História geológica de uma região cartografia 1ª parte, Slides de Biologia. Carteg
isabel_henriques
isabel_henriques1 de março de 2016

História geológica de uma região cartografia 1ª parte, Slides de Biologia. Carteg

PDF (4 MB)
54 páginas
402Número de visitas
Descrição
Apresentación multimédia
20 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 54

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 54 pages

baixar o documento

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 54 pages

baixar o documento

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 54 pages

baixar o documento

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 54 pages

baixar o documento
Diapositivo 1

1 Profª Isabel Henriques

Cartas Topográficas

Cartas temáticas

2 Profª Isabel Henriques

 Procuram representar a

topografia ou relevo de

uma região.

 As cartas topográficas

são representações de

objectos numa

superfície a duas

dimensões, na qual o

relevo é representado

por linhas que unem

pontos com a mesma

altitude curvas de nível.

3 Profª Isabel Henriques

Cartas Topográficas - Informações

 Construções antrópicas (estradas, casas, igrejas,

cemitérios, minas, barragens…)

 Aspectos naturais – rios, praias, montanhas, lagos…

 Geografia política – limites de um pais, região…

 Enquadramento geográfico – longitude e latitude;

 Escala e distância horizontal;

 Data em que foi executada;

 Declinação magnética para a data da sua execução;

 Autores/instituição responsável.

4 Profª Isabel Henriques

Instituto Geográfico do Exército - www.IGeoE.pt

Carta Militar de Portugal  1:25.000  1:50.000  1:250.000

CMP 1:50.000

Sistema de projecção Mercator transversa Elipsóide Internacional

Datum Europeu

Equidistância curvas de nível 20 metros

Dimensões da mancha da folha 64x40 cm

nº de folhas 175

CMP 1:250.000

Sistema de projecção Gauss Elipsóide Internacional

Datum Lisboa

Equidistância curvas de nível 100 metros

Dimensões da mancha da folha 51x64 cm

nº de folhas 8

Carta Militar Itinerária de Portugal 1:500.000

Sistema de projecção UTM WGS 84

Datum WGS 84

Dimensões da mancha da folha 67,5 x 118 cm

Download gratuito da informação digital correspondente à carta impressa- Formatos vectorial - .dgn da Intergraph e .dwg do AutoCAD - ou formato imagem - .jpg A disponibilização gratuita destina-se apenas a usos particulares.

Ortofotocartas 1:10.000

A generalidade da cartografia está disponível em suporte papel e em suporte digital.

Instituto Geográfico Português www.IGEO.pt

Carta de Portugal 1:10.000

Sistema de projeção Elipsóide Internacional

Datum 73

Equidistância curvas de nível 5 metros

Dimensões da mancha da folha 50 x 80 cm

nº de folhas 2415

Carta de Portugal

1:50.000 Série M7810

Sistema de projeção Elipsóide de Bessel

Datum Lisboa

Equidistância curvas de nível 25 metros

Dimensões da mancha da folha 40 x 64 cm

nº de folhas 175

atualização

Carta de Portugal

1:100.000

Série M684

Sistema de projeção Elipsóide de Bessel

Datum Lisboa

Equidistância curvas de nível 25 ou 50 metros

Dimensões da mancha da folha 40 x 64 cm

nº de folhas 53

Carta de Portugal

1:200.000

Série M585

Sistema de projeção Elipsóide Internacional

Datum Lisboa

Equidistância curvas de nível 50 metros

Dimensões da mancha da folha 80 x 80 cm

nº de folhas 8

8 Profª Isabel Henriques

 As cartas geológicas são documentos científicos e técnicos elaborados por geólogos que se enquadram em equipas multidisciplinares.

 Correspondem a representações hipotéticas e bidimensionais de uma realidade geológica complexa.

 Encontram-se em constante actualização, de forma a incluírem as informações mais recentes.

 As cartas geológicas são elaboradas numa base topográfica.

