Exercícios Resolvidos História VII - Apostilas - História , Notas de estudo de História
Osvaldo_86
Osvaldo_8622 de julho de 2013

Exercícios Resolvidos História VII - Apostilas - História , Notas de estudo de História

PDF (28 KB)
8 páginas
599Número de visitas
Descrição
Apostilas de História, Exercícios de História com respostas.
20 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 8

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 8 pages

baixar o documento

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 8 pages

baixar o documento

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 8 pages

baixar o documento

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 8 pages

baixar o documento

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE HISTÓRIA VII

1) Sobre a Cidade-estado de Esparta é correto afirmar que:

a) Na sociedade espartana, composta por periecos, eupátridas e basileus, as questões de interesse público eram decididas no Areópago.

b) se localizava na região da península do mar Egeu, e o poder político estava concentrado nas mãos dos eupátridas, donos das terras mais produtivas, os quais contavam com a mão de obras escrava do hilotas.

c) se localizava na região da Lacônia, sendo a sociedade espartana composta pelos esparciatas, periecos e hilotas; dentre estes, cabia aos hilotas a administração da cidade.

d) se localizava na região da Lacônia, sendo a sociedade espartana composta pelos esparciatas, periecos e hilotas; portanto, nessa sociedade estratificada e guerreira viviam respectivamente os grandes proprietários de terras, os homens livres sem direitos políticos e os escravos.

e) se localizava na região da península do mar Egeu, e seu poder político estava concentrado nas mãos dos eupátridas, que também controlavam, como censores, a vida pública local.

Alternativa D

A questão aborda a sociedade espartana, militarista, oligárquica e conservadora, na qual a base é formada pelos hilotas (propriedades do Estado), e esparciatas ou espartanos (descendentes dos antigos dominadores dórios) e uma classe intermediária, os periecos habitantes da periferia, sem direitos políticos, que desenvolviam inclusive o comércio , atividade desprezada pelos espartanos.

2) A existência de duas igrejas Católicas – a Apostólica Romana e a Ortodoxa Grega – tem suas raízes históricas relacionadas diretamente

a) à formação do Império Bizantino e ao Cisma do Oriente. b) à formação dos feudos e à expulsão dos muçulmanos. c) à decadência do Império Bizantino e à reconstrução, no Oriente, do poder do

Papado Romano. d) ao momento das Cruzadas e à ruptura do Ocidente com o Papado Romano. e) à Revolta Nika e à ascensão do Imperador Constantino ao governo bizâncio

após a morte do Imperador Justiniano.

Alternativa A

Apresentando bases sociais diferentes, o Império Romano Ocidental e o Império Romano Oriental, romperam religiosamente e politicamente em 1054, quando as heresias do monoteísmo e o iconoclasmo no Império Bizantino se revelaram contrários às propostas da Igreja Cristã Romana, levando o imperador bizantino a romper com o papado, fazendo nascer a ICAR (Igreja Católica Apostólica Romana) e a Igreja Ortodoxa.

3) Leia as informações abaixo:

I. A recuperação do legado greco-romano caracterizou a prática intelectual dos humanistas, em harmonia com os valores teocêntricos do Renascimento.

II. Dentre os principais fundamentos do Renascimento estão o humanismo, o racionalismo e o individualismo.

III. Copérnico, cientista do Cinquecento Renascentista, foi responsável pela comprovação do geocentrismo, reforçando as doutriinas medievais em contraposição ao Renascimento.

Deve-se dizer que

a) apenas a afirmação I está correta. b) apenas a afirmação II está correta. c) apenas as afirmações I e III estão corretas. d) apenas as afirmações II e III estão corretas. e) todas as afirmações estão corretas.

Alternativa B

A renascença, movimento filosófico, artístico e intelectual da Idade Moderna, em oposição ao teocentrismo medieval, buscou reafirmar os valores humanista e antropocêntrico (inspirados na antiguidade clássica), bem como o movimento científico, fundamentado no heliocentrismo (em oposição ao Geocentrismo de Nicolau Copérnico e Galileu Galilei. Eliminamos as afirmações 1 e 3.

