java e eclipse, Notas de estudo de Informática
gustavo-dias-11
gustavo-dias-11

java e eclipse, Notas de estudo de Informática

18 páginas
50Números de download
1000+Número de visitas
100%de 0 votosNúmero de votos
Descrição
Essa apostila tem como objetivo apresentar uma das mais completas ferramentas de desenvolvimento Java e o poder que essa ferramenta tem com a adição de plugins de primeira linha.
70 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 18
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 18 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 18 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 18 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 18 páginas
Untitled Document

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 1

(FOLSVH±4XHPHVWX""" 5RJpULR3HUHV*RPHV $LGpLDGHVWHDUWLJRpDSUHVHQWDUXPDGDVPDLVFRPSOHWDVIHUUDPHQWDVGHGHVHQYROYLPHQWR -DYDHRSRGHUTXHHVVDIHUUDPHQWDWHPFRPDDGLomRGHSOXJLQVGHSULPHLUDOLQKD ,QWURGXomR

O projeto Eclipse.org nasceu da iniciat iva de grandes empresas lideres em seus seguimentos, tais como Borland, I BM, QNX Software, Rat ional Software, Red Hat , Suse, Toghether Software (comprada pela Borland) , Sybase e Fuj it su. Em fevereiro de 2004 o Eclipse.org tornou-se independente, f icando “ livre” da I BM.

Atualmente o Eclipse.org m antém 4 grandes projetos e 19 subprojetos, dent re esses grandes projetos

podem os destacar a I DE Eclipse para desenvolvimento Java. Esta ferramenta perm ite personalizar totalm ente o ambiente de acordo com o projeto que está sendo

desenvolvido, seja ele desenvolvimento para plataform a WEB ou Desktop (Standard) , com ou sem EJBs, J2ME, etc. Além disto, perm ite a instalação de plugins que t rabalham integrado com a ferramenta. Em sua versão básica, o Eclipse já t raz alguns plugins (que podemos cham ar de plugins básicos) , dent re eles podem os destacar a integração com o Ant e com o CVS.

Apesar de ser um a I DE free e opensource, o Eclipse é bem completo, perm it indo quê seja feito nele

tudo o que pode ser feito em uma I DE paga, claro, que em alguns casos com um grau de dificuldade maior, m as para at ividades de desenvolvimento básicas com o desenvolvim ento em Swing, Jsp, Servlets ele atende muito bem , tem grandes facilidades para desenvolvim ento de EJBs, mas nada que se com pare ao Jbuilder da Borland neste quesito.

6HUiTXHYDOHDSHQDFRPSUDUXPD,'(GHGHVHQYROYLPHQWR-DYD"  Essa pergunta me perseguiu durante um tempo e não consegui me conformar em ter que pagar preços salgados por IDEs J ava se tínhamos o Eclipse e o Netbeans que poderiam atender muito bem a todas minhas necessidades. Em um projeto que trabalhei necessitei utilizar uma IDE já comprada pelo cliente e percebi que as vezes vale a pena pagar. Como por exemplo criar EJBs no Eclipse pode ser um trabalho um pouquinho chato, mas no J builder pode-se fazer isso totalmente de forma visual.

2LQtFLR±,QVWDODQGRQR:LQGRZV

O download do Eclipse pode ser feito no endereço ht tp: / / www.eclipse.org/ downloads/ index.php, sendo que hoje a versão estável é a 3.0.1.

Descompacte o arquivo baixo para a raiz do drive C: \ da máquina, tendo a seguinte raiz.

Pode-se cr iar um atalho do arquivo eclipse.exe em sua área de t rabalho (Desktop) , pois o eclipse não faz isso automat icam ente.

(FOLSVHRUJ  Pode-se conseguir muita informação interessante sobre o Eclipse, inclusive sua documentação no site www.eclipse.org.

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 2

2LQtFLR±,QVWDODQGRQR/LQX[ O download do Eclipse pode ser feito no endereço ht tp: / / www.eclipse.org/ downloads/ index.php, sendo que hoje a versão estável é a 3.0.1. Após o download, descompacte o arquivo executando o seguinte com ando: unzip /download / eclipse-SDK-3.0.1-linux-motif.zip Não esqueça de dar permissão para o usuário no diretório criado, para isto basta utilizar o comando: chmod + x / usr/ local/ bin/ eclipse Depois basta executar o binário do eclipse. Basta digitar eclipse no diretório onde foi descompactada a aplicação.

,QLFLDOL]DomR 

Durante a inicialização do eclipse deve-se configurar o diretório padrão das Workspaces, que será o local onde ficarão armazenados os projetos.

