS que há bases subterrâneas reptilianas onde eles trabalham com sua linhagem de elite humano -reptiliana e eu tenho conversado com ex -funcionários da CIA que confirmam isto. Uma raça reptiliana definitivamente vive neste planeta em uma forma física e a única questão é se eles são nativos da Terra ou se eles se ori ginaram de algum outro lugar. De novo é provavelmente as duas hipóteses, uma mistura das duas.

Outras dimensões?

Minha própria pesquisa sugere que é de uma outra dimensão, o mais baixo nível da quarta dimensão, que o controle e manipulação reptiliano são primariamente orquestrados. Sem entender a natureza multidimensional da vida e do Universo, é impossível deduzir -se a manipulação da Terra por uma força não -humana. Como cientistas de mente aberta estão agora confirmando, o Universo consiste d e um infinito número de frequências ou dimensões de vidas compartilhando o mesmo espaço do mesmo jeito que frequências de rádio e televisão o fazem. No momento você esta sintonizado com o mundo tridimensional ou terceira dimensão e portanto isto é o que você percebe como sua realidade. Você esta sintonizado com esta estação em outras palavras. Mas, como com o rádio e a televisão, todas as outras estações estão transmitindo ao mesmo tempo e se você mover o dial do seu rádio ou trocar o canal da tv você p ode se conectar com elas. Quando você faz isso, a estação ou canal que você sintonizava antes não desaparece, ele continua a transmitir, mas você não pode escutá -lo ou vê-lo porque você não esta mais no seu comprimento de onda. Assim é com a consciência h umana. Algumas pessoas (todos se a verdade for dita) pode sintonizar suas consciências para outros comprimentos de onda e conectar -se com informações e consciências operando nesta frequência. Nós denominamos isto poder psíquico, mas ele é simplesmente a habilidade de mover seu "dial" para outra "estação". É de uma dessas outras estações ou dimensões, que a Raça Serpente, os Anunnki, está controlando este mundo pela ‛possessão’ de certas correntes de linhagens (famílias). Mas como minha pesquisa continua, está claro que os controladores reptlianos da quarta dimensão são eles mesmos controlados por entidades da quinta dimensão. onde isso tem fim? Quem pode saber. Sim, sim ,sim. Eu sei que isso soa fora da casinha, mas a verdade geralmente soa assim. Você pode colocar o livro de lado agora se é dificil aceitar isso, mas você precisa lê -lo todo para ver quão colossais evidências existem de que isso é verdade. A estação de onde os reptilianos operam é o mais baixo nível da quarta dimensão, a mais próxima a este mundo físico. Outras pessoas o conhecem como a mais baixa dimensão astral, o lendário lar de demônios retornando no tempo até à antiquidade. É deste ‛lugar’ que os satanistas de hoje invocam

