Enzimas ( O que são?), Notas de estudo de Enzimas e Metabolismo. Centro Universitário de Brasília (UniCEUB)
maria-santos-souza
maria-santos-souza

Enzimas ( O que são?), Notas de estudo de Enzimas e Metabolismo. Centro Universitário de Brasília (UniCEUB)

DOCX (176 KB)
6 páginas
1Números de download
12Número de visitas
Descrição
Relatório re enzimas objetivo desta aula pratica é observar as enzimas proteolíticas presente em frutos e pH acido sobre colágeno da gelatina.
20 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 6
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 6 páginas
Baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 6 páginas
Baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 6 páginas
Baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 6 páginas
Baixar o documento

INTRODUÇÃO

As enzimas são proteínas que catalisam reações químicas as quais ocorrem em seres

vivos.

Elas aceleram a velocidade das reações, o que contribui para o metabolismo. Sem as

enzimas, muitas reações seriam extremamente lentas.

Durante a reação, as enzimas não mudam sua composição e também não são

consumidas. Assim, elas podem participar várias vezes do mesmo tipo de reação, em um

intervalo de tempo pequeno.

Quase todas as reações do metabolismo celular são catalisadas por enzimas.

Um exemplo de atividade das enzimas ocorre no processo de digestão. Graças à ação das

enzimas digestivas, as moléculas dos alimentos são quebradas em substâncias mais simples.

A eficiência de uma molécula de enzima é muito grande. Estima-se que, em geral, uma

molécula de enzima seja capaz de converter 1000 moléculas de substrato em seus respectivos

produtos, isso em apenas 1 minuto. (MAGALHÃES; Lana, 2017).

COLÁGENO

O colágeno é uma proteína formada por longas cadeias de aminoácidos que se unem

através de ligações peptídicas, mantendo, assim, a estrutura dos tecidos encontrada. Essa

proteína pode ser encontrada em nossa pele, tendões, ossos e até mesmo em vasos sanguíneos.

A gelatina é uma mistura de polipeptídios (macromoléculas constituídas por uma cadeia

linear e específica de aminoácidos) obtida pela indústria de gelatinas por meio da hidrólise

enzimática do colágeno de pele bovina, suína ou de peixes. (MAGALHÃES; Lana, 2017).

PROTEASES VEGETAIS

São enzimas que quebram ligações peptídicas entre os aminoácidos das proteínas. O

processo é chamado de clivagem proteolítica, um mecanismo comum de ativação ou

inativação de enzimas envolvidas principalmente na digestão e na coagulação sanguínea.

Como uma molécula de água é utilizada no processo, as proteases são classificadas como

hidrolases. (WIKIPÉDIA, 2017)

A Papaína (enzima presente no mamão) é uma mistura complexa de enzimas

proteolíticas e peroxidases presente no látex do vegetal Papaya (mamão papaia), que possui

uma vasta aplicação na área terapêutica, na indústria têxtil, em laboratórios bioquímicos,

alimentos e indústria de borracha, como característica química, destaca-se por provocar, em

pequenas doses, a proteólise, isto é, a dissociação de uma quantidade importante de proteínas

em moléculas mais simples e, finalmente, em aminoácidos. (FERREIRA, 2005).

A Bromelina é uma enzima extraída da fruta do abacaxi. Essas enzimas atuam sobre as

proteínas, transformando-as em compostos mais simples, são mais conhecidas como

proteases. O uso da Bromelina tem sido aplicado em vários setores diferentes e tem crescido

cada vez mais. (LIMA; 2008).

A Actinidina é a enzima proteolítica presente no kiwi. É popularmente conhecido como

groselha chinesa que ajuda na digestão de alimentos rico em proteínas. A atividade da

actinidina é semelhante a da enzima bromelina e papaína. Ela funciona como catalisador para

a digestão das proteínas. (SAUDE-INFO, 2015).

OBJETIVO

O objetivo desta aula pratica é observar as enzimas proteolíticas presente em frutos e pH

acido sobre colágeno da gelatina.