Esta configuração pode ser alterada em File > Switch workspace

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 3

,QVWDODomRGHSOXJLQV O Eclipse t raz na sua instalação, alguns plugins básicos para desenvolvimento, dent re eles o plugin do CVS e do Ant , m as, existem plugins que facilitam m uito o t rabalho do desenvolvedor, por exemplo, o VEP para cr iação de interfaces em Swing, o Easy St ruts para se t rabalhar com o St ruts, o Jboss- I de ou o Lomboz, para se t rabalhar com JSP, Servlets e Ejbs.

Dent ro deste contexto, iremos exemplificar a instalação do VEP, do Jboss- I de e do OMONDO,

dem onst rando também , com o usar essa turma do barulho, ou m elhor, do Eclipse. Observe que dent ro da est rutura de pastas/ diretórios do Eclipse existe uma pasta cham ada plugins,

essa pasta/ diretório contêm as classes dos plugins. Há uma out ra pasta/ diretório interessante chamado features que faz uma espécie de gerenciamento dos plugins.

A importância dessas pastas para o mundo do plugins é ext rema, na pasta plugins devem ser descompactados ou instalados todos os plugins. Alguns desses plugins podem ter algumas classes que serão instaladas na pasta features tam bém.

I rem os começar realizando a instalação do plugin do Jboss- I de, este plugin perm ite a cr iação de EJB´ s e Jsp facilmente, além de perm it ir um a integração básica com o Jboss, onde, pode-se realizar deploys das aplicações de forma “am igável” (bastam dois cliques - -, quer m ais fácil que isso????) .

-%266,'(

I niciarem os o procedimento indo até a página do Jboss- I de, ht tp: / / www.jboss.org/ products/ jbosside, e fazendo o download da versão correspondente ao seu Eclipse, estaremos aqui ut ilizando a versão 1.4 que é compat ível com o Eclipse 3.0.x. O arquivo da versão 1.4 é um tanto grande, cerca de 16 Mb.

O arquivo .zip que foi devidamente t razido do servido para o seu computador possui, após sua

descompactação, duas pastas, uma chamada plugins onde o seu conteúdo deve ser colocado dent ro da pasta plugins do Eclipse e, obviam ente a pasta features que deverá ter seu conteúdo colocado dent ro da pasta features do Eclipse.

I remos agora configurar o Jboss- I de, levando em conta que já se tem um Jboss instalado no

computador, esta instalação tam bém é bem sim ples, basta ir até o site do Jboss (www.jboss.org) e obter a ult ima versão do Jboss, deve-se, após o download, descom pactar o arquivo. Para se configurar o Jboss- I de, iremos iniciar o Eclipse.

Após essa iniciação iremos até o m enu Window / Preferences onde será iniciada uma janela de

configuração do Eclipse, dent re essas configurações temos a possibilidade de configurar além do Jboss- I de, opções do Eclipse, com o identação, configurações do plugin do Ant , parâm et ros de compilação e da máquina vir tual, configuração do CVS, etc.

Para configuramos o Jboss- I de iremos acionar o item Jboss- I de / Deployer, nesta opção irem os configurar o local de deploy dos arquivos, apresentado na figura abaixo:

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 4

I nteressante é notar que podem os cr iar vários lugares para deploy, escolhendo ent re os arquivo na hora do deploy para onde cada um irá, desta forma podem os t rabalhar em parceria com o Plugin do Tomcat para iniciar o Tomcat de dent ro do Eclipse e realizar o deploy dos arquivos war ( j sp) para dent ro do Tom cat , irem os realizar m ais adiante um exemplo desta integração.

Clique em Add, e selecione File System Copy e clique em OK.

Clique em Browse, e selecione o cam inho de deploy do Jboss, por exem plo, C: / jboss- 3.2.5/ server/ default / deploy/ , pode-se no Label Nam e, associar um a descrição a este t ipo de deploy

Pode-se desta form a criar vários locais de deploy, por exemplo, um para Ejb´ s e out ro para JSP e/ ou Servlets. O Jboss- I de perm ite a cr iação de EJBs, Servlets e JSP, onde para o JSP e HTML ele perm ite a exibição dos códigos com cores destacadas. I remos const ruir um exemplo sim ples ut ilizando apenas um JSP, m as que dará um a visão inicial sobre o Plugin.

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 5

I nicialmente cr iaremos um novo projeto no Eclipse, para isto basta clicar em File / New / Project , nas opções de projeto selecionar Jboss- I de e J2EE 1.4 Project (Lembre-se que projetos J2EE têm um poder muito m aior do que o demonst rado neste exem plo, a idéia aqui é validar apenas o JSP) .

Clique em Next e insira o nome do projeto, para este exemplo iremos nom ear de Teste.

