enkonduko pt, Notas de estudo de Geologia
rafael-do-o-2
rafael-do-o-2

enkonduko pt, Notas de estudo de Geologia

23 páginas
19Números de download
1000+Número de visitas
100%de 0 votosNúmero de votos
Descrição
Tudo que você precisa saber sobre o esperanto e sobre o maior portal de ensino do idioma, o Lernu!. Iniciação gramatical de forma simples e objetiva do esperanto para iniciantes. A iniciação gramatical se encontra na parte final do arquivo.
30 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 23
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 23 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 23 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 23 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 23 páginas
Enkonduko en Esperanton

Introdução ao Esperanto

Conteúdo O lernu! Sobre o Esperanto Apresentação da língua Frases

Portal multilíngue para se informar e aprender o Esperanto.

2

O lernu!

Introdução

lernu: palavra em Esperanto que significa "aprenda".

Generalidades

lernu!: Portal gratuito para divulgação e aprendizagem da língua internacional Esperanto.

É também uma espécie de experimento sobre métodos de aprendizagem de língua através da rede, sem professor e sem classe. Nós estamos abertos a colaboração e trocaremos experiências e técnicas com prazer!

Origem

A ideia de lernu! como um meio de aprendizagem nasceu em ligação com o primeiro seminário Esperanto@Interreto (E@I) realizado na Suécia em abril de 2000, e se concretizou em outubro de 2001 durante o segundo E@I, também na Suécia. Em julho de 2002, o projeto recebeu apoio da fundação ESF, e o portal começou a ser criado em agosto do mesmo ano. O lançamento aconteceu quatro meses depois, em dezembro.

Durante esses anos, muitíssimas pessoas diferentes contribuíram para o projeto e influenciaram nele. Você também pode fazer isso de diferentes maneiras.

Apoiadores

O projeto lernu! é financeiramente patrocinado pela fundação norte-americana de pesquisas "Esperantic Studies Foundation", ESF. A equipe que realizou o portal é parte do grupo de trabalho internacional Esperanto@Interreto, E@I.

Esperantic Studies Foundation

A ESF foi fundada en 1968, por iniciativa de Humphrey Tonkin, Jonathan Pool e E. James Lieberman, em primeira instância para patrocinar e estimular a evolução da literatura especializada em inglês a respeito do Esperanto. Pouco a pouco o uso do Esperanto na educação se tornou um dos cuidados prioritários de ESF, entre outras coisas por causa de sua associação com os Cursos de Verão da América do Norte, NASK, para o qual ela agora dá sustento financeiro e organizacional.

Esperanto@Interreto

A E@I é um grupo de trabalho ligado à Organização Mundial da Juventude Esperantista. Realiza projetos que auxiliam usuários do Esperanto a usar a rede para colaboração global, informar a respeito do Esperanto e ensiná-lo. Os três principais campos de ação são: criar sítios, organizar seminários e informar a respeito de como o Esperanto e a Internet podem ser usados para uma comunicação mundial com facilidade e rapidez!

3

Equipe

Deixe-me apresentar... A EQUIPEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE DO

LERNUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Nome: Bertilo WENNERGREN

País: Coreia do Sul e Alemanha (com passaporte sueco)

Funções: Programação e aconselhamento linguístico

Apresentação: Eu nasci em 1956. Eu aprendi o Esperanto em 1980 (depois de um interesse de muitos anos pela língua). Sou programador, músico e membro da Academia de Esperanto. Moro com minha esposa na maior parte do tempo em Seul, na Coreia do Sul, mas, durante uma parte do ano, na Alemanha. O Esperanto é a língua que usamos em casa.

Nome: Erin PIATESKI

País: Estados Unidos da América

Funções: Traduz o portal lernu! para o inglês, ajuda na gravação de sons, e organiza a colaboração entre lernu! e NASK.

Apresentação: Eu nasci em 1980, perto da capital dos Estados Unidos. Eu me tornei esperantista em 1995, porque eu soube que o Esperanto é uma língua fácil e eu queria poder falar fluentemente uma língua estrangeira. Eu então nem imaginava que alguém poderia viajar por meio do Esperanto. Eu sou engenheira mecânica. Nos meus tempos livres eu gosto de ler e cozinhar comidas vegetarianas do mundo inteiro.

4

Nome: Hokan LUNDBERG

País: Suécia

Funções: Em lernu!, ajuda na programação, nos cursos e no planejamento.

Apresentação: Eu nasci na Suécia em 1972 e comecei no Esperanto quando tinha 25 anos. Desde então eu estou em atividade a respeito de vários projetos de Esperanto e organizações. Em 2002 eu comecei a morar em Belgrado (Sérvia) juntamente com Sonja Petroviĉ (outra integrante da equipe) e trabalhei em tempo integral com projetos de Esperanto (principalmente lernu.net) durante 3 anos. Agora eu moro em Estocolmo (Suécia) e trabalho como professor ginasial de programação.