MATERIAIS E REAGENTES

Abacaxi, laranja, mamão, kiwi, amaciante de carne, HCl 0,1 mol/L, água destilada,

gelatina, liquidificador, peneira, béquer, banho-maria, tubos de ensaio, pipeta volumétrica,

espátula, faca, balança analítica e geladeira.

PROCEDIMENTO

Inicialmente, foram preparados os sucos dos frutos, abacaxi, kiwi e mamão, utilizando o

liquidificador e água destilada. O suco foi peneirado e reservado. Em seguida, dissolveu-se

aos poucos o pó da gelatina em 200 ml de água fria e colocou-se a solução em banho-maria

agitando para dissolver completamente.

Preparou-se, então, a sequência de tubos de ensaios. Foram adicionados 10 ml da

solução (gelatina) em 7 tubos de ensaios, que foram numerados de 1 á 7. Foram analisadas as

soluções de acordo com a sequência determinada na Tabela 1 e Figura 2.

Tabela 1. Sequência de tubos de ensaios que foram observados e analisados no experimento.

Tubos Composição Teste

1 10ml gelatina + 3ml de suco Kiwi

2 10ml gelatina + 3ml de suco abacaxi

3 10ml gelatina + 3ml de suco mamão

4 10ml gelatina + 3ml de suco laranja

5 10ml gelatina + 3ml de Amaciante de carne (ponta de espátula do amaciante dissolvido

em 3ml de água

6 10ml gelatina + 3ml de água

7 10ml gelatina + 3ml de HCl 0,1mol/L

Em seguida os tubos foram agitados para homogeneizar a solução. Deixando em

temperatura ambiente por 10 min. Depois deste período foi levada a geladeira por 20 minutos.

Após o tempo determinado foram retirados da geladeira e observaram-se os resultados.

Figura 2. Solução preparada de acordo com os dados da tabela. Após o período em geladeira.

Fonte: Elaborada pelos próprios alunos foto do experimento em laboratório.

RESULTADOS

O resultado final do experimento realizado com as 7 soluções, mostrou que os tubos 1,2,3,5 e 7, não obteve o estado físico solido gelificado após o período de 20 minutos dos

tubos na geladeira. Devido a ação proteolítica das enzimas presentes nos tubos 1,2,3 e 5

(bromelina, papaína e actinidina) gerando a quebra das proteínas e impedindo a gelificação

das poupas.

No tubo 7 (HCl 0,1mol/L) não gelificou devido ao pH acido, nos tubos 4 e 6 (laranja e

água) a solução ficou mais viscosa foi possível observar que estava se solidificando após o

período de 20 minutos na geladeira.

CONCLUSÃO

Concluímos que a ação proteolítica das enzimas presentes nos frutos (abacaxi, kiwi e

mamão) impediu a gelificação. Os tubos com amaciante de carne também mostra a

capacidade proteolítica das enzimas na digestão do colágeno, já que o produto contém em sua

composição as enzimas bromelina e papaína entre outras. No tubo 7 (HCl) mostra que a

proteína (colágeno) sofrem desnaturação em pH acido.

REFERÊNCIAS

FERREIRA, A. M. Revisão de estudos clínicos de enfermagem: utilização de papaína para o

tratamento de feridas. Revista enfermagem UERJ. v. 1, n.1, p. 382-389, 2005.

LIMA, S. L. T. et al. Estudo da atividade proteolítica das enzimas presentes nos frutos.

Química nova na escola. v. 28, n. 1, p. 47-49, 2008.

https://saude-info.info/naturais-enzimas-digestivas.html > acessado em 06/2018

https://www.todamateria.com.br/enzimas/

MAGALHÃES, Lana. Enzimas bioquímicas. 2017 > acesso em: 04/05/2018.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Protease >acessado em 02/05/2018.

Propriedade das Enzimas

Aula Prática de Laboratório de Bioquímica

Professora. Drª. Carmem Lúcia Costa Amaral

Dario Silva RGM: 148589-0 Liliane Ferreira RGM: 1677975-4 Marcos da S. Miranda RGM: 1614111-3 Maria José RGM: 1662294-4 Sidnei Sgondek RGM: 1568287-1 Thainan R. Andade RGM: 146884-7

São Paulo 2018

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 6 páginas
Baixar o documento