Indicadores Solo ---- Análise de solos, Projetos de Agronomia. European University Portugal
Andreloes
Andreloes

Indicadores Solo ---- Análise de solos, Projetos de Agronomia. European University Portugal

PDF (436 KB)
3 páginas
21Número de visitas
Descrição
Análise de solos ------------ Indicadores Solo
20 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 3
Baixar o documento

“Indicadores físicos, Químicos e Biológicos do sistema solo”

Autor: André Manuel Pereira Pedras da Cruz Lopes

Introdução

Na conversão para o MPB, é necessário fazer a “descontaminação” dos solos, através

de rotação de culturas, pousios, fertilizações orgânicas de acordo com o estudo efetuado

do solo, para eliminar aplicações de fito fármacos, adubos sintetizados ou outro as

substâncias poluentes, que podem ter sido feitos no passado.[1]

É ainda importante conhecer o ecossistema do solo, a sua biodiversidade, pois as

relações ecológicas aí existentes têm efeitos na produção vegetal.

De forma a poder corrigir e saber de forma mais precisa as características produtivas do

solo, este deve ser alvo de análise.

O conhecimento do solo

Indicadores da qualidade do solo podem ser classificados, de um modo geral, em quatro

grupos; visuais, físicos, químicos e biológicos.

 Os indicadores visuais podem ser obtidos a partir da interpretação de fotografias

aéreas, ou através de observações diretas, como a exposição do subsolo,

mudança de cor do solo, escorrimento superficial, resposta da planta, espécies de

plantas daninhas predominantes, entre outras.[2]

 Entre os indicadores biológicos estão incluídos: Populações de minhocas,

nematóides, e micorrizas [3]

 As características físicas e químicas podem ser apreciadas graças à análise do solo em laboratório:[4]

A análise do solo compreende 3 fases:

1. Extracção da amostra do solo

2. Análise propriamente dita

3. Interpretação da análise e utilização dos resultados

1. Extracção da amostra do solo

Época de colheita: todo o ano

Nº de amostras: 1 por unidade de amostragem

Nº de sub-amostras: 15 a 20 por amostra

Profundidade: Para a maioria das culturas – até 20 cm

Prados temporários – até 10 cm

Vinha e pomares – até 50 cm

Material a usar: sonda, enxada ou pá rectangular

1 balde de plástico

1 saco do plástico limpo

Etiqueta[4]

2. A análise propriamente dita

Quadro 1 – Parâmetros físicos e químicos a analisar no laboratório [5]

3. Interpretação da análise e utilização dos resultados

A avaliação da disponibilidade dos nutrientes no solo é feita através de métodos que

simulam a ação das raízes, ou seja, extraem as formas químicas dos nutrientes que

seriam absorvidas pelas plantas.

Um resultado de análise de solo, mesmo obtido por um método que se correlacione com

o crescimento da planta, tem uma interpretação limitada caso não se disponha dos

padrões de comparação. Os padrões de comparação são obtidos em experimentação de campo ou através de pesquisa bibliográfica com experiências já estudadas.

[1] Ferreira Jaime, Modo de Produção Biológico,

[2] Moreira Fátima, O Ecossistema Solo

[3] Gomes Algenor, Qualidade do solo: conceito, importância e indicadores da qualidade,

[4] Instituto Politécnico Santarém, Fertilidade do solo

[5] Conversão para viticultura biológica, Maria Mota Neves

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Baixar o documento