Clique agora em Finish, será cr iada a seguinte est rutura no Eclipse.

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 6

I remos agora cr iar um arquivo JSP, para isto, clique com o botão direito sobre o projeto e selecione New / File. Nom ei o arquivo, neste caso iremos cham ar de index.j sp e clique em Finish.

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 7

I remos inserir código a página agora, para isto, clique duas vezes sobre o arquivo Teste.j sp e inclua o seguinte código:

+70/! +($'! 7,7/(!8P([HPSORHP-637,7/(! +($'! %2'<! SULYDWH6WULQJPHQVDJHP! PHQVDJHP QHZ6WULQJ -%266 ,'( ! +!(VWHHKXPWHVWHFRPR PHQVDJHP!+! %2'<! +70/! Salve o arquivo. I remos configurar o empacotam ento do arquivo para o deploy no Web Container. Para isto clique no projeto e tecle Alt + Enter, este procedimento acionará a janela de propr iedades do projeto, selecione a opção Packaging Configurat ions, clique com o botão direito e selecione Add Archive, insira no nom e do Arquivo Teste.war e clique Ok.

Clique agora com o botão diret io do mouse sobre o Arquivo Teste.war, clique em Project Files e selecione Add File, e selecione o arquivo index.j sp. Clique agora com o botão direito do m ouse sobre o projeto e selecione Run Packanging, aguarde o fim do processo. I niciaremos agora o Jboss, ent re no diretório do Jboss / bin e acione o arquivo run.bat ou run.sh, aguarde o fim da inicialização. Agora clique com o botão direito sobre o projeto e selecione Deployment / Deploy to, selecione a opção cadast rada e clique em OK.

Aguarde a finalização do deploy, abra o seu Browser e digite na URL ht tp: / / 127.0.0.1/ Teste. A idéia aqui é m ost rar apenas um pequeno exemplo com o Jboss- I de, que facilit a ainda a cr iação de EJBs e servlets.

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 8

2021'23$5$80/

O Om ondo é um plugin free para o Eclipse que perm ite a const rução de diagramas UML, desde diagramas de seqüência até diagramas de classes, irem os demonst rar todo o processo de instalação deste plugin bem como a cr iação de um diagram a de casos de uso como um diagrama de classes. Para realizar a instalação do Omondo devem os obter os arquivos para instalação do site ht tp: / / www.om ondo.com/ download/ free/ index.htm l, devemos realizar o download dos seguintes arquivos disponíveis nesta página : - Eclipse 3.0.1 Build R-3.0.1-200409161125 – Este é a instalação do Eclipse, caso você já tenha

o Eclipse instalado não é necessár io obter este arquivo - EMF 2.0.1 Build 20040917 1617 – Este é o plugin de Framework do Eclipse, é necessário baixar

este arquivo mesm o que você já tenha o Eclipse instalado. - GEF 3.0.1 Build 20040831 1615 – Este é o plugin que perm ite m anipulações gráficas dent ro do

Eclipse - UML2 1.0.1 Build 20040721 – Este é o plugin para manipulações de arquivos no padrão UML 2 - E finalmente o arquivo Eclipse Um l que é um jar com a instalação do Omondo.

A instalação é novamente simples, descom pacte os arquivos Eclipse 3.0.1 Build R-3.0.1- 200409161125, EMF 2.0.1 Build 20040917 1617, GEF 3.0.1 Build 20040831 1615, UML2 1.0.1 Builde 20040721 para os diretórios de plugin e features, de acordo com a configuração de cada um deles. Após isso, execute o arquivo do Eclipse UML, bastando para isso 2 cliques ou em linha de comando:

java - jar eclipseUML_E301_freeEdit ion_2.0.0.beta.20041026.jar

Será apresentada a tela abaixo, selecione o idiom a e clique em OK

Clique em Próximo na tela de I nt rodução, Próximo na tela de informação e aceite o cont rato e clique em Próximo novamente.

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 9

Selecione agora o diretório onde o Eclipse está instalado, clique em Próximo e aguarde a instalação.

Após a instalação, clique em Próxim o e Sair.

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 10

I remos agora iniciar a cr iação de alguns diagram as no Om ondo: Clique em File / New Project e selecione Eclipse Modeling Framework e EMF Project .

Coloque um nome no projeto com o UMLTest , clique em Next , agora clique em Create a empty project e

em Finish.

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 11

Clique com o botão direito do m ouse sobre o projeto e selecione New / Other, selecione EMF Diagrams e EMF Use Case Diagram. Selecione o local onde o arquivo ficará e o nom e para o Diagrama e clique em Finish.