Nome: Jevgenij GAUS

País: Lituânia

Funções: Atualmente é o principal programador de lernu!.

Apresentação: Eu comecei minha vida no ano de 1978. Em 1999, comecei a aprender Esperanto e depois de alguns meses de aprendizado comecei a ensiná-lo. Agora estudo Direito e ao mesmo tempo vivo o Esperanto. Eu adoro me ocupar com diversos projetos internacionais.

Nome: Neringa GAUS

País: Lituânia

Funções: É responsável pelo conteúdo de lernu!, cria exercícios, é responsável pelas seções "Gazetoj" e "Vorto de la tago", ajuda na tradução de lernu!.

Apresentação: No ano de 1984 o destino decidiu que eu já devia ver o mundo, e eu... nasci. O Esperanto eu comecei a aprender em 2001 e pouco a pouco comecei a me ocupar com diversos projetos esperantistas. Agora eu dedico muito tempo ao lernu! e à revista digital em lituano "Esperanto mozaika". Além disso eu estudo computação em uma das universidades lituanas.

5

Nome: Sonja PETROVIĆ

País: Sérvia e Montenegro (mas agora mora na Suécia)

Funções: Coordenadora oficial do projeto lernu!, ocupa-se com ele num pouco de tudo ;-).

Apresentação: No ano de 1998, com 15 anos, decidi aprender Esperanto para experimentar outros países além da ex-Iugoslávia, onde eu nasci. Isso se mostrou ser uma boa ideia: graças ao Esperanto eu viajei muito pelo mundo até 2004, quando nasceu minha filhinha Iva. Em 2005 nos mudamos para a Suécia, país do pai de Iva, Hokan. Além de projetos esperantistas e brincadeiras com a pequenina, eu estudo e gosto muito de ler, encontrar amigos, cultivar flores e legumes e embelezar a nova casa.

Colaboradores especialmente importantes

Aaron CHAPMAN

Providencia voz e registro de sons e foi o principal responsável pelo visual de lernu!. Ele mora com sua esposa Karlina em Vancouver, Canadá. Aaron é um dos primeiros membros da equipe.

Allon ROTHFARB

Um programador de Israel. Ajudou na programação e funcionamento do idioma hebreu (e outras línguas onde se escreve da direita para a esquerda - RTL) no portal.

Chuck SMITH

O fundador da Wikipédia em Esperanto e Eklaboru. Ele ajudou a traduzir e testar o lernu!.

Clayton SMITH

O primeiro programador-chefe do sítio. No lernu!, ele agora se ocupa com a administração do servidor.

Cleve LENDON

Programador canadense que agora vive em Tóquio, no Japão. No lernu! ele criou o sistema de separação de palavras para o dicionário. Além de criar programas e páginas sobre Esperanto, Klivo gosta de dança irlandesa.

6

Helen CLAESSON

Desenhou a maioria das ilustrações do portal, entre outras, para os cursos "Gerda Malaperis", "Jen nia IJK", "Ana Pana", para a gramática concisa e todas as figuras com o gato Maz.

Henning VON ROSEN

Contribuiu muito para conceber o lernu!, sendo um dos primeiros membros. Ajudou a criar o dicionário ilustrado para lernu!. Henning mora na Suécia.

Ingvar VON SCHOULTZ

Ele mora na Suécia. Em lernu! ele ajudou na programação, principalmente para o curso "Vojaĝu kun Zam".

Oleg IZYUMENKO

No lernu!, ajudou com a tradução para o russo, suporte linguístico e implementação de tecnologias do Google no sítio, e também com o apoio ao lernu! feito pelo Google e com a participação do lernu! em seus programas.

Radojica PETROVIC

Criou exercícios para o curso "Jen nia IJK" de lernu!. Ensina computação e metodologias de ensino numa universidade em Ĉaĉak, em Sérvia e Montenegro. Radojica é o prezidente da ILEI (Internacia Ligo de Esperanto-Instruistoj, "Liga Internacional de Professores de Esperanto"). Trabalho muito pelo projeto Interkulturo.

Vitaly MONASTYREV

Programador nascido na Ucrânia, atualmente residindo na Alemanha. Ajudou na programação e na versão para baixar do lernu!.

Sobre o Esperanto

Introdução

Olá, eu sou Zam! Esta apresentação reflete como nós da equipe-lernu! vemos o Esperanto, com base em nossas experiências. Há muitas coisas interessantes e atraentes para se fazer através da língua, e isso nós apresentamos

aqui!

7

O que é o Esperanto?

Ele é uma língua muito útil para a comunicação internacional.

Importantes características do Esperanto

Internacional: O Esperanto é útil principalmente para a comunicação entre pessoas de diversas nações que não têm uma língua materna comum. Neutra: Ele não pertence a nenhum povo ou país em especial e por isso funciona como uma língua neutra. Igualitária: Quando usamos o Esperanto, sentimo-nos mais iguais do ponto de vista linguístico se compararmos, por exemplo, com o uso do inglês para se falar com uma pessoa que tem o inglês como língua pátria. Relativamente fácil: Graças à estrutura e construção da língua, é normalmente muito mais fácil começar a dominar o Esperanto do que qualquer língua nacional estrangeira. Vivo: O Esperanto evolui e vive igualmente como outras línguas e através dele é possível expressar os mais diversos aspectos do pensamento e sentimento humanos.