21

suas entidades demoniacas nos seus rituais de magia negra. Eles estão na verdade invocando os reptilianos do nível mais baixo da quarta dimensão. É sugerido por alguns pesquisadores, com bom motivo, que o reptlianos não -físicos são capazes de vazar para esta dimensão através de buracos ou portais na estrutura t empo-espaço ocasionada por testes e explosões nucleares que tiveram inicio nos desertos do Novo México no começo da década de 40. Mas eu acho que tais buracos começaram a serem criados há muito tempo atrás, antes dos cataclismas, quando o mundo estava em um estágio ainda mais avançado tecnologicamente do que hoje. O controle reptiliano do Planeta Terra envolve todos os três temas acima. Eu acho que a corrente genética reptiliana opera por todas partes do Universo e eles não são malevolentes, longe diss o. Tanto quanto com a humanidade, eles contém uma totalidade espectral de atitudes do amor ao ódio, liberdade ao controle. Eu estou identificando um grupo particular deles, não a totalidade da espécie - eu não posso enfatizar isto o bastante. Este grupo controlador veio da constelação Draco e outros lugares, e esta é a origem de termos como draconiano, uma palvra que resumi suas atitudes e agenda. Eles adoram consumir sangue humano e eles são os demônios sugadores de sangue da lenda. As estórias de vampiros são alegorias disso e qual o nome do mais famoso vampiro? Conde Dracula! O Conde simboliza as aristocráticas linhagens cruzadas de reptlianos -humanos que os reptlianos controlam (possuem, mantem o controle) do mais baixo nível da quarta dimensão e Dracula é uma óbvia referência novamente a Draco. Os recentes relatos dos sugadores de sangue (chupacabra) em Porto Rico, México, Flórida e o Noroeste do Pacífico ajustam -se a descrição reptliana. Eles tem sido vistos sugando o sangue de animais de domé sticos de granjas e fazendas como cabras (goat-sucker em inglês). Os reptilianos operam um movimento alicate sobre a raça humana. Sua expressão física vive embaixo da terra e interage nas bases subterrâneas com humanos e cientistas humano -reptilianos (cruzamento) e chefes militares. Eles também emergem para tomar parte em algumas abduções humanas. Mas o controle principal vem por posse completa. O programa de cruzamentos (via sexo e tubos de ensaio) é descrito nas Tabuinhas Sumerianas e no Velho Testamento (os Filhos de Deus que cruzaram com as filhas dos homens). Estas linhas híbridas humano -reptilianas carregam o código genético reptiliano e deste modo podem ser muito mais facilmente possuidas pelos reptilianos do nível mais baixo de quarta dimensão. Como veremos, estas linhagens tornaram -se a aristocracia européia e britânica e as famílias reais e, graças ao ‛Grande’ Império Britânico, elas foram exportadas para o mundo todo para governar as Américas, África, Asia, Austrália, Nova Zelândia etc... Estas linhas genéticas (indivíduos das linhas) são manipuladas para posições de poder político, militar, de mídia, bancário e negócios e deste modo estas posicões são tomadas por reptilianos do mais baixo nível da quarta dimensão escondidos atrás de uma forma humana ou por mentes "marionetizadas" (mind - puppets) por estas mesmas criaturas. Eles operam atraves de qualquer raça, mas predominantemente a branca. Como é bem sabido, há uma área no cérebro humano até hoje conhecida como o cérebro réptil. D entro do cérebro é o segmento primitivo para qual todas outras partes são acréscimos. E, de acordo com o neuroanatomista, Paul Maclean, esta antiga área do cérebro é dirigida por um outro segmento pré -histórico que alguns neuroanatomistas denominam de complexo-R. (22) R é a abreviação para reptiliano porque nós compartilhamos isto com os répteis. MacLean diz que este Complexo-R desmpenha um importante papel no ‛comportamento agressivo, territorialidade, ritualismo e estabelecimento de hierarquias sociais’ (23). Este é precisamente o comportamento padrão dos reptilianos e seus híbridos humano-reptilianos como exposto neste livro. O astrônomo, Carl Sagan, sabia muitissimo mais do que ele divulgava para o público e de fato ele consumiu muito de sua carreira guiando as pessoas para longe da verdade. Mas seu conhecimento da verdadeira situação casualmente vinha a baila, como quando ele disse: "...não faz bem de q ualquer maneira ignorar o componente reptiliano na natureza humana, particularmente nosso comportamento ritualistico e hierarquico. Ao contrario, o modelo deve nos ajudar a entender tudo sobre o que os seres humanos são." (24) Ele acrescenta em seu livr o, The Dragons Of Eden ( Os Dragões Do Éden), que até mesmo o lado negativo do comportamento humano é expresso em termos reptilianos, como em assassinos de sangue frio. Sagan (o nome invertido forma a palavra Nagas, os deuses reptilianos dos indios do leste) claramente conhecia o assunto, mas escolheu não revelar abertamente o que ele sabia. Enquanto o feto humano esta se transformando em um bebê ele passa por muitos estágios que se conectam com os maiores pontos evolucionários no desenvolvimento da pres ente forma física, Estes incluem conexões com mamíferos não primatas, répteis e peixes. Há um ponto em que o embrião desenvolve guelras, por exemplo. O embrião humano é muito parecido com o dos pássaros, carneiros e porcos até a oitava semana quando ele segue seu próprio caminho evolucionário. Ocasionalmente as instruções genéticas falham em lembrar o ultimo script e alguns bebês nascem com caudas. Estes são chamados ‛caudal appendages’ (apêndices caudais) e se formam na parte mais baixa da região lombar. A maioria é imediatamente removida pelos doutores, mas em alguns países mais pobres onde tal assistência médica não está acessivel, há pessoas que vivem por todas su as vidas com caudas. (25) Feromônio é uma substância secretada e liberada por animais para que eles possam ser detectados por membros de uma mesma espécie. Os feromônios na mulher humana e iguanas são um casamento quimico (chemical match). (26) Examine novamente aquelas ilustrações no começo do primeiro capítulo detalhando o número de planetas e estrelas que existem na fração do Universo que nós conhecemos. O número de formas de vida nesta galaxia somente é além da imaginação e isto e apenas no níve l de existência tridimensional. Se nós julgarmos possibilidades, como nós fazemos, apenas pelo que nós vemos sobre um pequeno planeta em um pequeno sistema solar, nosso campo de percepção, imaginação e visão será tão microscópico que um entendimento do qu e esta realmente acontecendo com este mundo será impossível. Para este nível de entendimento a idéia que uma raça reptiliana está controlando o planeta de outra dimensão ficará tão longínqua quanto será incompreensível. Esta é a maneira que a grande maio ria recebera, a princípio as informações deste livro, mas a valorização da ‛conexão reptiliana’ está crescendo entre os pesquisadores que estão