Podemos agora modelar um diagrama de casos de uso como o apresentado abaixo, para gerar, basta arrastar e soltar os elementos que estão na barra do Eclipse, vejo o exemplo abaixo, este modelo é apenas para exem plo, não estando correto as coligações ent re os sistemas.

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 12

Vam os criar agora um d iagram a de classes, para isto clique com o botão direito do mouse sobre o projeto e selecione New / Other, selecione EMF Diagram s e EMF Class Diagram. Selecione o local onde o arquivo ficará e o nome para o Diagrama e clique em Finish..

Devemos proceder da m esma form a do Diagrama de casos de uso, apenas arrastando os objetos para a

área de diagram as. A diferença é que quando incluím os um a classe no diagram a tem os um a janela para configurações da

classe, como se ela é na verdade um a interface ou é abst rata, como representado abaixo:

Para incluir um m étodo ou um at r ibuto, clique com o botão direito na classe e selecione New / Method

ou New / At t r ibute

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 13

Selecione Method, preencha as opções do seu método, como descrito abaixo:

Pode-se também , incluir um at r ibuto da classe, conform e tela abaixo:

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 14

Pode-se ainda, gerar engenharia reversa de projetos já prontos, para isto, clique com o botão direito sobre o projeto, selecione UML / Reverse Engineering, selecione os pacotes que se deseja fazer a engenharia reversa e clique em Finish que o Om ondo fará o t rabalho sujo por você.

Esse é uma rápida visão sobre o que o Om ondo pode fazer, mas ele é muito mais poderoso que essa pequena int rodução. Além desses dois diagram as é perm it ido cr iar diagram as de seqüência, colaboração, componente, deploym ent , objetos, etc, etc, etc.

VEP – Visual Eclipse Project Este plugin, perm ite a cr iação de interfaces gráficas em Swing e SWT no mais fácil modo arrastar soltar, este projeto pertence ao grupo Eclipse.org e seu arquivo deve ser baixado em ht tp: / / www.eclipse.org/ vep/ .

Para a instalação do VEP, ainda deve-se ter instalado o GEF e o EMF que podem ser encont rados na

mesma página do GEF. Para instalar o VEP, basta descompactar seus arquivos no diretório de plugins e de features do Eclipse. I nicie o Eclipse e clique em File / New / Project e selecione Java Project , insira um nome para o projeto,

tal como SwingTest . Cr ie um a nova classe neste projeto, clicando com o botão direito do m ouse sobre a pasta e clique em

New / Other, selecione o Jfram e Visual Class:

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 15

Devem os agora configurar a classe visual com a janela abaixo:

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 16

Agora podemos arrastar elementos do Swing para o nosso Frame, conforme figura abaixo:

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 17

Devem os dar destaque a um a informação im portante, mesmo ut ilizando esse plugin deve-se conhecer bem Swing/ AWT/ Swt pois a ut ilização deste plugin não dispensa o conhecimento destas tecnologias. Exemplo de um Fram e m ontado com elementos Swings em DrogDrop.

ht tp: / / www.boldcron.com .br

Grupo de Usuários Java – ht tp: / / www.guj .com .br – Página 18

&RQFOXVmR At ravés deste pequeno tutorial, podemos verificar que o Eclipse perm ite facilmente a instalação de plugins, devendo-se tom ar especial cuidado com as versões do Eclipse e dos plugins, pois m uitos plugins da versão 2.x não funcionam na versão 3.x. Além disto, podemos ver ificar que o Eclipse não perde em nada para I DE pagas e, se bem configurado e ut ilizando os plugins corretos, pode ser uma ót ima alternat iva para equipes que pretendem m igrar de I DEs. Alguns out ros itens que não foram abordados, mas que serão descritos em out ro art igo é a prat icidade de ut ilizar as perspect ivas de projeto, perm it indo assim que usuár ios de out ras I DE custom izem a vizualização de seus projetos de acordo com o seu interesse, tornando suave à t ransição ent re uma I DE e out ra. 5RJpULR3HUHV*RPHV (URJHULR#EROGFURQFRPEU) é Bacharel em Análise de Sistem as pela Universidade Paulista – UNI P e cursa m atérias de especialização para o m estrado no I nst ituto Tecnológico Aeroespacial – I TA. Trabalha com desenvolv im ento de software há 9 anos e tem com o especialidades desenvolvim ento e análise de sistem as orientados a objeto. Estuda Java há 2 anos. É integrante at ivo do Grupo de usuários Java de São José dos Cam pos (www.sj cjug.org) . Trabalha atualm ente com o desenvolvedor na Boldcron (www.boldcron.com .br) , em presa de tecnologia especializada em aplicações Java.

Até o momento nenhum comentário
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 18 páginas