Para nós que criamos este sítio é um prazer utilizar o Esperanto. Através dele nós diariamente nos comunicamos com amigos de diversos países e continentes, principalmente pela Internet. Nós

vivenciamos o Esperanto como um instrumento apropriado para o cultivo de amizade e colaboração entre pessoas de diferentes

línguas nacionais.

A ideia do Esperanto

"A ideia interna do Esperanto é: sobre um fundamento linguístico neutro, derrubar os muros entre os povos e acostumar os homens a ver no seu próximo apenas um ser humano e um irmão" [L. Zamenhof, 1912]

A ideia básica do Esperanto é sustentar a tolerância e o respeito entre os homens de povos e culturas diversas. A comunicação de fato é parte essencial da compreensão recíproca, e se a comunicação acontece através de uma língua neutra, isso pode ajudar a que as pessoas se sintam em igualdade de condições e de respeito umas às outras.

Como usuário comum do Esperanto a gente não pensa com frequência nele como "um fundamento linguístico neutro" e belas palavras referentes a isso. A gente simplesmente se alegra por ter a posssibilidade de livremente e naturalmente se expressar

em conversas com pessoas de outros países e culturas.

8

L. Zamenhof 1859-1917

Zamenhof nasceu em uma cidade com muitas etnias, Bialistoque (que atualmente fica na Polônia) e ali amiúde vivenciou brigas entre as etnias. Isso fez nascer nele o desejo de criar uma nova língua que pudesse ser ponte entre os diversos grupos linguísticos. Durante sua juventude ele ocupou-se muito com seu projeto linguístico, e com 27 anos de idade o apresentou com o pseudônimo "Doutor Esperanto". Zamenhof era judeu, trabalhou como oftalmologista e teve uma família com algumas crianças. Ele também tentou criar uma "religião neutra" O Homaranismo, mas esse projeto nunca se espalhou verdadeiramente. Entretanto o Esperanto de nenhuma maneira tem relações com alguma religião ou seita.

História do Esperanto

O início

O Esperanto foi iniciado por L. Zamenhof no final do século 19 através de um livrinho chamado Lingvo Internacia. Pessoas desejosas de um contato internacional iniciaram o aprendizado da língua e começaram a usá-la. Assim nasceu o Esperanto. Pouco a pouco ele estabilizou-se e evoluiu para uma língua usada e apreciada por muitas pessoas em muitos países.

Primeiros cem anos

Zamenhof apresentou a língua em 1887 e durante os primeiros cem anos ela pouco a pouco se espalhou pelo mundo. Os princípios básicos da gramática, formação de palavras e pronúncia não mudaram, mas o sentido de algumas palavras sim, e introduziram-se muitas novas raízes. Cem anos não é um longo tempo para uma língua! Mas já durante esse tempo muitas pessoas usaram-na, assim contribuindo para a sua evolução natural.

9

Como será o porvir do Esperanto depende de você e de mim! Todos os que o usam e se interessam por ele em

conjunto fazem a sua evolução.

Campos de Utilização

É possível utilizar o Esperanto de muitas maneiras. Ao que tudo indica, as mais comuns são as que apresentamos a

seguir.

Para Viajar

É muito interessante viajar "através" do Esperanto. Pode-se hospedar na casa de outros esperantistas (normalmente sem custos) e assim conhecer o país/região por dentro. Todo ano edita-se o livreto Pasporta Servo que tem endereços de hospedeiros em mais de 80 países.

Encontros internacionais

Regularmente acontecem encontros de diversos tipos em Esperanto. Eis alguns exemplos: Congresso Internacional da Juventude (encontro com cerca de 400 jovens), Seminários Esperanto@Internet (seminários a respeito da Internet), Congresso Mundial (o maior encontro, normalmente com mais de 1500 participantes) e Internacia Seminario (grande festa de fim de ano na Alemanha).

Através da Internet

Se gostamos de usar correio eletrônico ou mensageiros instantâneos ou grupos de discussão, então não faltarão possibilidades de comunicação com outros falantes de Esperanto sobre os mais diversos temas. De fato a Internet e o Esperanto combinam muito bem!

10

Cultura

O Esperanto tem a sua própria cultura: música, literatura, teatro, etc. Aqui você experimentará um pouco deste

gostinho.

Música

Eis 5 grupos populares.

Agradecemos a Eurokka (Esperanto-Universala-Rok-Organizo, Kolektiva Komunik-Asocio) - que objetivam desenvolver e divulgar no movimento esperantista e também fora dele a cultura da música esperantista, às bandas e artistas que cantam em Esperanto - pela ajuda no direito de usar as canções em lernu!, onde você encontra a apresentação de algumas bandas, seus cantos em formato mp3 e textos dos cantos.