4) A cultura da cana-de-açúcar, no Brasil Colônia,

a) estruturou-se sob a forma de latifúndios, monocultores, escravistas, atendendo à política mercantilista portuguesa que permitiu que ela se voltasse para o mercado externo.

b) provocou o deslocamento do centro político-administrativo da Colônia, de Salvador para o Rio de Janeiro.

c) incentivou a formação de minifúndios, com predomínio do trabalho livre de pequenos trabalhadores autônomos.

d) foi importante, porque a técnica de produção do açúcar era fácil e exigia pouco capital.

e) ao expandir-se pelo litoral nordestino, produziu uma sociedade caracterizada pela presença de trabalhadores livres nas vilas e nas cidades, onde realizavam o beneficiamento da cana-de-açúcar plantada pelos negros.

Alternativa A

Questão clássica que indica o sistema de exploração na América Colonial, a "Plantation".

5) Leia atentamente as afirmações abaixo sobre o Distrito Diamantino.

I. De acordo com as leis portuguesas, as minas de diamantes pertenciam ao rei; contudo, o governador geral podia conceder a particulares o privilégio de explorá-las.

II. O Arraial do Tijuco, atual Ouro Preto, foi o principal centro de exploração de diamantes no Brasil.

III. Na região diamantífera, o contratador, isto é, o homem a quem era concedido o privilégio da extração, exercia autoridade máxima sobre todos os habitantes locais e só prestava obediência à Intendência dos Diamantes. Destas afirmações, está (estão) correta (s) apenas

a) I. b) II. c) III. d) I e II. e) II e III.

Alternativa C

A exploração diamantífera diferia da aurífera, na medida em que nos diamantes havia o sistema de contratação enquanto no ouro era o monopólio real, representado nas casas de fundição.

6) Na colonização espanhola da América, os colonizadores receberam “encomiendas”.

As “encomiendas” eram:

a) a exploração do trabalho de qualquer indígena que não aceitasse a fé católica. b) uma variedade da "Mita" que dava ao colonizador o direito de explorar para si

toda a riqueza mineral de suas terras. c) o direito de incorporar os índios aos exércitos coloniais. d) um sistema de origem senhorial por meio do qual a Espanha dominava as

populações indígenas, forçando-as ao trabalho. e) o trabalho de imigrantes deslocados de sua pátria devido a perseguições religiosas.

Alternativa D

A coroa espanhola justificava o domínio sobre a população indígena com argumentos religiosos. As almas dos índios deviam ser salvas. Assim, o senhorio espanhol teria o dever der salvar as almas dos índios que estivessem na terra que dominava. As almas estavam "encomendadas". Isto, por si só, justificava a exploração do trabalho. Os índios seriam pagos com a vida eterna.

7) A crise do capitalismo comercial e as contradições no interior da colônia geraram a crise do colonialismo, a partir da segunda metade do século XVIII. Isso estimulou as rebeliões nativistas e de libertação nacional. As rebeliões nativistas foram

a) movimentos que se colocaram frontalmente contra a continuidade do Pacto Colonial. b) lutas pelo rompimento dos laços coloniais, que refletiam o avanço da economia brasileira, em choque com as barreiras impostas pela Metrópole. c) rebeliões que visaram à ruptura entre a Colônia e a Metrópole, uma vez que as

relações entre elas já não eram satisfatórias. d) revoltas que, desde o início, contestaram a dominação da Metrópole. e) movimentos isolados que lutaram contra as pressões monopolistas de

Portugal.

Alternativa E

A crise do Antigo Regime, a partir da segunda metade do século XVIII, teve suas repercussões nas regiões colonias. Como forma de manifestação contra o Antigo Regime, surgiram nessas áreas movimentos que visavam claramente redefinir as estruturas impostas pela exploração metropolitana. Movimentos nativistas e de Libertação "Nacional" vão agitar o Brasil-Colônia nesse período. Contudo, enquanto os últimos buscavam um rompimento mais acentuado com a metrópole portuguesa, os primeiros suscitavam apenas insatisfações pontuais contra a política monopolista de Portugal. Obs.: Na elaboração da questão faltou cuidado em definir corretamente os momentos em que eclodiam as rebeliões nativistas (antes da 2

a

metade do século XVIII) e em indicar a existência de movimentos de libertação "nacional", como se a Colônia representasse naquele período um conjunto.

