Importância dos Microrganismo no Solo - Apostilas - Agronomia, Notas de estudo de Agroflorestal
Jambu98
Jambu9812 de Julho de 2013

Importância dos Microrganismo no Solo - Apostilas - Agronomia, Notas de estudo de Agroflorestal

PDF (58 KB)
2 páginas
17Números de download
1000+Número de visitas
100%de 3 votosNúmero de votos
1Número de comentários
Descrição
Apostilas de Agronomia sobre o estudo da Importância dos Microrganismos no Solo, Microbiologia do Solo, Fatores Ambientais.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização2 páginas / 2
baixar o documento

Microbiologia do Solo O solo é habitado por uma enorme variedade de microorganismos vegetais (microflora do solo) e animais (microfauna do solo) e ainda por organismos animais que vão de dimensões submicrocóspicas a dimensões médias ou mesmo relativamente grandes (macrofauna). As atividades dos diversos grupos de organismos do solo estão interligadas entre si e com as condições do ambientes prevalecentes a cada momento, verificando-se que a população microbiana se ajusta rapidamente às variações dessas condições ambientais e que são estas que fundamentalmente determinam o sentido em que as atividades dessas populações se desenvolvem mais do que a espécie ou o número de microorganismos presentes. A ação microbiana do solo depende, entre outros fatores, da temperatura, arejamento e condições de umidade, reação e teor em elementos nutritivos, e da competição e antagonismos que se estabelecem entre os próprios grupos de microorganismos. A intensidade de decomposição da matéria orgânica é tanto menor quanto mais baixa é a temperatura para temperaturas entre 5 e 30ºC e a baixas temperatura verifica-se que uma vez estabilizada a baixa taxa de decomposição as perdas em matéria orgânica são pequenas e nota-se uma certa tendência para se formarem resíduos ricos em azoto. Para altas temperaturas, entre 45 e 75ºC, e quanto mais elevada for a temperatura, a intensidade de decomposição também diminui, em condições de umidade suficiente mas não excessiva, reduzindo o arejamento, faz diminuir a atividade microbiana e principalmente modifica o sentido em que se processa a decomposição muito especialmente em relação aos produtos finais dessa atividade. As bactérias são o grupo mais importante de organismos do solo, no

qual, em condições favoráveis, atingem números extraordinariamente elevados. Há bactérias aeróbias obrigatórias, anaeróbias obrigatórias e facultativas. As primeiras obtêm o seu oxigênio do ar, e só prosperam, portanto em solos bem arejados. As segundas não necessitam de oxigênio gasoso, ou são mesmo prejudicadas por este, pelo que se encontra em solos compactos e/ou com drenagem deficientes; a sua atividade é muito inferior à das primeiras. As chamadas facultativas constituem o grupo mais importante, e atuam tanto num caso como no outro. As bactérias desempenham papel importante na decomposição de resíduos orgânicos e na formação do húmus, e incluem organismos fixadores de azoto amoniacal em azoto nítrico (nitrificarão). Das bactérias fixadoras de azoto, uma (Rhizobium) vivem em simbiose com leguminosas, fixando azoto em nódulos das raízes destas. Outras, não-simbióticas, obtêm o azoto o azoto do ar e energia da decomposição de resíduos vegetais. É o caso do Azotobacter e da Beijerinckia; aeróbios, e do Clostridium pastorianum, anaeróbio. As bactérias são, em geral, bastante exigentes em cálcio e prosperam especialmente em solos de reação levemente ácida a levemente alcalina. Os fungos podem atingir no solo uma massa total superior à das bactérias. São provavelmente todos heterotróficos e, em certas condições, parecem ser dos organismos do solo mais aptos para decompor a lenhina. Certos fungos vivem em simbiose com as raízes de plantas superiores, cujo desenvolvimento parece beneficiar. As associações de fungos e raízes são conhecidas por micorrizas. Basicamente, é o estudo dos microrganismos. E microrganismos são as formas de vida que, originalmente, só poderiam ser vistas com o auxílio do microscópio óptico (posteriormente, com o microscópio eletrônico). Elas incluem Bactérias, Fungos, Vírus, Protozoários, Algas unicelulares, Viróides e Prions. Uma maneira de compreender melhor essas divisões está representada na tabela abaixo:

docsity.com

Microrganismos Celulares | Microrganismos* Acelulares | Bactérias | Vírus | Fungos | Viróides | Algas unicelulares | Prions | Protozoários | |

Embora sejam sempre lembrados como causadores de doenças e tidos como "inimigos", apenas uma parcela muito restrita do total está relacionada com as doenças humanas, animais e vegetais. A tabela abaixo lista alguns dos papéis que os microrganismos têm para o homem e para todo o planeta: GRUPO | IMPORTÂNCIA | Bactérias | - Produtores de antibióticos e antifúngicos - Fixadoras de nitrogênio - Controle biológico - Produtores de alimentos: iogurte - Produtores de ácidos e vitaminas - Sintetizadores de hormônios por engenharia genética | Algas | - Fotossintetizantes | Vírus | - Controle biológico - Engenharia genética (vetores de terapia genética) | Microrganismos marinhos | - Base da cadeia alimentar | Fungos | - Produtores de alimentos: queijos, cerveja. Pão, vinho, rum, uísque. - Produtores de antibióticos e antifúngicos - Maiores de compositores do planeta - Controle biológico |

A quantidade e os tipos de microrganismos presentes no solo dependem de muitos fatores ambientais: * Quantidade e tipo de nutrientes disponíveis * Umidade disponível * Grau de aeração * Temperatura * Ph * Práticas e eventos que possam introduzir ou remover microrganismos

no solo (aplicação de adubos, dejetos de esgoto, enchentes, tempestades de poeira) * A presença de raízes e a extensão do sistema radicular no solo

também podem afetar o número e os tipos de microrganismos presentes (efeito rizosfera). O número de microrganismos na raiz e à sua volta é muito maior do que no solo livre de raiz. Os produtos do metabolismo microbiano que são liberados na rizosfera estimulam o crescimento das plantas, ocorrendo assim uma troca de nutrientes entre o sistema radicular das plantas e os microrganismos * Interações de espécies microbianas também têm um importante efeito

na população microbiana do solo * As bactérias representam a maior parte da população microbiana do

solo, tanto em quantidade quanto em variedade. A maioria das bactérias do solo é heterotrófica.

docsity.com