Literatura

Existem muitos livros em Esperanto, tanto originais como traduzidos. Eis algumas capas:

"Já na primeira brochura do Esperanto encontrava-se um poema. Desde o início, as pessoas perceberam com que riqueza e beleza é possível exprimir-se nesta língua; é de fato uma língua em que o ser se sente livre. Os homens, então, com arte o utilizaram. Assim nasceu uma literatura mais rica do que de muitas línguas no primeiro século de sua existência." (Claude PIRON)

Alguns contos muito interessantes você encontrará na biblioteca de lernu!.

11

Perguntas habitualmente feitas sobre o Esperanto

Abaixo você encontrará perguntas feitas habitualmente a respeito do Esperanto e respostas a elas. Se você tem outra pergunta,

você está convidado a escrevê-la a demando@lernu.net

Quantas pessoas falam em Esperanto? Ninguém sabe realmente... Não são muitas, se compararmos com as "grandes" línguas, mas são em número suficiente para possibilitar a você usar a língua de muitas maneiras. Para alguns exemplos concretos, veja Campos de utilidade em lernu!.

Com quais línguas o Esperanto mais se parece? Depende do ponto de vista... Muitos radicais são originários das línguas europeias, mas a gramática do Esperanto tem vários aspectos, os quais não são típicos de línguas europeias, mas fazem com que ela seja algo semelhante, por exemplo, ao turco, ao kiswahili ou ao chinês.

É fácil aprender Esperanto? Se compararmos com as línguas nacionais, sim. Mas, como sempre, depende do próprio indivíduo e de quantas línguas ele já fala.

Porque chamamos a língua de Esperanto? No começo a língua se chamou Lingvo Internacia - a língua internacional. Quando Zamenhof apresentou a língua ele usou o pseudônimo Doktoro Esperanto (significa "doutor que tem esperança"). Assim algumas vezes as pessoas usaram o nome "a língua do Dr. Esperanto", em seguida apenas "Esperanto" e esse é o nome usado atualmente.

O Esperanto tem algum símbolo? Sim, existem alguns. A estrela verde é o mais antigo. Ela é usada também na bandeira do Esperanto. A cor verde é o símbolo da "esperança" e a estrela de cinco pontas o é dos cinco continentes.

Páginas interessantes

Aqui você pode encontrar outras informações a respeito do Esperanto. As páginas estão em diversas línguas. Boa

navegação!

12

Organizações

Organização Mundial da Juventude Esperantista: www.tejo.org Associação Mundial de Esperanto: www.uea.org Esperantic Studies Foundation: www.esperantic.org Esperanto@Interreto ("Esperanto na Internet"): www.ikso.net

Páginas informativas

Contém atalhos para páginas de Esperanto em línguas nacionais: www.esperanto.net Panorama de questões do Esperanto: www.esperanto-panorama.net Calendário completo de atividades de Esperanto: www.eventoj.hu Pela igualdade linguística e a respeito dela: www.lingvo.org Centro de Informações na Internet: www.ikso.net/ric

Sítios afins

Ajuda para professores e estudantes de Esperanto: www.edukado.net Diversão e informação com idiomas: www.lingvo.info Para intercâmbios culturais: www.interkulturo.net

Revistas

La Esperanta Gazetejo: www.gazetejo.org El Popola Ĉinio: www.espero.com.cn Juna Amiko: www.lernu.net/biblioteko/gazetoj/juna_amiko/index.php Komencanto: www.komencanto.narod.ru/komencanto.htm Kontakto: www.lernu.net/biblioteko/gazetoj/kontakto.php La Espero: www.esperanto.se/espero La Gazeto: www.osiek.org/lagazeto La Ondo de Esperanto: www.esperanto.org/Ondo Litova Stelo: www.esperanto.lt/lstelo.html Pola Esperantisto: www.hejme.com.pl REGo: www.reu.ru/rego Tejo-tutmonde: www.lernu.net/biblioteko/gazetoj/tt.php

Outros cursos

Um ótimo curso que pode ser baixado de: www.ikurso.net Curso por corespondência: www.pacujo.net/esperanto/course

Salas de bate-papo

Ĝangalo-Babilejo: www.gxangalo.com/babilejo2 Babilejo.org: www.babilejo.org Senlima Babilejo: www.home.scarlet.be Esperanto babilejo: www.gportal.hu/portal/babilejo Babilanto: www.ludanto.org/babilanto

13

Estações de Rádio

Radio Verda: www.radioverda.com Guia de Rádio em Esperanto: www.bongo.ne.jp Eŭroponto: www.europonto.org/esperanto/radio_eo.htm

Por que aprender?

Sim, por quê? Ou por que não?... Abaixo você verá como um dos membros da equipe-lernu! respondeu a esta pergunta.