8) Os coronéis eram chefes políticos prestigiados pelo governo, que, apesar de c) apenas as imposições eleitorais da Constituição de 1891 conseguiram diminuir

existirem desde o Império, tiveram seu apogeu na República Velha. É correto afirmar que:

a) a importância dos coronéis era diretamente proporcional ao númeroeleitores, cujos votos eles controlavam. b) os coronéis eram capazes de controlar as eleições, apesar de o voto secreto.

d e s e r

1. Fim do mito da invencibilidade alemã a derrota em Stalingrado

A. 1/9/1939

2 A i ã l ã P lô i B 1942

o poder dos coronéis. d) os coronéis exerciam uma forma de clientelismo, estabelecendo seu controle sobre os

grandes comerciantes e senhores de terra, que viviam sob sua influência. e) somente a posse de terras ou de fortunas abriria caminho para o acesso às funções do

coronel.

Alternativa A

"O coronelismo, o voto e a enxada" marcaram profundamente a política na República Velha, sendo portanto, a forma de controle político exercido pelas oligarquias sobre o eleitorado, predominantemente rural.

9) A história da Segunda Guerra Mundial está repleta de acontecimentos marcantes, fatos emblemáticos de mudanças de rumos e de reorganização das forças políticas.

Relacione esses marcos aos respectivos momentos e assinale a alternativa correta.

a) 1E , 2D , 3A , 4B e 5C. b) 1D , 2C , 3A , 4B e 5E. c) 1C , 2B , 3A, 4E e 5D. d) 1A, 2D , 3C , 4B e 5E. e) 1B , 2A , 3C , 4E e 5D.

Alternativa E

1 -1942 -B 2 -l939 -A 3 -1945 -C 4 -1939 -E 5 -1943 -D

O governo nazista e o governo soviético tinham um acordo, o Pacto Riblentrop-Molotov. A URSS anexaria os países bálticos e parte da Polônia.

existirem desde o Império, tiveram seu apogeu na República Velha. É correto afirmar que:

a) a importância dos coronéis era diretamente proporcional ao númeroeleitores, cujos votos eles controlavam. b) os coronéis eram capaze de controlar as eleições, apesar de o voto secreto. 1. Fim do mito da invencibilidade alemã a d t St li d

A. 1/9/1939

Este acordo antecedeu a invasão da Polônia pela blitz alemã, em setembro de 1939. Mais tarde, apesar do acordo, Hitler ordenou a invasão da Rússia. O exército alemão avançou até Stalingrado, sendo derrotado em 1942. O pósguerra começa a ser negociado em Teerã, em 1943, entre os futuros pólos da Guerra Fria: EUA e URSS. A II Guerra acaba com a rendição japonesa, em 1945.

10) Leia os dois textos que se seguem, para responder a esta questão.

I. "Excelentíssimo Senho Auro de Moura Andrade: Senhor Presidente: Nos termos e para os efeitos do Ato Adicional, tenho a honra de comunicar a Vossa Excelência e ao Congresso Nacional que indico para o Cargo de Primeiro-Ministro o senhor Tancredo de Almeida Neves, que, por meu intermédio, submete à patriótica consideração desse plenário o seguinte Gabinete: (segue-se a lista dos Ministros) (...)" João Belchior Marques Goulart. (Presidente da República, em 08/09/1961)

II. "Excelentíssimo Sr. Deputado Ranieri Mazzilli. DD. Presidente da República em exercício. Senhor Presidente: Em face da próxima chegada do Sr. Doutor João Belchior Marques Goulart a Brasília, com o fito de prestar compromisso perante o Congresso Nacional e indicar à aprovação dele o nome do Presidente do Conselho e a composição do Primeiro Conselho de Ministros, bem como para receber em sessão do Congresso Nacional posse, juntamente com aquele Conselho e o seu Presidente, tudo nos termos do Artigo 21, parágrafo único da Emenda Constitucional nº 4 (Ato Adicional de 02/09/1961), venho, na minha condição de Presidente do Conselho, solicitar de Vossa Excelência as indispensáveis garantias ao desembarque, permanência em Brasília e investidura na Presidência da República do senador Dr. João Goulart (...)" Auro de Moura Andrade. (Presidente do Congresso Nacional. 03/09/1961)