22

interessados na verdade e não somente preocupados em defender um sistema de crenças ou procurando por aprovaçã o do público. Em um notável período de 15 dias enquanto eu viajei pelos EUA em 1998, eu encontrei mais do que uma duzia de pessoas sem relações umas com as outras que me contaram como eles tinham visto humanos se transformarem em répteis e retornarem a sua forma novamente em frente de seus olhos. Dois apresentadores de tv tiveram tal experiência enquanto entrevistando um homem que era a favor da centralização global do poder conhecida como a Nova Ordem Mundial (New World Order). Depois da entrevista ao vivo, o apresentador disse para seu colega que ele tinha experimentado uma visão surpreendente durante a entrevista. Ele tinha visto a face do homem transformar -se em uma criatura similar a um lagarto e então voltava a humana. Sua companheira apresent adora estava perplexa porque ela tinha visto as mãos do entrevistado transformar-se em reptilianas. O apresentador também me contou de uma experiência que um amigo policial teve enquanto fazendo uma visita de rotina a um quarteirão de escritórios em Aur ora, perto de Denver, Colorado. O policial comentou com um executiva de uma das empresas no térreo da extrema qualidade da segurança no edificio. Ela disse que ele deveria dar uma olhada nos andares superiores se ele quisesse saber quão amplo eles realmen te eram. Ela também apontou um elevador que somente ia até certos andares no topo do edificio e, enquanto eles papeavam, ela contou para ele sobre algo que ela tinha visto algumas semanas antes. O elevador se abriu e uma figura muito estranha surgiu. Ele era branco ao ponto de ser albino, mas tinha um rosto com forma de lagarto e suas pupilas eram verticais como as de um réptil. Esta figura parecida com lagarto saiu do elevador e entrou em um carro com jeito de ser do governo que esperava no lado de fora. O policial ficou tão intrigado que ele usou de seu próprio tempo para checar sobre as empresas do topo do edificio servidas pelo misterioso elevador. Ele descobriu que elas eram todas fachadas para a Agência Central de Inteligência (Central Intelligence Agency), a CIA. Assim como há as experiências de Cathy O'Brian, a escrava com a mente controlada do governo dos EUA por mais de 25 anos, que ela detalha no seu surpreendente livro, ‛Trance Formation of America’, escrito com Mark Phillips. (27) Ela f oi sexualmente abusada quando criança e quando adulta por uma série de pessoas famosas nomeadas no seu livro. Entre eles estavam os presidentes dos EUA, Gerald Ford, Bill Clinton e, mais apavorantemente, George Bush, um grande participante na Fraternidade , como meus livros e outros já expuseram. Foi Bush, um pedófilo e serial killer (assassino em série), que regularmente abusou e estrupou a filha de Cathy, Kelly O'Brien, quando ela era uma criança pequena antes que a corajosa exposição desses estarrecedo res eventos por sua mãe forçasse as autoridades a remover Kelly do programa de controle da mente conhecido como Projeto Monarch. Cathy escreve em ‛Trance Formation Of America’ como George Bush estava sentado em sua frente em seu escritório em Washington DC quando ele abriu um livro em uma página retratando "alienígenas similares a lagartos de um lugar no espaço bem distante." (28) Bush então alegou ser um "alienígena" ele mesmo e pareceu, na frente dela, transformar -se ‛como um camaleão’ em um réptil. Cathy acreditou que algum tipo de holograma foi ativado para realizar isto e de seu entendimento na época eu posso ver porque ela racionalizou sua experiência deste modo. Qualquer um faria isso, porque a verdade é muito fantástica para compreender até você ver o desenvolvimento gradual de evidências. Não há duvida que programas da mente fundamentados por alienígenas são parte desses projetos de controle da mente e que a cena OVNI -Extraterrestre por inteiro está sendo massivamente manipulada, não menos at ravés de filmes feitos em Hollywood para moldar o pensamento do público. Cathy diz em seu livro que George Lucas, o produtor de Star Wars, é um agente secreto da NASA e da Agência Nacional De Seguranca (National Security Agency), o tronco "mãe" da CIA. (29) Mas dada as evidências apresentadas por outras tantas pessoas, eu não acredito que o que Bush disse e Cathy viu era apenas um programa de controle da mente. Eu acho que ele estava revelando o Maior Segredo, que uma raça reptiliana de uma outra dimensã o tem estado controlando o planeta por milhares de anos. Eu conheço outras pessoas que viram Bush se transformar em um reptiliano. O presidente do México nos anos 80, Miguel de La Madrid, também usou Cathy no seu estado de mente controlada. Ela disse que ele contou a ela a lenda da Iguana e explicou que extraterrestres similares a lagartos visitaram os maias no México. As pirâmides maias, sua tecnologia astronômica avançada e o sacrifício de virgens, foram inspirados por alienígenas similares a lagartos, ele contou a ela. (30) Ele acrescentou que estes reptilianos se acasalaram com os maias para produzir uma forma de vida que eles pudessem ocupar. De La Madrid contou a Cathy que estas linhagens reptiliano - humanas podiam flutuar entre uma aparência hu mana e iguana através de habilidades similares as do camaleão - "um perfeito veículo para converterem-se em líderes mundiais", ele disse. De La Madrid sustentou ter linhagem maia -lagarto no seu sangue que o permitia transformar -se novamente em iguana à vontade. Ele então transformou-se diante do olhos dela, como Bush o fez, e pareceu ter uma língua e olhos similares aos dos lagartos. Cathy, conpreensivamente acreditou que isto era uma outra projeção holográfica, mas era realmente? Ou De La Madrid estava dizendo algo muito próximo da verdade? Este tema de ser como um camaleão é meramente um outro termo para "shape -shifting"(troca de aparência), um tema que você encontrará por toda parte no mundo antigo e, entre as pessoas de mente aberta, no mundo moderno também. Troca de aparência é a habilidade de usar sua mente para projetar uma outra imagem física para as pessoas verem. Tudo é energia vibrando em velocidades diferentes, então se você usa sua mente para re -vibrar aquela energia em uma ressonância diferente, você pode apresentar-se em qualquer forma que você escollher. Várias testemunhas têm descrito como os assim-chamados "Homens de Preto" (Men in Black) se materializam e se desmaterializam quando eles intimidam pessoas que estão transmitindo informações sobre extraterrestres e OVNIS. Eles podem fazer isto porque eles são seres interdimensionais que podem apresentar -se em qualquer forma. Esta é a razão principal para a obsessão com acasalamentos entre as familias de linhagem de Elite. Eles estão procura ndo manter uma estrutura genética que os