Porque Exemplo concreto

É legal aprender uma língua nova que é mais regular e flexível do que as outras línguas geralmente são.

Quando eu tinha que aprender inglês na escola, uma vez comecei a chorar por causa daquelas regras estranhas e sem nexo. Isto não ocorreu quando eu aprendi Esperanto.

É bom para a autoconfiança dominar uma língua estrangeira.

Por mais de dez anos eu tentei dominar o inglês mas fracassei! Quando eu, depois de três anos estudando levemente o Esperanto, me expressei livremente em Esperanto, fiquei muito contente comigo mesmo.

Isto o ajudará a compreender melhor as línguas em geral.

Por exemplo, eu não sabia o que era advérbio antes de estudar o Esperanto.

Depois será mais fácil ainda aprender outra língua se você quiser.

Isto pelo menos foi o que eu ouvi de amigos que aprenderam outras línguas depois do Esperanto... Todavia, eu mesmo sou preguiçoso demais para aprender outra língua nacional.

Através do Esperanto você sustentará uma boa ideia, baseada no fundamento de uma língua neutra e que objetiva derrubar os muros entre os povos e criar amizades entre todos os humanos.

É bom apoiar um projeto de paz verdadeiramente concreto, ainda que seja difícil se lembrar de ser sempre pacífico.

Assim você terá acesso à cultura em torno da língua Esperanto.

Um dos mais interessantes livros que eu já li foi escrito originalmente em Esperanto.

Aprendendo o Esperanto você terá acesso a fontes internacionais alternativas de informação.

Eu gosto muito da CNN, mas às vezes é melhor falar com uma pessoa que mora no local onde se deu os fatos e ouvir dessa pessoa sua versão

14

antes de formar sua própria opinião.

Com o Esperanto você poderá ganhar acesso a outras culturas mais facilmente.

Comer com uma família em Pequim, esquiar com um bom amigo na Polônia, morar com minha namorada em Belgrado — isto eu com certeza não teria feito sem o Esperanto.

Através do Esperanto você pode comunicar-se num mesmo nível com pessoas de nações diferentes.

Quando eu falei em inglês uma vez com Argilo (um dos programadores de lernu!), do Canadá, eu me senti em posição inferior. Usando o Esperanto com ele, senti que nós dois estávamos em níveis iguais, ao menos do ponto de vista linguístico.

Quando você fala Esperanto, você pode ir a eventos interessantes e legais por todo o mundo.

Eu planejei ir, no verão, a um grande encontro juvenil na Rússia e eventualmente também a um seminário na China; já estou antecipadamente contente.

Entre esperantistas você pode geralmente hospedar-se de graça.

Por que pagar por hotéis se você pode hospedar- se no lar de um esperantista? Eu faço isto frequentemente durante minhas viagens e poupo muito dinheiro.

Graças ao conhecimento do Esperanto, você pode viajar sem muitos gastos a diversos seminários de treinamento.

Eu acho que participei ou planejei mais de dez seminários de treino e quase sempre TEJO pagou os gastos com transporte e estadia.

Quando você falar o idioma, você poderá tornar-se ativo em organizações internacionais, aprender sobre como organizações deste tipo funcionam e até mesmo organizar seus próprios negócios.

Pra mim é muito agradável e importante a experiência de estar em várias diretorias, organizar seminários e festivais, etc.

Por meio do Esperanto você pode adquirir experiência em relações internacionais e interculturais.

Quando alguém se comunica frequentemente com pessoas de outros países e culturas, é completamente natural que se aprenda alguma coisa, mesmo que depois de vários desentendimentos e surpresas.

Assim você encontra novos amigos em muitas nações diferentes.

Depois de alguns anos no mundo do Esperanto ("Esperantio"), eu subitamente notei ter muito mais amigos no exterior do que em minha pátria- mãe.

Somente assim você pode conferir se o Esperanto é uma boa língua ou não, e se os pontos acima são verdadeiros!

Não acredite em mim, tente você mesmo.

(Respondeu Hokan LUNDBERG)

15

E depois?

Você quer aprender Esperanto, mas não sabe como posteriormente poderia utilizá-lo? Ou você talvez pense que o Esperanto não é usado em lugar algum? Através deste artigo nós queremos provar àqueles que duvidam da utilidade da língua internacional que o Esperanto vive e pode ser útil para muitas coisas. Você está preparado? Comecemos então...

Ao que tudo indica, toda pessoa fantasia muitas viagens interessantes pelo mundo inteiro. Viajar usando o Esperanto é muito interessante, pois você pode contactar esperantistas locais e ter amizade com eles. Existe também um serviço especial para pessoas que gostam de viagens, que se chama Pasporta Servo. Trata-se de um livrinho com bem mais de mil endereços de pessoas do mundo inteiro. Essas pessoas estão preparadas para aceitar viajantes em suas casas por algumas noites completamente de graça. Se você viaja não com o Esperanto, você normalmente visita apenas muitos lugares bonitos e pouco aprende sobre o verdadeiro dia-a-dia dos habitantes. Mas se você viajar através do Esperanto, você poderá mais profundamente familiarizar-se com um país e aprender sobre as tradições e costumes de seus moradores, com a ajuda de esperantistas locais. Desta maneira, conhecendo o Esperanto, você terá amigos em cada país, que estarão prontos para te ajudar. Se você gosta de pedalar, você pode contactar o Biciklista Esperantista Movado Internacia (Movimento Esperantista Internacional de Ciclismo) e viajar juntamente com outros membros desta organização.