É correto afirmar que

a) somente o primeiro documento nos mostra que o sistema de governo vigente na época era o Parlamentarismo.

b) somente o segundo documento nos mostra que o Parlamentarismo era o sistema de governo vigente na época.

c) nos dois documentos temos informações que revelam ser o Parlamentarismo o sistema de governo na época.

d) nos dois documentos verificamos indícios de que o sistema de governo, na ocasião, era Presidencialista.

e) em nenhum dos documentos temos informações que nos permitem saber se o sistema vigente era o Presidencialista ou o Parlamentarista.

Alternativa C

Os dois textos citados são representativos do período de indefinição política que verificou-se no Brasil após a renúncia de Jânio Quadros (1961). Temendo possíveis influências dos movimentos comunistas, no governo do, então vice-presidente, João Goulart, os militares lideraram as iniciativas para o estabelecimento do regime parlamentarista. Os termos Primeiro-Ministro (1

o

texto) e Presidente do Conselho de Ministros (2

o

texto) são claros indícios da instalação do Parlamentarismo no Brasil.

11) Atualmente, é comum entre nós a leitura de manchetes, em jornais, sobre a intervenção das forças de paz da ONU em diferentes áreas de conflitos. Oficialmente criada em 1945, essa organização é composta de agências especializadas com o fim de promover o desenvolvimento dos países, como forma de evitar a emergência e guerras mundiais. Entre essas agências estão

a) o Banco Mundial (BIRD), a OPEP e a OTAN. b) o FMI, o Banco Mundial (BIRD) e a UNICEF. c) a Cruz Vermelha, a OEA e o FMI. d) a Anistia Internacional, o Banco Mundial e a OTAN. e) a Anistia Internacional, o Banco Mundial e a Cruz Vermelha.

Alternativa B

O FMI e o BIRD atuam nas áreas financeiras e econômicas enquanto a UNICEF encarrega-se do desenvolvimento de políticas voltados para crianças e juventude.

12) "O ano em que vivemos em perigo. O título do filme de Peter Weir é espelho da situação vivida pela Argentina em 2001, com impacto em toda região, inclusive no Brasil. (...) Sem benevolência, o Fundo Monetário Internacional (FMI) exigiu cortes drásticos para liberar recursos capazes de salvaguardar a conversibilidade. O governo passou a enfrentar manifestações e a ira dos governadores do Partido Justicialista, os peronistas que não ficaram imunes ao corte."

Carlos Franco. O Estado de S. Paulo. 31/12/2001, Caderno Especial: Retrospectiva 2001, p. H11.

O cenário apontado propiciou um conjunto de mudanças políticas e econômicas recentes na Argentina. Entre elas estão

a) o mandato-tampão de Menem e a renegociação das dívidas interna e externa com o FMI. b) o mandato-tampão de Rodriguez Saá e a vitória eleitoral do ex-Ministro da Economia

Domingo Cavallo.

c) a exposição de uma crise institucional, resultante da renúncia do presidente Fernando De la Rúa, e uma reforma econômica que, entre outras medidas põe fim à conversibilidade direta peso/dólar.

d) a renúncia do Presidente Fernando De la Rúa e a convocação de eleições diretas imediatas.

e) o retorno de Menem à Presidência da República e a renegociação das dívidas interna e externa com o FMI.

Alternativa C

A Argentina manteve a conversibidade 1 peso = 1 dólar mesmo depois do Brasil abandonar este tipo de "âncora cambial". A impossibilidade de manter esta paridade levou um presidente eleito - Fernando De la Rúa - a praticamente entregar a condução da economia a um candidato derrotado -Domingo Cavallo. A necessidade de cortes drásticos nos gastos públicos provocou conflitos entre a presidência e os governadores de província. O povo foi para as ruas, exigindo mudanças. Crise Institucional profunda.

comentários (0)

Até o momento nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar!

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 8 pages

baixar o documento