23

permita mover-se entre dimensões e trocar de aparência entre um aspecto humano e reptiliano. Uma vez que a estrutura genética torne-se muito diferente de sua origem reptiliana, eles não podem trocar de aparência des se jeito. No laboratório de controle da mente do Centro Aero Espacial Goddard da Nasa próximo a Washington DC, Cathy diz que ela foi apresentada a outro tema alienígena por Bill e Bob Benett, duas figuras bem conhecidas na política dos EUA e fundamentalmente conectados as redes da Fraternidade. Após serem dadas a ela drogas de alteração da mente, isto é o que ela diz ter observado (experimentado):

"No escuro ao meu redor eu podia ouvir Bill Benett falando: "Este é meu irmão, Bob. Ele e eu trabalhamos como uma unidade. Nós somos alienígenas para esta esta dimensão -dois seres de um outro plano." "A luz high-tech dispositivo luminoso redemoinhando ao meu redor me convenceu que eu estava transfigurando dimensões com eles. Um laser de luz atingiu a parede negra na minha frente, o qual parecia transformar-se em uma vista panorâmica de um coquetel na Casa Branca - como se eu tivesse transfigurado dimensões e me encontrasse entre eles. Não reconhecendo ninguém, eu frenéticamente perguntava: "Quem são estas pessoas?" "Eles não são pessoas e isto não é uma espaçonave", Bennett disse. Enquanto ele falava, a cena holográfica mudava de maneira constante tão levemente até as pessoas parecerem ser alienígenas similares a lagartos. " Bem-vinda ao segundo nível do subterrâneo (organização). Isto é uma mera imagem espelhar da primeira (ou reflexo espelhado da primeira), uma dimensão alienígena. Nós somos de um plano trans -dimensional que se extende e rodeia(cinge) todas dimensões...