Você é uma pessoa sem coragem que dificilmente troca amizades com outras pessoas? Ou talvez você seja muito comunicativo, tenha muitos amigos, mas quer ter muitos mais? Em ambos os casos, o Esperanto é para você. Com esta língua qualquer pessoa pode facilmente fazer novos amigos. E pode-se fazer isso, por exemplo, através de correspondência. Na Internet e em diversos jornais e revistas em Esperanto, pode-se sem problema encontrar endereços de pessoas dispostas a se corresponder. Por que não escrever para elas? Correspondendo-se com elas, você não apenas obterá novos amigos, mas muito conhecimento acerca de seus países e tradições. Além disso, é agradável ter muitos amigos e poder posteriormente encontrá-los em diversos eventos esperantistas. Recomendamos particularmente o Koresponda Servo (Serviço de correspondência) do portal Edukado.net.

Agora que já foram mencionados eventos esperantistas, falemos mais detalhadamente sobre eles. Quase todo dia, em diversas partes de nosso mundo, ocorrem congressos, festivais, acampamentos e outros eventos, grandes ou pequenos, para esperantistas. Para compreender o quão útil pode ser o Esperanto, vale a pena participar de pelo menos um destes eventos. Imagine um evento ao qual vão centenas de pessoas de dezenas de países, e cada pessoa traz consigo mesmo um pedaço de sua cultura. Pra falar a verdade, descrever isso é difícil, precisa-se experimentar. Os maiores eventos esperantistas são o IJK (Internacia Junulara Kongreso, "Congresso Internacional da Juventude") e o UK (Universala Kongreso, "Congresso Mundial"), que ocorrem todos os anos, sempre num país diferente. Existe também outro tipo de evento - seminários, que geralmente são organizados pela TEJO (Tutmonda Esperantista Junulara Organizo, "Organização Mundial da Juventude Esperantista") e pela E@I (Esperanto ĉe Interreto, "Esperanto na Rede"). Aos seminários vão pessoas que querem se especializar em alguns temas. Normalmente ocorrem de dois a quatro seminários no ano, e durante eles é possível escolher temas como direitos humanos, administração de projetos, cidadania ativa, técnicas em rede, etc.

16

Durante esses seminários, surgem ideias de novos projetos internacionais. Por exemplo, a ideia de lernu! nasceu exatamente durante um desses seminários.

Você pode também tentar se ocupar com a organização de diversos eventos. Você pode organizar algum evento no seu país e convidar para ele esperantistas de outras nações. Fazendo isso você adquirirá uma experiência única, que posteriormente poderá ser utilizada em diversos campos de sua vida. Você também pode tentar participar de alguns projetos internacionais como ajudante. Por exemplo, o projeto lernu! sempre precisa de ajuda na tradução ou correção de erros.

Infelizmente nem todo mundo tem condições de sempre participar em diversos eventos. Mas não precisa ficar triste - informe-se sobre os clubes de Esperanto locais no seu país. Pode ser que até mesmo em sua cidade exista um clube do tipo. Durante reuniões do clube você poderá trocar novidades, melhorar seu conhecimento em Esperanto, bater papo e de outro modo passar agradavelmente o tempo com amigos.

Na sua cidade não existe um clube de Esperanto? Neste caso, funde-o! :-) Para isso, comece a ensinar Esperanto a outras pessoas. Organize um curso de Esperanto e divulgue informações sobre ele em sua cidade.

Leia em Esperanto. Fazer isso é muito fácil, porque o Esperanto tem uma literatura suficientemente rica. Existem muitas obras originais interessantíssimas que estão somente em Esperanto. Quase todas as obras famosas já estão traduzidas para o Esperanto.

Assine periódicos em Esperanto. Existem algumas dezenas de periódicos em Esperanto, que podem ser assinados e nos quais você sempre encontrará uma quantidade enorme de informações interessantes. Se você acessa a rede frequentemente, você também pode encontrar revistas, boletins, informes e listas de discussão.

Se você desejar enriquecer a literatura do Esperanto, você pode começar a criar ou traduzir. Tente fazer isso e talvez graças ao Esperanto você descobrirá em você mesmo um novo talento - talento de escritor. E se você gosta de traduzir, você pode facilmente fazer isso também. Você pode traduzir do Esperanto à sua língua nacional ou vice-versa.

