Lipidos - Apostilas - Bioquímica_Parte1, Notas de estudo de Bioquímica. Universidade Estadual de Maringá (UEM)
Lula_85
Lula_8514 de Março de 2013

Lipidos - Apostilas - Bioquímica_Parte1, Notas de estudo de Bioquímica. Universidade Estadual de Maringá (UEM)

PDF (4 MB)
20 páginas
555Número de visitas
Descrição
Apostilas de Bioquímica sobre o estudo dos Lipídos, Metabolismo dos lípidos, Hidrólise, transporte e oxidação, Síntese de ácidos gordos.
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 20
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 20 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 20 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 20 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 20 pages
baixar o documento

Metabolismo dos lípidos • Os lípidos são uma importante fonte de energia

para o organismo. • A degradação energética dos triglicéridos permite

obter mais do dobro da energia fornecida pela mesma massa de proteínas ou hidratos de carbono.

• A glucose em excesso pode ser convertida em gordura e armazenada como reserva energética.

• Todas as membranas celulares têm na sua constituição fosfolípidos.

• Metabolismo dos lípidos é um processo anfibólico – catabólico + anabólico – permitindo obter energia e sintetizar compostos que são utilizados noutras vias metabólicas.

Metabolismo dos lípidos (cont.)

• Os lípidos são metabolizados enzimaticamente ao longo de todo o tracto digestivo, mas essencialmente ao nível do intestino delgado.

WWW. . .

Metabolismo dos lípidos (cont.) • A via metabólica dos lípidos dirige-se para a

produção de energia via C. de Krebs, nomeadamente fornecendo Acetil-CoA.

• A Ac-CoA é produzida por um processo de β- oxidação dos ácidos gordos livres.

• Os ácidos gordos livres, por sua vez, são o resultado da hidrólise dos triglicéridos nos adipócitos (células que constituem o tecido adiposo e que armazenam gordura como reserva de energia para o organismo).

• Triglicéridos = glicerol + 3 ácidos gordos

Metabolismo dos lípidos (cont.) • Glicerol e um triglicérido simples:

Ácidos gordos

Metabolismo dos lípidos (cont.)

Convergência das vias metabólicas de hidratos de carbono, proteínas e lípidos para a produção de energia via Acetil- Co/Ciclo de Krebs.

Metabolismo dos lípidos (cont.)

• O metabolismo das gorduras apresenta duas vertentes:

1. A oxidação dos ácidos gordos (produção de energia) - catabolismo;

2. A síntese de ácidos gordos (reserva energética) – anabolismo.

Lípidos – Hidrólise, transporte e oxidação

Os ácidos gordos e o glicerol participam na produção de energia ao nível da glicólise

(glicerol) e do ciclo de Krebs (via conversão do ácidos gordos a

Acetil-CoA).

Lípidos – Hidrólise, transporte e oxidação (cont.)

• A mobilização de energia a partir da gordura ingerida é feita em três fases:

1. Os triacilgliceróis (glicerol+ácidos gordos são hidolisados por acção de lipases - lipólise). Os ácidos gordos libertados não são solúveis no sangue pelo que se ligam a albuminas do soro que actuam como transportadores que fornecem estes compostos a outros tecidos onde irão servir como fonte de energia. O glicerol é absorvido pelo fígado e convertido a gliceraldeído-3-fosfato (substrato da glicólise e gluconeogénese).

Lípidos – Hidrólise, transporte e oxidação (cont.)

Hidrólise dos triglicéridos (1) e conversão do glicerol a gliceraldeído-3-fosfato para utilização na glicólise e gluconeogénese (2).

1

2

Lípidos – Hidrólise, transporte e oxidação (cont.)

2. O processo de oxidação que retira a energia dos ácidos gordos ocorre na matriz da mitocôndria. Para que, após a lipólise, entrem nesta estrutura celular os a.g. devem ser activados (na sua forma original não conseguem penetrar a membrana interna da mitocôndria). Este transporte é providenciado por um shuttle de carnitina. A deficiência em carnitina pode ter consequência sérias, indo desde simples caíbras, passando por uma fraqueza muscular generalizada até à morte em casos extremos.