tenho levado você através da minha dimensão como um método de estabelecer domínios mais fortes sobre sua mente do que o plano de Terra permiti," Bill Bennett estava dizendo. "Sendo alienígena, eu simplesmente faço meus pensamentos seus pensamentos pela projeção deles em sua me nte. Meus pensamentos são seus pensamentos." (32)

De novo, isto poderia ser simplesmente um dispositivo programado, mas dada outras evidências que eu estou apresentando, não é mais provável que, sob os efeitos de drogas e outras técnicas, a mente de Cathy tenha se transferido para a dimensão em que os reptilianos operam? Os reptilianos provêm do nível mais baixo da quarta dimensão e meramente usam corpos físicos como seus veículos para manipular esta dimensão. Faz sentido, portanto, que se você sintonizar sua mente para verdadeira dimensão deles você os verá como eles realmente são. As descrições de Cathy espelham aquelas de alguns "abduzidos" que se recordaram como seus abdutores extraterrestres a princípio pareciam completamente humanos, mas então a lteravam-se para parecer como lagartos humanóides. Estas pessoas são realmente abduzidas por alienígenas em espaçonaves, ou elas são submetidas a técnicas de controle da mente como aquelas experimentadas por Cathy O'Brien que as conecta com o nível mais ba ixo da quarta dimensão? Hunter S Thompson em seu livro, Fear And Loathing In Las Vegas (Medo e repugnância em Las Vegas), (33) descreve -se vendo répteis enquanto drogado e um cara que eu encontrei nos EUA (nestes 15 dias que eu mencionei anteriormente) me contou uma estória similar. Ele "viajou" com enorme quantidade de LSD nos anos 60 e em seu estado consideravelmente alterado da mente ele via algumas pessoas como humanos e outras como lagartos humanóides e outras répteis. Por um tempo ele acreditou que ele estava meramente tendo alucinações, mas como um ‛viajante’ regular de altas doses ele começou a perceber que o que ele estava vendo, habitualmente pelo terceiro dia de uma "viagem" (trip) de 5 dias, não era uma alucinação, mas os véus vibratórios erguendo-se o que permitia a ele ver através do material (físico) para a força controlando a pessoa. Nestes momentos as mesmas pessoas sempre tinham aspectos de lagarto e as mesmas pessoas sempre pareciam humanas. Elas nunca se transformavam. Ele também começou a observar que aqueles ao redor dele que tinham ap arência similares a lagartos em seu estado alterado sempre pareciam reagir igual a filmes, programas de tv, etc. "Nós costumavamos rir e dizer "aí vem os lagartos"," ele me disse. Ele acreditava que havia, para usar sua própria frase, um "campo morfogenéti co" o qual se transmitia para o DNA da pessoa -lagarto e alinhava a estrutura celular para o esquema genético reptiliano. Mais genes reptilianos a pessoa carrega mais fácil é a transmissão , ou quiçá controle, se realizar. E os individuos com estrutura celular mais alinhada com o esquema reptiliano são as famílias da Elite que governa o mundo até hoje. Não é sem razão que Diana, Princesa de Gales costumava chamar os Windsors de os "lagartos" e de os "répteis" e dizia com seriedade: "Eles não são humanos". I sto foi contado para mim por uma confidente íntima de Diana por 9 anos a quem eu cito prolongadamente mais tarde neste livro. Ao fim destes 15 dias, após encontrar pess oas e mais pessoas me contando a mesma estória de ver humanos tornarem -se répteis, eu estava sentado na sala de conferências do evento Whole Life Expo em Minneapolis onde eu estava me apresentando e palestrando sobre estas experiências quando uma senhora com dons mediúnicos me disse que ela sabia sobre o que eu estava falando, porque ela podia ver os répteis por dentro e ao redor dos corpos de políticos que lideravam o mundo, e a elite militar, bancária e dos negócios. Isto era possível porque, como qualqu er um que tenha acesso à visão mediúnica, ela podia ver através da matéria e para o mais baixo nível da quarta dimensão onde os reptilianos habitam. O que Miguel De La Madrid disse para Cathy O’Brian? As linhagens reptilianas -humanas podiam flutuar entre u ma aparência humana e iguana através de habilidades similares as do camaleão – “ um veículo perfeito para converterem -se em líderes mundiais". Esta médium disse que a maioria das pessoas em posições de poder pareciam ser répteis, mas havia