Você não gosta de ler? Neste caso, experimente ouvir transmissões de rádio. Existem várias estações de rádio que regularmente transmitem seus programas. Através delas você pode não apenas conhecer algo novo, mas simplesmente repousar, ouvindo música em Esperanto.

Você pode estudar em Esperanto. Por exemplo, na Akademio Internacia de la Sciencoj en Sanmarino (Academia Internacional de Ciências em San Marino), uma das línguas oficiais é o Esperanto.

Você pode utilizar o Esperanto também em sua profissão. Simplesmente contacte outros esperantistas que têm a mesma profissão que você ou se interessam pelo mesmo assunto e troque com eles ideias e experiências. Se vocês tiverem vontade, podem até fundar uma empresa internacional. Informe-se sobre organizações esperantistas especializadas existentes. Pode ser que já exista uma organização que coloca em contato pessoas que se interessam pelo mesmo tema que você. Além disso, existem centenas de listas de

17

discussão na rede sobre diversos temas. Escolha aquelas que te interessam mais e assine-as.

Você e seus amigos podem usar o Esperanto como uma língua secreta. :-) Às vezes é útil conversar com alguém de modo que nenhuma outra possa entender vocês. Entretanto convém certificar-se de que ninguém por perto entende o Esperanto. :-)

Muitos esperantistas usam o Esperanto como língua de família. Isso ocorre quando dois esperantistas se conhecem, se apaixonam, depois se casam, mas ambos falam em línguas diferentes. Então em que língua se falará na família??? Em Esperanto, naturalmente. :-) Dessa maneira aparecem crianças cuja primeira língua é o Esperanto.

Neste artigo não estão listadas todas as utilidades da língua Esperanto, porque listar e descrever todas seria difícil. Apenas de uma coisa você pode ter certeza - através do Esperanto você pode adquirir muitas novas e interessantes experiências e desta maneira enriquecer sua vida. Com essa língua você poderá fazer o que quer que seja - divertir-se, entristecer-se, apaixonar-se, trabalhar, ganhar experiência, ler, casar-se etc.

18

Apresentação da língua

Introdução

Olá! Eu me chamo Zam! Gostaria de mostrar a você algumas coisas a respeito da língua internacional, Esperanto.

Alfabeto

Eis o alfabeto do Esperanto, com a pronúncia conforme o alfabeto fonético internacional e um exemplo de uso. Toda letra

tem sempre o mesmo som e o soletramento é perfeitamente regular!

A [a] ami - amar B [b] bela - belo/a, bonito/a C [ts] celo - objetivo Ĉ [tʃ] ĉokolado - chocolate D [d] doni - dar E [e] egala - igual F [f] facila - fácil G [g] granda - grande Ĝ [dʒ] ĝui - desfrutar H [h] horo - hora Ĥ [x] ĥoro - coro I [i] infano - criança J [j] juna - jovem Ĵ [ʒ] ĵurnalo - jornal K [k] kafo - café L [l] lando - país M [m] maro - mar N [n] nokto - noite O [o] oro - ouro P [p] paco - paz R [r] rapida - rápido/a

S [s] salti - saltar Ŝ [ʃ] ŝipo - navio T [t] tago - dia U [u] urbo - cidade Ŭ [w] aŭto - automóvel V [v] vivo - vida Z [z] zebro - zebra

Substantivos

Todos os substantivos em Esperanto terminam em o. (Substantivos são nomes de coisas concretas e abstratas).

amiko - amigo arbo - árvore

19

birdo - ave, pássaro domo - casa

hundo - cão, cachorro kato - gato

libro - livro strato - rua

urbo - cidade viro - homem

Plural

Para construir o plural, simplesmente acrescente J.

amikoj - amigos arboj - árvores

birdoj - aves, pássaros domoj - casas

hundoj - cães, cachorros katoj - gatos

libroj - livros stratoj - ruas

urboj - cidades viroj - homens

Objeto

Em Esperanto, nós mostramos o objeto direto da frase pela adição de N. Isso permite que mudemos a ordem das palavras na

frase sem mudar seu significado.(Objeto direto é aquilo que é diretamente atingido pela ação.)

La hundo amas la katon. - O cão ama o gato

La katon amas la hundo. - Significa o mesmo porque o N está ainda ligado ao mesmo substantivo. Mover o N é mudar o significado.

La kato amas la hundon. - O gato ama o cão.

20

Adjetivos

Todos os adjetivos en Esperanto terminam em A. (Adjetivos são usados para modificar substantivos.)

alta - alto/a bela - belo/a

facila - fácil granda - grande

longa - longo/a nova - novo/a

pura - limpo/a sana - sadio/a

seka - seco/a varma - quente

Prefixos

Observe! A adição de MAL no início da palavra muda-a para o significado totalmente oposto.

malalta - baixo/a malbela - feio/a malfacila - difícil

malgranda - pequeno/a mallonga - curto/a malnova - velho/a

malpura - sujo/a malseka - molhado/a malvarma - frio/a

MAL é um exemplo de prefixo. Coloca-se um prefixo antes de uma palavra para criar uma nova palavra. Em Esperanto existem 10 diferentes prefixos.