Profª Isabel Henriques 9

 Cartas hidrogeológicas (águas subterrâneas)

 Cartas geotécnicas (estabilidade e resistência de terrenos)

 Cartas mineiras (jazigos minerais)

 Cartas tectónicas (deformações da crusta)

 Cartas geoquímicas (química das rochas)

 Cartas pedológicas (tipos de solos)

 Cartas geomagnéticas (propriedades magnéticas das rochas)

 Cartas radiométricas (radioactividade das rochas)

 Cartas gravimétricas (gravimetria das massas rochosas)

 Cartas geológicas (Rochas a superfície e em profundidade)

Carta Temática – Carta Hidrogeológica

de Portugal (1:200 000 Folha 1)

10 Profª Isabel Henriques

Escala:

A escala é, portanto, a razão (quociente) constante entre a

medida do segmento que, na carta, une dois pontos

quaisquer, e a distância real (no terreno) entre os mesmos

pontos, expressas na mesma unidade de medida.

11 Profª Isabel Henriques

Escala:

Existem escalas Numéricas e Gráficas.

Escalas Numéricas:

Uma escala 1/25 000 (também representada por 1:25 000), significa que:

1 centímetro medido na carta, corresponde, respetivamente, a 25 000 centímetros (= 250 metros)... no terreno.

Escalas Gráficas: representadas por um segmento de reta dividido em partes iguais, cada uma das quais representa uma determinada distância medida no terreno, o que permite uma avaliação direta das distâncias na carta.

12 Profª Isabel Henriques

Escala gráfica da Carta Topográfica de Portugal, na escala 1:50 000

 Uma regra de três simples permite, facilmente, calcular,

numa escala determinada, o valor de qualquer distancia,

considerada na carta, e a correspondente medida no

terreno e vice-versa:

Por exemplo: Numa carta à escala 1:50 000 onde dois

pontos distam 32 mm, medidos com uma régua, teríamos:

Se 1 mm (na carta) corresponde a 50 000 mm (no terreno)

32 mm (na carta) corresponderão a x mm (no terreno)x =

32x50 000 mm = 1600 000 mm = 1 600 metros

x = 32x50 000 mm = 1600 000 mm = 1 600 metros

Portanto, a distância real entre esses pontos é de 1 600

metros

13 Profª Isabel Henriques

Curvas de Nível:

Profª Isabel Henriques 14

Curvas de Nível:  O relevo é figurado por

intermédio de curvas de nível, linhas que correspondem à projecção vertical das intersecções de hipotéticos planos horizontais, equidistantes e paralelos, com a superfície do terreno.

 Cada curva de nível é definida pela sua cota que indica a sua altura em relação ao nível médio das águas do mar (altitude).

15 Profª Isabel Henriques

Representação do relevo por curvas de nível

Curvas de Nível:

 A distância entre estes hipotéticos planos horizontais chama- se equidistância natural e ao valor desta distância, à escala, corresponde à equidistância gráfica.

 As equidistâncias podem variar consoante a escala da carta.

16 Profª Isabel Henriques

Curvas de Nível:

17 Profª Isabel Henriques

Talvegue: linha de encontro de duas vertentes opostas e

segundo a qual as águas tendem a se acumular formando

os rios ou cursos d’água.

15

20

18 Profª Isabel Henriques

Depressão e Elevação: como na figura a seguir, são

superfícies nas quais as curvas de nível de maior valor

envolvem as de menor no caso das depressões e vice-versa

para as elevações.

19 Profª Isabel Henriques

Vale: superfície formada pela reunião de duas vertentes

opostas, podendo o fundo ser de forma côncavo, de ravina ou

chato. As curvas de maior valor envolvem as de menor valor.

50

45

252015

10

RavinaCôncavoChato

20 Profª Isabel Henriques

 Linhas de água

15

20

21 Profª Isabel Henriques

Curvas de Nível

22 Profª Isabel Henriques

Topografia e representação:

23 Profª Isabel Henriques

Topografia e representação:

24 Profª Isabel Henriques

Topografia e representação:

25 Profª Isabel Henriques

comentários (0)

Até o momento nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar!

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 54 pages

baixar o documento