Equilíbrio do íon cromato com dicromato - Apostilas - Fisica, Notas de estudo de Física. Universidade do Estado do Amazonas (UEA)
Brigadeiro
Brigadeiro6 de Março de 2013

Equilíbrio do íon cromato com dicromato - Apostilas - Fisica, Notas de estudo de Física. Universidade do Estado do Amazonas (UEA)

PDF (159 KB)
4 páginas
713Número de visitas
Descrição
Apostilas de Física sobre o estudo do Equilíbrio do íon cromato com dicromato.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 4
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 4 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 4 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 4 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 4 pages
baixar o documento

Resultados e discussão

Parte I

Equilíbrio do íon cromato com íon dicromato.

Quando adicionou-se o ácido sulfúrico, 3M(H2SO4), na solução contendo cromato de potássio, 1M(K2CrO4), os íons cromatos, que possuem cor amarela, foram transformados em íons dicromatos, que possuem cor laranja, pela adição de ácido, demostrado na equação a baixo, no entanto esta reações são reversíveis em soluções alcalinas.

K2CrO4(aq) + H2SO4(aq) ↔ K2Cr2O7(aq) + K2SO4 (aq) + H2O(l)

Porem quando adicionou-se o hidróxido de sódio, 6M(NaOH), a solução passou de alaranjado para amarelado. Como o hidróxido de sódio e uma base forte (encontra-se totalmente ionizado em solução aquosa), e o ácido sulfúrico (H2SO4) é um ácido forte.

Sabe-se que quando um ácido forte reage com uma base forte ocorre a formação de sal e água.

2 NaOH(aq) + H2SO4(aq) → Na2SO4 (aq) + 2 H2O(l)

Aumentando a quantidade de água na reação, ou seja, haverá um aumento na concentração de água, de acordo com o principio de Le Chatelier: O aumento no produto de uma reação favorece a formação do reagente. Por isso a solução passa de alaranjado para amarelo para mante seu equilíbrio.

Parte II

Equilíbrio ácido fraco e base fraca de indicadores.

Como o alaranjado de metila e a fenolftaleína são indicadores ácidos-bases; os indicadores ácidos-bases são substâncias orgânicas de elevado peso molecular, sendo capaz de comporta-se como ácido ou base fraca e quando se ligam aos íons H+ ou OH- mudam de cor devido uma alteração na sua configuração eletrônica, são recomendável para indica se a solução e ácido ou básica.

docsity.com

O alaranjado de metila possui a seguinte fórmula molecular (C14H14N3NaO3S) apresentando a cor amarelo quando seu pH e acima de 4 é vermelho quando seu pH esta abaixo de 3.

O ácido clorídrico, XM(HCl), e totalmente ionizável, pois e um ácido forte. Isso faz com quer o alaranjado de metila ligue-se aos íons H+ do ácido dando a solução uma cor vermelha.

HCl(aq) → H+(aq) + Cl-(aq)

No entanto quando adicionou-se o hidróxido de sódio, 6M(NaOH), que e uma base forte.

NaOH(aq) → Na+(aq) + OH-(aq)

como já foi dito acima que a reação de um ácido forte com uma base forte gera sal e água.

NaOH(aq) + HCl(aq) ↔ NaCl (aq) + H2O(l)

Os íons hidrônio (OH-) da base reagem com os íons H+ formando água é faz com que a solução mude de vermelho para alaranjado.

A fenolftaleína possui a seguinte formula molecular (C20H14O4) apresentando a cor rosa quando seu pH e entre 8 e 10 é fica incolor quando seu pH esta abaixo de 8.

Devido a fenolftaleína se incolor em um pH abaixo 8 não foi possível ver mudança na sua coloração quando adicionada em água destilada (pH=7) e ácido (pH menor que 7).

Porem quando adicionou-se o hidróxido de sódio a solução ficou rosa, pois obteve um pH estava igual ou maior que 8, como já havia uma concentração de íon H+ em solução, esta H+ consumiu o íon OH- diminuindo seu pH e fazendo com que a solução volte a fica incolor.

Parte III

Equilíbrio ácido fraco e base fraca.

ÁCIDO ACÉTICO

No tubo 1

Introduziu-se ácido acético, 0,1M(CH3COOH), no tubo e adicionou-se alaranjado de metila onde observou-se uma coloração vermelha, devido ao alaranjado de metila se liga com o íon H+ e muda sua configuração eletrônica.

CH3COOH (aq) ↔ H+(aq) + CH3COO-(aq)

docsity.com

No tubo 2

Introduziu-se ácido acético (CH3COOH) no tubo e alaranjado de metila depois adicionou-se acetato de sódio, 1M(NaCH3COO),.Como o ácido acético ou ácido etanoico (CH3COOH) e uma ácido fraco, pouco ionizado reagente e produto em equilíbrio(equação acima). Com a adição do acetato de sódio um sal soluvel em solução aquosa formando.

NaCH3COO(aq) → Na+(aq) + CH3COO-(aq)

Ocorrendo o aumento da concentração do íon acetado (CH3COO-) que faz parte do produto da reação de equilíbrio do ácido acético e pelo principio de Le Chatelier favorece a formação do reagente, consumindo o íon H+ que estava ligado ao alaranjado de metila fazendo com que a cor da solução saia do vermelho e volte para alaranjado.

HIDRÓXIDO DE AMÔNIO

No tubo 1

Introduziu-se uma solução de hidróxido de amônio, 0,1M(NH4OH), e adicionou-se fenolftaleína Como o hidróxido de amônio e uma base fraca.

NH4OH(aq) ↔ NH4+(aq) + OH-(aq)

A fenolftaleína se liga aos íons OH- mudando sua configuração eletrônica e apresentando uma coloração rosa.

No tubo 2

Introduziu-se uma solução de hidróxido de amônio, 0,1M(NH4OH), fenolftaleína e adicionou-se cloreto de amônio, 6M(NH4Cl), como o cloreto de amônio e um sal solúvel em meio aquoso teremos a seguinte equação.

NH4Cl(aq) → NH4+(aq) + Cl-(aq)

Aumentado a concentração de íons NH4+, respeitando o principio de Le Chatelier que fala que com o aumento da concentração do produto a reação favorece a formação do reagente para mante o equilíbrio.

docsity.com

Adicionou-se ácido clorídrico, 6M(HCl), no tubo 1 e observou-se que a solução passava de rosa para uma solução incolor. Como o HCl e um ácido forte ele estará totalmente ionizável, assim os íons H+ se liga aos íons OH- ligam-se formando água.

H+(aq) + OH(aq) → HOH(l)

docsity.com

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 4 pages
baixar o documento