Lípidos – Hidrólise, transporte e oxidação (cont.)

Shuttle de carnitina Transporte de ácidos gordos para a matriz

mitocondrial onde ocorre a β-oxidação.

WWW. . .

Lípidos – Hidrólise, transporte e oxidação (cont.)

3. A β-Oxidação dos ácidos gordos envolve um ciclo em quatro passos para quebra da molécula do ácido gordo em subunidades de 2 carbonos, tantas vezes quanto as necessárias para o “consumo” de todos os carbonos da cadeia (por exº, um a.g. com 14 carbono vai repetir o ciclo 7 vezes, com libertação de 7 subunidades com 2 carbonos que, no final, originam Acetil-CoA a utilizar no Ciclo de Krebs).

Lípidos – Hidrólise, transporte e oxidação (cont.)

Ciclo de β-oxidação dos ácidos gordos. Esta ilustração refere- se à oxidação de ácidos gordos saturados. No caso dos a.g. insaturados (com ligações duplas) há lugar a reacções adicionais para conversão em ácidos gordos saturados.

vksjfv ksjhvk jskvjg

Lípidos – Hidrólise, transporte e oxidação (cont.) • Se todo Acetil-CoA produzido na oxidação do ácido palmítico fosse

direccionado para o C. de Krebs, o rendimento energético por cada molécula do ácido seria de 106 ATP, o que é revelador do alto valor energético dos lípidos.

1g de gordura ≈ 9 kCal 1g de hidratos de carbono ≈ 4 kCal

Metabolismo dos lípidos Aspectos adicionais

• A β-oxidação de ácidos gordos de cadeia extremamente longa é iniciada em organelos especializados, os peroxissomas.

• A maior parte do Acetil-CoA produzido é convertido em acetoacetato e β- hidroxibutirato (corpos cetónicos). Estas moléculas podem ser usadas por células musculares (esqueléticas e cardíaca) e pelo cérebro como fonte de energia em situação de prolongada privação de alimento.

Síntese de ácidos gordos • Como ocorre noutras vias metabólicas

(gluconeogénese vs glicólise, por exº) e por razões análogas, o processo de síntese de ácidos gordos não é exactamente o inverso da sua degradação. – A síntese ocorre no citoplasma, enquanto a oxidação

acontece na mitocôndria; – A estrutura do complexo enzimático que catalisa a

síntese não encontram análogo no processo degradativo;

– As coenzimas envolvidas nas reacções de oxidação- redução da síntese são NADP+/NADPH (proveniente da via das pentoses), enquanto a oxidação utiliza o par NAD+/NADH.

Síntese de ácidos gordos (cont.)

Síntese de ácidos gordos (cont.) 1. Acetil-CoA proveniente da mitocôndria é

transportada para o citosol na forma de citrato.

Síntese de ácidos gordos (cont.) 2. A acetil-CoA é convertida a malonil-CoA

(3C) por acção da acetil-CoA carboxilase (enzima dependente da biotina).

3. A partir daqui inicia-se uma sequência de reacções catalisadas pelo complexo ácido gordo sintase que promove a adição de uma nova molécula de acetil- CoA ao malonil-CoA, formando um composto com 5C’s.

Síntese de ácidos gordos (cont.) 4. Dá-se a eliminação de uma molécula de CO2

produzindo ácido butanóico (4C) ao qual é adicionada uma nova molécula de malonil- CoA gerando um composto de 7C’s.

5. Segue-se nova perda de 1C que sai numa molécula de CO2. A cadeia de 6 carbonos resultante reage com malonil-CoA, aumentando a cadeia em 3C’s. Um destes é eliminado sob a forma de CO2. A energia libertada

6. O processo prossegue desta forma até à formação do ácido palmítico (16C)

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 20 pages
baixar o documento