24

outros que ainda eram humanos e estas pessoas, ela disse, eram “eclipsados e controlados” por um réptil, mas eles não são realmente répteis. Nós denominariamos isto ser possuido. Esta é uma distinção importante. Há os ‛puros sangues’ que são os reptilianos usando uma aparente forma humana para esconder suas verdadeiras naturezas, e os ‛híbridos’, os reptilianos-humanos de linhagens acasaladas, que são possuídos pelos reptilianos da quarta dimensão. Um terceiro tipo são os reptilianos que diretamente se manifestam nesta d imensão, mas não podem manter este estado indefinidamente. Alguns dos “Homens de Preto” são exemplos disto. Muitas das pessoas possuídas não terão idéia de que isso acontece, mas seus pensamentos são pensamentos reptilianos e eles agem de maneiras que a Ag enda avance sem se darem conta do como e porque eles estão sendo usados, nos bastidores. Liderando famílias da Fraternidade como os Rothchilds e os Windsor estão os full-bloods, reptilianos vestindo corpos físicos humanos como um sobretudo com completo con hecimento de quem eles são e da Agenda que eles procuram implementar. Um outro comentário que a médium fez foi que em seu estado alterado de consciência, Hillary Clinton aparecia como uma réptil, enquanto seu marido, Bill Clinton o presidente dos EUA, era somente eclipsado e controlado por um. Isto é interessante porque minha própria pesquisa, e de outros, revelou Hillary Clinton ser muito superior na hierarquia a Bill, que, embora sendo de uma linhagem, é um peão no jogo, para ser usado e descartado quando necessário. Não é sempre que as pessoas mais poderosas são colocadas no que parece ser os trabalhos mais poderosos. Frequentemente eles não são. Eles são os que exercem influência sobre aqueles que parecem ter o poder. Há uma outra diferença chave entr e os puros-sangues e os acasalados. Tudo é criado pelo som. Quando você pensa ou sente, você emite uma onda de energia que muda a energia ao redor de você para ressoar no mesmo nível vibratório. Aquela onda é na verdade um som, transmitindo além do alcance da audição humana. A forma não pode existir sem som. Como você pode ver em uma fantástica série de videos chamada Cymatics (34), é o som que transforma a matéria em forma. Nos videos, areia e outras partículas são colocadas sobre uma lâmina de metal e est e é vibrado por diferntes sons que rearranjam a areia em surpreendentes padrões geométricos frequentemente. De acordo com cada mudança de som os padrões mudam. Retornando para o som original e o padrão original retorna imediatamente. É como as ondas que fo rmam os círculos concêntricos das órbitas planetárias ao redor do Sol que eu mencionei no último capítulo. O Sistema Solar é também a criação do som. Tudo é. No começo era a palavra e a palavra era... som. Nos videos Cymatics você vê as partículas se transformarem em mini planetas, sistemas solares e galaxias, somente por meio de vibrações sonoras. Som é também uma maravilhosa forma de cura porque por ressoar no corpo e nos seus orgãos dentro de suas vibrações peculiares eles podem ser curados. Doença é enf ermidade (dis-ease), a desarmonia do estado natural vibracional do corpo e, porque nossos pensamentos e emoções são na verdade ondas sonoras, nossos pensamentos e emoções desequilibrados rompem a harmonia vibracional e portanto levam à dis -ease (enfermidade). Isto é como o stress emocional causa a doença. É tão simples. De qualquer maneira, um outro incrível exemplo de tudo isto nos videos Cymatics é ver figuras quase similares a humanos formadas a partir de partículas quando certos sons são emitidos. Nosso s corpos também são o resultado de som ressoando energia em forma e se nossas mentes são poderosas o suficiente para mudar o alcance sonoro do corpo, ele se alterará para uma outra forma ou desaparecerá desta dimensão completamente. Isto é o que se chama t roca de aparência. Não é um milagre, é ciência, as leis naturais do universo. Os puros -sangues reptilianos do nível mais baixo da quarta dimensão podem portanto fazer suas formas físicas humanas desaparecerem e trazer a tona seus níveis de existência reptlianos. Eles trocam de aparência. Para nós nesta dimensão eles parecem humanos, mas isto é somente um sobretudo vibracional. Depois que o primeiro rascunho deste capítulo estava completo eu encontrei uma mulher, dess