Sufixos

Há também muitas maneiras de fazer novas palavras através de

terminações especiais. Por exemplo, ET torna algo menor.

dometo - casinha libreto - livreto beleta - bonitinho/a

21

varmeta - quentinho/a urbeto - cidadezinha hundeto - cãozinho

ET é um exemplo de sufixo. Um sufixo é colocado no fim das palavras para delas criar novas palavras. Em Esperanto existem 31 sufixos diferentes.

Verbos

Verbos são muito importantes, é claro. Mas você verificará que eles também são muito simples em Esperanto. (Verbos mostram

a realização de uma ação ou um estado)

doni - dar fari - fazer havi - ter (possuir)

ludi - brincar, jogar (jogo), tocar (instrumento) paroli - falar povi - poder

ridi - rir scii - saber vidi - ver

Formas verbais

Infinitivos terminam em I. Verbos no presente sempre terminam em AS, no passado em IS e no futuro em OS. Não

existem verbos irregulares nem conjugação!

esti

mi estas - eu sou/estou vi estas - você é/está, vocês são/estão li estas - ele é/está ŝi estas - ela é/está ĝi estas - ela/ele (animais e neutros) é/está ni estas - nós somos/estamos ili estas - eles/elas são/estão

mi estis - eu era/fui/estava/estive vi estis - você era/foi/estava/esteve, vocês eram/foram/estavam/estiveram li estis - ele era/foi/estava/esteve ŝi estis - ela era/foi/estava/esteve ĝi estis - ele/ela (animais e neutros) era/foi/estava/esteve ni estis - nós éramos/fomos/estávamos/estivemos ili estis - eles/elas eram/foram/estavam/estiveram

mi estos - eu serei/estarei vi estos - você será/estará, vocês serão/estarão li estos - ele será/estará ŝi estos - ela será/estará ĝi estos - ele/ela (animais e neutros) será/estará ni estos - nós seremos/estaremos ili estos - eles/elas serão/estarão

22

Existem ainda duas formas verbais, US para condição e U para o imperativo. Na Gramática em lernu! você encontrará mais informações.

Advérbios

Pela terminação -e são criados os advérbios. (Advérbios são palavras que modificam verbos.)

aktive - ativamente bone - bem

facile - facilmente fiere - orgulhosamente

glate - sem atrito/obstáculos/obstruções rapide - rapidamente

serioze - seriamente silente - silenciosamente

vere - verdadeiramente zorge - cuidadosamente

Frases

Eis algumas frases formadas de palavras as quais você aprendeu até agora. Você pode compreendê-las?

La viro parolas Esperanton. - O homem fala Esperanto. La amiko povos ludi en la granda urbo. - O amigo poderá jogar (tocar) na grande cidade. Rikardo donis libron al Maria. - Ricardo deu um livro a Maria. Mi malfacile vidis la birdetojn. - Eu com dificuldade vi os passarinhos. La katoj estas belaj. - Os gatos são belos. La hundo estas en la malnova domo. - O cão está na casa velha.

23

Frases básicas

Bonan apetiton. - Bom apetite! Bone! - Bem! Ĉu vere? - De verdade? Damne! - Maldição! Dankon. - Obrigado/a. De kiu lando vi estas? - De que país você é? Dek post la tria. - Dez minutos passados das três. (3h10) Des pli bone! - Melhor ainda! Eble. - Possivelmente. Fek'! - Merda! Ĝis! - Até! Kiam vi venos? - Quando você virá? Kie vi loĝas? - Onde você mora? Kiel vi fartas? - Como você está passando? Kiel vi? - Como você passa? Kio estas via nomo? - Qual é seu nome? Kio okazas? - O que está acontecendo? Kiom kostas la kuko? - Quanto custa o bolo? Kioma horo estas? - Que horas são? Kion vi faras? - O que você faz? Kompatinda! - Coitado/a!

Konsentite! - De acordo! La suno brilas. - O sol está brilhando. Mi amas vin. - Eu te/vos amo. Mi estas laca. - Estou cansado/a. Mi estas malsata. - Estou com fome. Mi fajfas pri tio. - Eu não ligo pra isso. Mi fartas bone. - Passo bem. Mi ĝojas. - Estou alegre. Mi konsentas. - Concordo. Mi ne komprenas. - Eu não entendo. Mi ne volas. - Eu não quero. Mi pensis pri vi. - Pensei em você. Mia nomo estas... - Meu nome é... Mirinde! - Espantoso! Nedankinde. - De nada. Neĝas. - Está nevando. Pluvas. - Está chovendo. Povas esti. - Pode ser. Saluton! - Olá! (Saudação!) Tre bone! - Muito bem! Vi estas bela. - Você é bonito/a. Vi estas stultulo. - Você é um idiota. Vi pravas. - Você tem razão.

Até o momento nenhum comentário
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 23 páginas