Hidrogenacao, Esquemas de Química Orgânica. Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
mvterra
mvterra3 de março de 2016

Hidrogenacao, Esquemas de Química Orgânica. Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

DOCX (15 KB)
1 página
395Número de visitas
Descrição
Fala um pouco sobre higrogenação
20 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização1 página / 1
baixar o documento

A hidrogenação consiste na adição de hidrogênio nas insaturações dos ácidos graxos insaturados, permitindo transformar óleos em gorduras plásticas, como a transformação de óleos vegetais em margarina. O processo elimina parte da duplas ligações enquanto uma proporção significativa de ligações é isomerizada através da conversão cis/trans em relação à posição na cadeia do ácido graxo. O hidrogênio gasoso reage com o óleo ou a gordura na presença de um catalizador. O catalisador adsorve os regentes sobre a sua superfície, rompendo parcialmente as duplas ligações entre os carbonos e a ligação simples entre os hidrogênios, efetivando em seguida a adição dos hidrogênios e a dessorção da superfície do catalisador. Em geral a hidrogenação é conduzida de forma incompleta. Visando a produção de gorduras parcialmente hidrogenadas, podendo ser seletiva ou não seletiva. A hidrogenação seletiva ocorre quando a adição de hidrogênio aos ácidos graxos mais insaturados prevalece sobre a hidrogenação dos menos insaturados. A seletividade aumenta com o aumento da temperatura de reação e diminui com o aumento da pressão e da intensidade de agitação. Quando a hidrogenação elimina parte das duplas ligações, uma parcela das ligações duplas remanescentes pode ser isomerizada, tanto pela troca de configuração de cis para trans como pela mudança de posição da dupla ligação ao longo da cadeia hidrocarbonada. A hidrogenação na qual o catalisador é solúvel na solução é chamada de hidrogenação homogênea. Geralmente são utilizados catalisadores baseados em ródio e rutênio. Já a hidrogenação heterogênea consiste na hidrogenação catalítica com níquel de alcenos ou alcinos para a obtenção de alcanos. É chamada de heterogênea pois os catalisadores não são solúveis na mistura reacional. Os óleos vegetais são líquidos à temperatura ambiente em razão da presença de muitas insaturações em suas cadeias, porém após a realização da hidrogenação, estas insaturações são transformadas em ligações simples, dando uma maior estabilidade e fazendo a transformação do óleo em gordura semissólida, ou seja, apresenta uma consistência mais pastosa. No caso da margarina, o processo é a hidrogenação catalítica (Sabatier-Senderes) e faz-se o uso desse processo se da principalmente para o aumento da durabilidade do alimento, devido menor tendência à oxidação; os alimentos preparados com margarina terão uma menor necessidade de refrigeração e há uma melhora para transporte e manuseio em comparação ao óleo.

comentários (0)

Até o momento nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar!

baixar o documento